Bom dia, sexta-Feira, 20 de Setembro de 2019
Casa do Ceará

Imprima



Ouça aqui o Hino do Estado do Ceará



Instituições Parceiras


































:: Jornal Ceará em Brasília



— Última Edição —
— Edições Anteriores —

Untitled Document

Dezembro 2009

A Flor do Araguaia


Por Frederic Pinheiro Barreira (*)

Navegávamos em um pequeno barco, eu, dois amigos e o piloto, nas proximidades de Luiz Alves, Goiás, em busca do melhor lugar para a pesca.

Contemplávamos a exuberante paisagem das margens do rio Araguaia...

Um bando de biguás pretos a voar e um casal de flamingos rosas a caminhar na praia: - lindos!...

Mais acima, depois da entrada de um grande e belo lago, o chamado "Lagoão", formado pela invasão das águas do Rio sobre a cobertura vegetal das fazendas da região, avistei a imensidão de águas doces, a se perder no horizonte azul.

Ancoramos o barco e começamos a pescar,

Tudo transcorria bem e o ritual da pesca era emocionante.

Os peixes fisgados resistiam bravamente, para não saírem do seu paraíso aquático,

Mas, em sua maioria, eram levados ao barco, como verdadeiros troféus, erguidos com um brinde de cerveja bem gelada.

O sucesso da pescaria, a beleza da paisagem que nos circundava,

Toda aquela natureza parecia nos pertencer.

Eu sentia uma maravilhosa sensação de liberdade, estava feliz...

Na volta para Luiz Alves, na trilha d’água estreita e sinuosa, o barco deslizava sobre a relva submersa,

Fiquei a pensar na importância da natureza, na vida, nos seus contrastes,

Indaguei-me: - porque os biguás, de plumagem negra, quase sempre molhados, pareciam feios, enquanto os flamingos rosas eram elegantes e de rara beleza...

Concluí, sem pensar muito, que a natureza que Deus criou é assim mesmo: o feio e o belo é que fazem a diferença aos nossos olhos,

Pensei, ainda: será que os biguás se acham feios?...

Acredito que não, pois andam sempre em bandos, unidos, são alegres pescadores e se acasalam com o mesmo calor de outras espécies de aves tidas por nós como belas,

Concluí, enfim, sobre os biguás: talvez eles também nos achem esquisitos...

Mas o barco continuava a deslizar suavemente sobre a estreita trilha d’água,

De repente surgiu um pântano, enlameado e cinzento,

Havia muitos cipós e galhos mortos, retorcidos...

A natureza pareceu-me, então, triste e sem graça,

Aí, pensei que a vida, assim como a natureza, não podia ser sempre alegre e bela,

Mas, para minha surpresa, no meio do pântano, avistei em uma pequena árvore de folhas verdes escuras, um verdadeiro buquê de flores amarelas, lindíssimas, talvez até por se destacarem no meio daquela paisagem cinzenta. Fui tomado por grande emoção.

Também por achar, que no meio da paisagem inóspita posso encontrar lindas flores.

Então, olhei para o céu e pedi a Deus e aos homens que preservem o Araguaia e tudo que compunha aquele magnífico cenário;... e compartilhei a felicidade daquele momento com todas as pessoas que amo.

(*) Frederic Pinheiro Barreira, filho de Luciano Barreira

Untitled Document

Luciano Barreira
Jornalista e Escritor

                                            


:: Outras edições ::

> 2017

– Outubro
Encontro de portugas. ora, pois, pois

– Setembro
Carta omante e consultas espirituais

> 2015

– Novembro
Tenóbio

– Outubro
Conversa Íntima Entre Dois Amigos Idosos

– Setembro
Conversa Íntima Entre Dois Amigos Idosos

– Agosto
A causa da desavença do casal

> 2014

– Dezembro
Pão De Queijo
– Novembro
Os novos comandos
– Outubro
Quando se tem o mesmo nome
– Setembro
Diálogo entre Dircinéia e Craudete
– Agosto
Cabaré processa Igreja
– Julho
As frases geniais e seus autores...
– Junho
Repassando...........
– Maio
O tal do “meia” em português...
– Abril
Coisas do Brasil
– Março
Enquete de São Pedro
– Fevereiro
Quando o trabalho dignifica o homem
– Janeiro
Reações inusitadas

> 2013

– Dezembro
Dicas judaicas de economia
– Novembro
Notícias de Lisboa
– Outubro
A Internet nunca substituirá o Jornal
– Agosto
A depressão da gorila
– Julho
Dicas para fazer sexo na 3ª idade:
– Junho
Repassando...........
– Maio
O tal do “meia” em português...
– Abril
Coisas do Brasil
– Março
Enquete de São Pedro
– Fevereiro
Quando o trabalho dignifica o homem
– Janeiro
Reações inusitadas

> 2012

– Dezembro
ASSALTANTE BAIANO
– Novembro
Tempos Modernos
– Outubro
O Grande Passo
– Setembro
Como a briga começa
– Agosto
O Grande Passo
– Julho
“Se um dia você tiver que escolher entre o mundo e o amor, lembre-se: se escolher o mundo, ficará sem amor; mas se você escolher o amor, com ele conquistará o mundo” Albert Einstein
– Junho
Exigências da vida moderna (quem aguenta tudo isso???) Haja fôlego!!!!!
– Maio
O amor não ilumina o seu caminho. O nome disso é poste
– Abril
Advogado x Engenheiro
– Março
Riqueza semântica
– Fevereiro
Diferença entre macho e muito macho
– Janeiro
Conseqüências da crise na Grécia:

> 2011

– Novembro
Show da língua portuguesa!
– Setembro
Despedida do TREMA
– Agosto
Considerações aleatórias
– Julho
Prezado Técnico
– Maio
15 dicas para fazer sexo na 3ª idade:
– Junho
Ensinamentos das MÃES DE ANTIGAMENTE
– Maio
Humor Negro ¨Branco Humor’’ Corrigindo velhos ditados
– Abril
Entre quimeras e devaneios (dos outros)
– Fevereiro
Bárbara é Udentista!
– Janeiro
Algodão, o novo éden
– Dezembro
A Flor do Araguaia
– Novembro
Homenagens póstumas
– Outubro
O Policial Pichado
– Setembro
Bárbara é udenista
– Agosto
Paixão Canina
– Julho
Se é traição conjugal...
– Junho
Um comunista competente e importante
– Maio
Comuna Paidégua
– Abril
Caçadores ou Cassadores
– Março
Esse Partido Existe!
– Fevereiro
Rompimento Ideológico
– Janeiro
Negro
– Dezembro
É como dente
– Novembro
Bem merecia uma medalha
– Outubro
Algodão, o novo éden
– Setembro
Revolucionário que caga em penico
– Agosto
Combata a crise, não combata Acrisio
– Julho
O Negócio é por tapas
– Junho
As Cabras do Caio
– Maio Os Poetas cantam,
os Idealistas choram



:: Veja Também ::

Blog do Ayrton Rocha
Blog do Edmilson Caminha
Blog do Presidente
Humor Negro & Branco Humor
Fernando Gurgel Filho
JB Serra e Gurgel
José Colombo de Souza Filho
José Jezer de Oliveira
Luciano Barreira
Lustosa da Costa
Regina Stella
Wilson Ibiapina
















SGAN Quadra 910 Conjunto F Asa Norte | Brasília-DF | CEP 70.790-100 | Fone: 3533-3800
E-mail: casadoceara@casadoceara.org.br
- Copyright@ - 2006/2007 - CASA DO CEARÁ EM BRASÍLIA -