Boa noite, quinta-Feira, 21 de Novembro de 2019
Casa do Ceará

Imprima



Ouça aqui o Hino do Estado do Ceará



Instituições Parceiras
































:: Jornal Ceará em Brasília



— Última Edição —
— Edições Anteriores —

Untitled Document

Dezembro 2013

A presença dos Cearenses na população de Brasília

Os dados são da Companhia de Planejamento doDistrito Federal - Codeplan.

Em 1959, quando Brasília tinha apenas 64.314habitantes, inclusive Planaltina e Brazlândia, apenas11.4% eram naturais e 86,7% imigrantes.

A Codeplan revela que em 1959 - antes da inauguraçãode Brasília - existiam 56.953 imigrantesresidentes no Distrito Federal, sendo 298 do Norte,17.932 do Sudeste, 992 no Sul, 15.565 e 22.088do Centro Oeste e 78 estrangeiros. Realmente foidifícil convencer a estrangeira a trocar o balneáriopelo serrado.

Entre os estados do Nordeste, 3.936 eram baianos(10,1%) e 3.166 (9,3%) cearenses. Goias, MinasGerais e São Paulo estavam à frente dos estadosnordestinos.

Em 1960, os imigrantes residentes no DistritoFederal mais do que dobraram, alcançando 134.050,1.272 do Norte, 43.008 do Sudeste, 2.777 do Sul,58.081 do Nordeste e 25.833 do Centro Oeste e3.079 estrangeiros. O Itamaraty obrigou-os a mudarde endereço.

Entre os estados do Nordeste, 13.833 eram baianose 12.549 cearenses. Goiás, Minas Gerais e Rio deJaneiro cresceram.

Em 1970, os imigrantes residentes no DistritoFederal multiplicaram por três, atingindo 405.396,sendo 95,328 do Norte, 152.133 do Sudeste, 7,129 doSul 166,900 do Nordeste, 69.322 do Centro Oeste e4.584 estrangeiros.

Em 1980, a população de Brasília chegou a1.176,908 dos quais 373.044 eram naturais do DF31,7% e 794.408 imigrantes, 67.5%.

Entre os imigrantes, 10.925 do Norte, 248.780 doSudeste, 1,607 do Sul 353.022 do Nordeste, 102.342do Centro Oeste e 9.456 estrangeiros.

Entre os estados do Nordeste, 70.184 eram cearenses-, que pela 1ª e única vez, assumiu a liderançamigratória, vencendo os baianos - 65.109 baianose 60.529 piauienses. Goiás, Minas Gerais e Rio deJaneiro continuaram com forte presença

No ano 2000, os imigrantes residentes no DistritoFederal em 834.780, sendo 27.220 do Norte, 230.991do Sudeste, 6.571 do Sul, 529.300 do Nordeste,133.911 do Centro Oeste e 6,960 estrangeiros.

Entre os estados do Nordeste, 111,753 eram piauienses,110.929 baianos e 87.325 cearenses. A liderançado Piauí se acentuou e a do Ceará declinou. MinasGerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Goiás, pela ordem,mantinham forte presença na população de Brasília.

No ano de 2010, a população de Brasília chegou a2.570.160, tendo o Distrito Federal se situado comoa 4ª Cidade brasileira em população, depois de SãoPaulo, Rio de Janeiro e Salvador e passando Fortalezapara o 4º lugar. Fato relevante é que pela 1ª Vez, apopulação o nativa 1.383.815 (53,8%) superou a populaçãode imigrantes residentes 1.177.750 (45,8%),projeção muito natural depois de 50 anos de DistritoFederal.

Entre os imigrantes, 47.885 eram do Norte,322.052 do Sudeste, 38.718 do Sul, 603.386 do Nordeste,165.711 do Centro Oeste e 8,595 estrangeiros.

Entre os Estados do Nordeste, 131.685 eram baianos,130.694 do Piaui, 120.251 do Maranhão e 90.103do Ceará. A Bahia recuperou a liderança, o Maranhãopassou o Ceará, que estava declinando na presençaimigratória para o DF. O relevante é que cerca de 80mil goianos retornaram ao seu Estado, passando aocupar o chamado Entorno.

Estudos da Codeplan mostram ainda que os cearensesque imigraram para o Distrito Federal e queretornaram ao Ceará vem crescendo progressivamente:foi zero em 1960, 274 em 1970, 1.502 em 1980,7.715 em 2000 e 10.303 em 2010.

O surto imigratório se deu por razões principais:primeira, a seca sempre acossando os nordestinos eos expulsando de seu habitat natural.

(*) JB Serra e Gurgel (Acopiara), jornalista e escritor.

Untitled Document

JB Serra e Gurgel
Jornalista e Escritor
http://www.cruiser.com.br/girias
gurgel@cruiser.com.br


:: Outras edições ::

> 2017

– Outubro
Como os cearenses vem os cearenses nativos e forasteiros

– Setembro
Ascensão e queda de Cleto Meireles: Colmeia, Haspa e Cidade Ocidental

– Julho
Para a Forbes, o Califa Abu Bakral Bagdadi é a 57ª pessoa mais poderosa do mundo

> 2016

– Setembro
Sou brasileiro com muito orgulho e com muito amor

> 2015

– Novembro
Para a Forbes, o Califa Abu Bakral Bagdadi é a 57ª pessoa mais poderosa do mundo

– Outubro
Um cavaleiro andante que caminhou entre aforismos e citações

– Setembro
Por uma claraboia no meio do Salão Nobre do Palácio da Abolição

– Agosto
As cem edições do Jornal da Gíria. Um marco no mundo gírio

> 2014

– Setembro
Acopiara : “Meton, notas de uma vida”, uma trajetória e um exemplo

– Agosto
O Ceará poderia ter tido mais um presidente: Juarez Távora

– Julho
Sou brasileiro com muito orgulho e com muito amor

– Junho
Dionísia aumentou a presença de Acopiara na Siqueira Gurgel

– Maio
Estão querendo Revogar a lei do morro: não sei, não vi, não conheço

– Abril
Faça como o velho marinheiro...

– Março
Tereza Aragão Serra, uma lenda quase esquecida em Tauá

– Fevereiro
José de Alencar e a língua portuguesa

– Janeiro
Moreira de Acopiara - o poeta popular de Diadema/SP

 

> 2013

– Dezembro
A presença dos Cearenses na população de Brasília

– Novembro
O cearense que escolheu o local para implantação de Brasília

– Outubro
Acopiara – Tia Nenem uma guerreira entre os Guilherme

– Agosto
As citações que marcam o cotidiano de Osvaldo Quinsan

– Julho
O último apito do trem que passava por Acopiara

– Junho
Dionísia aumentou a presença de Acopiara na Siqueira Gurgel

– Maio
Estão querendo Revogar a lei do morro: não sei, não vi, não conheço

– Abril
Faça como o velho marinheiro...

– Março
Tereza Aragão Serra, uma lenda quase esquecida em Tauá

– Fevereiro
José de Alencar e a língua portuguesa

– Janeiro
Moreira de Acopiara - o poeta popular de Diadema/SP

> 2012

–Dezembro
O acopiarense Vicente dos dez mares e oceanos

–Novembro
A presença de marranos e ciganos no Ceará

–Outubro
No modo de dizer dos italianos, as raízes de expressões brasileiras

–Setembro
Nobreza Cearense: Barões e viscondes não assinalados

–Agosto
A linguagem de Paco, regional e universal

–Julho
As armas e os barões assinalados

–Junho
Acopiara - Eita Brazilzão sem porteira

–Maio
Acopiara - Nertan Holanda Gurgel. Auto retrato de um homem simples

–Abril
José Alves de Oliveira: “árvore velha não se muda”

– Março
A gíria presente na obra de Eça de Queiroz II

– Fevereiro
Miguel Galdino - uma vida pelas justas causas

– Janeiro
História do Ceará de todos nós, presentes e ausentes

> 2011

– Dezembro
A gíria ou o calão presente na obra de Eça de Queiroz

– Novembro
A gíria ou o calão presente na obra de Eça de Queiroz
– Setembro
Como o Ceará libertou seus 30 mil escravos
– Agosto
Manoel Edmilson Teixeira um homem simples e de bem
– Julho
Acopiara - Apelidos e o que não falta
– Junho
Acopiara -Zé Marques Filho, uma referencia de respeito
– Maio
Os cearenses do Rio de Janeiro
– Janeiro
Acopiara - não é só mineiro que é desconfiado

> 2010

– Dezembro
Acopiara – os brasileiros reclamam de que mesmo?
–Novembro
Marcas da presença do Ceará na Guerra do Paraguai
– Outubro
Como o Brasil começou a fabricar seu papel moeda
– Junho
Um cearense acima de qualquer suspeita
– Maio
Acopiara – O centenário de Alcebíades da Silva Jacome
– Abril
Acopiara e o Seminário do Crato
– Fevereiro
A queda de braço entre o Presidente Castello Branco e seu irmão Lauro

> 2009

– Dezembro
Os desencontros entre José de Alencar e dom Pedro II
– Novembro
Tem uma Teresa que foi a 1ª. mulher cearense a ser delegada da mulher em Brasília
– Outubro
Acopiara - Dom Newton 60 anos de padre, 30 anos de bispo
– Agosto
Acopiara - O passado é um pais estrangeiro
– Julho
Futebol cearense atravessa mau momento
– Junho
Acopiara – O Estrago da Crise Global
–Maio
Meu avô – Henrique Gurgel do Amaral Valente II
–Abril
Acopiara - Reverência aos nossos heróis anônimos
– Fevereiro
Acopiara vista à distancia, em cruzeiro
– Janeiro
Chico Sobrinho o líder do clã que fará 20 anos de poder em Acopiara

> 2008

– Dezembro
- Acopiara comemorou cinco centenários em 2008
– Novembro
- Acopiara – os 50 anos do padre Crisares.
– Outubro
-Acopiara – como nos despedimos dos que se foram
– Setembro
-Acopiara – Mazinho e Erosimar, os empreendedores
– Agosto
-Acopiara – Ezequiel partiu e deixou saudade
– Julho
- Acopiara - Meu avô, Henrique Gurgel do Amaral Valente
– Junho
- As mães que povoaram Acopiar
– Maio
- Chico Guilherme, a hora e a vez do Coronel




:: Veja Também ::

Blog do Ayrton Rocha
Blog do Edmilson Caminha
Blog do Presidente
Humor Negro & Branco Humor
Fernando Gurgel Filho
JB Serra e Gurgel
José Colombo de Souza Filho
José Jezer de Oliveira
Luciano Barreira
Lustosa da Costa
Regina Stella
Wilson Ibiapina
















SGAN Quadra 910 Conjunto F Asa Norte | Brasília-DF | CEP 70.790-100 | Fone: 3533-3800
E-mail: casadoceara@casadoceara.org.br
- Copyright@ - 2006/2007 - CASA DO CEARÁ EM BRASÍLIA -