Bom dia, sexta-Feira, 20 de Setembro de 2019
Casa do Ceará

Imprima



Ouça aqui o Hino do Estado do Ceará



Instituições Parceiras


































:: Jornal Ceará em Brasília



— Última Edição —
— Edições Anteriores —

Untitled Document

Março 2013

A cidade de Ibiapina está sendo tombada

Ibiapina, uma velha cidade da Serra da Ibiapaba, que devia estar sendo tombada, quer dizer preservada, sob a guarda da prefeitura, do estado, para conservação de seu imóveis, praças, está na verdade sendo tombada, no sentido de derrubada. O advogado Galba Aragão me liga de lá para lamentar a ação predadora de alguns moradores da cidade. Estão fazendo ruir prédios mais antigos da praça do Mercado Municipal para levantar no local alguma edificação de arquitetura duvidosa. Falta uma lei municipal para salvar da especulação imobiliária áreas como as praça de São Francisco, do mercado, da matriz de São Pedro, a pracinha que fica em frente a casa de seu Janjão, de Àlvaro Soares.

São casas residenciais e comerciais que pintadas darão um colorido especial à cidade e vão virar atração turística. Mas lá ninguém parece pensar assim.

A cidade com menos de 24 mil habitantes é dominada, hoje, por comerciantes e agricultores que chegaram de fora e não têm nenhum compromisso com o passado do município. Nem sabem que, onde está a sede ficava a aldeia dos tabajara.

A região era ocupada por mais de 70 aldeias de índios tupinambá, tapuia, todos da raça tupi. O cacique tabajara Jarupariaçu (Diabo Grande), ficava em Ibiapina e o irmão dele, Irapuã (Mel Redondo) comandava a tribo de Viçosa. No século XVII os índios já negociavam com os franceses que ocupavam São Luís do Maranhão. Os portugueses chegaram em 1603. Em seguida vieram os jesuítas que fundaram a igreja de São Pedro onde hoje está erguida a matriz com o mesmo patrono. Ibiapina era maior. Vários de seus distritos como Ubajara e Mocambo se emanciparam.

A cidade não acompanhou o progresso de seus vizinhos Tianguá, São Benedito e Ubajara. Estagnou no tempo. Falta um administrador inteligente que saiba explorar o potencial turístico do município, que respeite a velha arquitetura que promova eventos capazes de atrair empreendedores e visitantes. Não pode ser especuladores menores, de visão rasteira que destrói o que deveria ser exibido como troféu deixado pelos antepassados.

As construções devem ser levadas para áreas novas, expandindo a cidade sem destruir seu centro histórico. A população, através de vereadores e do prefeito precisam ter como tarefa prioritária a adequada e criteriosa preservação dos bens e monumentos da cidade. Vamos olhar para o futuro sem esquecer a preservação do passado.

(*) Wilson Ibiapina (Ibiapina), jornalista, leia também no blog Conversa Piaba: http://conversapiaba.blogspot.com.br/

Untitled Document

Wilson Ibiapina
Jornalista

                                            


:: Outras edições ::

> 2017

– Outubro
Cearês

– Setembro
Um cearense longe de casa:Debaixo de chuva, frio e neve

> 2015

– Novembro
Capado, mas muito macho

– Outubro
Capado, mas muito macho

– Setembro
Os chefes cearenses

– Agosto
Morreu Orlando Orfei Os Circos que alegraram nossas vidas

> 2014

– Setembro
Carlos Augusto, Ava Gardner e Fernando César

– Agosto
A praça é do povo como o céu é do Condor

– Julho
Rui Diniz, um português bem brasileiro

– Junho
Lembrando Tarcísio Tavares

– Maio
Os Paraquedistas da Política

– Abril
Zé Tatá, esse era macho

– Março
A cidade de Ibiapina está sendo tombada

– Fevereiro
O Adeus a Flávio Parente

– Janeiro
Gente que nunca morreu nem tem inveja de quem morre

> 2013

– Dezembro
O Lançamento do livro do Bartô em ritmo de Facebook

– Novembro
Você ainda tem vergonha de pedir uma cachaça?

– Outubro
Ivanildo Sax de Ouro

– Agosto
A Imprensa nossa de cada dia

– Julho
No Ceará é Assim

– Junho
Lembrando Tarcísio Tavares

– Maio
Os Paraquedistas da Política

– Abril
Zé Tatá, esse era macho

– Março
A cidade de Ibiapina está sendo tombada

– Fevereiro
O Adeus a Flávio Parente

– Janeiro
Gente que nunca morreu nem tem inveja de quem morre

> 2012

– Dezembro
-Oscar Niemeyer, o Amigo solidário que tinha medo da morte

– Novembro
-O uso do chapéu por cearenses A Elegancia do Chapéu

– Novembro
-Um paraibano que amava Sobral

– Outubro
-Operário da Justiça

– Setembro
-No Ceará é assim

– Agosto
-Ava Gardner e o cantor cearense Carlos Augusto

– Agosto
-Velha República: O presidente que exibiu o corta jaca no Catete

– Julho
- Pulando a cerca

– Junho
- Lúcio Paco Brasileiro no Espaço e no Tempo

– Maio
- As “MENINAS” de Brasília
- Um cearense na guerra

– Abril
- As “MENINAS” de Brasília

– Março
- Os Chefs Cearenses

– Fevereiro
- O melhor Rei Momo do Ceará

– Janeiro
- Vamos exibir nossa cultura, sem vergonha

> 2011

– Novembro
- Ubajara que o tempo levou
– Setembro
- Pega Pinto: uma bebida que refrescava os fortalezense
– Agosto
- Pra onde vamos?
– Julho
- Julho em Ubajara
– Junho
- História do Ceará
– Junho
- Pise no chão devagar
– Maio
- O inventor de talentos que alegrava a cidade
– Maio
- Jornalista, que profissão!
– Abril
- O balão que iluminou Fortaleza
– Março
- O defensor da Natureza
– Fevereiro
- Quando se vê, não tem mais tempo
– Janeiro
- Vaidade que mata

> 2010

– Dezembro
- O Ano Novo e suas ameaças
– Novembro
- Os jardineiros de Brasília
– Outubro
- Quando se vê, não tem mais tempo
– Setembro
- Vamos comer farinha
–Agosto
- Cearense anônimo, mas nem tanto
– Julho
- Vamos Repensar o DF
– Junho
- Cearense anônimo, mas nem tanto
– Junho
- A morte do Augusto Pontes, o homem que brincava com as palavras. Foi-se o guru.
– Maio
- O Tempo do Rádio
– Abril
- Fortaleza: bela e amada cidade
– Março
- Um recanto dentro da noite
– Fevereiro
- Vale cultura
– Janeiro
- A última do Português

> 2009

– Dezembro
- Um presente para Fernando
– Novembro
- Da caserna para o livro
– Outubro
- Falta Garçon
– Setembro
- Cidade sem cara
– Agosto
- De quem é a floresta amazônica?
– Julho
- Memórias de Tarcísio – O Repórter
– Junho
- Esperança negra
- Apagando a cidade
- Novo Dinheiro
– Maio
- No escurinho do cinema


:: Veja Também ::

Blog do Ayrton Rocha
Blog do Edmilson Caminha
Blog do Presidente
Humor Negro & Branco Humor
Fernando Gurgel Filho
JB Serra e Gurgel
José Colombo de Souza Filho
José Jezer de Oliveira
Luciano Barreira
Lustosa da Costa
Regina Stella
Wilson Ibiapina
















SGAN Quadra 910 Conjunto F Asa Norte | Brasília-DF | CEP 70.790-100 | Fone: 3533-3800
E-mail: casadoceara@casadoceara.org.br
- Copyright@ - 2006/2007 - CASA DO CEARÁ EM BRASÍLIA -