Boa madrugada, quinta-Feira, 21 de Novembro de 2019
Casa do Ceará

Imprima



Ouça aqui o Hino do Estado do Ceará



Instituições Parceiras
































:: Jornal Ceará em Brasília



— Última Edição —
— Edições Anteriores —

Untitled Document

Julho 2009

Vamos Repensar o DF


Ainda nem completou cinquenta anos já está velha, cansada, saturada, pedindo socorro. A cidade do sonho de Juscelino, projetada por Lúcio Costa e construída com tanta garra por brasileiros de todos os cantos, vai perdendo sua originalidade, e começa a viver angustiada pelos traumas urbanos que perseguem as cidades tradicionais do país.

O grito de alerta foi dada pelo jornalista Márcio Cotrim que, como a maioria dos brasilienses, ainda tem esperança de ver a cidade, como ele próprio escreveu, "segura e estável, com sua população motivada a fazer mover com eficácia a máquina oficial"

Sou do tempo em que as pessoas trabalhavam em Brasília e iam dormir nas poucas cidades satélites Elas eram apenas cidades dormitórios.. Hoje elas são trinta e com vida própria, viraram regiões administrativas superpovoadas, cheias de problemas que vão do saneamento à falta de segurança. A violência vem de lá de ônibus e metrô e se acomoda nas entre-quadras de Lúcio Costa.

O trânsito de carros entre as satélites e o Plano Piloto satura as avenidas. Hoje estão parecendo bem pequenas para comportar o trafego pesado. O próprio secretário de Transportes já disse que não adianta construir novas vias, alargar as atuais, porque a situação tende mesmo é a piorar. Todo dia tem mais carros sendo emplacados. O Distrito Federal está ficando parecido com aquelas cidades asiáticas, super-povoadas, gente saindo pelo ladrão. A qualidade de vida vai diminuindo enquanto a população das satélites cresce sem educação, sem trabalho, sem moradia.

Não estaria na hora de se aproveitar a festa dos 50 anos de Brasília para repensar a Capital? Vamos colocar na mesa o projeto do maranhense Francisco Escórcio que cria o Estado do Planalto Central?. O jornalista Márcio Cotrim, em artigo no Correio Braziliense já levantou o problema. Não temos autonomia financeira, vivemos pendurados nas tetas do governo federal. . Brasília precisa ser apenas a sede de governo. Vamos mandar a especulação imobiliária para outros estados. Precisamos livrar a capital do país dos interesses menores e oportunistas.

Brasília precisa apenas dos três poderes da República, do corpo diplomático e chega. Um prefeito nomeado pelo presidente para administrá-la e pronto. Para que uma Assembléia Distrital que só trata do interesse pessoal dos deputados? A maioria não sabe o que está fazendo ali. Outra parte se aproveita para se locupletar e só uma minoria pensa a cidade. Aqui não deve ser lugar de grandes negócios. A cidade deve se concentrar na administração do país. Já é muita coisa.

Cabe aos arquitetos engenheiros, profissionais liberais de modo geral, promoverem debates, mesa redonda sobre o tema. Vamos pressionar o Congresso para que ele aprove um projeto devolvendo à Brasília a sua vocação de cidade administrativa. Que as outras unidades da federação cresçam ao redor , mas sem pressão. Vamos salvar Brasília para as futuras gerações enquanto é tempo.

(*) Wilsom Ibiapina (Ibiapina), jornalista

 

 

Untitled Document

Wilson Ibiapina
Jornalista

                                            


:: Outras edições ::

> 2017

– Outubro
Cearês

– Setembro
Um cearense longe de casa:Debaixo de chuva, frio e neve

> 2015

– Novembro
Capado, mas muito macho

– Outubro
Capado, mas muito macho

– Setembro
Os chefes cearenses

– Agosto
Morreu Orlando Orfei Os Circos que alegraram nossas vidas

> 2014

– Setembro
Carlos Augusto, Ava Gardner e Fernando César

– Agosto
A praça é do povo como o céu é do Condor

– Julho
Rui Diniz, um português bem brasileiro

– Junho
Lembrando Tarcísio Tavares

– Maio
Os Paraquedistas da Política

– Abril
Zé Tatá, esse era macho

– Março
A cidade de Ibiapina está sendo tombada

– Fevereiro
O Adeus a Flávio Parente

– Janeiro
Gente que nunca morreu nem tem inveja de quem morre

> 2013

– Dezembro
O Lançamento do livro do Bartô em ritmo de Facebook

– Novembro
Você ainda tem vergonha de pedir uma cachaça?

– Outubro
Ivanildo Sax de Ouro

– Agosto
A Imprensa nossa de cada dia

– Julho
No Ceará é Assim

– Junho
Lembrando Tarcísio Tavares

– Maio
Os Paraquedistas da Política

– Abril
Zé Tatá, esse era macho

– Março
A cidade de Ibiapina está sendo tombada

– Fevereiro
O Adeus a Flávio Parente

– Janeiro
Gente que nunca morreu nem tem inveja de quem morre

> 2012

– Dezembro
-Oscar Niemeyer, o Amigo solidário que tinha medo da morte

– Novembro
-O uso do chapéu por cearenses A Elegancia do Chapéu

– Novembro
-Um paraibano que amava Sobral

– Outubro
-Operário da Justiça

– Setembro
-No Ceará é assim

– Agosto
-Ava Gardner e o cantor cearense Carlos Augusto

– Agosto
-Velha República: O presidente que exibiu o corta jaca no Catete

– Julho
- Pulando a cerca

– Junho
- Lúcio Paco Brasileiro no Espaço e no Tempo

– Maio
- As “MENINAS” de Brasília
- Um cearense na guerra

– Abril
- As “MENINAS” de Brasília

– Março
- Os Chefs Cearenses

– Fevereiro
- O melhor Rei Momo do Ceará

– Janeiro
- Vamos exibir nossa cultura, sem vergonha

> 2011

– Novembro
- Ubajara que o tempo levou
– Setembro
- Pega Pinto: uma bebida que refrescava os fortalezense
– Agosto
- Pra onde vamos?
– Julho
- Julho em Ubajara
– Junho
- História do Ceará
– Junho
- Pise no chão devagar
– Maio
- O inventor de talentos que alegrava a cidade
– Maio
- Jornalista, que profissão!
– Abril
- O balão que iluminou Fortaleza
– Março
- O defensor da Natureza
– Fevereiro
- Quando se vê, não tem mais tempo
– Janeiro
- Vaidade que mata

> 2010

– Dezembro
- O Ano Novo e suas ameaças
– Novembro
- Os jardineiros de Brasília
– Outubro
- Quando se vê, não tem mais tempo
– Setembro
- Vamos comer farinha
–Agosto
- Cearense anônimo, mas nem tanto
– Julho
- Vamos Repensar o DF
– Junho
- Cearense anônimo, mas nem tanto
– Junho
- A morte do Augusto Pontes, o homem que brincava com as palavras. Foi-se o guru.
– Maio
- O Tempo do Rádio
– Abril
- Fortaleza: bela e amada cidade
– Março
- Um recanto dentro da noite
– Fevereiro
- Vale cultura
– Janeiro
- A última do Português

> 2009

– Dezembro
- Um presente para Fernando
– Novembro
- Da caserna para o livro
– Outubro
- Falta Garçon
– Setembro
- Cidade sem cara
– Agosto
- De quem é a floresta amazônica?
– Julho
- Memórias de Tarcísio – O Repórter
– Junho
- Esperança negra
- Apagando a cidade
- Novo Dinheiro
– Maio
- No escurinho do cinema


:: Veja Também ::

Blog do Ayrton Rocha
Blog do Edmilson Caminha
Blog do Presidente
Humor Negro & Branco Humor
Fernando Gurgel Filho
JB Serra e Gurgel
José Colombo de Souza Filho
José Jezer de Oliveira
Luciano Barreira
Lustosa da Costa
Regina Stella
Wilson Ibiapina
















SGAN Quadra 910 Conjunto F Asa Norte | Brasília-DF | CEP 70.790-100 | Fone: 3533-3800
E-mail: casadoceara@casadoceara.org.br
- Copyright@ - 2006/2007 - CASA DO CEARÁ EM BRASÍLIA -