Boa madrugada, quinta-Feira, 21 de Novembro de 2019
Casa do Ceará

Imprima



Ouça aqui o Hino do Estado do Ceará



Instituições Parceiras
































:: Jornal Ceará em Brasília



— Última Edição —
— Edições Anteriores —

Untitled Document

Outubro 2013

Ivanildo Sax de Ouro

O saxofonista Ivanildo foi a grande atração do jantarque a Casa do Ceará promoveu para fazer a entregado diploma de sócio benemérito ao advogado EstenioCampelo. Na presença de ministros, parlamentares e dacolonia cearense, Ivanildo mostrou mais uma vez porquemerece o título de Sax de Ouro.

Quando ele tocava saxmania, música do maestroparaibano Severino Araújo, que escolheu para prefixomusical de seu conjunto, ninguémficava sentado. Em seguida, enchiao salão com um repertório que iado maxixe ao mambo, passandopelo bolero, valsa, blue, samba, atéxote maracatu e baião.Todo mundobalançava o esqueleto.

Quem foi adolescente em Fortalezanos anos 60 não esquece. Astertúlias do Maguari, aos domingos,eram animadas por Ivanildoe seu conjunto. Saci, no baixo;Marshal ao piano, Barbosa nabateria, dando um show à parte.Outros músicos tocaram com ele:o pianista Caruaru, os pistonistas, ou trumpetistas Pauloe Waldemar, Odilon, guitarra.

Animava, também, as festas de outros clubes deFortaleza.Tocava em todo o Nordeste numa época que aconcorrência não era mole. Estavam lá os conjuntos doparaense Alberto Mota e dos cearenses Canhoto, MoreiraFilho e Paulo de Tarso. Cada qual melhor do que o outro.Mas nenhum com o carisma do Ivanildo. Ele pegavaa moçada pelos arranjos que fazia das músicas, todasgravadas em cds e na memória dos que se divertiam aosom do seu sax.

Ivanildo é tão querido no Ceará e no Rio Grande doNorte que se viu obrigado a tirar certidão como naturaldos dois estados. Ninguém admite que ele não seja cearense,como os potiguares o querem também conterrâneo.Na verdade ele é pernambucano. Ivanildo José da Silvachegou a Fortaleza para servir na Base Aérea. Suboficial,foi maestro da banda de música pormuitos anos tanto em Fortaleza,como em Natal. Quando chamoualguns colegas da banda militare formou o conjunto para alegraras festas, nunca imaginou que iriafazer tanto sucesso. Seu sopro éinconfundível. Começou a estudarmúsica ainda criança no colégioSalesiano. Fã de Charlie Parker,guarda até hoje os discos do ídoloamericano. Graças a essa paixão,Ivanildo contrariou o pai dele, nãotirou o diploma de bacharel emdireito. Foi ser doutor em músicapara felicidade geral da nação.

Hoje, aos 80 anos de idade, mora na cidade potiguarde Parnamirim. Lá, o sossego da terceira idade só é quebradoquando chegam os convites para que se apresentepelo país. Feito vinho, está cada vez melhor. O soproparece mais suave e os arranjos que saem de sua partituratransformam velhas canções em melodias imortais.

(*) Wilson Ibiapina (Ibiapina), jornalista

Untitled Document

Wilson Ibiapina
Jornalista

                                            


:: Outras edições ::

> 2017

– Outubro
Cearês

– Setembro
Um cearense longe de casa:Debaixo de chuva, frio e neve

> 2015

– Novembro
Capado, mas muito macho

– Outubro
Capado, mas muito macho

– Setembro
Os chefes cearenses

– Agosto
Morreu Orlando Orfei Os Circos que alegraram nossas vidas

> 2014

– Setembro
Carlos Augusto, Ava Gardner e Fernando César

– Agosto
A praça é do povo como o céu é do Condor

– Julho
Rui Diniz, um português bem brasileiro

– Junho
Lembrando Tarcísio Tavares

– Maio
Os Paraquedistas da Política

– Abril
Zé Tatá, esse era macho

– Março
A cidade de Ibiapina está sendo tombada

– Fevereiro
O Adeus a Flávio Parente

– Janeiro
Gente que nunca morreu nem tem inveja de quem morre

> 2013

– Dezembro
O Lançamento do livro do Bartô em ritmo de Facebook

– Novembro
Você ainda tem vergonha de pedir uma cachaça?

– Outubro
Ivanildo Sax de Ouro

– Agosto
A Imprensa nossa de cada dia

– Julho
No Ceará é Assim

– Junho
Lembrando Tarcísio Tavares

– Maio
Os Paraquedistas da Política

– Abril
Zé Tatá, esse era macho

– Março
A cidade de Ibiapina está sendo tombada

– Fevereiro
O Adeus a Flávio Parente

– Janeiro
Gente que nunca morreu nem tem inveja de quem morre

> 2012

– Dezembro
-Oscar Niemeyer, o Amigo solidário que tinha medo da morte

– Novembro
-O uso do chapéu por cearenses A Elegancia do Chapéu

– Novembro
-Um paraibano que amava Sobral

– Outubro
-Operário da Justiça

– Setembro
-No Ceará é assim

– Agosto
-Ava Gardner e o cantor cearense Carlos Augusto

– Agosto
-Velha República: O presidente que exibiu o corta jaca no Catete

– Julho
- Pulando a cerca

– Junho
- Lúcio Paco Brasileiro no Espaço e no Tempo

– Maio
- As “MENINAS” de Brasília
- Um cearense na guerra

– Abril
- As “MENINAS” de Brasília

– Março
- Os Chefs Cearenses

– Fevereiro
- O melhor Rei Momo do Ceará

– Janeiro
- Vamos exibir nossa cultura, sem vergonha

> 2011

– Novembro
- Ubajara que o tempo levou
– Setembro
- Pega Pinto: uma bebida que refrescava os fortalezense
– Agosto
- Pra onde vamos?
– Julho
- Julho em Ubajara
– Junho
- História do Ceará
– Junho
- Pise no chão devagar
– Maio
- O inventor de talentos que alegrava a cidade
– Maio
- Jornalista, que profissão!
– Abril
- O balão que iluminou Fortaleza
– Março
- O defensor da Natureza
– Fevereiro
- Quando se vê, não tem mais tempo
– Janeiro
- Vaidade que mata

> 2010

– Dezembro
- O Ano Novo e suas ameaças
– Novembro
- Os jardineiros de Brasília
– Outubro
- Quando se vê, não tem mais tempo
– Setembro
- Vamos comer farinha
–Agosto
- Cearense anônimo, mas nem tanto
– Julho
- Vamos Repensar o DF
– Junho
- Cearense anônimo, mas nem tanto
– Junho
- A morte do Augusto Pontes, o homem que brincava com as palavras. Foi-se o guru.
– Maio
- O Tempo do Rádio
– Abril
- Fortaleza: bela e amada cidade
– Março
- Um recanto dentro da noite
– Fevereiro
- Vale cultura
– Janeiro
- A última do Português

> 2009

– Dezembro
- Um presente para Fernando
– Novembro
- Da caserna para o livro
– Outubro
- Falta Garçon
– Setembro
- Cidade sem cara
– Agosto
- De quem é a floresta amazônica?
– Julho
- Memórias de Tarcísio – O Repórter
– Junho
- Esperança negra
- Apagando a cidade
- Novo Dinheiro
– Maio
- No escurinho do cinema


:: Veja Também ::

Blog do Ayrton Rocha
Blog do Edmilson Caminha
Blog do Presidente
Humor Negro & Branco Humor
Fernando Gurgel Filho
JB Serra e Gurgel
José Colombo de Souza Filho
José Jezer de Oliveira
Luciano Barreira
Lustosa da Costa
Regina Stella
Wilson Ibiapina
















SGAN Quadra 910 Conjunto F Asa Norte | Brasília-DF | CEP 70.790-100 | Fone: 3533-3800
E-mail: casadoceara@casadoceara.org.br
- Copyright@ - 2006/2007 - CASA DO CEARÁ EM BRASÍLIA -