Bom dia, domingo, 21 de Julho de 2024
Casa do Ceará

Imprima




Ouça aqui o Hino do Estado do Ceará



Instituições Parceiras


































:: Jornal Ceará em Brasília


::Odontoclínica
Untitled Document

Outubro 2009

Cidade Luz


Sergio Chacon,amigo dos primeiros dias de trabalho em "O Estado de S.Paulo, " costuma dizer que só conhece dois amigos seus que realizaram o sonho de sua vida,um colega de sua Pedregulhos que sempre quis casar com moça rica e casou e eu,que sonhei a vida inteira,morar em Paris com a família e o consegui.

Foi em 1994, andei pensando em passar uma temporada em Angola, trabalhando no que sei fazer, jornalismo. Não deu certo. Ai veio a mágica da paridade do real com o dólar, que saiu tão caro ao país, mas que naquela época, me garantiu tranqüila temporada na Cidade Luz. Helio Barros achou uma bolsa que se adaptav a ao livro que me propunha escrever e que me assegurou o pagamento do aluguel de confortável moradia.

Lá me fui. Depois que consegui ,com a tenacidade da cunhada Elza , apartamento a meu gosto,chamei a família e lá foram todos. Após se arrancharem,convidei-os a passear no Boulevard Saint Michel, entrando ali naquela confluência de ruas de La Harpe que leva às duas igrejinhas históricas ao fundo. Era o sitio que mais me encantava entre tantos outros.

Tive o apoio de Elzinha e Fred, os irmãos. Depois o de um irmão que Deus lá me prodigalizou, o ex-ministro da Cultura, Jeronimo Moscardo, filho de amigo inestimável, Colombo de Sousa. Àquele tempo, Martins Filho gastava suas muitas energias de nonagenário em editar livros. Propôs-se a publicar um meu, reunindo crônicas a respeito da capital cearense. Assim nasceu "Louvação de Fortaleza".

Voltado para o grande, me passou o maior carão quando lhe falei do lançamento do livro,em Paris,no estabelecimento de um português amigo,João Heitor, a Livraria Lusófona que fechou um dia destes.

" Você quer lançar seu livro na bodega do Raimundo?"foi o tom ríspido de sua reprimenda.E concluiu:" Vai lançar na UNESCO.Não tem conversa"

Era demais para meu pobre coração. Embora quase todas as semanas,o embaixador junto à UNESCO , Jeronimo Moscardo me convidava a almoçar com ele,para falar sobre Jorge Luis Borges, Eça, Ceará,Itapipoca, Edmundo de Castro e José Helder de Sousa, não tinha coragem de lhe fazer tal proposta. Afinal tratava-se de obra escrita em português sobre uma das capitais nordestinas. Tais temores não ocorreram ao intrépido editor. . Conseguiu o apoio de Jeronimo e ainda meios de mandar dois representantes da Universidade Federal à tarde de autógrafos, o ex-reitor Paulo Elpidio de Menezes Neto e o futuro, Renê Barreira.

Sei que foi um festão. So de embaixadores estrangeiros compareceram seis colegas de Jerônimo, inclusive o mais eminente deles, Jorge Edward, biografo de Pablo Neruda e consagrado internacionalmente. Ele morou no Brasil que conheceu, a partir de Rubem Braga. Daí se fez amigo ou conhecido de Paulo Mendes Campos, Augusto Frederico Schmidt, Drummond e todo o mundo que importava na área cultural.

O certo é que dias depois da festa, Edward indaga de Jerônimo: "O que quer dizer caquinho?"

É que numa das crônicas falava eu de sermão do Padre Pita sobre a vaidade. Ele se referia a uma mulher que,na juventude,encantara o pais e o homens com sua mulher e despertara inveja e ciúmes de conhecidas do século feminino. Ai o Padre, exaltando os encantos passados da fiel,presente à missa,lhe pedia:" Agora,dona Yolanda,levante-se." Contrafeita, a velhinha se levantou,mostrando a ruína a que o tempo a reduzira,ouvindo,ainda do sacerdote a frase:" Vejam o caquinho em ela se transformou".

Um dia destes,Jorge Edward veio a Brasília, almoçou conosco no Mercado Municipal,quando falamos ,com saudades daquele ano de 1995 que passei na França,em que o conheci e fui alvo de tantas gentilezas de Jerônimo Moscardo de Sousa"

Outros Blogs do Lustosa da Costa

http://sobralense.blig.ig.com.br/

http://sobralense.blog.uol.com.br/

http://sobralense.fotoblog.uol.com.br/index.html

Biblioteca Lustosa da Costa

http://biblioteca.sobral.ce.gov.br/index2.html\

(*) Lustosa da Costa (Sobral), jornalista e escritor.


Untitled Document

Lustosa da Costa
Jornalista e Escritor

                                            


:: Outras edições ::

> 2012

Outubro
30 anos de “Sobral de meu Tempo"
Setembro
Educandário S. José
Agosto
Hábitos antigos
Julho
Morrer não está com nada
Frio em Brasília
Sucesso com louras em Paris
Abril
Sucesso com louras em Paris
Maro
Lavar as mãos
Fevereiro
O quarto senador

> 2011

Novembro
Sem peúgas nem borzeguins
Setembro
Chagas, o bom companheiro
Agosto
Gente assim torna o mundo melhor
Julho
Tarcísio Tavares/TT, uma saudade
Maio
Os oitenta anos de Claudio Castelo
Junho
Nada de perseguição
Abril
Na Fazenda Pocinhos e no passado
Fevereiro
Guerra ao Carnaval
Janeiro
Tempo dos Retratos
Dezembro
Chico Romano da Ponte
Novembro
Última campanha
Outubro
Cidade Luz
Setembro
Oriano Mendes
Agosto
Educandário São José
Julho
Luiz Costa, meu tio inesquecível
Junho
Os Manguitos das Moças de Sobral
Maio
Um saudosista incurável
Abril
Bairrismo de Sobral
Março
A época dos “entas”
Fevereiro
Avenidas dos ricos e dos pobres
Janeiro
Uma Paula Pessoa de muita fibra
Dezembro
Setenta anos de bom carter
Novembro
Discurso só conciso
Outubro
Costa do IAPC
Setembro
O Bispo Conde
Agosto
Chico Romano da Ponte
Julho
Por que no fui
Junho
Mata o velho
Maio
Por que publicar livros



:: Veja Também ::

Blog do Ayrton Rocha
Blog do Edmilson Caminha
Blog do Presidente
Humor Negro & Branco Humor
Fernando Gurgel Filho
JB Serra e Gurgel
José Colombo de Souza Filho
José Jezer de Oliveira
Luciano Barreira
Lustosa da Costa
Regina Stella
Wilson Ibiapina
















SGAN Quadra 910 Conjunto F Asa Norte | Brasília-DF | CEP 70.790-100 | Fone: 3533-3800 | Whatsapp 61 995643484
E-mail: casadoceara@casadoceara.org.br
- Copyright@ - 2006/2007 - CASA DO CEARÁ EM BRASÍLIA -