Boa tarde, segunda-Feira, 05 de Dezembro de 2016
Casa do Ceará

Imprima



Ouça aqui o Hino do Estado do Ceará




Instituições Parceiras



































:: Jornal Ceará em Brasília

Site Oficial da Casa do Ceará em Brasília

Notícias da Casa do Ceará


4º NATAL FELIZ DA CASA DO CEARÁ VAI beneficiar MIL PESSOAS
Será dia 26 de novembro a partir das 7.30, contemplando a distribuição500 cestas básicas para a comunidade carente cadastradas no serviço social da Casa do Ceará; distribuição de 500 brinquedos para as crianças; atendimento odontológico ...
Dia 23 de Outubro de 2016 - Atualizada em 23/10/2016 às 02:00h
veja mais...



Chineses deverão  aplicar US$ 4 bi em refinaria no Pecém que empregará 10 mil pessoas na implantação e 8 mil na operação
Assinatura do memorando entre o governador Camilo Santana e representantes da empresa chinesa aconteceu ontem, onde também estiveram os secretários André Facó (Infraestrutura) e Antônio Balhmann (Assuntos Internacionais)...
Dia 15 de Novembro de 2016 - Atualizada em 15/11/2016 às 02:00h
veja mais...



Ceará firma Memorando de Entendimento com chineses para tentar garantir construção de refinaria7
O terreno que havia sido doado à Petrobras para a instalação da refinaria foi devolvido ao Governo do Estado e agora faz parte do espaço da ZPE...
Dia 14 de Novembro de 2016 - Atualizada em 14/11/2016 às 02:00h
veja mais...



Ceará terá 23 câmaras sem participação feminina em 2017
A partir do dia 1º de janeiro, apenas 16% das vagas de vereador no Estado serão ocupadas por mulheres...
Dia 10 de Novembro de 2016 - Atualizada em 10/11/2016 às 02:00h
veja mais...



Projeto que dá à vaquejada status de patrimônio cultural imaterial vai à sanção
Os senadores aprovaram em 01.11 o  projeto de lei que dá à vaquejada, ao rodeio e expressões artístico-culturais similares o status de manifestações da cultura nacional...
Dia 06 de Novembro de 2016 - Atualizada em 06/11/2016 às 02:00h
veja mais...



27% das escolas no Brasil têm menos da metade dos professores com licenciatura
Entre as 100 com melhor média, só 6% dos professores não são graduados na área que lecionam. Reforma do ensino médio pode flexibilizar exigência...
Dia 01 de Novembro de 2016 - Atualizada em 01/11/2016 às 02:00h
veja mais...



Consumidor de Fortaleza pode economizar até 7% por litro de gasolina
No Ceará, onde os preços do combustível vão de R$ 3,56 a R$ 4,13, a economia pode ser de 16%...
Dia 01 de Novembro de 2016 - Atualizada em 01/11/2016 às 02:00h
veja mais...



Governo reforça apoio ao combate à seca no Ceará
Secretaria de Recursos Hídricos do estado apresentará à equipe do Ministério da Divulgação/Agência Brasil Valores dos recursos vão depender das propostas feitas pelo Governo do Estado ...
Dia 27 de Outubro de 2016 - Atualizada em 27/10/2016 às 02:00h
veja mais...



Presidente da Casa do Ceará tomou posse na Academia de Letras de Brasília
A solenidade se deu no salão Luiz de Camões da embaixada de Portugal em Brasília, em 18.10, com a participação de seus familiares, esposa, D. Ivete, e as três filhas, Alba Cristina, Adriana e Ana Claudia de Melo,  genros, netos, irmãos, João, Geremias, Cristiano,José e Nazareno, as irmãs Ana de Melo, Maria Dolores e Amália ...
Dia 20 de Outubro de 2016 - Atualizada em 20/10/2016 às 02:00h
veja mais...



Alerta máximo! Ceará poderá ter o 6º ano de seca, em 2017.crescem as preocupações.há só 8,5% de água nos 153 açudes do estado.
O Ceará enfrenta, segundo estudo realizado pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a pior seca prolongada desde 1910...
Dia 17 de Outubro de 2016 - Atualizada em 17/10/2016 às 02:00h
veja mais...



Vaqueiros protestam pelo país contra a proibição da vaquejada
Atos ocorrem em ao menos 11 estados e no Distrito Federal. Semana passada, o STF decidiu que a prática é inconstitucional...
Dia 13 de Outubro de 2016 - Atualizada em 13/10/2016 às 02:00h
veja mais...



Inaugurada a tv casa do ceará nas comemorações dos 53 anos da casa do ceara e, evento que reuniu 160 pessoas
Nas comemorações dos 53 anos de fundação da Casa do Ceará em Brasília, que foi em 15 de outubro de 1973, quando 50 cearenses oficialmente instalaram a Casa na 909/Norte...
Dia 09 de Outubro de 2016 - Atualizada em 09/10/2016 às 02:00h
veja mais...



Novo Jantar de Solidariedade ao Ceará em Brasília. Casa do Ceará inaugurará TV Casa do  Ceará nas comemorações de seus 53 anos será dia 07/10.
A Casa do Ceará em Brasília está convocando a comunidade cearense de Brasília e Entorno para o Jantar de solidariedade ao jornal Ceará em Brasilia, nas comemorações dos 53 anos da Casa, quando será inaugurada a TV Casa do Ceará...
Dia 11 de Setembro de 2016 - Atualizada em 11/09/2016 às 02:00h
veja mais...



STF considera vaquejada ilegal e derruba lei do Ceará
Ministros do Supremo dizem que prática é forma de crueldade contra os animais...
Dia 08 de Outubro de 2016 - Atualizada em 08/10/2016 às 02:00h
veja mais...



Aprovado até o momento o envio de Força Federal para 307 municípios
Na manhã desta quinta-feira (29), os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizaram o envio de Força Federal para mais 21 municípios...
Dia 30 de Setembro de 2016 - Atualizada em 30/09/2016 às 02:00h
veja mais...



Justiça Eleitoral barra 810 candidatos no Ceará
Quase 400 candidatos, mesmo indeferidos, terão nomes nas urnas, pois aguardam julgamento de recursos...
Dia 30 de Setembro de 2016 - Atualizada em 30/09/2016 às 02:00h
veja mais...



Bruno Pedrosa , maior pintor cearense, vivo, é recebido na Casa do Ceará e faz doação de quadroe
O consagrado pintor cearense Bruno Pedrosa (Lavras da Mangabeira) que mora na Itália foi homenageado com café da manhã pela diretoria da Casa do Ceará em 28.09...
Dia 29 de Setembro de 2016 - Atualizada em 29/09/2016 às 02:00h
veja mais...



A morte de Rangel Cavalcante
Faleceu na manhã desta segunda feira, em Brasília, o Jornalista Rangel Cavalcante, Membro do Conselho Consultivo da Casa do Ceará. O velório e o sepultamento em Brasília se deu ontem mesmo...
Dia 26 de Setembro de 2016 - Atualizada em 26/09/2016 às 02:00h
veja mais...



Indústria Aeroespacial de Israel busca oportunidades de investimento no Ceará
O Ceará recebeu nesta terça (13) a visita de dirigentes da Israel Aerospace Industries (IAI), fabricante e desenvolvedora israelense de satélites, veículos aéreos não tripulados...
Dia 16 de Setembro de 2016 - Atualizada em 16/09/2016 às 02:00h
veja mais...



Ceará pode ganhar planta de dessalinização da água do mar
O assessor Especial de Assuntos Internacionais do Governo do Ceará, Antonio Balhmann, representando o governador Camilo Santana, participou de visita oficial a uma planta de dessalinização da água do mar...
Dia 16 de Setembro de 2016 - Atualizada em 16/09/2016 às 02:00h
veja mais...



Capistrano recebe adutora que vai reforçar o abastecimento de água da região do Maciço de Baturité
O governador Camilo Santana inaugurou a adutora do município de Capistrano. A adutora vai captar água no Açude Pesqueiro, para seguir por 8 km até a Estação de Tratamento de Água (ETA)...
Dia 16 de Setembro de 2016 - Atualizada em 16/09/2016 às 02:00h
veja mais...



Dirigentes da OAB DF são  homenageados pela Casa do Cearáz
Um grupo de dirigentes da ordem dos Advogados do Brasil-DF, liderados por seu presidente, Juliano Costa Couto, pelo diretor financeiro, Antonio Alves Filho...
Dia 02 de Setembro de 2016 - Atualizada em 02/09/2016 às 02:00h
veja mais...



Cariri: Governo do Ceará autoriza investimento de mais de R$ 65 milhões em obras de infraestrutura para Crato e Nova Olindaz
Em uma manhã de muita festa e calor no distrito de Santa Fé, no Crato, o governador Camilo Santana autorizou o início das obras de pavimentação da rodovia CE-561...
Dia 02 de Setembro de 2016 - Atualizada em 02/09/2016 às 02:00h
veja mais...



Setembro Verde: mês das doações Ceará já ultrapassou 1.047 transplantes em 2016
Esses resultados foram possíveis devido em grande parte ao crescimento das notificações de potenciais doadores e à diminuição dos não doadores...
Dia 02 de Setembro de 2016 - Atualizada em 02/09/2016 às 02:00h
veja mais...



Equipe da Casa do Ceará já se prepara para realização do 4° Natal Feliz
O Presidente da Casa do Ceará reuniu na manhã desta terça-feira com os parceiros da instituição para tratar sobre o preparativo do 4°, Natal Feliz que se realizara no dia 26 de novembro na sede da instituição...
Dia 25 de Agosto de 2016 - Atualizada em 25/08/2016 às 02:00h
veja mais...



Brasil sagrou-se campeão do mundo de vôlei pela terceira vez
Foi uma vitória estupenda dos comandados por Bernardo Rezende. O Maracanazinho, no Rio de Janeiro, tremeu com a conquistas dos atletas brasileiros...
Dia 22 de Agosto de 2016 - Atualizada em 22/08/2016 às 02:00h
veja mais...



Obras contra seca no Ceará põem Estado e União em confronto
Decisão da Presidência transferiu parte da responsabilidade para Dnocs. Mudança causou insatisfação até em aliado no Ceará...
Dia 19 de Agosto de 2016 - Atualizada em 19/08/2016 às 02:00h
veja mais...



Ceará homenageia os 10 anos da Lei Maria da Penha, Casa da Mulher Brasileira: obras terminam em setembro
Revolucionar a vida das mulheres cearenses reunindo em um mesmo espaço os serviços de delegacia especializada, juizados e varas, defensorias, promotorias, equipe psicossocial e orientação ao emprego e renda...
Dia 06 de Agosto de 2016 - Atualizada em 06/08/2016 às 02:00h
veja mais...



Presidente da Câmara legislativa do DF foi recebida na casa do Ceará e anunciou que dará ajuda  para a Pousada
Recebida na Casa do Ceará em Brasilia para um café da manhã, nesta sexta-feira. dia 05.07. a presidente da Câmara Distrital do Distrito Federal...
Dia 06 de Agosto de 2016 - Atualizada em 06/08/2016 às 02:00h
veja mais...



Missa encerra romaria e reúne 50 mil devotos
A Praça do Socorro ficou pequena para tantos romeiros que foram participar das homenagens aos 82 anos de falecimento daquele considerado santo por eles. A missa, realizada pela manhã, encerrou a programação do evento...
Dia 23 de Julho de 2016 - Atualizada em 23/07/2016 às 02:00h
veja mais...



161º Confaz: governador do Ceará  reforça necessidade do Pacto Federativo
 “Os estados brasileiros precisam promover o aprimoramento do pacto federativo para que nosso País supere esse difícil momento político e econômico que estamos vivendo”...
Dia 12 de Julho de 2016 - Atualizada em 12/07/2016 às 02:00h
veja mais...



Ceará faz 729 transplantes até junho e supera primeiro semestre de 2015
O Ceará superou, no primeiro semestre de 2016, o número de transplantes realizados no mesmo período do ano passado, com salto de 646 transplantes de janeiro a junho de 2015 para 729 este ano...
Dia 07 de Julho de 2016 - Atualizada em 07/07/2016 às 02:00h
veja mais...



Camilo volta a dizer que vai abrir hospital em Quixeramobim e cobra mais verba federal
Em encontro com ministro da Saúde, governador mostrou a evolução dos gastos que o Estado tem feito no custeio da saúde e reforçou que isso precisa ser acompanhado com recursos e repasses...
Dia 07 de Julho de 2016 - Atualizada em 07/07/2016 às 02:00h
veja mais...



Turismo de eventos gira R$ 24,9 mi no Ceará
Dois seminários que ocorrerão em setembro, no Centro de Eventos do Ceará, devem atrair 18 mil participantes...
Dia 01 de Julho de 2016 - Atualizada em 01/07/2016 às 02:00h
veja mais...



Plano Estadual de Resíduos Sólidos  apresentado na Semana do Meio Ambiente em Juazeiro
Na manhã de quarta-feira (29), foram realizadas as oficinas da XX Semana do Meio Ambiente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), campus de Juazeiro do Norte. Foram apresentadas formas práticas para reduzir, reciclar e reutilizar....
Dia 01 de Julho de 2016 - Atualizada em 01/07/2016 às 02:00h
veja mais...



A morte do maior empresário do Ceará: Francisco Ivens de Sá Dias Branco. Ceará de luto
O empresário Francisco Ivens de Sá Dias Branco morreu nesta sexta-feira, 27, aos 81 anos, vítima de complicações cardíacas durante uma cirurgia no Hospital Albert Einstein, em São Paulo...
Dia 27 de Junho de 2016 - Atualizada em 27/06/2016 às 02:00h
veja mais...



Distribuição de água EM FORTALEZA ocorrerá em dias alternados
A Cagece deverá unificar a partilha em Fortaleza, Caucaia, Maracanaú e Aquiraz para dividir a água....
Dia 24 de Junho de 2016 - Atualizada em 24/06/2016 às 02:00h
veja mais...



Governo do Estado decreta luto oficial de três dias pela morte da empresária Yolanda Queiroz
O Governo do Estado do Ceará decreta luto oficial de três dias e manifesta profundo pesar pela morte da presidente do Grupo Edson Queiroz, Yolanda Queiroz, de 87 anos...
Dia 21 de Junho de 2016 - Atualizada em 21/06/2016 às 02:00h
veja mais...



Yolanda Queiroz: 1928 - 2016
Dona Yolanda Queiroz participou da fundação do Grupo Edson Queiroz e passou a presidi-lo, em 1982. No ano passado, a empresária publicou o livro autobiográfico “Momentos”, no qual conta histórias de sua vida profissional e familiar...
Dia 21 de Junho de 2016 - Atualizada em 21/06/2016 às 02:00h
veja mais...



Quadra chuvosa de 2016 teve chuvas 45,2% abaixo da média
O presidente da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), Eduardo Sávio Martins, iniciou a coletiva de imprensa desta manhã (13), comunicando a consolidação do quinto ano se seca no Ceará....
Dia 15 de Junho de 2016 - Atualizada em 15/06/2016 às 02:00h
veja mais...



Governador Rodrigo Rollemberg prestigiou a Festa Junina da Casa do Ceará que reuniu duas mil pessoas
A festa Junina da Casa do Ceara, em 2016, realizada em 04.06, surpreendeu pela presença de mais de 2 mil pessoas, pela estrutura da praça de alimentação, com comidas e bebidas do Nordeste e do Ceará...
Dia 06 de Junho de 2016 - Atualizada em 06/06/2016 às 02:00h
veja mais...



Governo do Estado vai investir quase R$ 1bi nas rodovias cearenses
Trabalhando para garantir mais segurança nas estradas estaduais, o Governo do Estado fechou mais um contrato de empréstimo com o Banco Interamericano de Desenvolvimento...
Dia 05 de Junho de 2016 - Atualizada em 05/06/2016 às 02:00h
veja mais...



Casa do Ceará espera mais de 2 mil participantes da festa junina do dia 4 de junho
A Casa do Ceará em  Brasilia espera que mais de 2 mil pessoas participem da festa junina de 2016 dia 4 de junho...
Dia 30 de Maio de 2016 - Atualizada em 30/05/2016 às 02:00h
veja mais...



Novo comando da Caixa estuda fechar agências
Desde 2010, a Caixa Econômica Federal abriu 1.329 agências em todo o País...
Dia 30 de Maio de 2016 - Atualizada em 30/05/2016 às 02:00h
veja mais...



Juazeiro do Norte ganhou nova cadeia publica com 272 vagas e vai usar a tornozeleira eletrônica
Juazeiro do Norte recebeu duas importantes medidas para minimizar a superlotação do sistema penitenciário cearense. A vice-governadora Izolda Cela e o secretário da Justiça e Cidadania...
Dia 10 de Maio de 2016 - Atualizada em 10/05/2016 às 02:00h
veja mais...



Cinturão das Águas: recursos de R$ 619 milhões garantem avanço das obras
Uma das grandes intervenções para aumentar a segurança hídrica para o Ceará ganhou novo impulso com reforço de verbas no valor de R$ 619 milhões. O montante, garantido pelo Governo Federal por meio do Ministério da Integração Nacional...
Dia 04 de Maio de 2016 - Atualizada em 04/05/2016 às 02:00h
veja mais...



Festa Junina de 2016 da Casa Será dia 4 de junho
A Casa do Ceará está ultimando providências para a realização da Festa Junina de 2016 que será dia 4 de junho,  com apoio das entidades dos cearenses, como AQQB (Sobral)...
Dia 28 de Abril de 2016 - Atualizada em 28/04/2016 às 02:00h
veja mais...



Estado do Ceará vive pior seca em 66 anos
As chuvas escassas registradas neste ano aos poucos vão rareando, fazendo crescer a preocupação...
Dia 28 de Abril de 2016 - Atualizada em 28/04/2016 às 02:00h
veja mais...



11x9 Maioria da bancada cearense votou contra impeachment
Dos 22 deputados cearenses no exercício do mandato, 11 votaram não ao impeachment, 9 a favor, uma parlamentar se absteve e um não compareceu à sessão por motivo de doença...
Dia 19 de Abril de 2016 - Atualizada em 19/04/2016 às 02:00h
veja mais...



Casa do Ceará entregou títulos sócios Eméritos, Beneméritos e Honorários  a personalidades que prestam relevantes serviços à instituição
A Casa do Ceará em Brasília, em 13.04, entregou títulos honoríficos de sócios Eméritos, Beneméritos e Honorários, a personalidades  com relevantes serviços prestados à instituição...
Dia 15 de Abril de 2016 - Atualizada em 15/04/2016 às 02:00h
veja mais...



Governo do Estado do Ceará investe mais de 650 milhões em malha rodoviária
Com a prioridade de construir novas estradas e recuperar outras já existentes, o Governo do Estado, através do Departamento Estadual de Rodovidas (DER)...
Dia 08 de Abril de 2016 - Atualizada em 08/04/2016 às 02:00h
veja mais...



Casa do Ceará empossou seu Conselho Consultivo
A Casa do Ceará empossou o seu Conselho Consultivo na noite de 4a,feira, dia 7 de abril. NO Conselho estão: José Jézer de Oliveira (Crato) ex-presidente da Casa do Cerá...
Dia 08 de Abril de 2016 - Atualizada em 08/04/2016 às 02:00h
veja mais...



Geraldo Ananias lança  o romance Difícil Regresso, nesta 2a, feira no Carpe Diem
Geraldo Ananias Pinheiro nasceu em Santana do Cariri (CE) e cresceu no Sítio Almécegas, município do Crato (CE), onde viveu até os 19 anos. Reside em Brasília desde quando migrou do Ceará em 1970...
Dia 08 de Abril de 2016 - Atualizada em 08/04/2016 às 02:00h
veja mais...



Após saída do PMDB, Governo começa a mudar diretoria do BNB
Nome próximo do PP do Ceará, Joaquim Cruz já teve indicação publicada para a Diretoria de Negócios do órgão. Antes indicados pelo PMDB, cargos deverão ser distribuídos no Ceará entre PDT e PP, em reunião sobre o assunto marcada para hoje...
Dia 05 de Abril de 2016 - Atualizada em 27/02/2016 às 02:00h
veja mais...



























4º NATAL FELIZ DA CASA DO CEARÁ VAI beneficiar MIL PESSOAS

Será dia 26 de novembro a partir das 7.30, contemplando a distribuição500 cestas básicas para a comunidade carente cadastradas no serviço social da Casa do Ceará; distribuição de 500 brinquedos para as crianças; atendimento odontológico; consultas médicas nas especialidades de clinico geral, neurologista e oftalmologista; assessoria juridica; massagem e limpeza de pele; design de sobrancelhas; corte de cabelo; manicure e pedicure e aferição de pressão

A participação do SESC CIDADANIA:

1.Nutrição Palestra de Controle de Gordura nos alimentos; Jogo Educativo (jogo do tato); Distribuição de pipoca e picolé.

2.Assistência Oficina de trabalhos manuais com GMV do SESC 913 Sul; Palestras lúdicas sobre o Estatuto da Criança e Adolescente – ECA. Execução: Estagiárias Serviço Social da COAST.

3.Recreação Desenho livre e Gibiteca; Brinquedos infláveis - piscina de bolinha grande / pula pula gigante e escalada gigante; Pintura de rosto - quatro pessoas; Salão kids; Minigolfe; pingue-pongue - duas mesas. totó - duas unidades; Xadrez/Dama Gigante - um de cada;Slack line.

4.Apresentações Artísticas Apresentação de Mágica e Contador de história.

5.Educação em Saúde Palestra sobre saúde bucal com oficina de escovódromo; Palestra sobre prevenção da dengue, zika e Chicugunha; Palestra sobre piolho; Caxumba

A partipação da FRÃO

A Casa do Ceará contará também com o apoio e participação da equipe de profissionais da FRÂO – Fundaçao Regional de Assistência Oftalmológica

APOIO:

KSA MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO, AFA – ASSOCIAÇÃO DOS FILHOS E AMIGOS DE AURORA, AQQB – ASSOSCIAÇÃO DOS QUEREM BEM A SOBRA E A BRASILIA, SESC CIDADANIA, FRÃO – FUNDAÇÃO REGIONAL DE ASSISTÊNCIA OFTALMOLÓGICA. BRASÍLIA SUPER RÁDIO FM, CAMPELO BEZERRA ADVOGADOS E ASSOCIADOS, SOREPAROS – SUPER LOJA DA CONSTRUÇÃO, CORREIO BRAZILIENSE. JORNAL DE BRASÍLIA. ATIVIDADE 107.1 FM. CASCOL, COMENDADOR DR. ALBERY MARIANO. MASTER CÓPIAS



Topo
Chineses deverão aplicar US$ 4 bi em refinaria no Pecém que empregará 10 mil pessoas na implantação e 8 mil na operação

Assinatura do memorando entre o governador Camilo Santana e representantes da empresa chinesa aconteceu ontem, onde também estiveram os secretários André Facó (Infraestrutura) e Antônio Balhmann (Assuntos Internacionais).

O memorando de entendimento para a realização de estudos para a instalação de uma refinaria dentro da área da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Ceará, acordado ontem entre o governador Camilo Santana e representantes da empresa chinesa Guangdong Zhenrong Energy, deve render ao Estado, caso os indicadores se mostrem propícios, um investimento de US$ 4 bilhões e a geração de aproximadamente 10 mil empregos durante a construção do empreendimento e mais oito mil postos, entre diretos e indiretos, durante a operação plena, segundo estimou o governo cearense.

A planta de refino visada pelo governador deve produzir, diariamente, um número de 300 mil barris de petróleo e, de olho nisso, a também chinesa Qingdao Xinyutian Petroquímical participou da cerimônia que selou o memorando, realizada ontem na província de Guangzhou.

"Esse é um passo importante para viabilizarmos a refinaria em nosso Estado. O empreendimento, que estará dentro da nossa Zona de Processamento de Exportação, deverá gerar pelo menos 10 mil empregos na fase de construção e 8 mil postos permanentes entre diretos e indiretos", reforçou o governador Camilo Santana, que foi a China acompanhado dos secretários Antônio Balhmann (Assuntos Internacionais) e André Facó (Infraestrutura).

Os recursos para financiar o projeto, ainda de acordo com as informações do governo cearense, devem ter origem em bancos chineses. O comunicado do governo ainda informa que memorando assinado ontem deve-se ao acordo fechado pelo governo brasileiro e o chinês no início deste ano - ainda quando a ex-presidente Dilma Rousseff comandava o Executivo.

Empreitada

A busca por uma refinaria para o Ceará data mais de uma década e busca ainda sanar uma demanda interna antiga por uma planta de refino que atenda, a partir de uma localização estratégica, os mercados do Norte e do Nordeste do País. No entanto, na história mais recente, o Estado amargou perdas.

Já no ano passado, a estatal petroleira anunciou o plano de desinvestimento e, após anos de atraso no cronograma de instalação da refinaria Premium II, na área prevista para o primeiro projeto, decretou que não tinha mais interesse em dar andamento ao projeto de instalação de uma planta de refino no Ceará.

A partir daí, o governo cearense empregou uma nova empreitada para captar um novo parceiro comercial que viabilizasse economicamente a instalação de uma indústria do tipo no Estado. Entre idas e vindas, a parceria entre os governos brasileiro e chinês aproximou players asiáticos de atuação internacional do setor de petróleo e gás do Executivo cearense e parece caminhar para a finalização do negócio. "A China, hoje, tem muito interesse em investir no País, em especial no Ceará. Os chineses estão impressionados com o nosso Estado, pela estrutura que disponibilizamos, a localização e, principalmente, por conta da Zona de Processamento de Exportação. Isso abre muitas perspectivas de novos negócios para o Estado", ressalta o governador em nota, ao comemorar a assinatura do termo na China.

Prudência

Perguntado sobre a multinacional de petróleo Guangdong Zhenrong Energy - com a qual o governo cearense assinou o memorando de entendimento -, o consultor do mercado de petróleo e gás Bruno Iughetti disse ser a empresa "uma ilustre desconhecida do mercado internacional" e aconselhou prudência ao governo cearense na captação deste empreendimento.

"É importante que o governo cearense tenha o portfólio dela, com informações detalhadas sobre onde atuou, com que tipo de negócio, entre outros", detalhou o especialista.

Iughetti ainda alertou para outros fatores que devem interferir diretamente na dinâmica da planta de refino no Ceará, como os insumos. De acordo com ele, "uma empresa que planeja produzir 300 mil barris de petróleo por dia ou vai importar insumo - o que seria ruim para a nossa balança comercial - ou possui tecnologia capaz de explorar o pré-sal, o que é bastante difícil".

Exportação ou importação

"Acho que o projeto de uma refinaria aqui no Ceará tem que levar em consideração atender nosso mercado interno, nas regiões Norte e Nordeste, livrando o Ceará de desabastecimento", reforça o consultor, observando que "a instalação da refinaria na Zona de Processamento de Exportação deixa implícito nas entrelinhas que o interesse da empresa é exportar a produção".

Isso porque a ZPE do Ceará possui legislação que facilita a venda da produção para fora do Brasil a partir de benefícios fiscais. Segundo analisa, "é preciso refino aqui no Brasil, pois no mercado internacional existe um movimento refratário à compra de derivados prontos, devido às recessões econômicas do mercado europeu e americano".

FIQUE POR DENTRO

Investidora é especializada em energia Guangdong Zhenrong Energy Co., Ltd. (GDZR) foi fundada em 2002 e é especializada em comércio e investimento de energia e recursos naturais, concentrando-se em commodities como metal, carvão e produtos químicos. Zhuhai Zhenrong Company, o maior acionista da GDZR, é uma empresa de propriedade estatal em grande escala e uma das 5 maiores empresas de comércio de petróleo e produtos petrolíferos registrados na OMC. Nos últimos anos, a GDZR comprometeu-se a investir no sector da energia, que inclui, em grande parte, refinaria. Um destes projetos foi uma planta de refino em Myanmar, também na Ásia. Um memorando foi assinado entre a companhia e representantes do governo em 2011. A GDZR diz esperar que o projeto esteja em pleno funcionamento em poucos anos. Suas instalações de apoio, incluindo pipelines, instalações de enchimento de gás e zona industrial química estão sob planejamento.



Topo
Ceará firma Memorando de Entendimento com chineses para tentar garantir construção de refinaria

O terreno que havia sido doado à Petrobras para a instalação da refinaria foi devolvido ao Governo do Estado e agora faz parte do espaço da ZPE.

Após perder definitivamente a refinaria Premium II em janeiro de 2015, quando a Petrobras anunciou o encerramento do projeto, o Ceará tem tentado encontrar possibilidades para que o sonho de décadas da população local possa renascer. Um dos planos do Governo do Estado é viabilizar o empreendimento com investidores chineses, algo que tem sido articulado desde maio do ano passado. Nesta segunda-feira (14), mais um passo importante foi dado, já que o governador Camilo Santana assinou um Memorando de Entendimento com a multinacional de petróleo Guangdong Zhenrong Energy, que se comprometeu a analisar a viabilidade do projeto.

Assinado em Guangzhou, na China, o documento garante que a empresa chinesa fará um estudo para analisar a possibilidade de instalar uma refinaria no Estado, exatamente no mesmo terreno onde seria construída a Premium II, e que hoje pertence à Zona de Processamento de Exportação (ZPE). O empreendimento está incluído dentro de um acordo Brasil-China, assinado no ano passado, e deverá ser financiado por bancos chineses.

"A China hoje tem muito interesse em investir no País, em especial no Ceará. Os chineses estão impressionados com o nosso estado, pela estrutura que disponibilizamos, a localização e, principalmente, por conta da Zona de Processamento de Exportação. Isso abre muitas perspectivas de novos negócios para o estado", afirmou Camilo Santana.

Benefícios

De acordo com o Governo do Estado, o empreendimento, caso seja confirmado, deverá gerar pelo menos 10 mil empregos na fase de construção e 8 mil postos permanentes entre diretos e indiretos. Além disso, a previsão é de que a unidade de refino produza até 300.000 barris/dia, com investimento de US$ 4 bilhões.

Além da Guangdong Zhenrong Energy, a assinatura do Memorando de Entendimento entre o Governo do Estado e chineses contou, ainda, com a participação da empresa petroquímica Qingdao Xinyutian Petroquímical, fechando a cadeia produtiva de combustíveis e produtos químicos derivados do petróleo.



Topo
Ceará terá 23 câmaras sem participação feminina em 2017

A partir do dia 1º de janeiro, apenas 16% das vagas de vereador no Estado serão ocupadas por mulheres.

Embora a legislação estabeleça uma cota para estimular a participação feminina na política - a Lei nº 9.504/1997 estabelece que entre 30% e 70% das candidaturas aos cargos proporcionais sejam destinadas a um dos gêneros -, a representação de mulheres no legislativo ainda é muito reduzida. No Ceará, apenas 16% das vagas nas câmaras municipais serão ocupadas por mulheres a partir do dia 1º de janeiro. Na atual legislatura, a ocupação feminina nos legislativos municipais do Estado corresponde a apenas 17% das cadeiras de vereadores.

O caminho para conseguir ocupar espaços na política institucional é árduo - seja para conseguir se eleger ou mesmo para se manter nos cargos. Vereadoras apontam que os desafios começam nos partidos, normalmente mais preocupados em cumprir as cotas estabelecidas por lei do que propriamente formar mulheres. Ao chegar na casa legislativa, porém, a situação não é facilitada. O esforço para mostrar competência e pautar as lutas precisa ser ainda maior que o dos homens.

O espaço que já é reduzido está ficando ainda mais restrito. Embora as vagas nas câmaras municipais cearenses tenham aumentado do pleito de 2012 para o de 2016 (passou de 2.147 para 2.176, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral), a quantidade de mulheres eleitas caiu de 366 para 360. Na próxima legislatura, 23 dos 184 municípios do Ceará não terão nenhuma mulher no poder legislativo, enquanto outras 54 cidades contarão com apenas uma representante do gênero.

Outras 47 cidades terão apenas duas vereadoras, embora os municípios com menos vagas na câmara tenham pelo menos nove cadeiras disponíveis. A quantidade de cidades do Estado com uma representação equiparada entre homens e mulheres é ínfima. Apenas cinco das 184 terão, a partir de janeiro de 2017, praticamente o mesmo número de vereadores e vereadoras: Apuiarés, Jaguaribara Moraújo, Pindoretama e Potengi.

Apuiarés, aliás, foi a única cidade do Ceará que elegeu mais mulheres que homens: são quatro vereadores e cinco vereadoras que assumirão mandato na Câmara Municipal no dia 1º de janeiro. Barbalha, que atualmente dispõe de uma representante mulher no legislativo, não elegeu nenhuma para a próxima legislatura.



Topo
Projeto que dá à vaquejada status de patrimônio cultural imaterial vai à sanção

Os senadores aprovaram em 01.11 o projeto de lei que dá à vaquejada, ao rodeio e expressões artístico-culturais similares o status de manifestações da cultura nacional e os eleva à condição de patrimônio cultural imaterial do Brasil.

De autoria do deputado Capitão Augusto (PR-SP), o PLC 24/2016 foi relatado pelo senador Otto Alencar (PSD-BA), favorável à matéria. Recentemente, o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou uma lei do Ceará que regulamentava a prática da vaquejada por 6 votos a 5. A decisão serve de referência para todo o país.

Além do relator, defenderam e apoiaram a aprovação da proposta os senadores José Agripino (DEM-RN), Eunício Oliveira (PMDB-CE), Sérgio Petecão (PSD-AC), Raimundo Lira (PMDB-PB), Hélio José (PMDB-DF), Armando Monteiro (PTB-PE), Magno Malta (PR-ES), Lídice da Mata (PSB-BA), Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), Deca (PSDB-PB), Edison Lobão (PMDB-MA), Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) e outros.

Os parlamentares destacaram o perfil de tradição secular e a importância das vaquejadas e rodeios para a economia regional, principalmente nordestina. Vários deles também afirmaram que a prática constitui um esporte que vem se aperfeiçoando, reduzindo significativamente os possíveis sofrimentos dos animais.

Agripino, por exemplo, argumentou que o animal corre sobre um colchão de 50 cm, sendo comum a presença de veterinários de plantão. Além disso, segundo o senador, esporas são proibidas e é utilizado um rabo artificial. Otto Alencar disse que a prática é uma tradição cultural que está nas raízes do povo nordestino e que se espalhou por todo o país.

Eunício Oliveira, bem como outros senadores, como Fernando Bezerra Coelho e Garibaldi Alves Filho, também classificaram a vaquejada como importante atividade cultural e econômica. Segundo Eunício, o setor emprega mais de 700 mil pessoas. Já a senadora Lídice lamentou que o STF tenha proibido a prática sem antes debater com profundidade a questão junto à sociedade e o Parlamento.

Manifestações similares

Além da vaquejada e do rodeio, o PLC estabelece como patrimônio cultural imaterial do Brasil também outras atividades, como as montarias, provas de laço, e apartação; bulldogging; provas de rédeas; provas dos Três Tambores, Team Penning e Work Penning, paleteadas, e demais provas típicas, tais como Queima do Alho e concurso do berrante, bem como apresentações folclóricas e de músicas de raiz.

Já são reconhecidas como patrimônio cultural imaterial do Brasil: Arte Kusiwa (pintura corporal e arte gráfica Wajãpi), Cachoeira de Iauaretê (lugar sagrado dos povos indígenas dos Rios Uapés e Papuri), Bumba meu boi do Maranhão, Fandango Caiçara, Feira de Caruaru, Festa do Divino Espírito Santo de Pirenópolis (GO), Frevo, Samba, modo artesanal de fazer queijo de Minas nas regiões do Serro e das serras da Canastra e do Salitre, ofício das Baianas de Acarajé, Ofício dos Mestres de Capoeira, e o Tambor de Crioula do Maranhão.



Topo
27% das escolas no Brasil têm menos da metade dos professores com licenciatura

Entre as 100 com melhor média, só 6% dos professores não são graduados na área que lecionam. Reforma do ensino médio pode flexibilizar exigência.

No Brasil, 27% das escolas têm menos da metade dos professores com licenciatura na disciplina que ensinam aosalunos. Isso quer dizer que, nestes colégios, a maior parte dos docentes não estudou na universidade para se tornar professor naquela matéria e também não fez curso de complementação pedagógica. Os dados fazem parte do resultado do "Enem 2015 por Escola", que foi divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep);.

Se consideradas as 100 escolas com as piores médias no Enem 2015, 68 não possuem nem metade dos professores com graduação ou curso na área em que lecionam. Já entre os 100 colégios com melhores médias, apenas seis têm menos da metade dos docentes com formação especializada nas disciplinas que ensinam aos alunos.





Topo
Consumidor de Fortaleza pode economizar até 7% por litro de gasolina

No Ceará, onde os preços do combustível vão de R$ 3,56 a R$ 4,13, a economia pode ser de 16%.

O preço da gasolina comum varia 7,3% em Fortaleza atualmente, indo de R$ 3,68 a R$ 3,95. Isso equivale a uma economia de até R$ 0,27 por litro. De acordo com o último levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), feito de 23 a 29 de outubro, o valor médio do combustível na Capital cearense está em R$ 3,81.

Em relação ao início deste mês, quando o preço médio era de R$ 3,85, o atual valor (R$ 3,81) representa um recuo de 1%. Segundo a ANP, que realizou a pesquisa em 71 estabelecimentos da cidade, o combustível mais barato pode ser encontrado pelo consumidor em um posto de bandeira branca do bairro Henrique Jorge, localizado na Avenida Senador Fernandes Távora. Já o mais caro está em um posto de bandeira Petrobras, na Avenida Washington Soares, no bairro Messejana.

Ceará

No Ceará, o valor da gasolina vai de R$ 3,56 a R$ 4,13, uma variação de 16% ou R$ 0,57 por litro. Atualmente, o preço médio do combustível no Estado é de R$ 3,83, uma queda de 1,3% se comparado ao valor médio observado pela ANP no início de outubro (R$ 3,88).

Segundo a ANP, o posto que comercializa a gasolina mais em conta do Ceará está localizado na cidade do Crato, na região do Cariri. Lá, o valor do litro do combustível vai de R$ 3,56 a R$ 3,79, uma variação de 6,4%. Já o posto cearense que vende a gasolina mais cara fica no município de Canindé, no Sertão Central. O preço pode ser encontrado de R$ 4 até R$ 4,13, uma diferença de 3,25%. Em todo o Estado, a ANP realizou o levantamento em 201 estabelecimentos.

Apesar da redução no preço médio da gasolina no Ceará e Fortaleza, nos últimos meses, os valores ainda continuam representativos se comparados com os demais estados e capitais nordestinas. Entre os estados da região Nordeste, por exemplo, o Ceará tem o segundo valor médio mais alto (R$ 3,83), atrás apenas do Rio Grande do Norte (R$ 3,85). Na terceira posição, aparecem Alagoas e Bahia (R$ 3,80). Os menores preços foram identificados no Maranhão (R$ 3,54), Piauí (R$ 3,57) e Paraíba (R$ 3,63).



Topo
Governo reforça apoio ao combate à seca no Ceará

Secretaria de Recursos Hídricos do estado apresentará à equipe do Ministério da Divulgação/Agência Brasil Valores dos recursos vão depender das propostas feitas pelo Governo do Estado

O governo federal vai ampliar o repasse de recursos federais para ações executadas pelo Governo do Ceará que asseguram o abastecimento da população afetada pela seca no estado.

A decisão foi tomada após audiência do ministro Helder Barbalho com governador Camilo Santana, nessa terça-feira (25). Entre 2011 e 2016, o governo federal já havia repassado R$ 3,8 bilhões para ações emergenciais e para obras hídricas no Estado.

A Secretaria de Recursos Hídricos do Ceará apresentará à equipe do ministério os projetos considerados prioritários. Os valores dos novos recursos a serem repassados dependem dessas propostas por parte do governo do estado.

Na reunião, o ministro Helder Barbalho reafirmou ao governador Camilo Santa a orientação do presidente Michel Temer de priorizar o repasse de recursos para ações emergenciais e obras hídricas que vão assegurar o abastecimento de água em toda a Região Nordeste. "Nossas equipes estão focadas em buscar soluções que possam efetivamente dar mais segurança à população cearense durante a seca. Conseguimos, inclusive, antecipar em 11 dias a publicação da Consulta Pública para empresas interessadas em executar os serviços remanescentes no Eixo Norte do Projeto São Francisco, que estavam sob responsabilidade da Mendes Júnior", destacou o ministro.



Topo
Presidente da Casa do Ceará tomou posse na Academia de Letras de Brasília

A solenidade se deu no salão Luiz de Camões da embaixada de Portugal em Brasília, em 18.10, com a participação de seus familiares, esposa, D. Ivete, e as três filhas, Alba Cristina, Adriana e Ana Claudia de Melo, genros, netos, irmãos, João, Geremias, Cristiano,José e Nazareno, as irmãs Ana de Melo, Maria Dolores e Amália , deputado Mauro Benevides, a prima, Maria Dione de Araujo Felipe, membros da Academia, os diretores da Casa do Ceará, Estênio Campelo, Adirson Vasconcelos, JB Serra e Gurgel., José Sampaio de Lacerda Junior, Carlos Euler Currlin Perpetuo, Luiz Gonzaga de Assis e sra. e Francisco Machado da Silva e Sra. e o comendador Francisco Albery Mariano e Sra. Osmar substitui o acadêmico Fontes de Alencar, na cadeira XXIII, patroneada por Gonçalves Dias.

Osmar foi levado à mesa da solenidade por um grupo de três acadêmicos liderados por Adirson Vasconcelos (Santana do Acaraú).

Foi saudado pelo acadêmico Wilon Wander Lopes, um velho amigo de lutas políticas e embates no âmbito da OAB, que discorreu sobre a longa trajetória, desde Iguatu, onde nasceu,passando pelo Rio de Janeiro onde se formou em Direito pela antiga Faculdade de Direito do Catete, da Universidade do Estado do de Rio de Janeiro, até sua fixação em Brasília onde exerceu importantes funções públicas no âmbito da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, sua militância política no MDB e depois no PMDB, sua candidatura à Câmara dos Deputados pelo Ceará, sua presença no Governo do Distrito Federal, participação nos diversos conselhos da OAB/DF. Wilon também teceu considerações sobre a formação do Distrito Federal e das cidades satélites especialmente Taguatinga.

No seu pronunciamento de posse, como estudioso do Direito, expressou sua convicção de que o Brasil só será uma democracia plena quando abolir os cartórios, a justiça militar e o foro privilegiado dos políticos, e ostrou a presença de Gonçalves Dias, o poeta indigenista épico do Maranhão, nascido do interior do Estado, mas que estudou e venceu em Coimbra , Portugal, e onde se bacharelou em Direito, no Rio de Janeiro, como professor do Colegio Pedro II e onde teve a consagração dos críticos literários e intelectuais.Otto Maria Carpeaux ao examinar sua obra que retrata as três raças formadoras do Brasil : o índio, o português e o negro, afirmou que ele é o “primeiro poeta verdadeiramente nacional”, enquanto José Verissimo o considera “o mais completo poeta do Brasil” e José de Alencar “o poeta nacional por excelência”.



Topo
Alerta máximo! Ceará poderá ter o 6º ano de seca, em 2017.crescem as preocupações.há só 8,5% de água nos 153 açudes do estado.

O Ceará enfrenta, segundo estudo realizado pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a pior seca prolongada desde 1910. Segundo o meteorologista do órgão responsável pelo estudo, David Ferran, caso em 2017 ocorram novamente precipitações abaixo da média anual (faixa entre 670 e 930 milímetros, com valor central em 800mm), será a primeira vez na história a se ter seis anos consecutivos de estiagem.

Situação preocupante

A seca impacta drasticamente diversos setores. O mais preocupante é, sem dúvida, o abastecimento humano. Atualmente, o Estado tem somente 8,5% de água disponível nos 153 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). A situação é mais grave do que pode parecer, pois o nível dos reservatórios tende a baixar até o fim do ano, já que neste segundo semestre, conforme ressaltou o órgão, praticamente não chove no Ceará.

Diante do preocupante cenário, os sertanejos depositam as esperanças nas obras hídricas que estão sendo realizadas. A Transposição do Rio São Francisco espera beneficiar 12 milhões de pessoas em quatro Estados. Já o Cinturão das Águas (CAC), segundo Secretaria dos Recursos Hídricos (SRH), deve "aumentar a garantia do abastecimento humano da segunda região mais populosa do Estado", o sertão do Ceará, com cerca de 720 mil habitantes.

Distribuição

O projeto será fundamental na distribuição de água no sertão. A partir do CAC, será possível levar as águas do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF) de Jati ao Castanhão - responsável por abastecer boa parte da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) -, por meio do Rio Salgado e Riacho dos Porcos, que deságuam no Rio Jaguaribe. O CAC permitirá a transferência de vazões excedentes do PISF, não apenas para o Castanhão, mas também para o Açude Orós.

Diante da importância desta obra, o Governo do Estado se mobiliza em angariar recursos para que o Cinturão ande concomitantemente às obras da Transposição do Velho Chico. Há duas semanas, o Governo Federal liberou repasse de R$ 30 milhões do Ministério da Integração Nacional para execução da obra que é dividida em cinco lotes os quais integram o Trecho I do CAC, atualmente em execução, que tem 154,24Km de extensão, e custará R$ 2,08 bi.

Andamento

O principal e mais adiantado canteiro de obras no momento é o lote I, com 49% já executado. Ele se concentra na área que receberá as águas da transposição, a partir de Jati. O lote II tem 23% dos serviços executados; o lote III, 19%; lote IV, 4,26% e o quinto lote (que corresponde aos túneis), com 51% executados.

O Cinturão prevê a construção de 1,3 mil quilômetros de canais, sifões e túneis que levarão água, por gravidade, sem necessidade de uso de estações de bombeamento, para 12 bacias hidrográficas do Ceará. Até o momento foram investidos R$ 654 mi e o prazo de conclusão, segundo a SRH, "dependerá do sistemático repasse de recursos pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Integração Nacional". Esse repasse, ainda conforme a pasta, encontra-se normalizado atualmente.

Apesar da SRH não estimar uma data, a expectativa, segundo o governador do Estado, Camilo Santana (PT), é de que o primeiro trecho de 32 quilômetros seja entregue junto ao PISF, em dezembro deste ano. Com a conclusão de ambas as obras, espera-se que os principais reservatórios cearenses ganhem aporte e tragam um pouco de alívio para as regiões mais afetadas, enquanto a próxima quadra chuvosa ainda é uma incógnita.

"A Funceme ainda não tem previsão para 2017", adverte Ferran. Ele explica que as condições de neutralidade na temperatura de superfície do Oceano Pacífico Equatorial tornam difícil um prognóstico precoce.



Topo
Vaqueiros protestam pelo país contra a proibição da vaquejada

Atos ocorrem em ao menos 11 estados e no Distrito Federal. Semana passada, o STF decidiu que a prática é inconstitucional.

Vaqueiros e trabalhadores de vaquejadas protestam nesta terça-feira (11) em ao menos 11 estados e no Distrito Federal contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que pode tornar a prática esportiva ilegal em todo o país.

A vaquejada é uma tradição cultural nordestina na qual um boi é solto em uma pista e dois vaqueiros montados a cavalo tentam derrubá-lo dentro de uma área estabelecida e marcada por cal. Segundo as regras do esporte, a derrubada só é considerada válida se o boi cair, ficar com as 4 patas para cima e se estiver na área delimitada. Dependendo do local da queda, pontos são somados ou não a dupla.

Na semana passada, o STF derrubou uma lei no Ceará que legalizava a prática. Os ministros consideraram que a atividade é inconstitucional e que impõe sofrimento ao animal.

A Associação Brasileira de Vaquejada (ABVQ), por sua vez, argumenta que a decisão do STF "não acompanhou a evolução e adaptação do esporte", que já não causaria mais sofrimentos ao animal. Eles também defendem os empregos que a modalidade gera.

O regulamento de bem-estar animal da ABVQ prevê que cavalos e gados que participam das competições não passem fome nem sede, que tenham situações de estresse, medo e ansiedade minimizadas e que tenham áreas adequadas para descanso, por exemplo.

Alguns estados firmam ainda termos com os Ministérios Públicos e regulamentam outras ações, como a proibição do uso de luvas com pregos, parafusos ou objetos cortantes; a proibição de bater no animal, de dar choque, usar esporas ou chicotes, entre outras práticas.

Veja como estão os protestos em cada estado:

Acre

Criadores, tratadores e domadores de cavalos saíram em cavalgada pelas ruas de Rio Branco contra o veto à vaquejada. Havia cerca de 200 pessoas no ato, segundo organizadores e a companhia de trânsito local.

Alagoas

Vaqueiros de municípios alagoanos saíram as ruas de Maceió nesta terça para protestar contra a proibição da vaquejada. Um grupo a cavalo saiu do Dique Estrada, no Vergel, em direção ao Palácio República dos Palmares, no Centro.

No interior, manifestantes também contrários a proibição interditaram a rodovia BR-423, no quilômetro 40. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), cerca de 100 manifestantes que protestam.

Bahia

Em Feira de Santana, a 100 km de Salvador, o grupo pretende sair em carreata pela BR-116 Sul, uma das principais rodovias do estado, e percorrer ruas até o Parque de Exposições, na BR-324.

O presidente da Associação de Vaquejadas da Bahia, Valmir Velozo, diz que o grupo está preocupado com a possibilidade de proibição da prática no estado, após a decisão do Supremo no Ceará. "Muita gente depende desses eventos no estado e no Brasil. No Brasil, são 720 mil empregos. São 120 mil diretos e 600 mil indiretos", avalia.

Ceará

Vaqueiros e apoiadores da vaquejada realizam um protesto na manhã desta terça-feira em frente ao Clube do Vaqueiro, no Quarto Anel Viário, no Eusébio. O grupo seguiu em um comboio de caminhões pela BR-116. A estimativa dos organizadores é que o ato reuniu aproximadamente 80 caminhões. A organização não estimou quantas pessoas participam do protesto. A Polícia Militar informou que não divulga número de participantes em protestos.

Distrito Federal

Vaqueiros e criadores de gado do Distrito Federal levaram cavalos à Esplanada dos Ministérios nesta terça contra a proibição da prática. Segundo os organizadores, são cerca de 300 pessoas no ato. A PM estima em 40. Os vaqueiros que participaram do protesto estimam que 700 mil pessoas, que trabalham direta e indiretamente com o esporte, sejam afetadas pela proibição do Supremo.

Maranhão

Vaqueiros fizeram uma manifestação em São Luis em frente à sede da Assembleia Legislativa do Maranhão, na Avenida Jerônimo de Albuquerque. Eles são contra a decisão do STF que proibiu a vaquejada no Ceará. O ato público foi para pressionar os parlamentares maranhenses a se manifestarem nesta discussão e legalizarem a vaquejada.

Pará

Cerca de 50 pessoas interditam parcialmente a BR-316, na altura do km 10, desde as 10h20 desta terça, em Ananindeua, na região metropolitana de Belém. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, trata-se de boiadeiros que protestam contra a decisão do STF que proibiu a prática de vaquejada. Ainda não há informações sobre a liberação da rodovia.

Em Santarém, os manifestantes se concentraram por volta das 16h em frente à sede do sindicato rural local e saíram em montados a cavalos por ruas e avenidas da cidade.

Paraíba

Na Paraíba, há manifestações a favor da vaquejada na capital, João Pessoa, e em Campina Grande. Segundo a organização, mais de 300 cavalos e mais de 500 pessoas estão participando do ato em João Pessoa. Em Campina Grande, a organização estima 400 pessoas e 150 cavalos. A PM não acompanha os atos nas duas cidades.



Topo
Inaugurada a tv casa do ceará nas comemorações dos 53 anos da casa do ceara e, evento que reuniu 160 pessoas

Nas comemorações dos 53 anos de fundação da Casa do Ceará em Brasília, que foi em 15 de outubro de 1973, quando 50 cearenses oficialmente instalaram a Casa na 909/Norte, a Casa do Ceará deu um novo passo na incorporação de novas mídias na sua comunicação para a prática da cearensidade entre os cearenses espalhados pelo mundo e pelo Brasil ao inaugurar a TV CASA DO CEARA, que operará através do canal do Youtube: www.youtube/tvcasadoceara.

A Casa do Ceará em Brasiia inicialmente se comunicava através do jornal Ceará e Brasiia que foi criado e dirigido por Luciano Barreira. Posteriormente, aderiu ao site www.casadoceara.org.br, disponibilizou dois outros sites sobre a presença dos cearenses nos 50 anos de Basilia www.brasiia50anosdeceara.com.br e sobre os 50 anos da Casa do Ceará www.50anosdacasadoceara.com.br. Mais recentemente, aderiu ao facebook www.facebook/casadoceara, que vem revolucionando a comunicação da Casa.

A TV Casa do Ceará ficará no ar por tempo indeterminado, com uma programação exclusivamente voltada para a divulgação das coisas do Ceará, as ações do governo do Estado do Ceará, seus eventos, sua programação cultural, seu turismo, indústria, comercio, agricultura e pecuária, duas universidades, seus hospitais públicos e privados, seus transplantes, suas belezas naturais, como Jijoca e Canoa Quebrada, seus escritores, poetas, pintores, humoristas, cantores.

As comemorações dos 53 anos da Casa e do lançamento da TV Casa do Ceará ocorreu no 2º Jantar de Solidariedade do Jornal Ceará em Brasilia que reuniu 160 participantes. NO evento, o escritor e 2º vice presidente da Casa, Adirson Vasconcelos(Santana do Acaraú), doou um quadro para a Pinacoteca Alvaro Lins Cavalcante, o comendador Albery Mariano (Santana do Acaraú) doou uma cesta de chocolates finos, os empresários Francisco Crispim (Ipaumirim) (lojas Blumenau e Dular) e José Fagundes Maia (Nova Russas) e o advogado João Estenio Bezerra Campelo (Crateús) doaram brindes para sorteio entre os participantes.



Topo
Novo Jantar de Solidariedade ao Ceará em Brasília. Casa do Ceará inaugurará TV Casa do Ceará nas comemorações de seus 53 anos será dia 07/10

A Casa do Ceará em Brasília está convocando a comunidade cearense de Brasília e Entorno para o Jantar de solidariedade ao jornal Ceará em Brasília, nas comemorações dos 53 anos da Casa, quando será inaugurada a TV Casa do Ceará. A Casa aguarda a presença de 200 participantes. O jantar de Solidariedade e a inauguração da TV Casa do Ceará serão realizados na sede da Casa, na 910 Norte, dia 7 de outubro.

“Chegamos aos 53 anos cercados do respeito e da admiração dos brasilienses que acolheram nossos antepassados sem imaginar que seriamos os únicos representantes dos Estados que manteriam viva a sua Casa, que vem prestando serviços de qualidade à comunidade de Brasília e Entorno, sem qualquer contrapartida, salvo aquela dos associados, das doações dos cearenses e não cearenses e o que é arrecadado com o nosso trabalho diário”, disse o presidente da Casa, Osmar Alves de Melo.

A Casa foi fundada em 15 de outubro de 1963, por um grupo de senadores, deputados federais, funcionários públicos, jornalistas, escritores e profissionais liberais, especialmente naturais do Ceará ou que por lá passaram. O grupo era liderado pelo deputado Crisantho Moreira da Rocha (Fortaleza) , que já fundara a Casa do Ceará no Rio de Janeiro, e pelo deputado Alvaro Lins Cavalcante (Pedra Branca”, que foram presidentes da instituição, seguidos pela sra. Mary Porto, José Jezer de Oliveira e Fernando Cesar Mesquita, que foi um dos fundadores.

A TV Casa do Ceará se juntará aos meios de comunicação da Casa, sendo o jornal Ceará em Brasília, o mais tradicional deles e que por longos anos foi dirigido pelo mestre Luciano Barreira. O recentemente à casa aderiu a internet, através do site www.casadoceara.org.br que está chegando a cerca de 500 mil acessos. Por último a Casa aderiu ao Facebook. O site da Casa é visitado em muitos países e em mais de duas centenas de cidades do país.

Os convites para o jantar do dia 7 de outubro estão à venda. Mais de 50 foram reservados na primeira semana. Os interessados poderão entrar em contato com a Superintendência da Casa e com as servidoras Sue Hellen e Ivete Simoneti.



Topo
STF considera vaquejada ilegal e derruba lei do Ceará

Ministros do Supremo dizem que prática é forma de crueldade contra os animais.

BRASÍLIA – O Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou nesta quinta-feira a validade de uma lei do Ceará que regulamentou a vaquejada. A decisão abre caminho para que a prática seja banida em todo o país, se forem julgadas ações de amplitude nacional. Por seis votos a cinco, os ministros da mais alta corte do país declararam que a vaquejada não é um apenas um esporte ou atividade cultural, mas uma forma de tratamento cruel aos animais. Pela prática, dois peões montados a cavalo tentam derrubar um boi pelo rabo. A cena é comum, principalmente em festas tradicionais de estados nordestinos.

— Na verdade, são manifestações extremamente agressivas contra os animais — disse a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, completando:

— Sempre haverá os que defendem que é uma atividade que vem de longo tempo e se encravou na cultura do nosso povo, mas também culturas se mudam e muitas foram levadas nessa condição, até que houvesse outro modo de ver a vida, e não somente a do ser humano. O assunto começou a ser julgado na mais alta corte do país em agosto do ano passado, em uma ação direta de inconstitucionalidade proposta pela Procuradoria Geral da República contra a lei do Ceará. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, lembrou que a Constituição Federal veda o tratamento cruel aos animais. No ano passado, o julgamento foi interrompido por um pedido de vista. A discussão foi retomada em junho, mas novamente interrompida. Hoje o debate foi concluído no plenário.



Topo
Aprovado até o momento o envio de Força Federal para 307 municípios

Na manhã desta quinta-feira (29), os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizaram o envio de Força Federal para mais 21 municípios para garantir a segurança das eleições de domingo (2). Até o momento, o TSE já deferiu a atuação da Força Federal em 307 localidades em 12 estados.

Os pedidos atendidos nesta quinta-feira foram para Fonte Boa (AM), Atalaia do Norte (AM), Mata Grande (AL), Santo Antonio do Içá (AM), Tanque d’Arca (AL), Apani (AL), Inhapi (AL), Tonantins (AM), Lábria (AM), Aparecida (PB), Lastro (PB), Marisópolis (PB), Nazarezinho (PB), São Francisco da Lagoa Tapada (PB), Santa Cruz (PB), Veirópolis (PB), Campina Grande (PB), Esperança (PB), Souza (PB), Pombal (PB), Pontaporã (MS).

A atuação da Força Federal é autorizada pelo TSE, a partir dos pedidos que chegam por meio dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), por diversos motivos. No caso da Paraíba, no município de Pombal (PB), por exemplo, a ministra Rosa Weber, que foi a relatora do pedido, ressaltou que examinou o pedido com base no relatório do setor de inteligência da Polícia Civil do estado, que informou sobre “a possibilidade real de ação criminosa de bando fortemente armado com vista a comprometer a segurança do pleito”.

Os mais de 300 municípios estão localizados em 12 estados: Acre, Amazonas, Alagoas, Maranhão, Sergipe, Mato Grosso do Sul, Pará, Piauí, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Tocantins.



Topo
Justiça Eleitoral barra 810 candidatos no Ceará

Quase 400 candidatos, mesmo indeferidos, terão nomes nas urnas, pois aguardam julgamento de recursos.

De acordo com estatísticas do Tribunal Superior Eleitoral, (TSE) 14.100 eleitores estão aptos para a disputa dos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador nos 184 municípios cearenses. A grande maioria, como sempre acontece, é de postulantes às câmaras municipais: 13.100. A conta era ainda maior, mas o objetivo de muitos foi interrompido pela não habilitação para serem votados. Neste pleito, a Justiça Eleitoral barrou 810 candidaturas no Estado. Quase 400 estarão nas urnas, pois ainda aguardam análise de recursos aos indeferimentos.

Caso o eleitor digite o número de um candidato inapto, o voto será nulo. Dentre os candidatos barrados pela Justiça, 18 tentavam ser prefeitos, 54 buscavam cargo de vice-prefeito e 738 almejavam vagas de vereador, além dos que já desistiram, caso do prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Macêdo (PMDB), que ontem oficializou sua saída da disputa no município.

O candidato que, mesmo indeferido, quando julgado não regular por não atender as condições necessárias para o deferimento do registro, interpôs recurso contra a decisão e aguarda julgamento por instância superior, concorrerá ao pleito, ficando a validade dos seus votos condicionada ao eventual deferimento posterior do registro.

A decisão da Justiça Eleitoral beneficiou 28 candidatos a prefeito, 23 a vice e 319 aos legislativos municipais. Também há os cassados com recurso. São candidatos que tiveram seus registros das candidaturas cancelados pelos partidos e entraram com recursos ainda não julgados. No grupo, estão dois postulantes a prefeito e outros dois a vice. Para vereador não há registro.

Dos partidos políticos, PDT e PMDB contam com os maiores números de candidatos no Ceará, somando 1.435 e 1.036, respectivamente. Mas quando se fala em candidaturas indeferidas que estão mantidas por meio de recursos, quem lidera é o PSD, com 31 casos entre prefeituráveis e concorrentes a vereador. Na sequência, PMDB e PT têm 29 cada, acompanhados de PDT e PR, com 27 cada um.

Homens e mulheres

Entre as candidaturas indeferidas com recurso no Ceará, 265 são de políticos do sexo masculino e 105, do sexo feminino. Eles também têm mais cassados com recursos: são três contra uma. A diferença é proporcional ao desequilíbrio entre os sexos nos registros: são 9.743 candidatos e 4.357 candidatas neste ano.

Os homens representam 69%. Em todo o Brasil, atualmente, são apenas 10% de prefeitas e 12% de vereadoras em cargos eletivos municipais. A cota de 30% de candidaturas femininas, prevista na Lei eleitoral desde 1995, não vinha conseguindo cumprir o seu papel.

Em Fortaleza, onde oito candidatos concorrem à Prefeitura, nenhum sofreu indeferimento. Porém, entre os 1.070 aptos a concorrerem a uma das 43 vagas na Câmara Municipal, 13 terão os nomes nas urnas após entrarem com recurso contra indeferimentos. Destes, três são do PPS, enquanto PCdoB e PSC têm dois e PDT, PR, PSL, PTB, PTC e PV têm cada qual um nome na lista dos indeferidos com recurso.

Assim como no Estado, na Capital os candidatos homens são maioria. Dos 1.086 que buscam a eleição, contando entre vereadores, prefeitos e vices, 762 são homens e 324 são mulheres. Do montante, oito candidatos recorreram a indeferimentos contra cinco candidatas.



Topo
Bruno Pedrosa , maior pintor cearense, vivo, é recebido na Casa do Ceará e faz doação de quadro

O consagrado pintor cearense Bruno Pedrosa (Lavras da Mangabeira) que mora na Itália foi homenageado com café da manhã pela diretoria da Casa do Ceará em 28.09, presentes o presidente Osmar Alves de Melo e os diretores José Sampaio de Lacerda Junior, JB Serra e Gurgel, Vicente Magalhaes e Eurler Curlin Pepétuo, quando anunciou a doação de um quadro para a Pinacoteca Alvaro Lins Cavalcante, da Casa do Ceará. O quadro está no Rio de Janeiro e será incorporado à Pinacoteca.

Bruno Pedrosa veio a Brasilia para o lançamento do seu livro sobre O Povo do São José - Memória Genealógica de uma Família Sertaneja, no Senado Federal, de 1.251 páginas. Este foi o 4º lançamento do livro com tiragem numerada de mil exemplares que foi inicialmente lançado no Instituto Histórico e Geográfico do Ceará, em Fortaleza, depois na Universidade do Cariri, no Crato e na Fazenda Torrões, da família, em Lavras da Mangabeira.

O livro apesenta foi escritor para homenagear os 400 anos do nascimento de Joaquim Vieira, 250 anos de nascimento de Antonio Felix Vieira, 144 anos da fundação da capela de São Sebastião no sitio São José, 120 do nascimento de Maria José do Espírito Santo , 50 anos de carreira de Raimundo Pinheiro Pedroza (Bruno Pedrosa ). São apresentados os dados genealógicos de 10 gerações advindas de Antônio Félix Vieira e Maria Joaquina. Deste casal surgiram cinco filhos e 46 netos; 296 bisnetos e atualmente, segundo sua pesquisa, estão catalogadas 12.174 pessoas.

Bruno Pedrosa recordou que saiu de Lavras da Mangabeira para estudar no Crato e de lá foi para o Rio de Janeiro e do Rio ha 25 anos foi para a Italia., levando consigo grandes recordações do Ceará, objetos que pertenceram a seus familiares e reafirmou que “a gente sai do Ceará mas o Ceará não sai da gente”. Para resgatar seus laços familiares empreendeu uma ampla pesquisa que o levou a revolver arquivos e cartórios em Lavras da Mangabeira, Crato e em Portugal.



Topo
A morte de Rangel Cavalcante

Faleceu na manhã desta segunda feira, em Brasília, o Jornalista Rangel Cavalcante, Membro do Conselho Consultivo da Casa do Ceará. O velório e o sepultamento em Brasília se deu ontem mesmo.

Rangel Cavalcante nasceu em Crateús.

Começou sua carreira na imprensa aos 13 anos de idade, como auxiliar de revisor no ”Correio do Ceará”, em Fortaleza. Dois anos depois estava no “O Imparcial”, em São Luís do Maranhão; Voltou ao Ceará em 1958 como chefe de reportagem do novo “O Jornal”, ingressou no Jornal do Brasil, como correspondente em Fortaleza. Em fins de 1973 o Jornal do Brasil o transferiu do Ceará, onde era correspondente há dez anos, para a Sucursal de Brasília, onde assumiu a chefia de reportagem. Do seu currículo, além de 26 anos no JB, constam passagens por diversos outros órgãos de imprensa, como a Gazeta de Noticias, Tribuna do Ceará, O Nordeste, além das agências UPI e Asssociated Press, tendo sido também superintendente dos Diários Associados do Piauí e Maranhão.

Formado em Direito, tinha especialização em jornalismo no CIESPAL, em Quito, e de Direitos Humanos no Instituto Interamericano de Diretos Humanos, em San José, Costa Rica.

Casado com Celina, teve quatro filhos, Patrícia, Rangel Filho, Eugênio e Ana Roberta.

Rangel Cavalcante fez parte da geração de Odalves Lima, Flávio Pontes, Moraes Né, Edmundo Maia, Telmo de Freitas, Blanchard Girão, Assis Tavares, Arabá Mattos, Juarez Themóteo, Durval Aires, Luciano Barreira, Luís Edgar de Andrade Inácio de Almeida, JB Serra e Gurgel, Milano Lopes, Frota Neto, Fernando César Mesquita, Newton Pedrosa, Edilmar Norões, Narcélio Limaverde, Lustosa da Costa,Dário Macedo, Ciro Saraiva.

No setor público, foi assessor do Governador Virgilio Távora.



Topo
Indústria Aeroespacial de Israel busca oportunidades de investimento no Ceará

O Ceará recebeu nesta terça (13) a visita de dirigentes da Israel Aerospace Industries (IAI), fabricante e desenvolvedora israelense de satélites, veículos aéreos não tripulados, aeronaves civis e militares, radares, mísseis, barcos de patrulha e sistemas de defesa cibernética e soluções de comando e controle. A empresa atendeu convite da secretária do Desenvolvimento Econômico, Nicolle Barbosa, que esteve na sede da indústria em Israel e chamou os dirigentes a conhecer a ZPE e as potencialidades da economia cearense. Os executivos participaram de compromissos no Gabinete do Governador, na Federação das Indústrias (Fiec) e no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP).

Segundo Nicolle Barbosa, o objetivo da visita foi identificar possíveis investimentos a serem realizados pela empresa no Ceará, bem como possibilidades de intercâmbio tecnológico. "Visitei a IAI em Israel, conheci seu grande potencial exportador e fiz pessoalmente o convite para conhecer a nossa ZPE. É um grupo sólido e traduz o perfil de empresas que entendo adequado para ocupar a ZPE, que deve abrigar os grandes players mundiais nos diversos setores da indústria", apontou a secretária, que aguarda a conclusão do projeto da Sala do Investidor que possibilitará identificar grandes empresas no mundo com potencial de se instalar na ZPE do Ceara.

Para ela, a vinda dos dirigentes da empresa ao Ceará foi importante pois permite terem uma visão do esforço que o Estado tem realizado para atrair empreendimentos, bem como fomentar parcerias que resultem em desenvolvimento de tecnologia



Topo
Ceará pode ganhar planta de dessalinização da água do mar

O assessor Especial de Assuntos Internacionais do Governo do Ceará, Antonio Balhmann, representando o governador Camilo Santana, participou de visita oficial a uma planta de dessalinização da água do mar, em Busan, na Coreia do Sul. A planta com capacidade de dessalinizar e tratar 45 milhões de litros por dia pertence à empresa Doosan Heavy Industries & Construction.

Balhmann participou ainda de reunião com o vice-presidente da Doosan, Sang-Woo Byun e com a área técnica da empresa. Na ocasião, ele conversou com os empresários sobre a possibilidade de instalação de um projeto de dessalinização da água do mar em Pecém.

Segundo Balhmann, é totalmente possível ter água do mar dessalinizada de forma competitiva. "Inclusive, boa parte dos projetos de grande escala no Oriente Médio e na Arábia Saudita foram feitos pela Doosan", informou. A equipe da Doosan vai ao Ceará ainda esse ano para avançar nas negociações.



Topo
Capistrano recebe adutora que vai reforçar o abastecimento de água da região do Maciço de Baturité

O governador Camilo Santana inaugurou a adutora do município de Capistrano. A adutora vai captar água no Açude Pesqueiro, para seguir por 8 km até a Estação de Tratamento de Água (ETA). Lá, a água passa por um rigoroso processo para remoção de impurezas e tratamento (floculação, decantação e filtração). Depois de limpa, a água recebe cloro para desinfecção e é encaminhada para estações de bombeamento até os reservatórios dos bairros. A obra, executada pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) com recursos do Governo do Ceará, teve investimentos da ordem de R$ 2.285.145,40.

O governador Camilo Santana destacou o trabalho que vem realizando para, mesmo em meio a adversidades, garantir a segurança hídrica do Ceará. "Estamos vivendo o quinto ano consecutivo de seca. Não temos medido esforço para minimizar as consequências para nossos irmãos e irmãs. Aqui em Capistrano estamos instalando poços e tenho a boa notícia de que estamos comprando 19 novas máquinas perfuratrizes, já recebi as duas primeiras que já foram para o Interior. Assim, teremos 30 máquinas no meu governo.

Entre as vantagens da nova adutora estão a garantia de abastecimento da cidade até a próxima quadra chuvosa, melhor qualidade da água e aumento da vazão. A ampliação do Sistema de Abastecimento de Água do município de Capistrano, que também vai agraciar os moradores de Itapiúna, atendendo a cerca de 8.500 habitantes, está incluída entre as medidas do Plano Estadual de Convivência com a Seca, apresentadas pelo Governo do Ceará em fevereiro de 2015.



Topo
Dirigentes da OAB DF são homenageados pela Casa do Ceará

Um grupo de dirigentes da ordem dos Advogados do Brasil-DF, liderados por seu presidente, Juliano Costa Couto, pelo diretor financeiro, Antonio Alves Filho, pela vice presidente Daniela Teixeira e pela Conselheira Maria Dionne de Araújo Felipe esteve na Casa do Ceará em Brasilia, quando foram homenageados pela diretoria da Casa, oportunidade em que o presidente da Casa, Osmar Alves de Melo, lembrou sua longa presença na OAB/DF, desde 1970, integrando sua diretoria, conselhos e comissões.

Pela Casa, estiveram presentes os vices presidentes Estenio Campelo, Adirson Vasconcelos, os diretores José Sampaio de Lacerda Junior, JB Serra e Gurgel, Carlos Euler Curlin Perpetuo, Vicente Magalhães, João Rodrigues Neto,o membro do Conselho Fiscal, José Colombo de Souza além da superintendente Antonia Lucia Guimarães, o representante da AQQB, advogado Mano Barreto, o representante de Iguatu Antonio Assunção,as senhoras Francildes colombo de Souza e Patrícia Zapponi e o associado Nazareno Sobrinho.

Osmar Alves de Melo recordou que há anos a Casa mantém parceria com a OAB/DF que tem feito doações de bens “Precisamos das doações, pois a Casa não recebe verbas nem subvenções dos governos do Ceará e do Distrito Federal nem da União, sobrevivendo graças ao esforço de muitas instituições do DF e sua prestação na área social, assistência médica e odontológica.

O Presidente da OAB/DF, Juliano Costa Costo ressaltou seu carinho pelo Ceará e fez questão de registrar que seu primeiro estágio foi indicação de um cearense, senhor Luciano de Andrade para atuar no escritório de outro grande cearense de Quixaramobim - CE, Gui Furtado Andrade, falecido há cerca de 15 dias, com quem teve grandes ensinamentos de ética e cidadania.



Topo
Cariri: Governo do Ceará autoriza investimento de mais de R$ 65 milhões em obras de infraestrutura para Crato e Nova Olinda

Em uma manhã de muita festa e calor no distrito de Santa Fé, no Crato, o governador Camilo Santana autorizou o início das obras de pavimentação da rodovia CE-561, a restauração da CE-292, no trecho Crato - Nova Olinda, e a duplicação da saída da cidade, no bairro Batateiras. Os investimentos, anunciados , são de mais de R$ 65 milhões e contemplam o Programa Viário de Integração e Logística – Ceará IV.

“São três ordens de serviço que vão beneficiar a população do Crato e as obras terão o início imediato. Aceitei todas as exigências do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) para construir essa estrada porque sei o quanto é ruim não ter uma rodovia com infraestrutura adequada, sinalizada e segura. Portanto, vamos trabalhar para entregar a comunidade uma CE totalmente nova e pavimentada”, afirmou o chefe do Executivo.

A pavimentação da CE-561 é uma antiga reivindicação da população o distrito de Santa Fé, que possui mais de cinco mil pessoas. Ao todo, 12,5 quilômetros de estrada receberão o investimento de cerca de R$ 9 milhões e terão serviços preliminares, pavimentação, revestimento asfáltico, obras d'artes correntes, drenagem, proteção ambiental e sinalizações (vertical e horizontal). A previsão é que, em 180 dias, a população da Região do Cariri já possa contar com a estrada em melhores condições de trafegabilidade e um deslocamento mais seguro e confortável de pessoas e mercadorias. Já o trecho Crato – Nova Olinda da CE-292, que tem 37,74 km de extensão, vai receber R$ 52.993.414,43, e a duplicação de 2,46 km na saída do Crato receberá R$ 3.577.353,92.

A aposentada Deusanildes Guedes, de 60 anos, contou as dificuldades enfrentadas pelos moradores e disse que a obra na CE-561 vai facilitar a vida da população. "Há anos os moradores do distrito sofre com a falta dessa rodovia. Quando meus filhos saíam para a escola, eu ficava com o coração na mão porque já vimos muitos acidentes nesse trecho devido os buracos que existem. Mas, graças a Deus, esse benefício vai melhorar nossa vida em 100%", afirmou. O agricultor Antônio Ferreira Lima, de 49 anos, parabenizou o Governo do Ceará pelo investimento. "Cansamos de levar gente pra hospital e, no meio do caminho, a pessoa piorar. Agora, com esse asfalto, vai melhorar bastante pra população porque vai diminuir o tempo de viagem. O Estado e o povo do nosso distrito estão de parabéns", salientou.

Outros investimentos no Cariri

Entre as obras realizadas pelo Estado na Região do Cariri, está a construção da Avenida do Contorno de Juazeiro do Norte. O projeto contempla a implantação de uma via pavimentada, composta de pista dupla de rolamento com sete metros de largura contendo canteiro central, bueiros, ciclovias, passeios, iluminação e sinalização horizontal e vertical, numa extensão total de 8,56 km em pista dupla. O investimento é de mais de R$ 48 milhões.

Também está em fase de conclusão, restando apenas a execução da sinalização, a obra de duplicação da CE-060, em Jardim, localizada entre a avenida Wilson Roriz e a saída para a divisa do Ceará com o Estado de Pernambuco. Nesta obra, estão inclusos serviços de pavimentação, sinalização, drenagem e ciclovia. Com essas ações, o Governo do Ceará está investido mais de R$ 1 milhão no município.

No Crato, o Governo do Ceará também está construindo o residencial Filemon LimaVerde, por meio do "Minha Casa, Minha Vida". O empreendimento é composto de 982 casas que possuem 43,85 m2 de área útil, divididas em sala, dois quartos, cozinha e área de serviço. O percentual de obra executada até o momento é de 94,71% e a entrega das unidades está prevista para acontecer no mês de outubro/2016.



Topo
Setembro Verde: mês das doações Ceará já ultrapassou 1.047 transplantes em 2016

Esses resultados foram possíveis devido em grande parte ao crescimento das notificações de potenciais doadores e à diminuição dos não doadores. De acordo com o Registro Brasileiro de Transplantes (RBT), no primeiro semestre de 2015 o Ceará fez 260 notificações de potenciais doadores e 293 no mesmo período deste ano, incremento de 12,7%. Entre as causas da não concretização das doações, as recusas familiares diminuíram de 43% de 150 entrevistas realizadas em 2015 para 38% de 186 entrevistas com famílias de potenciais doadores em 2016. Com isso, a projeção de doadores efetivos saltou de 19,0 por milhão da população/ano (pmp/ano) em 2015 para 24,3 pmp/ano em 2016, proporção maior que a registrada em todo o ano passado, de 23,5 pmp/ano.

Solidariedade

O Brasil tem hoje o maior sistema público de transplantes do mundo, no qual cerca de 95% dos procedimentos e cirurgias são feitos com recursos públicos. O Ceará, anualmente, fica entre os Estados que mais realizam transplantes de órgãos no país, com recordes sucessivos. Além do elevado nível de especialização e excelência das equipes transplantadoras no Ceará e do trabalho das Comissões Intra-Hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTTs), um dos principais fatores que contribuem para o crescimento no número de transplantes é a solidariedade característica dos cearenses. Para ser um doador não precisa deixar mais nada por escrito. Basta avisar a sua família sobre a vontade de doar e ajudar a salvar vidas.

O processo de doação começa com a identificação e manutenção dos potenciais doadores. Para doar não precisa deixar nada registrado na carteira de identidade. Basta falar para a família da vontade de doar. Nos hospitais, o profissional da CIHDOTT realiza avaliação das condições clínicas do potencial doador, da viabilidade dos órgãos a serem extraídos e faz entrevista para solicitar o consentimento familiar da doação dos órgãos e tecidos. Em seguida, os médicos comunicam à família a suspeita da morte encefálica, realizam os exames comprobatórios do diagnóstico, notificam o potencial doador à Central de Transplantes, que repassa a notificação à CIHDOTT. Nos casos de recusa da doação, o processo é encerrado.

Central de Transplantes

O Ceará tem 62 hospitais notificantes de potenciais doadores, públicos, privados e filantrópicos, cadastrados no Ministério da Saúde. Das 18 Comissões Intra-Hospitalares formalizadas no Estado, 14 delas funcionam em Fortaleza, duas em Sobral e duas no Cariri. As UPAs 24 horas também fazem a notificação de potenciais doadores de órgãos e tecidos através dos hospitais notificantes. A Central de Transplantes do Ceará funciona 24 horas, sete dias por semana, na sede da Secretaria da Saúde do Estado, e coordena as atividades de transplantes no âmbito estadual, tendo como principais responsabilidades regular a lista dos receptores de órgãos e tecidos, receber notificações de potenciais doadores com diagnóstico de morte encefálica e articular a logística que torna a cirurgia de transplante possível.

A realização de transplantes ou enxerto de tecidos, órgãos ou partes do corpo humano só poderá ser realizada por estabelecimento de saúde, público ou privado, e por equipes médico-cirúrgicas de remoção e transplante previamente autorizadas pelo órgão de gestão nacional do Sistema Único de Saúde. O Ceará tem 40 centros transplantadores, entre públicos e privados, em Fortaleza (37), Sobral, Crato e Barbalha. Da rede pública estadual, são centros transplantadores o Hospital Geral de Fortaleza (HGF), Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes (HM) e o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce). O HGF ainda mantém o único público no Ceará, referência na captação, preservação e distribuição de córneas para os centros transplantadores de Fortaleza.



Topo
Equipe da Casa do Ceará já se prepara para realização do 4° Natal Feliz

O Presidente da Casa do Ceará reuniu na manhã desta terça-feira com os parceiros da instituição para tratar sobre o preparativo do 4°, Natal Feliz que se realizara no dia 26 de novembro na sede da instituição, com prestação de serviços gratuitos a comunidade carente do DF e entorno nas áreas de saúde, odontologia, cabeleireiro, manicura, design de sobrancelha dentre outros. Além de todos os serviços gratuitos haverá distribuição de cestas básicas e brinquedos.

O 4° Natal Feliz conta com o apoio do SESC/DF, AQQB E AFA.

Participaram da reunião Equipe da Casa do Ceará: Vicente Nunes de Magalhães – Diretor de Educação e Cultura, Maria Djanira Gonçalves - Chefe de Departamento de Educação e Cultura, Antônia Guimarães – Superintendente, Ivete Simonette – Assistente Social.

AFA: Carlos Augusto de Macedo – Diretor

AQQB: Ladir Aguiar - Presidente, Antônio Carlos Aguiar - Presidente de Honra, Raimundo Aguiar - Diretor Jurídico, Marcos Aguiar - Sócio.

SESC/DF: Professora Lucia Garcia - Chefe de Ação Social.



Topo
Brasil sagrou-se campeão do mundo de vôlei pela terceira vez

Foi uma vitória estupenda dos comandados por Bernardo Rezende;

O Maracanazinho, no Rio de Janeiro, tremeu com a conquistas dos atletas brasileiros;

Desta vez os italianos não foram adversários.

Foram 12 anos de jejum olímpico. Após bater na trave, nas duas últimas edições, a seleção brasileira masculina de vôlei acertou a meta. Prata em Pequim-2008 e Londres-2012, o ouro chegou em casa, no templo do voleibol, o Maracanãzinho. E depois de uma arrancada espetacular, em que o time verde e amarelo quase ficou pelo caminho. Neste domingo, o Brasil venceu a Itália por 3 a 0 (25/22, 28/26 e 26/24) e conquistou a terceira medalha dourada em Jogos Olímpicos.



Topo
Obras contra seca no Ceará põem Estado e União em confronto

Decisão da Presidência transferiu parte da responsabilidade para Dnocs. Mudança causou insatisfação até em aliado no Ceará.

Em meio a uma das secas mais longas já registradas no Ceará, União e Estado travam disputa sobre a execução de obras emergenciais contra a estiagem. O presidente em exercício Michel Temer (PMDB) transferiu para o Departamento Nacional das Obras Contra as Secas (Dnocs) a execução de várias das ações emergenciais em estados do Nordeste. A decisão foi criticada pelo governador Camilo Santana (PT). Mas, até aliado de Temer no Ceará protestou, caso do deputado federal Danilo Forte (PSB).

As obras afetadas são compartilhadas entre Estado e União. Recebem verba federal, mas estavam sob administração estadual. Agora, parte será transferida ao Dnocs.

De acordo com Francisco Teixeira, secretário dos Recursos Hídricos do Ceará, a instalação de adutoras de montagem rápida e o abastecimento à área urbana por carros-pipa serão as principais ações afetadas. A construção de dez adutoras estava entre as medidas previstas para receber parte dos R$ 790 milhões liberados pelo Governo Federal para ações contra a seca no Nordeste. O repasse para as adutoras deve tomar R$ 42,7 milhões.

Camilo Santana reclamou da transferência da gestão das obras para o Dnocs. “Achei que foi um erro do Governo (Federal)”, disse o governador cearense. Camilo afirmou que a preocupação é sobre a velocidade de execução dos projetos, diante da mudança de gestão. “Se A, B ou C vai executar, o importante é que seja feito, porque as pessoas estão passando sede”. Ele também afirma que a decisão contraria acordos já assinados. “Independente do governo, compromissos precisam ser honrados”, disse.

Preparo para execução

Teixeira se preocupa com o andamento dos trabalhos. “Entra agora novo ator que não está participando desse processo e terá de voltar praticamente a zero”. O secretário manifestou “estranheza e preocupação” com a transferência da gestão num cenário em que o Dnocs está fragilizado. “A gente vinha inclusive ajudando no reparo da fissura do Castanhão, que é de responsabilidade federal. Causou estranheza que, da noite para o dia, eles estejam preparados para montar adutoras”.

O Ministério da Integração Nacional informou, em nota, que só parte das adutoras de engate rápido terá execução pelo Dnocs. “Boa parte das obras e programas emergenciais continuará sob responsabilidade dos governos estaduais”. A pasta informa que convênios assinados, que vêm em execução pelos estados, estão sendo honrados.

Saiba mais

Adutoras de montagem rápida previstas pelo Estado que passam ao Dnocs.

Pereiro (R$ 10,4 milhões), São Luís do Curu/Croatá (R$ 5,7 milhões), Tamboril (R$ 7,7 milhões), Iracema (R$ 6,9 milhões), Apuiarés (R$ 3 milhões), Ocara (R$ 1,6 milhão), São Luís do Aruaru (R$ 809,5 mil), Triângulo de Chorozinho/Timbaúba (R$ 2,6 milhões), Guassussê/Igarói (R$ 1,02 milhão) e Mineiro (R$ 2,5 milhões).



Topo
Ceará homenageia os 10 anos da Lei Maria da Penha, Casa da Mulher Brasileira: obras terminam em setembro

Revolucionar a vida das mulheres cearenses reunindo em um mesmo espaço os serviços de delegacia especializada, juizados e varas, defensorias, promotorias, equipe psicossocial e orientação ao emprego e renda. Esse é o intuito da Casa da Mulher Brasileira, com previsão de conclusão das obras até setembro, neste ano em que a Lei Maria da Penha completa uma década. Localizado na rua Teles de Sousa, bairro Couto Fernandes, em Fortaleza, o espaço recebeu nesta quinta-feira (4) a visita institucional de representantes das entidades que vão compor a rede de atendimento, além da presença da primeira-dama do Estado, Onélia Leite Santana; da coordenadora de Políticas para as Mulheres do Governo do Ceará, Camila Silveira; e da própria Maria da Penha.

A primeira-dama do Estado, Onélia Leite, destacou a relevância do equipamento para o atendimento às mulheres vítimas de violência."É muito importante para as mulheres não só da Capital, mas também do Interior, que sofrem violência doméstica ou no trabalho. Vindo aqui, ela vai ser atendida, o caso vai ser investigado, ela vai receber apoio psicológico. Sem dúvidas é uma conquista para o Estado, para a mulher cearense, e posteriormente vamos estimular a rede de atendimento já existente, de Segurança, de Saúde, para encaminhar a mulher para cá", disse.

A coordenadora de Políticas para as Mulheres do Governo do Estado, Camila Silveira, destaca a praticidade que o equipamento vai trazer. "Nós somos o quarto Estado a ter um complexo de atendimento, a mulher não vai mais precisar ter que deslocar a diferentes locais para fazer uma denúncia e ser atendida. Nós vamos reunir todos os serviços para as mulheres vítimas de violência. E o local não será destinado só para as mulheres, haverá também um espaço para as crianças que vierem acompanhadas de suas mães", disse.

Ativista e precursora da lei que leva o seu nome, a cearense Maria da Penha mostrou satisfação por dispor desse serviço na sua terra. "Tive a oportunidade de acompanhar as outras Casas da Mulher Brasileira de outros estados e é um trabalho muito importante. É um local que realiza tudo o que a mulher precisa para denunciar, para que ela não desista nunca de lutar. Tenho acompanhado as obras e estou muito ansiosa para voltar aqui para inaugurar, ela vai mostrar a força da mulher na política pública", disse.

Durante a visita, guiada por Camila Silveira, estiveram em pauta a instalação da casa, com o poder público estadual trabalhando de forma articulada com a sociedade civil e demais órgãos que compõem a Rede de Atendimento à Mulher, como Poder Judiciário, Defensoria Pública e Ministério Público, entre outras instâncias. Os órgãos parceiros também participaram da visita.

Iane Viana, que está trabalhando nas obras da Casa da Mulher Brasileira, ressalta a importância do espaço para a inclusão da mulher no mercado de trabalho. "É uma honra trabalhar nesse local, que vai oferecer tantos serviços e também vai empregar muitas mulheres, vai agregar em diversas áreas e nos vai dar um apoio que tanto precisamos. Nós estamos aqui para somar, não para diminuir. A mulher pode trabalhar em qualquer setor, mesmo na construção civil", disse.

Casa da Mulher Brasileira do Ceará

A Casa da Mulher Brasileira é uma inovação no atendimento humanizado às mulheres, integrando no mesmo espaço os serviços de acolhimento e triagem; apoio psicossocial; Delegacia de Defesa da Mulher; Juizado da Mulher; Ministério Público, Defensoria Pública; promoção de autonomia econômica; cuidado das crianças – brinquedoteca; alojamento de passagem e central de transportes.

É a quarta unidade do gênero no Brasil. A unidade de referência, fruto de parceria da União com o Governo do Ceará, através da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para Mulheres, vai realizar cerca de 10 mil atendimentos por mês, funcionando 24 horas por dia, sete dias na semana. A obra teve um custo de R$ 8.082.857,59.

Cerca de 230 pessoas trabalharão no espaço, que terá profissionais de diversas instituições, como Poder Judiciário, Defensoria Pública, Delegacia da Mulher, Ministério Público, Polícia Militar, Polícia Civil. A equipe técnica multidisciplinar será formada por profissionais como psicólogos e assistentes sociais.



Topo
Presidente da Câmara legislativa do DF foi recebida na casa do Ceará e anunciou que dará ajuda para a Pousada

Recebida na Casa do Ceará em Brasilia para um café da manhã, nesta sexta-feira. dia 05.07. a presidente da Câmara Distrital do Distrito Federal, deputada Celina Leão, anunciou sua disposição de contribuir para o funcionamento da Pousada Crisanto Moreira da Rocha, que abriga 20 idosos, através de uma emenda parlamentar ainda neste exercício. Afirmou que tinha conhecimento da importância da Casa do Ceará e de suas atividades sociais e assistenciais e estranhou quando o Presidente da Casa, Osmar Alves de Melo, revelou que a Casa não recebe recursos da União, do Governo do Distrito Federal e do Governo do Ceará.

A deputada foi recebida pelos diretores da Casa, além do Presidente: João Estênio Campelo Bezerra (Crateús) e Adirson Vasconcelos (Santana do Acaraú), vices presidentes, José Sampaio de |Lacerda Junior (Fortaleza), JB Serra e Gurgel (Acopiara) Euler Curlin Pérpetuo (Joinville/SC), Vicente Nunes Magalhães (Aurora), o Conselheiro Fiscal JOsé Colombo de Souza Filho (Fortaleza) , o presidente da Confraria dos Cearenses de Braslia, Geraldo Vasconcelos (Tianguá) e a Superintendente da Casa, Antonia Lucia de Aguiar.

A deputada Celina Leão estava acompanhada de um dos dirigentes da Defensoria Pública da União no DF, Alcides Jr. de Almeida, que já conhece o trabalho prestado pela Casa, no atendimento à população carente de Brasília e Entorno. Ela solicitou que fosse marcada uma reunião com sua Assessoria a fim de definir os termos de cooperação e a Casa e Camara e entre a Casa a Defensoria, assinalando que está à disposição para que alguma demanda da Casa seja atendida. Assinalou que o seu Gabinete nos últimos seis meses atendeu a solicitações de seis mil pessoas carentes np DF e Entorno.

Osmar Alves de Melo fez um amplo relato das ações desenvolvidas pela Casa e recordou que desempenhou importante papel quando estava no MDB, depois no PMDB, para que Braísilia tivesse representação política no Senado, na Câmara dos Deputados e na Câmara Distrital, ao lado das lideranças do seu Partido, na época.Osmar que foi Secretario de Estado no Governo José Aparecido.

Café da manhã na Casa do Ceará em homenagem ao desembargador Cruz Macedo (Mauriri), novo Corregedor Geral do TJDFT, e ao pintor Tarciso Viriato (Fortaleza) que doou um quadro grande para a Pinacoteca Alvaro Lins Cavalcante, da Casa. em 28.07.2016



Topo
Missa encerra romaria e reúne 50 mil devotos

A Praça do Socorro ficou pequena para tantos romeiros que foram participar das homenagens aos 82 anos de falecimento daquele considerado santo por eles. A missa, realizada pela manhã, encerrou a programação do evento.

Juazeiro do Norte. Mais de 50 mil fieis participaram da missa de celebração dos 82 anos da morte Padre Cícero, realizada na manhã desta quarta-feira, na Capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, onde o "Padim Ciço", como o religioso, é chamado pelos romeiros, está sepultado. A celebração, que teve milhares de pétalas de rosas jogadas de um helicóptero, marcou o encerramento da Romaria de Padre Cícero, realizada em sufrágio da alma do sacerdote que é considerado santo pelos romeiros nordestinos.

A romaria teve início no último domingo, dia 17, quando este município começou a receber milhares de devotos que chegaram de vários Estados para render homenagem ao religioso. A missa foi presidida, pela primeira vez, pelo bispo coadjutor da Diocese de Crato, dom Gilberto Pastana. A exemplo das edições anteriores, a cerimônia foi transmitida ao vivo pela televisão e Internet para o Brasil e exterior. Após a celebração eucarística, milhares de pessoas visitaram o túmulo do Padre Cícero, onde deixarem flores ao pé do altar e fizeram as suas orações. O sepulcro é um dos mais visitados em todo o Brasil, segundo a Basílica Santuário de Nossa Senhora das Dores.

Crescimento

A movimentação em alusão à morte do "Padim" antecede os festejos da Mãe das Dores, padroeira da cidade, realizada em setembro e que marca a abertura do ciclo religioso de Juazeiro do Norte. Esta data, no entanto, não estava constituída como uma das romarias oficiais há até poucos anos. Devido ao grande fluxo de devotos nesta época do ano, se formou uma peregrinação que tem se consolidado.

Nas festividades deste ano, estima-se que mais de 70 mil pessoas passaram por Juazeiro do Norte ao longo dos quatro dias de celebrações. O patriarca juazeirense morreu em 20 de julho de 1934, aos 90 anos de idade.

Em setembro, o ciclo das romarias inicia com a festa de Nossa Senhora das Dores, que deve reunir mais de 400 mil pessoas. Dois meses depois, acontece a dos Finados, quando cerca de 600 mil romeiros visitam o túmulo do Padre Cícero. A série é encerrada em fevereiro, com os festejos à Nossa Senhora das Candeias. Esta é considerada uma das mais bonitas do calendário religioso da cidade e atrai meio milhão de fieis. Durante todo o ano, a Secretaria de Turismo e Romaria estima que todos esses eventos, incluindo os menores, atraem um total de 2,5 milhões de pessoas.

Organização

Órgãos municipais de diferentes segmentos estudam medidas que possam beneficiar os romeiros, além de melhorar o andamento das Romarias em Juazeiro do Norte. Temas como segurança, infraestrutura, trânsito e saúde foram debatidos durante encontros que antecederam a romaria de Padre Cícero. Entre as mudanças já definidas, está a proibição de vendedores ambulantes nas principais vias.

Os cerca de 200 profissionais foram transferidos da Praça do Marco Zero - local de grande aglomeração de devotos - para o Centro de Apoio aos Romeiros. Para coordenador do local, Marcos Bezerra, a mudança ocorre com a finalidade de melhor aproveitar o espaço do Centro de Apoio, que goza de estrutura com energia, água e banheiros com chuveiros e sanitários.

A medida, segundo explica, atende determinações do Código de Postura do Município quanto à desobstrução do espaço público e propiciará comodidade e logística adequadas aos comerciantes ambulantes de Juazeiro do Norte.



Topo
161º Confaz: governador do Ceará reforça necessidade do Pacto Federativo

“Os estados brasileiros precisam promover o aprimoramento do pacto federativo para que nosso País supere esse difícil momento político e econômico que estamos vivendo”. Foi com esse pedido de unidade entre os estados brasileiros que o governador do Ceará, Camilo Santana, abriu na manhã desta sexta-feira (8) a 161ª Reunião do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que reúne todos os secretários de Fazenda do País. A reunião foi conduzida pelo secretário da Fazenda do Ceará, Mauro Filho, e contou com a participação do secretário executivo do Ministério da Fazenda, Eduardo Guardian, dentre outras autoridades do Fisco.

Em pauta, a PLP 257/2016 que trata do Plano de Auxílio aos Estados e ao Distrito Federal. Pela proposta acertada com a União, os estados conseguiram alongar a dívida em 20 anos, reduzindo o valor das parcelas. A partir de janeiro de 2017, as prestações terão descontos, que serão progressivamente reduzidos até julho de 2018. O governo federal colocou condições para aceitar a renegociação, entre elas a reforma dos regimes jurídicos dos servidores.

Segundo Camilo Santana, há que se repensar a atual proposta do Governo Federal, principalmente, para estados como o Ceará, que cumpriram seu dever de casa, pagando toda a dívida com a União. "Nós, governadores do Nordeste, reivindicamos uma melhor compensação com medidas como a ampliação nos repasses do FPE e a autorização para realização de novos empréstimos, já que a renegociação em si não nos beneficiará”, destacou o governador.

Para o secretário da Fazenda, Mauro Filho, esse processo de renegociação beneficiará de oito a nove estados mais endividados do País, como Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Isso estimulou aos estados do Norte e Nordeste a solicitarem tratamento diferenciado. ”Esse momento de retração da atividade econômica e aumento do desemprego tem causado um impacto muito forte nas arrecadações estaduais, e isso tem nos obrigado a buscar alternativas para manter as contas equilibradas e o processo de desenvolvimento econômico”, argumentou.

Participaram ainda da abertura da 161° Reunião do Confaz, em Fortaleza, o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, o secretário do Tesouro Nacional, Otávio Ladeira de Medeiros, e o procurador-geral da Fazenda Nacional, Fabrício Da Soller. A próxima reunião do Confaz está agendada para outubro, em Boa Vista, Roraima.



Topo
Ceará faz 729 transplantes até junho e supera primeiro semestre de 2015

O Ceará superou, no primeiro semestre de 2016, o número de transplantes realizados no mesmo período do ano passado, com salto de 646 transplantes de janeiro a junho de 2015 para 729 este ano. O primeiro semestre de 2016 teve mais transplantes de coração, fígado, pulmão, medula óssea e córnea que o mesmo período do ano anterior. Em todo o ano de 2015, o Ceará realizou 1.433 transplantes, melhor marca da história. Este ano, até junho, foram realizados 123 transplantes de rim, 14 de coração, 90 de fígado, 3 de pulmão, 39 de medula óssea (25 autólogos e 14 alogênicos), 454 de córnea e seis de esclera.

O Brasil tem hoje o maior sistema público de transplantes do mundo, no qual cerca de 95% dos procedimentos e cirurgias são feitos com recursos públicos. O Ceará, anualmente, fica entre os Estados que mais realizam transplantes de órgãos no país, com recordes sucessivos. Além do elevado nível de especialização e excelência das equipes transplantadoras no Ceará e do trabalho das Comissões Intra-Hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTTs), um dos principais fatores que contribuem para o crescimento no número de transplantes é a solidariedade característica dos cearenses. Para ser um doador não precisa deixar mais nada por escrito, basta avisar a família sobre a vontade de doar e ajudar a salvar vidas.

No Registro Brasileiro de Transplantes (RBT) relativo a 2015, o Ceará aparece com a melhor taxa de transplantes de fígado do Brasil, terceiro estado do país em doadores efetivos de órgãos e tecidos para transplantes por milhão da população (pmp) e terceiro em transplantes de órgãos de doadores falecidos. O Ceará tem 62 hospitais notificantes de potenciais doadores, públicos, privados e filantrópicos, cadastrados no Ministério da Saúde. Das 18 Comissões Intra-Hospitalares formalizadas no Estado, 14 delas funcionam em Fortaleza, duas em Sobral e duas no Cariri. As UPAs 24 horas também fazem a notificação de potenciais doadores de órgãos e tecidos através dos hospitais notificantes.

O processo de doação começa com a identificação e manutenção dos potenciais doadores. Para doar não precisa deixar nada registrado na carteira de identidade. Nos hospitais, o profissional da CIHDOTT realiza avaliação das condições clínicas do potencial doador, da viabilidade dos órgãos a serem extraídos e faz entrevista para solicitar o consentimento familiar da doação dos órgãos e tecidos. Em seguida, os médicos comunicam à família a suspeita da morte encefálica, realizam os exames comprobatórios do diagnóstico, notificam o potencial doador à Central de Transplantes, que repassa a notificação à CIHDOTT. Nos casos de recusa da doação, o processo é encerrado.



Topo
Ceará faz 729 transplantes até junho e supera primeiro semestre de 2015

O Ceará superou, no primeiro semestre de 2016, o número de transplantes realizados no mesmo período do ano passado, com salto de 646 transplantes de janeiro a junho de 2015 para 729 este ano. O primeiro semestre de 2016 teve mais transplantes de coração, fígado, pulmão, medula óssea e córnea que o mesmo período do ano anterior. Em todo o ano de 2015, o Ceará realizou 1.433 transplantes, melhor marca da história. Este ano, até junho, foram realizados 123 transplantes de rim, 14 de coração, 90 de fígado, 3 de pulmão, 39 de medula óssea (25 autólogos e 14 alogênicos), 454 de córnea e seis de esclera.

O Brasil tem hoje o maior sistema público de transplantes do mundo, no qual cerca de 95% dos procedimentos e cirurgias são feitos com recursos públicos. O Ceará, anualmente, fica entre os Estados que mais realizam transplantes de órgãos no país, com recordes sucessivos. Além do elevado nível de especialização e excelência das equipes transplantadoras no Ceará e do trabalho das Comissões Intra-Hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTTs), um dos principais fatores que contribuem para o crescimento no número de transplantes é a solidariedade característica dos cearenses. Para ser um doador não precisa deixar mais nada por escrito, basta avisar a família sobre a vontade de doar e ajudar a salvar vidas.

No Registro Brasileiro de Transplantes (RBT) relativo a 2015, o Ceará aparece com a melhor taxa de transplantes de fígado do Brasil, terceiro estado do país em doadores efetivos de órgãos e tecidos para transplantes por milhão da população (pmp) e terceiro em transplantes de órgãos de doadores falecidos. O Ceará tem 62 hospitais notificantes de potenciais doadores, públicos, privados e filantrópicos, cadastrados no Ministério da Saúde. Das 18 Comissões Intra-Hospitalares formalizadas no Estado, 14 delas funcionam em Fortaleza, duas em Sobral e duas no Cariri. As UPAs 24 horas também fazem a notificação de potenciais doadores de órgãos e tecidos através dos hospitais notificantes.

O processo de doação começa com a identificação e manutenção dos potenciais doadores. Para doar não precisa deixar nada registrado na carteira de identidade. Nos hospitais, o profissional da CIHDOTT realiza avaliação das condições clínicas do potencial doador, da viabilidade dos órgãos a serem extraídos e faz entrevista para solicitar o consentimento familiar da doação dos órgãos e tecidos. Em seguida, os médicos comunicam à família a suspeita da morte encefálica, realizam os exames comprobatórios do diagnóstico, notificam o potencial doador à Central de Transplantes, que repassa a notificação à CIHDOTT. Nos casos de recusa da doação, o processo é encerrado.



Topo
Camilo volta a dizer que vai abrir hospital em Quixeramobim e cobra mais verba federal

Em encontro com ministro da Saúde, governador mostrou a evolução dos gastos que o Estado tem feito no custeio da saúde e reforçou que isso precisa ser acompanhado com recursos e repasses.

O governador Camilo Santana se reuniu, na manhã desta terça-feira (5), com o ministro da Saúde, Ricardo Barros. O chefe do executivo estadual apresentou relatório da situação dos recursos da saúde pública do Ceará e pediu mais investimentos da Pasta. O petista assegurou ainda que vai abrir o Hospital Regional do Sertão Central e, por isso, precisa de mais verbas.

“Sabemos da dificuldade de recursos do ministério, mas é nossa obrigação reivindicar até porque vamos abrir o Hospital de Quixeramobim e precisamos de mais recursos. Temos várias unidades funcionando que ainda não foram habilitadas pelo próprio ministério”, disse em entrevista à TV Diário.

Camilo explica que mostrou a evolução dos gastos que o Estado tem feito no custeio da saúde e reforçou que isso precisa ser acompanhado com recursos e repasses do Governo Federal. O governador disse ainda que solicitou as portarias para que ele possa, por exemplo, adquirir equipamentos para as unidades do Ceará.

Encontro com deputados federais

Antes de se reunir om Ricardo Barros, Camilo se encontrou com os deputados federais da bancada cearense. O chefe do executivo estadual disse, em uma publicação no Facebook, que discutiu com os parlamentares ações que são prioritárias para o Ceará, como seca, saúde e segurança.

“Participei nesta manhã, em Brasília, de reunião com deputados federais que formam a bancada cearense. Discutimos sobre ações que são prioritárias para nosso estado, como as obras para garantir o abastecimento de água e projetos para saúde e segurança, entre outros. A participação da bancada é muito importante para tornarmos nosso estado ainda mais forte”, escreveu.

O deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE) esteve com o governador e contou que o petista apresentou a necessidade de assegurar os custeios para manter as unidades em pleno funcionamento. “O ministro ficou de articular uma verba. Isso poderia aliviar um pouco”, diz.

O parlamentar revelou ainda que o governador deve ter saído otimista de Brasília. O tucano disse que Camilo teve um encontro cordial com Michel Temer e expôs a situação do Ceará em diversos aspectos e reivindicou uma compensação do Governo Federal tendo em vista que o Estado não tem dívidas com a União.

Segundo o deputado, a compensação seria através de demandas que o Estado já tem com os ministérios, para liberação de projeto. O presidente interino ficou de analisar a solicitação.



Topo
Turismo de eventos gira R$ 24,9 mi no Ceará

Dois seminários que ocorrerão em setembro, no Centro de Eventos do Ceará, devem atrair 18 mil participantes.

É esperado 15% de aumento na captação de eventos para Fortaleza em 2016 em relação a 2015. A Capital cearense conta hoje com boa estrutura turística e com equipamentos como o Centro de Eventos do Ceará, atrativos na hora de prospectar negócios na área ( Fotos: Bruno Gomes/Fernanda Siebra ).

Para o setor de turismo de eventos do Ceará, o mês de setembro deste ano deve ter uma ocupação melhor do que a alta temporada (julho), projetou o presidente do Visite Ceará - Convention & Visitors Bureau (C&VB), Régis Medeiros, durante a apresentação da pesquisa "Dados Econômicos do Turismo de Eventos em 2015", ontem (29), no Hotel Sonata. A boa expectativa é pautada por dois acontecimentos que serão realizados no Centro de Eventos do Ceará (CEC), o Congresso Brasileiro de Contabilidade e o Congresso Brasileira de Cardiologia. Juntos, devem receber cerca de 18 mil pessoas. "O impacto será forte", garante.

Em 2015, conforme o estudo, realizado em parceria com a Universidade de Fortaleza (Unifor), foram catalogados 560 eventos com a presença de 750.335 participantes, sendo 188.709,25 turistas (25,15%). O faturamento anual dos eventos foi de R$ 24,9 milhões, sem contabilizar os espaços de eventos esportivos, queda de 16,7%, em relação ao ano anterior, quando o faturamento foi de R$ 29,9 milhões.

O encolhimento é justificado por Medeiros pela atual crise econômica. Em 2014, o número de eventos também foi maior, 1.164, assim como o de participantes, que chegou a quase 1 milhão de pessoas (903.913). O percentual de turistas praticamente se manteve, quando comparado a 2015, em 25%.

No ano passado, os participantes dos eventos que ocorreram no Estado, locais e visitantes, aplicaram no Ceará receita de R$ 368.385.810,65. A maioria dos gastos foi destinada ao comércio (26,3%), seguido pela alimentação (21,9%) e hospedagem (18,8%). Em média, por dia, o turista de negócios gastou R$ 437,16. E o tempo médio de permanência no evento foi de 3,9 dias. Em 2015, o ápice do setor aconteceu em agosto, com a realização de 89 eventos. Segundo o presidente da C&VB, há dez anos, Fortaleza era muito forte no turismo de lazer e os picos eram apenas na alta temporada. Isso dificultava a manutenção de uma estrutura fixa e de qualidade dos serviços prestados na cadeia local. Com a expansão do turismo de negócios e a redução da sazonalidade com os eventos, este cenário mudou e os empresários conseguem manter, atualmente, a mesma estrutura ao longo do ano.

Perspectivas para 2016

Segundo a diretora comercial da entidade, Celina Castro Alves, é esperado 15% de aumento na captação de eventos em 2016 em relação a 2015. "Não estamos vendo nenhum obstáculo e sim (aspectos) positivos por conta do nosso Centro de Eventos. Além da cidade estar bem preparada, a hotelaria investindo em infraestrutura e (bons) acessos".

Hoje, Fortaleza lidera o turismo de negócios no Nordeste já que nas praças de Natal e Salvador os espaços para realização dos eventos estão em reforma e Recife precisa de uma nova modelagem. Neste ano, os eventos realizados até agora na Capital estão mantendo o mesmo patamar de 2015, mas o faturamento tende a ser menor, pois as pessoas estão enxugando os custos por conta da crise econômica.

Medeiros exemplifica com casos como os de patrocinadores que reduziram o volume dos custos para realizações dos acontecimentos, empresas que cortaram pela metade os participantes nos eventos ou decidiram fazer seminários com transmissão virtual.



Topo
Plano Estadual de Resíduos Sólidos apresentado na Semana do Meio Ambiente em Juazeiro

Na manhã de quarta-feira (29), foram realizadas as oficinas da XX Semana do Meio Ambiente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), campus de Juazeiro do Norte. Foram apresentadas formas práticas para reduzir, reciclar e reutilizar. Já a abertura oficial do evento ocorreu à tarde, às 14h, com a conferência do secretário do Meio Ambiente do Estado do Ceará, Artur Bruno. Ele falou sobre o Plano Estadual de Resíduos Sólidos, recentemente sancionado pelo governador Camilo Santana.

A Política Estadual de Resíduos Sólidos define diretrizes e normas de prevenção da poluição, proteção e recuperação da qualidade do meio ambiente. “O destino dos resíduos sólidos, dentro dos padrões de desenvolvimento sustentável, exige diversas tarefas dos setores público e privado e da sociedade. Uma delas, de competência do Estado é alinhar as políticas ambientais de sustentabilidade”, informou Bruno.

O titular da Sema destacou as inovações do Plano: instrumentos econômicos de autosustentabilidade; regulação dos serviços públicos de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos; redução de ICMS sobre a circulação de produtos reciclados, reutilizados ou remanufaturados; criação do Sistema de Informações em Saneamento do Estado do Ceará. “O Ceará que tem 184 municípios e aproximadamente 280 lixões, o que nos envergonha. De todos os municípios, apenas dez utilizam aterros sanitários. O que nós queremos é que até 2020, 20% dos municípios já tenham aterros sanitários, coleta seletiva e gestão integrada. O objetivo é erradicar os 280 lixões em 20 anos”, afirmou.



Topo
A morte do maior empresário do Ceará: Francisco Ivens de Sá Dias Branco. Ceará de luto

O empresário Francisco Ivens de Sá Dias Branco morreu nesta sexta-feira, 24, aos 81 anos, vítima de complicações cardíacas durante uma cirurgia no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Dono de uma das maiores fortunas do Nordeste, era presidente do Conselho de Administração do Grupo M. Dias Branco, líder nacional na fabricação e venda de biscoitos e massas, com 28,7% de mercado, e quarto maior produtor de massas do mundo. Na última atualização do ranking dos maiores bilionários brasileiros da Forbes, Ivens ocupava a 17ª posição, com fortuna avaliada em R$ 8,2 bilhões.

O empresário ficou internado no Hospital Monte Klinikun, em Fortaleza, e foi levado às pressas, sábado, para o Hospital Albert Einstein, onde, se submeteu ontem a uma cirurgia no coração e não resistiu. Ivens foi casado com Maria Consoelo Leon Scott Dias Branco, com quem teve cinco filhos.

Natural de Fortaleza, ele era filho do português Manuel Dias Branco, dono da Padaria Imperial. Em 1953, aos 19 anos, vira sócio do pai e amplia os negócios da família. Foi dele a ideia de investir na fabricação de biscoitos em escala industrial, transformando no negócio do varejo para a indústria. Em 1980, a empresa mudou da sede de Fortaleza para o município de Eusébio, às margens da BR-116.

Com um sistema de distribuição focado no pequeno e médio varejo, a M Dias Branco se tornou a líder no segmento de biscoitos, superando multinacionais como Nestlé e Kraft.

Uma das marcas da M. Dias Branco foi o processo de verticalização da produção, que começou em 1990 com a inauguração da primeira unidade de moagem de trigo em Fortaleza. Como produtora dos principais insumos para a produção de biscoitos e massas, a empresa consegue controlar custos e melhorar a margem dos produtos. Em 2002 o grupo passou a produzir também gorduras e margarinas em Fortaleza, dois de seus principais insumos para a fabricação de biscoitos e massas.

A partir dos anos 90 começou uma acelerada expansão orgânica com a construção de novos moinhos e indústrias de massas e biscoitos, todas impulsionadas pelo crescimento das vendas e da capacidade de produção. Um de seus lances mais ousados foi a compra da marca Adria, em 2003. Hoje, o Grupo M. Dias Branco tem 14 fábricas e 13 distribuidoras, onde são gerados 16.007 empregos diretos. Reúne 17 marcas, como Richester, Isabela e Vitarella. Além do ramo de massas e biscoito, também atua nos setores de construção e hospitalidade.

Em 2014, passou o comando da empresa para o filho Francisco Ivens Dias Branco Júnior e saiu do dia a dia da empresa. Ele ainda era presidente do conselho de administração da M. Dias Branco. No fim da vida, estava mais focado nos outros negócios da família, como uma fábrica de cimento e um terminal portuário em Aratu (BA).

Repercussão. O governador do Ceará, Camilo Santan (PT), decretou, por meio de nota, luto oficial de três dias e manifestou “profundo pesar pela morte do empresário”. “Um homem que com sua visão de futuro e obstinação, construiu um dos mais sólidos e importantes grupos empresariais do Brasil, tendo contribuído de forma significativa para o desenvolvimento do Ceará”, disse o governador.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Beto Studart, considerou “uma perda irreparável de um homem exemplo de trabalho e determinação”.



Topo
Distribuição de água EM FORTALEZA ocorrerá em dias alternados

A Cagece deverá unificar a partilha em Fortaleza, Caucaia, Maracanaú e Aquiraz para dividir a água.

O plano, em fase de elaboração prevê que, em um dia, uma das regiões terá menos pressão nas torneiras, enquanto, 24 horas depois, será a vez do outro lado da área - dividida a partir da união do abastecimento quatro cidades ( FOTO: BRUNO GOMES ) Em 1983, o Diário do Nordeste destacou o início do racionamento de água na Capital e, dez anos depois, o jornal destacou a redução de abastecimento na RMF, o que volta a acontecer agora, com a criação de um novo plano anunciado no último dia 18.

A partir de agosto, os moradores da Capital e Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) terão que se habituar com menos água em casa, pelo menos em alguns dias da semana. O motivo é garantir o abastecimento do Estado até março do ano que vem. A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) iniciará um plano para restringir o uso da água na Capital, que terá sua rede dividida entre leste e oeste. As informações foram concedidas na manhã de ontem pelo secretário dos Recursos Hídricos do Estado do Ceará (SRH), Francisco José Teixeira.

Conforme o plano, em um dia, uma das regiões terá menos pressão nas torneiras, enquanto que, 24 horas depois, será a vez do outro lado da cidade. Assim, em algumas regiões da rede, é possível até que falte água nas residências, pois não haverá pressão para encher todas caixas d'água.

De acordo com o gestor, uma possível falta de água pode ocorrer, dependendo da localização de cada bairro. "Nos dias em que a pressão for menor, a tendência é que a água não suba (para as caixas d'água) nas extremidades da rede. Isso deve acontecer nas partes mais altas de Fortaleza e na periferia", conta. O secretário destaca, porém, que o mesmo problema não acontecerá nas residências que possuem cisterna.

Uma fonte do Diário do Nordeste que está acompanhando o processo de elaboração do plano de racionamento informou que a divisão funcionará por dois territórios. Inicialmente, a Cagece irá unificar a distribuição em Fortaleza, Caucaia, Maracanaú e Aquiraz. Nestes municípios, o repasse de água será alternado a cada dia. Ainda não se sabe a data exata do início dos procedimentos do plano.

Segundo o titular da SRH, o chamado plano de contingência da Cagece é uma necessidade para atingir a economia de 20% de água no Estado, meta estabelecida pelo governo estadual para garantir o fornecimento até o próximo inverno.

Teixeira admitiu que o objetivo principal das ações da companhia de abastecimento é realmente a busca por um uso mais racional da água. Dessa forma, ele diz que o plano a ser implementado em agosto pode, sim, ser chamado de racionamento.

Em contato com a Cagece, a empresa informou que só irá falar sobre o assunto após a entrega do Plano de Racionamento à Autarquia de Regulação, Fiscalização e controle dos Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (Acfor). Já a Autarquia informou, por nota, que não recebeu ainda da Concessionária o documento exigido até o fim do mês.

Medo

O anúncio do racionamento pegou de surpresa moradores de regiões que já sofrem com a falta de água. No Bairro Passaré, na Rua 12, residentes de várias ruas sofrem há mais de 10 anos com o problema da baixa pressão de água. Com a notícia da racionalização, a vizinhança teme a falta de abastecimento diário.

A dona de casa Maria Iracema da Rocha, 55, afirma que acorda de madrugada para lavar roupas e encher baldes. "Se eu não me levanto não tenho roupa pra semana e nem água pro feijão", declara a moradora.

A situação do abastecimento de água no Estado do Ceará é cada vez mais preocupante. Isso porque a escassez de chuvas vem afetando de forma severa os açudes, inclusive o Castanhão, o maior do País. Nessa terça-feira, o volume apresentava apenas 8.71% de sua capacidade total, segundo boletim da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Ceará (Cogerh). Este é o quinto ano consecutivo de seca no Estado. O poder público considera essa a pior estiagem dos últimos 50 anos.

Para se ter dimensão do problema, foram registrados racionamentos na Capital e Região Metropolitana nos anos de 1983, 1993 e 1994. O Açude Castanhão, por exemplo, é uma das maiores preocupações



Topo
Governo do Estado decreta luto oficial de três dias pela morte da empresária Yolanda Queiroz

O Governo do Estado do Ceará decreta luto oficial de três dias e manifesta profundo pesar pela morte da presidente do Grupo Edson Queiroz, Yolanda Queiroz, de 87 anos. Nascida em Fortaleza, Dona Yolanda, como era chamada por todos, foi casada com Edson Queiroz, fundador do grupo empresarial que leva o seu nome.

Após a morte do marido, D. Yolanda assumiu a presidência da holding, que inclui empresas nas áreas de comércio exterior, agronegócio, indústria, distribuição de gás domiciliar e comércio de água mineral; além da Universidade de Fortaleza (Unifor) e do Sistema Verdes Mares. Com a firmeza de princípios e a nobreza de caráter que sempre demonstrou, Yolanda Queiroz conduziu os rumos de um conglomerado empresarial que contribuiu decisivamente para o crescimento do Ceará. O Governo do Estado presta suas homenagens e sentimentos aos familiares e amigos.



Topo
Yolanda Queiroz: 1928 - 2016

Dona Yolanda Queiroz participou da fundação do Grupo Edson Queiroz e passou a presidi-lo, em 1982. No ano passado, a empresária publicou o livro autobiográfico “Momentos”, no qual conta histórias de sua vida profissional e familiar.

A presidente do Grupo Edson Queiroz, Dona Yolanda Vidal Queiroz, faleceu no começo da tarde de sexta-feira (17), aos 87 anos, em Fortaleza. Seu corpo foi cremado à noite.

Com uma trajetória marcada pela dedicação ao trabalho, ela participou da criação do Grupo Edson Queiroz, em 1951, pelo industrial Edson Queiroz. Após a morte do marido, em 1982, Dona Yolanda assumiu o controle do conglomerado e liderou o crescimento de um dos 100 maiores grupos empresariais do Brasil.

Terceira filha de Maria Pontes Vidal e de Luiz Vidal, Dona Yolanda nasceu na cidade de Fortaleza, em 12 de novembro de 1928. Aos 16 anos, casou-se com Edson Queiroz, com quem teve seis filhos: Airton, Myra, Edson Filho, Renata, Lenise e Paula. “Sou curiosa, bem-humorada e feliz. Cultivo as grandes amizades que fiz na vida. Prezo o bom relacionamento com todo mundo que está ao meu redor. Gosto de ter meus filhos, netos e bisnetos por perto, enchendo a minha casa de barulho, alegria e amor”, declarou, no livro “Momentos”, publicado no ano passado.

Costumava acompanhar o industrial em sua agitada vida social e reuniões de trabalho e as leituras sobre os negócios. “Meu marido tinha visão ampla, era otimista. Sempre que implementava algo, já previa a expansão. Não pensava pequeno. Estava à frente da maioria dos empresários de sua época. Era idealista, inovador e demonstrava um entusiasmo que causava espanto a quem o ouvia”, escreveu em suas memórias.

Ela ampliou as áreas de atuação do Grupo e imprimiu um ritmo de crescimento permanente. Hoje, são 16 empresas, que empregam aproximadamente 14 mil funcionários. O Grupo Edson Queiroz atua em setores como educação, distribuição de gás, água mineral, fabricação de refrigerantes e sucos, metalurgia, comunicação, agropecuária, agroindústria e imóveis.

O Grupo Edson Queiroz, conforme destacou Dona Yolanda Queiroz no livro “Momentos”, é fruto do espírito empreendedor de seu fundador. Embora costumasse cuidar dos filhos com dedicação, ela também mantinha proximidade com os negócios do marido, que costumava consultá-la antes de tomar decisões. Durante os 37 anos que passaram juntos, viveram assim.

Ao longo de sua trajetória, Dona Yolanda costumava defender a união familiar. Ela deixa quatro filhos, 15 netos e 28 bisnetos. Nome importante para a sociedade cearense, Dona Yolanda deixa um importante legado para o contexto socioeconômico do Brasil e do Ceará pela consolidação de um grupo empresarial importante e pelas iniciativas sociais que desenvolveu durante a vida.

“Exerço o bom humor, a delicadeza, trato as pessoas com o mesmo respeito, independentemente de quem sejam, de onde venham e que função exerçam na sociedade”, declarou Dona Yolanda, no livro “Momentos”, publicado no ano passado.

Homenagens

Ao longo da vida, Dona Yolanda Queiroz recebeu mais de uma centena de homenagens e medalhas em reconhecimento às ações que contribuíram para o desenvolvimento do País e, em especial, do Ceará, estado sede do Grupo Edson Queiroz. Há comendas do Poder Público e também de entidades representativas de ramos empresariais em que o Grupo atua, seja nos setores energéticos ou nos de comunicação e educação.

Em 2008, a empresária se tornou a primeira mulher a receber o Prêmio Personalidade do Ano da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos, em uma cerimônia em Nova York. “Durante todos estes anos em que estou à frente do Grupo Edson Queiroz, recebi, com grande emoção, muitas condecorações e medalhas.

Sou grata a todos os que me prestaram homenagens tão bonitas”, agradeceu, em seu livro.

Conhecida por uma memória vívida e pelo hábito de guardar objetos e recortes – ou de criar um pequeno “museu doméstico”, como denominava –, Dona Yolanda gostava de contar aos parentes muitas histórias da família, feito que invariavelmente passava pela memória de Fortaleza, onde morou toda a vida.

O hábito de contar histórias a levou a escrever o livro “Momentos”, uma autobiografia, pessoal e profissional, na qual fala não apenas da história da família, mas também de todo o espírito empreendedor do marido. No livro, ela revela a sua marcante dedicação à família e também a visão que tinha em relação aos negócios iniciados pelo marido .

Dedicação ao social

Nessa esfera social, se destaca o trabalho realizado por meio da Escola de Aplicação Yolanda Queiroz. Inaugurado em 1982, a instituição proporciona, todos os anos, educação gratuita a cerca de 550 crianças, do Jardim I até a 1ª série do ensino fundamental. O espaço ainda se configura como campo de prática de estágio para alunos dos cursos acadêmicos de Ciências Humanas e da Saúde. Ao longo dos anos, milhares de crianças das comunidades localizadas próximo ao campus da Universidade de Fortaleza foram beneficiadas pela Escola de Aplicação Yolanda Queiroz.

Outro legado que ela deixa na área de educação é o trabalho exercido na Fundação Edson Queiroz ( mantenedora da Universidade de Fortaleza), onde ocupava a função de vice-presidente. Com 43 anos de existência, a Unifor contabiliza mais de 60 mil graduados em cursos de várias áreas do conhecimento. É uma universidade reconhecida pela excelência no ensino.



Topo
Quadra chuvosa de 2016 teve chuvas 45,2% abaixo da média

O presidente da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), Eduardo Sávio Martins, iniciou a coletiva de imprensa desta manhã (13), comunicando a consolidação do quinto ano se seca no Ceará. Entre os meses de fevereiro e maio, as precipitações observadas foram de 329,3mm. A média para o período é de 600,7mm, ou seja, choveu 45,2% abaixo da média.

“O principal fator para mais este ano de baixas precipitações foi o El Niño. A Funceme já tratava isso como uma preocupação desde dezembro de 2014, devido às perspectivas de que o fenômeno se estabeleceria com intensidade. Foi o que aconteceu. Agora, já estamos monitorando um provável resfriamento das águas do Pacífico Equatorial, que dissiparia o El Niño e, talvez, configuraria uma La Niña. Ainda é cedo pra uma previsão, mas há possibilidade de um cenário mais positivo em 2017”, explicou Martins.

Durante a apresentação nesta segunda, na sede da Funceme, ele mostrou que as regiões mais afetadas com as poucas chuvas foram Jaguaribana, Sertão Central e Inhamuns. Na faixa litorânea as precipitações tiveram desvios negativos menores, conforme a tabela abaixo.

Além do El Niño no Pacífico, as condições do Oceano Atlântico não estiveram favoráveis na maior parte da quadra chuvosa, o que manteve a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) mais afastada do Ceará. Quando esse sistema atua pouco no Estado a qualidade do nosso principal período de precipitações fica comprometida.

Cenário mais provável

Em janeiro e em fevereiro de 2016, já ciente da intensidade do El Niño, a Funceme elaborou duas previsões climáticas que apontaram maior probabilidade de chuvas abaixo da média durante a quadra chuvosa.

No segundo semestre, conforme a característica climatológica do Ceará, quase não chove. Enquanto março e abril têm médias de 203,4mm e 188mm, em setembro e outubro, essas médias são de apenas 2,2mm e 3,9mm. “O Governo do Estado, através da Secretaria de Recursos Hídricos, têm priorizado a questão do abastecimento da população. Desde que lançamos o prognóstico de 2015 o esforço tem sido de se antecipar, garantindo as licitações para perfuração de poços”, destacou Martins.



Topo
Governador Rodrigo Rollemberg prestigiou a Festa Junina da Casa do Ceará que reuniu duas mil pessoas

A festa Junina da Casa do Ceara, em 2016, realizada em 04.06, surpreendeu pela presença de mais de 2 mil pessoas, pela estrutura da praça de alimentação, com comidas e bebidas do Nordeste e do Ceará, pela programação musical do Trio Siridó e da banda Tá Fervendo, pela Quadrilha Num Só Piscar, pelo Buteco do Livro, pelo Bazar de produtos doados pela Receita Federal. “Só temos que agradecer aos que sempre acreditaram em nós, na nossa tradição de 50 anos de promovermos uma festa folclórica que reaviva a nordestinidade e a cearensidade no coração de Brasilia”, afirmou o Presidente da Casa, Osmar Alves de Melo. O governador Rodrigo Rollemberg, que em outras épocas sempre visitou a Casa, marcou sua presença acompanhado da primeira dama, sra. Márcia Rollemberg .

Os diretores da casa recepcionaram a comunidade de Brasilia e do Entorno: Estenio Campelo (Crateus) e Sra, Ana Campelo, Adirson Vasconcelos (Santana do Acaraú), Carlos Euler Curlin Perpetuo (Joinville/SC) e sra, Angela Parente, Francisco Machado da Silva (Pedra Branca), Jose Sampaio de Lacerda Junior e sra. Andrea Caruso Pacheco Barbosa, JB Serra e Gurgel (Acopiara), Vicente Magalhães (Aurora) , Maria Madalena Carneiro (Garanhuns/PE), Luis Gonzaga de Assis (Limoeiro do Norte), Evandro Pedro Pinto (Fortaleza) e Denise.

Também presente o comendador Francisco Albery Mariano (Santana do Acaraú) e sra. Cleuza Mariano, general Nilton Pessoa (Iracema) acompanhado dos filhos, Teresa e Pulo Henrique. membro do Conselho Consultivo da Casa, os jornalistas Inacio de Almeida (Baturité) e sra. Tereza Vitale, e Luis Joca, o cineasta Pedro Jorge de Castro (Aurora) e sra.,a ex-deputada Moema São Tiago com amigas, os lideres da Comunidade de Aurora Djanira Gonçalves, brigadeiro Antonio Pinto de Macedo e Elieane, Francisco de Assis Filho, o escritor Geraldo Ananias (Santana do Cariri) e Lusinete , lideres da Comunidade de Sobral Antonio Carlos Aguiar e Luiz Roberto Vieira de Castro e sra. Os líderes da comunidade de Acopiara, Sebastião Gurgel Holanda e Sra. Sonia e Vanda Lucia Gurgel.

A Quadrilha Nun Só Piscar, hoje um dos mais importantes grupos folclóricos , de São Sebastião/DF, voltou a brilhar na pista, contando a historia de Lampião e Maria Bonita, no cangaço, sem entrar no mérito, mas mostrando a versão justiceira que entrou no imaginário de todo nordestino. Lembrou as musicas populares no Nordeste, baião, xaxado, coco, frevo. Arrancou calorosos aplausos, inclusive pela evolução e o figurino dos integrantes do grupo que vem conquistando prêmios em Brasilia e fora daqui pela qualidade artística.

A Festa Junina da Casa do Ceará teve o apoio de Estenio Bezerra, comendador Francisco Albery Mariano, Antártica, Só Reparos, Cascol, KSA Materiais de Construção, Sindmac, Associação dos quem que Bem a Sobral e ao DF=-AQQB, Associação dos Filhos de Aurora-AFA, JORNAL DE BRASILIA, CORREIO BRAZILIENSE, RADIO ATIVIDADE,BRASILIA SUPER RADIO FM, Rádio Antena 1 e Rádio transzamérica.



Topo
Governo do Estado vai investir quase R$ 1bi nas rodovias cearenses

Trabalhando para garantir mais segurança nas estradas estaduais, o Governo do Estado fechou mais um contrato de empréstimo com o Banco Interamericano de Desenvolvimento - BID para viabilizar melhorias em toda a malha viária estadual.

O valor destinado para o Programa Viário de Integração e Logística é de US$ 250 (duzentos e cinquenta milhões de dólares), sendo US$ 200 milhões financiados pelo BID e US$ 50 (cinquenta milhões de dólares) de contrapartida do Estado. De acordo com o coordenador do Ceará IV, Quirino Ponte, os valores são referentes a novas obras que terão início em 2017 com conclusão previstas até 2020.

O novo empréstimo, assinado na última quarta-feira (01), em Brasília, tem por objetivo específico melhorar as condições de mobilidade, conectividade e segurança dos corredores rodoviários estratégicos de integração aos pólos produtivos e a outros modelos de transporte; eliminar parcialmente as descontinuidades na malha pavimentada, aumentando a conectividade e a eficiência da rede; apoiar a sustentabilidade dos investimentos, mediante financiamento de um projeto piloto de manutenção por resultados; e melhorar a capacidade institucional na gestão do sistema de logística de cargas.

As obras dão continuidade aos serviços de pavimentação e de implantação de melhorias viárias que vêm sendo realizados pelo Governo do Estado.



Topo
Casa do Ceará espera mais de 2 mil participantes da festa junina do dia 4 de junho

A Casa do Ceará em Brasilia espera que mais de 2 mil pessoas participem da festa junina de 2016 dia 4 de junho . A festa junina da Casa é uma das mais tradicionais de Brasilia, sempre realizada no mes de junho, na sua sede na 909|810 Norte. em diversas oportunidades, com grandes atrações artisticas, a festa chegou a reunir mais de 10 mil pessoas. Este ano, por causa da crise economico financeira,que abala o país, a diretoria espera mais de 2 mil pessoas de Brasilia, especialmente da Asa Norte e Lago Norte, bem como de Taguatinga Norte, Ceilandia, Estrutural e cidades do Entorno. Para atrair gente, o ingresso foi reduzido a 10 reais por pessoa e que estão à venda no horário comercial.

A grande atração e da Noite será a apresentação da Quadrilha Num Só Piscar, que mais uma vez abrilhantará a festa junina da Casa com um show que reviverá uma das melhores festividades do folclore nordestino e cearense, que é o chamado "casamento de matuto". Em todas as festas juninas do Ceará o são joão na roça inclui uma quadrilha que sauda o casamento de matuto, com personagens caricatos, o noivo, a noiva, os pais, os padrinhos, o padre, os acompanhantes. As quadrilhas de Brasilia, onde Num só Piscar surge como um dos melhores grupos folcloricos,dão dimensão ao "casamento" e introduzem outros elementos para valorizar o show. A festa junina da Casa do Ceará terá uma praça de alimentação, com comidas típicas do Nordeste e daqui do Centro Oeste, inclusive canjica,curau, pamonha, bolo de milho, carne seca, paçoça, tapioca, queijo de qualho, pão com linguiça, caldos e bebidas quentes, como "quentão", refrigerantes e água.

Uma inovação será o "buteco do livro" em que escritores cearenses mostrarão e venderão seus livros, de temas do Ceará, como renda revertida para a Casa do Ceará , que em outubro próximo estará completando 53 anos, com relevantes serviços prestados na area de assistencia social, além de oferecer serviços medicos e odontologicos, cursos de capacitação em diversas áreas. A Casa tem tambem a dispoição da comunidade de Brasiia e Entorno as bibliotecas Mauro Benevides, José Colombo de Souza, a Padaria Espiritual, o Museu de Artes e Tradições Maria Calmon Porto, a Galeria de Artes Plasticas Alvaro Lins Cavalcante e a Pousada Crisantho Moreira da Rocha.



Topo
Novo comando da Caixa estuda fechar agências

Desde 2010, a Caixa Econômica Federal abriu 1.329 agências em todo o País

Brasília. O novo presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, encontrará um diagnóstico que mostra como o banco estatal precisa melhorar a eficiência operacional. Uma centena de agências estão deficitárias, ou seja, fecham no vermelho, mas, mesmo assim, a vice-presidência que cuida da rede do banco recomendou o fechamento de apenas 15 delas que estão totalmente inoperantes.

A Caixa foi usada nos últimos anos pelo governo do PT como locomotiva do crédito no País, estratégia para impulsionar a atividade econômica. Dessa forma, a instituição conseguiu aumentar sua participação no mercado, mas essa expansão do crédito também provocou efeitos colaterais, como o aumento do nível de calotes do banco.

Desde 2010, a Caixa abriu 1.329 agências. A análise da direção do banco é que não se faz mais necessária toda essa estrutura, ainda mais com a mudança dos hábitos dos clientes, que cada vez mais optam pelos serviços pelo computador ou pelo smartphone. No primeiro trimestre deste ano, a quantidade de usuários cadastrados para acesso via smartphones aumentou quase 63% em relação ao primeiro trimestre de 2016 e a de usuários via internet banking cresceu 20% na mesma comparação. Mesmo assim, a quantidade de transações online ainda representa menos de um quarto do total de transações realizadas no período. Um dos desafios do novo presidente será ampliar a presença do banco no meio digital.

Empecilho

Um empecilho para o fechamento das agências é que são usadas para o pagamento de benefícios sociais, como o Bolsa Família, mas a avaliação é de que esse serviço poderia ficar restrito às casas lotéricas. O banco tem atualmente 4,2 mil agências e pontos de atendimento e 26,5 mil correspondentes Caixa Aqui e Lotéricos. A reportagem apurou que Gilberto Occhi já está avaliando esse estudo e tem intenção de colocá-lo em prática, mas quer avaliar o potencial de rentabilidade de cada agência e onde estão localizadas.

Redução de pessoal

O banco também deve manter a política de redução de custos com pessoal, com planos de demissão e de incentivo à aposentadoria. A Caixa cortou o número de funcionários de 100,3 mil para 97 mil em 12 meses.

No período, a despesa com pessoal cresceu 1,6%, bem abaixo da inflação, totalizando R$ 5 bilhões. A instituição está buscando ações para reduzir gastos e aumentar a produtividade.

Abertura de capital

Ao assumir a Caixa, Occhi também receberá o desenho de um caminho para a abertura de capital do banco ainda no governo do presidente interino Michel Temer. Para que uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) seja possível daqui a dois anos, o banco estatal teria de privatizar antes três áreas: seguros, loterias e cartões.



Topo
Juazeiro do Norte ganhou nova cadeia publica com 272 vagas e vai usar a tornozeleira eletrônica

Juazeiro do Norte recebeu duas importantes medidas para minimizar a superlotação do sistema penitenciário cearense. A vice-governadora Izolda Cela e o secretário da Justiça e Cidadania, Hélio Leitão, inauguraram a nova Cadeia Pública da cidade. A visita ao Cariri contou ainda com a realização da primeira audiência de tornozelamento da região.

Com 272 vagas e investimento de R$ 9.844.130,00, a cadeia possui 38 celas, salas de aula, consultórios para atendimento médico e de dentista, enfermaria, oficina para trabalho, sala multiuso, solarium, refeitório e lavanderia. O equipamento, localizado no bairro de Campo Alegre, também possui bloco administrativo e área externa com local de vistoria de internos, defensoria, alojamento para agentes, policiais militares e presos no regime semiaberto, além de sete guaritas para policiais e estacionamento.

"O sistema de Segurança e Justiça tem entre as suas grandes tarefas a questão do sistema penitenciário, mas não é somente ele que vai dar conta dessa realidade. A violência, e suas diversas expressões, está intimamente ligada ao contexto de vida das pessoas, ao contexto social e, principalmente, à nossa extrema desigualdade", defendeu Izolda Cela.

Quanto ao sistema de segurança, a Cadeia está preparada com um equipamento de raio-x (para vistoria de comidas e outras encomendas para os internos), um portal detector de metais, duas raquetes portáteis para detecção de metais e seis rádios comunicadores.

O prédio da antiga Cadeia Pública será destinado a uma unidade prisional exclusivamente feminina com capacidade para 99 mulheres. Assim como no Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri Moura Costa (IPF), a unidade prisional feminina de Juazeiro do Norte contará com um espaço materno-infantil que faz parte de um convênio entre o Departamento Penitenciário do Ministério da Justiça (Depen), o Gabinete da Primeira-Dama do Estado e a Sejus.



Topo
Cinturão das Águas: recursos de R$ 619 milhões garantem avanço das obras

Uma das grandes intervenções para aumentar a segurança hídrica para o Ceará ganhou novo impulso com reforço de verbas no valor de R$ 619 milhões. O montante, garantido pelo Governo Federal por meio do Ministério da Integração Nacional, foi publicado no Diário Oficial da União e vai garantir o avanço das obras do Cinturão das Águas (CAC).

O governador Camilo Santana destacou a segurança hídrica como prioridade da gestão e o apoio do Governo Federal para levar água para todo o Ceará. “Como estamos enfrentando o quinto ano seguido de chuvas abaixo da média, essa notícia das novas verbas para o Cinturão das Águas é motivo de muita alegria e esperança. Não medirei esforços para garantir água para todos os nossos irmãos e irmãs cearenses”, afirmou.

“Com esses recursos, nós podemos concluir na totalidade os 146 quilômetros do chamado Trecho 1, que vai levar água do final do Eixo Norte do Projeto de Integração do São Francisco até Nova Olinda, no Cariri”, reforçou o secretário dos Recursos Hídricos do Ceará, Francisco Teixeira.

Esse primeiro trecho, além de atender às cidades do Cariri, vai levar as águas do São Francisco ao Rio Cariús, e dali ao Açude Orós. A expectativa é que a chegada das águas do São Francisco aconteça em ainda este ano. O CAC terá relevante papel na distribuição de água para boa parte do sertão cearense.

No Trecho 1, o equipamento vai beneficiar mais de um milhão de pessoas na Região do Cariri, atendendo diretamente às cidades de Jati, Brejo Santo, Porteiras, Abaiara, Missão Velha, Barbalha, Crato, Nova Olinda, Milagres, Farias Brito, Lavras da Mangabeira, Iguatu, Icó, Orós, Mauriti, Aurora, Cariús e Quixelô.

Histórico

A concepção preliminar do CAC teve origem no final dos anos 1990, no âmbito dos extensos estudos de “Inserção Regional” do Projeto de Transposição de Águas do Rio São Francisco (PTRSF) para o Nordeste Setentrional. Foi traçado um canal que praticamente circundaria os limites sul e oeste do Estado. À época, rotulou-se essa ideia de “Cordão de Água”.

Em março de 2009, a SRH contratou o “Estudo de Viabilidade Técnico-Econômica, Estudo Ambiental e Anteprojeto do Trecho Jati-Cariús” para o que, então, denominou-se de Cinturão de Águas do Ceará (CAC).



Topo
Festa Junina de 2016 da Casa Será dia 4 de junho

A Casa do Ceará está ultimando providências para a realização da Festa Junina de 2016 que será dia 4 de junho, com apoio das entidades dos cearenses, como AQQB (Sobral), AFA de Aurora, AFA de Acopiara, AFI de Iguatu, Jornal de Brasilia, Correio Braziliense, Brasilia Super Rádio FM, Grupo Só Reparos, Super Maia e Cascol. A Festa integra o Calendário de Eventos da Casa há mais de cinco décadas e sempre atraiu muitas pessoas do Distrito Federal e do Entorno.

Serão instaladas barracas típicas, para venda de produtos do Ceará e do Nordeste, como tapioca de Pedra Branca, queijo de Tauá,pão de milho de Limoeiro do Norte , Rapadura do Cariri, cachaça da Ibiapaba e do Araripe, caju de Pacajus, e jaca, comidas e iguarias nordestinas e do Ceará serão vendidas, como baião de dois, farofa, carneirada, sarapatel, costela de ripa , artesanato de renda e bordados. Como toalhas, blusas, camisas saias, vestidas, cama e mesa.

A Casa já está cadastrando as empresas que ocuparão as praças de alimentação e artesanato.

Os conjuntos regionais estão sendo contratados. O Trio Siridó e a Banda Tá Fervendo deverão comandar vários shows.

A Quadrilha que será o grande show mais uma vez será Num Só Piscar, que tem feito muito sucesso com suas apresentações na Casa. O grupo, do Residencial do Bosque de São Sebastião, foi fundado em 25 de agosto de 2000. O objetivo do grupo é difundir a cultural popular no Distrito Federal e Entorno. A excelência das apresentações já levou o grupo a diversas exibições fora de Brasília.

Premios conquistados

Campeã da LINQ-DFE Modulo C em 2010 / Vice Campeã da LINQ-DFE Modulo B em 2012 - 6ª Colocada, Melhor Casal de Noivos e Melhor Torcida no Regional de Quadrilhas Juninas realizado em Brasllia.

Para informações ligue para a Casa do Ceará 3553 38 00 e 93660832



Topo
Estado do Ceará vive pior seca em 66 anos

As chuvas escassas registradas neste ano aos poucos vão rareando, fazendo crescer a preocupação.

Iguatu Desde 1950 que o Ceará não enfrentava um período tão longo de chuvas abaixo da média histórica. Já são cinco anos seguidos, se persistir o atual quadro. Nesses últimos dois dias não houve registro de precipitações no Ceará. E a tendência é exatamente essa: ocorrer uma redução na quantidade pluviométrica.

O cenário é desolador e decorre do fenômeno El Niño, já previsto pelos institutos meteorológicos do Brasil e de outros países. Faltando cinco dias para acabar o mês, choveu 41.8% abaixo da média histórica do mês, que é 188mm.

Pesquisador da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), David Ferran, observa que a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema de chuva no Ceará de fevereiro a maio está afastada em direção ao Hemisfério Norte e ao mesmo tempo ocorre a formação de um centro de alta pressão decorrente do Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) que inibe a formação de nuvens.

"O distanciamento da Zona de Convergência aliado ao centro de Alta pressão vem provocando a ausência de chuva nesses últimos dois dias no Ceará", disse Ferran. "A tendência em ano em que ocorre El Niño é a diminuição das chuvas em abril e maio e estamos observando isso, infelizmente".

Segundo os dados da Funceme, no decorrer deste mês de abril, a região do Cariri foi a que registrou maior redução de chuva, com índice negativo de -71.1%. O segundo maior desvio ocorreu no Sertão Central e Inhamuns (-51.9%), seguido da região jaguaribana (-50.0%). A Ibiapaba registrou desvio de -40.8% e o Maciço de Baturité de -36.6%. No Litoral Norte até ontem havia chovido -22.1% da média histórica e no Litoral de Fortaleza o índice ainda estava negativo em -7.6%. A única região que registrou taxa positiva foi o Litoral do Pecém (7.5%).

A preocupação dos meteorologistas, do governo, dos produtores rurais e dos moradores é com a perda seguida da água armazenada nos açudes no Interior do Ceará. As barragens estratégicas não registraram recarga. De onde só se tira e não se coloca a tendência é secar, diz o adágio popular e é exatamente isso que se observa desde 2012 no açudes cearenses.

Com essa redução constante no volume dos reservatórios, no decorrer dos segundo semestre a crise de desabastecimento de áreas urbanas deve ser agravar no Interior do Ceará. É provável, se o atual cenário permanecer, que adutoras fiquem inviáveis por escassez de água nos açudes que fornecem água para esses sistemas de distribuição para várias cidades.

Além da escassez de água para os açudes, a falta de chuva preocupa quem insistiu em fazer o segundo plantio. O veranico prolongado de fevereiro passado destruiu a lavoura plantada na segunda quinzena de janeiro anterior. As boas chuvas de março animaram alguns produtores, mas a falta em abril já traz preocupação. "Poderá haver uma segunda perda, com mais prejuízos para os agricultores", disse o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Iguatu, Evanilson Saraiva.

O meteorologista David Ferran, da Funceme, observa que desde 1950 que o Ceará não enfrentava uma seca prolongada de cinco anos seguidos de chuva abaixo da média. O período anterior mais seco foi entre 1979 a 1983, sendo que 1980 foi considerado normal, embora fraco. De 1981 a 1983 a seca persistiu e no ano seguinte, 1984, veio a cheia dos rios e açudes que transbordaram.

Para hoje, a previsão da Funceme é de nebulosidade variável com chuvas isoladas no Centro-Norte ao longo do dia. No Sul, céu parcialmente nublado. Para amanhã, no decorrer do dia, nebulosidade variável com possibilidade de chuvas isoladas na faixa litorânea. Nas demais regiões, céu com poucas nuvens.

Reservatórios

O volume dos 153 açudes monitorados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos do Ceará (Cogerh) é de 12.5% da capacidade. Estão com volume Inferior a 30% 117. Ainda permanecem sangrando o Gameleira e o Quandú, em Itapipoca e estão acima de 90% o Caldeirões (Saboeiro), Maranguapinho (Maranguape), Tijuquinha (Baturité) e Colina (Quiterianópolis).



Topo
11x9 Maioria da bancada cearense votou contra impeachment

Dos 22 deputados cearenses no exercício do mandato, 11 votaram não ao impeachment, 9 a favor, uma parlamentar se absteve e um não compareceu à sessão por motivo de doença.

Durante sessão na Câmara dos Deputados, a bancada cearense revelou estar dividida ao votar pela continuidade do mandato da presidente Dilma Rousseff (PT). Dos 22 deputados cearenses no exercício do mandato, 11 votaram não ao impeachment, 9 a favor, uma parlamentar se absteve e um não compareceu à sessão plenária.

Embora o deputado Adail Carneiro (PP) já tivesse anunciado que votaria contra o impedimento da presidente, decidiu votou a favor do impeachment. Durante o voto, ele pediu desculpas ao ex-presidente Lula, à presidente Dilma e ao ex-ministro Cid Gomes. Conforme o parlamentar, ele não poderia deixar de atender aos pedidos da população. O deputado Cabo Sabino também votou pelo afastamento de Dilma. "Tchau querida, não precisa voltar. Eu voto sim", ironizou.

Os parlamentares Danilo Forte, Genecias Noronha, Moses Rodrigues, Moroni Torgan, Raimundo Gomes de Matos, Ronaldo Martins e Vitor Valim também manifestaram posição contra a continuidade do mandato de Dilma.

Já o deputado Ariosto Holanda votou pela continuidade do mandato da presidente, conforme já havia anunciado. O deputado Arnon Bezerra seguiu o mesmo caminho. "Respeitando a decisão do povo brasileiro, meu voto é não", declarou, na oportunidade. Também votaram "não" os deputados Chico Lopes, Domingos Neto, José Airton, Guimarães, Luizianne Lins, Leônidas Cristino, Odorico Monteiro (PROS) e Vicente Arruda.

Para o deputado Domingos Neto, a solução para a crise brasileira só vai existir com a manutenção da democracia. "Sou contra eleições indiretas, a favor da democracia e voto não ao impedimento", justificou.

A deputada Gorete Pereira resolveu se abster da votação e antes se declarava "não". "Pela Constituição Brasileira, contra a corrupção, queremos uma eleição nova. Tenho que me abster porque não posso acreditar nem em uma chapa nem na outra", explicou.

O deputado cearense Aníbal Gomes não compareceu à sessão para votação. O parlamentar não esteve presente porque precisou passar por uma cirurgia e estava na UTI.



Topo
Casa do Ceará entregou títulos sócios Eméritos, Beneméritos e Honorários a personalidades que prestam relevantes serviços à instituição

A Casa do Ceará em Brasília, em 13.04, entregou títulos honoríficos de sócios Eméritos, Beneméritos e Honorários, a personalidades com relevantes serviços prestados à instituição, de acordo com afirmação do presidente Osmar Alves de Melo, que destacou as contribuições de cada um.

Sócios Eméritos:

Evandro Pedro Pinto (Fortaleza) auditor fiscal da Receita Federal, que foi diretor de Administração e Finanças da Casa, por quatro anos , e agora é presidente do Conselho Fiscal, que gestionou junto à Receita Federal para que a Casa recebesse doações de bens apreendidos. Com efeito, 18 toneladas de produtos vieram da fronteira do Brasil com o Paraguai e três veículo, sendo um utilitário, doados a Casa, que abriu um bazar em 2015 que resultou em vendas superiores a R$ 400 mil reais e que permitiram o equilíbrio das contas da Casa.

Lourenço Rommel Peixoto (Sobral), diretor do Jornal de Brasília que tem apoiado em todas as oportunidades os eventos da Casa, abrindo espaço para publicação de anuncios institucionais e publicação de reportagens.

Lúcia Garófalo , viúva do jornalista e radialista cearense Mario Garófalo (Baturité) e diretora da Brasília Super Radio FM que igualmente tem apoiado em todas as oportunidades os eventos da Casa, divulgando noticias e chamadas.

Vicente Nunes de Magalhães (Aurora), diretor de Educação e Cultura da Casa, e que, como diretor do Hotel Comfort, em Brasília tem cedido bens descartados pela direção do hotel, mas que estão em bom estado, como lençóis, fronhas, colchas e televisões destinados principalmente à Pousada Crisantho Moreira da Rocha, que acolhe idosos.

Beneméritos:

Aldenise Pereira de Lima (Fortaleza) que há 36 anos e 10 meses está na Casa inicialmente como professora de renda de bilro, para produção de artesanato fino, hoje administra a lojinha de artesanato na Casa e, quando convocada, tem atuado na organização de eventos comemorativos como a festa junina e a Missa de São José, em 19 de março.

Maria Aurea Assunção Magalhães (Fortaleza), ex-diretor de Promoção Social da Casa, que marcou sua gestão de quatro anos num contato intenso com os idosos da Pousada Crisantho Moreira da Rocha, continuando na instituição, agora como membro do Conselho Fiscal.

Honorários

Antonia Lucia Guimarães Aguiar (Riachinho/MG) há mais de oito anos na Casa, começou na Secretaria e depois na Tesouraria, sendo alçada à função de Superintendente tendo cumprido uma missão que parecia impossível: resolver todo o passivo da Casa com todas as instituições de fiscalização e controle, o que fez com paciência e dedicação. Hoje, a Casa é uma Casa limpa, sem nenhuma pendência jurídica. O passivo chegou a ameaçar o funcionamento da Casa.

Manoel Macedo Gonçalves (Aurora) empresário, dono da Monoflex, empresa de cortinas e persianas, presidente da AFA, Associação dos Filhos e Amigos de Aurora, entidade parceira da Casa nos eventos que realiza.

Entrega dos diplomas

Os diplomas foram entregues aos homenageados pelos diretores da Casa: Evandro, por Estênio Campelo (Crateús); Lourenço, por JB Serra e Gurgel (Acopiara), Lúcia, por Osmar (Iguatu);Vicente, por José Lacerda Jr (Fortaleza); Aldenise, por Luis Gonzaga de Assis (Limoeiro do Norte). Maria Aurea , por João Rodrigues Neto (Independência). Antonia, por Osmar e Manuel, por Francisco Machado da Silva (Pedra Branca).

Pronunciamentos

Em nome dos homenageados, dois pronunciamentos. UM de Evandro Pedro Pinto e outro de Aldenise Pereira de Lima.

Evandro começou lembrando que quando o Governador do Estado do Ceara, Adauto Bezerra, entregou a Medalha da Abolição (a maior condecoração do Ceará) ao seu pai , prof. Clodoaldo Pinto, no Palácio da Abolição, em Fortaleza, este surpreendeu a plateia com um discurso que assim começava:

-Eu mereço esta homenagem.

Choveram aplausos.

Evandro disse, então, que “todos merecemos a homenagem da Casa do Ceará”

Com base na sua experiência de diretor da Casa por quatro anos, na área de Administração, quando contribuiu para o saneamento do passivo da Casa e a obtenção de fontes de financiamento para as despesas correntes, com austeridade na gestão e criatividade na geração de renda, Evandro deixou como proposta que a Casa considere a possibilidade de abrir uma creche para acolher crianças pobres de Brasília e do Entorno e que amplie e melhore os serviços da Odontoclínica e da Policlínica, principalmente agora quando milhares de pessoas estão abandonando os planos de seguro saúde, face seus altos preços. A Casa tem condições de receber parte destas pessoas que não tem condições de manter um plano de saúde.

Já , d. Aldenise Pereira Lima , em seu pronunciamento feito sob forte emoção, agradeceu a homenagem depois de 36 anos e 10 meses na Casa, aqui chegou quando d. Meire Pessoa era a presidente, assinalando: “as palavras são insuficientes para expressar minha alegria e quão meu coração está feliz por participar deste evento”. Recordou que sua juventude, em Fortaleza, fora aluna de História do presidente da Casa, Osmar Alves de Melo, no colégio Champagnat. Agradeceu familiares e amigos que “sempre me apoiaram nessa jornada e compreenderam ser aqui a extensão da minha família , o reflexo de minha vida”.



Topo
Governo do Estado do Ceará investe mais de 650 milhões em malha rodoviária

Com a prioridade de construir novas estradas e recuperar outras já existentes, o Governo do Estado, através do Departamento Estadual de Rodovidas (DER), realiza obras de pavimentação, restauração e duplicação de rodovias em todas as regiões do Ceará. Atualmente são cerca de 601,42 km de obras em andamento. Deste total, 439,29 km correspondem a obras de pavimentação, 109 km a restauração e 53,13 km a duplicação. O investimento envolvido nessas ações é de R$ 653.656.014,34, oriundos do Tesouro do Estado e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Os trechos em execução estão contemplados pelo Programa Viário de Integração e Logística – Ceará IV.

Entre as obras em execução, uma que se destaca é a implantação da rodovia CE-576, conhecida como Rodovia das Placas, no trecho Porto do Pecém - entroncamento da CE-155 (CIPP do Pecém). A estrada, considerada essencial para o movimento de caminhões pesados que transportarão as placas da siderúrgica até o porto, terá oito quilômetros e sua construção envolve investimento de R$ 30.470.009,39.

Balanço

O Estado do Ceará possui 7.394,92 quilômetros da malha rodoviária pavimentada, o correspondente a 60% de toda rodovia do Estado.

Em 2015, o governador Camilo Santana fechou o seu primeiro ano de governo com 454 km de obras concluídas, sendo 147,83 km de pavimentação e 306,27 km de restauração. O investimento nas ações foi de R$ 267.913.547,20.

Os trabalhos cumprem o compromisso de melhorar as condições de trafegabilidade em todas as regiões do Estado, impulsionando o turismo e melhorando o escoamento de mercadorias, bem como o deslocamento de pessoas.



Topo
Casa do Ceará empossou seu Conselho Consultivo

A Casa do Ceará empossou o seu Conselho Consultivo na noite de 4a,feira, dia 7 de abril. NO Conselho estão: José Jézer de Oliveira (Crato) ex-presidente da Casa do Cerá, por dois mandatos e sucessor de Mary Pessoa, general Nilton Pessoa Cavalcante (Iracema) ex´Diretor de Obras da Casa, Jose Carlos de Carvalho (Itapipoca) ex-presidente do Conselho Fiscal da Casa, general Antônio Florêncio (Fortaleza) ex-membro do Conselho Fiscal da Casa, empresário Elson Cascão (Araraguari), do grupo Cascol de Brasília, e José de Melo (Iguatu).

A missão do Conselho é sugerir , propor e auxiliar a Diretoria da Casa a realizar seu projeto de trabalho em beneficio dos associados e da comunidade do Distrito Federal e Entorno.



Topo
Geraldo Ananias lança o romance Difícil Regresso, nesta 2a, feira no Carpe Diem

Geraldo Ananias Pinheiro nasceu em Santana do Cariri (CE) e cresceu no Sítio Almécegas, município do Crato (CE), onde viveu até os 19 anos. Reside em Brasília desde quando migrou do Ceará em 1970.

É funcionário aposentado do Banco do Brasil. Exerceu atividade de Coordenador na Advocacia-Geral da União (AGU) e foi, por muito tempo, professor concursado da Fundação Educacional do Distrito Federal. Matemático, advogado, pós-graduado em Direito Público, e escritor. É sócio efetivo-acadêmico do Instituto Cultural do Cariri — ICC e, há quase duas décadas, vem exercendo a função de Assessor Executivo nas Faculdades Integradas da UPIS, em Brasília.

Além de diversas matérias literárias publicadas, é também autor dos livros de contos e crônicas Foi Assim... e Réstias do Tempo e dos romances Levado ao Vento, Nos Ombros do Destino e A Força de um Mistério.

Traz, agora, aos apreciadores da boa literatura um novo romance, Difícil Regresso, uma linda história de amor — em que a arte imita a vida — ambientada, em Brasília e nas misteriosas ilhas gregas.

“O leitor vibrará com essa trama bem urdida em que as personagens parecem viver um permanente clímax de paixão e êxtase... O final é digno de um filme de Hollywood. O resto deixo para vocês, leitores!” Palavras de Theófilo Silva — ensaísta.

Lançamentos: 1) Dia 7/4, a partir das 19h (Upis, 712/912, Asa Sul, Brasília-DF; 2) Em 11/4 (lançamento das 19h às 22h, no Carpe Diem, 104 Sul, Brasília-DF); 3) Em 17/4 (Fortaleza — Rest.Cantinho do Faustino, a partir das 19 h. Rua Frederico Borges, 368 – esquina com a Canudo de Aguiar); 4) Em 20/4, em Crato-CE, no ICC, em frente ao Parque de Exposição, a partir das 19h30; e 5) Em 22/4, em Santana do Cariri, na Escola Adrião do Vale.



Topo
Após saída do PMDB, Governo começa a mudar diretoria do BNB

Nome próximo do PP do Ceará, Joaquim Cruz já teve indicação publicada para a Diretoria de Negócios do órgão. Antes indicados pelo PMDB, cargos deverão ser distribuídos no Ceará entre PDT e PP, em reunião sobre o assunto marcada para hoje.

Poucos dias após o PMDB anunciar desembarque do governo Dilma Rousseff, diretoria do Banco do Nordeste (BNB) indicada pela sigla já sofreu sua 1ª baixa. Em edição do Diário Oficial da União da última semana, foi confirmada a nomeação de Joaquim Cruz na Diretoria de Negócios do órgão. Para hoje, está marcada reunião que pode reconfigurar a gestão de Marcos Holanda - mantido até agora na presidência do banco.

Com orçamento bilionário, o BNB é um dos cargos do segundo escalão mais cobiçados no Nordeste. Até a última semana, a maior parte da diretoria era ligada ao PMDB, sendo o presidente Marcos Holanda indicado do senador Eunício Oliveira (PMDB).

Segundo o presidente do PP no Ceará, Padre Zé Linhares, no entanto, essa realidade está prestes a mudar. “Após essa saída do PMDB, o Guimarães (José, líder do governo na Câmara dos Deputados) me telefonou e disse que é certo que esses espaços ficam no Ceará entre o PP e o PDT”.

Ele destaca, no entanto, que a escolha tem que ser feita “com calma”. “O BNB precisa de perfil técnico, então a escolha deve ser cuidadosa, com reunião. Então ficou acertado que segunda-feira (hoje) seria um bom dia para isso, talvez com Cid e Ciro Gomes presentes, e os líderes dos partidos”.

Especulações

Desde a última sexta-feira, circulam nomes que estariam cotados para o órgão. Um deles seria o de um executivo do Bradesco para a Diretoria de Desenvolvimento do órgão. Já Eliane Brasil estaria cotada para a Diretoria de Administração e Tecnologia da Informação do órgão.

Único que teve sinalização oficial, Joaquim Cruz seria indicação do PP cearense. Na última quinta-feira, 31, edição extra do D.O.U. trouxe ato do ministro Nelson Barbosa (Fazenda) confirmando sua nomeação. Padre Zé não confirma ter indicado Cruz, mas destaca ter “ótimo relacionamento” com ele.

“Ele está com o PP desde o tempo que Gilberto Occhi era ministro das Cidades. É servidor do Banco do Brasil, já dirigiu diretorias do banco, tem doutorado e é extremamente estudioso e competente. É também um grande amigo meu. Se for contemplado, seria muito positivo”, diz.

Contabilista que já foi gerente e superintendente de diversos setores do BNB, Eliane é apontada como indicação do deputado federal José Guimarães (PT) e dos irmãos Cid e Ciro Gomes (PDT).

Outro nome que circula seria o do deputado federal Paulo Henrique Lustosa (PP). Procurado pelo O POVO, ele disse estar “surpreso” com sua citação e disse não “possuir planos” de assumir o cargo. “Vai depender do partido”, diz.

Saiba mais

Além do BNB, o PMDB ainda possui indicação da Companhia Docas do Ceará no Estado. Procurado pela reportagem, Eunício Oliveira preferiu não se manifestar. O titular da Docas, César Pinheiro, continua no cargo até o presente momento.

José Guimarães não quis comentar mudanças no BNB, se dizendo ausente de qualquer negociação. O deputado já foi figura influente no órgão, mas acabou se afastando após um assessor seu ser preso com US$ 100 mil escondidos na cueca em escândalo ligado ao banco. O deputado, no entanto,foi inocentado de todas as acusações.

Marido de Eliane Brasil, o secretário-adjunto de pesca do Ceará, Euvaldo Bringel, disse desconhecer possível indicação da esposa para diretoria do BNB. Ele e Eliane possuem boa relação com Guimarães e os irmãos Ferreira Gomes, aparecendo ao lado deles em eventos sociais.

Lideranças de outros partidos que teriam participação nas indicações, Domingos Neto (PSD) e Gorete Pereira (PR) afirmam não estarem acompanhando o processo. O secretário estadual Mauro Filho (Fazenda) também disse não estar acompanhando o caso.



Topo
Funceme prevê chuvas nas próximas 48h em todo o Estado

De acordo com Davi Ferran, meteorologista da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a previsão é de que a chuva continue em todo o Ceará nas próximas 48h. Na quinta-feira (31), precipitações devem ocorrer com céu nublado em todas as regiões cearenses. Para sexta-feira (1), a previsão é de nebulosidade variável.

Na manhã desta quarta-feira (30), a Funceme registrou chuvas em todo o Estado. O município do Barro registrou 122mm. Na Capital, as maiores precipitações ocorreram nos bairros do Vicente Pizon (26 mm), João XXIII (21 mm) e Fátima (19 mm). A chuva levou esperança ao Interior, com o sangramento de barragens, mas trouxe transtornos a quem precisou dirigir em Fortaleza, com grandes congestionamentos.

Conforme o órgão, há nuvens sobre todo o Ceará. A nebulosidade está associada a atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema indutor de chuvas no Estado, no período de fevereiro a maio, no setor norte do Nordeste (NE) brasileiro.

Chuvas estão abaixo da média em março

Apesar das precipitações de hoje, março de 2016 está com chuvas 44% abaixo da média no Ceará. A média histórica para o mês é de 203,4mm e choveu 114mm até hoje, dia 30. Em fevereiro, cuja média é 118,6mm, choveu somente 53,6mm, o que significa desvio negativo de 54,8%.

Ainda segundo o metereologista, o fenômeno El Niño tem sido forte influência nos meses de abril e maio. Portanto, até o final da estação, há probabilidade do estado chegar mais perto da média histórica para o período. “Teremos chuvas irregulares obtidas pela zona de convergência, e podem ainda acontecer chuvas concentradas”, ressalta.

Topo
Ipece divulga resultado do PIB cearense em 2015. O tombo foi de 3,48%. Um horror!

O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) divulgou nesta terça-feira (15) os resultados do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado. De acordo com o levantamento, o Ceará teve um decréscimo de 3,48%. No país, o IBGE utilizou uma estimativa de queda de 3,8% em 2015. “Isso representa todas as dificuldades que o país vêm passando. Apesar disso, o Ceará conseguiu ter uma trajetória da riqueza em 2015 inferior ao impacto do país. A expectativa é que em 2016 possa haver uma retomada de crescimento”, afirmou o presidente do Ipece, Flávio Ataliba.

ARI5984Em relação ao quarto trimestre de 2015, a pesquisa apontou que a economia cearense apresentou um decréscimo de 5,56%. No Brasil, essa variação foi de – 5,9%. Dentre os setores que registraram queda no período, estão Agropecuária (4,15%), Indústria (8,27) e Serviços (5,03). No entanto, as atividades de construção civil, serviços e utilidade pública, alojamento e alimentação e administração pública apresentaram crescimento. De acordo com o coordenador de Contas Regionais do Ipece, Nicolino Trompieri Neto, “essa queda já era esperada, pois é decorrente da crise macroeconômica verificada no Brasil”.

Serviços

Apesar da queda, esse foi o setor que mais registrou atividades com taxas positivas no período pesquisado. As áreas de Alojamento e alimentação, ligadas ao turismo, mantiveram crescimento de 0,64%. Já Administração Pública obteve taxa de positiva de 1,02%. O maior crescimento no setor foi na categoria Outros Serviços, que apresentou alta de 2,18%.

Segundo Alexsandre Cavalcante, analista de políticas públicas para os serviços, o varejo foi responsável pelo decréscimo no setor. “Esse é um setor que representa mais de dois terços da atividade econômica do Estado. No varejo, por exemplo, o Estado apresentava um comportamento superior ao apontado no Brasil. Em 2015, a retração na área se deu de forma acelerada, o que fez o Ceará registrar queda significativa no trimestre”, salientou.

Agropecuária e Indústria

Segundo o Ipece, a agropecuária apresentou decréscimo por conta da estiagem. Mesmo assim, o setor registrou boa produção de grãos e frutas em 2015. Mandioca, milho, banana e melão foram os alimentos que se destacaram. A castanha de caju foi a fruta que apresentou a maior variação, 1,77%.

Nicolino Trompieri afirmou que, mesmo sofrendo com decréscimo de 24,93%, o setor auxilia o crescimento de outras áreas. “Apesar de a agropecuária ter uma representatividade baixa, ela tem um efeito no setor de Serviços. Por exemplo, quando os pequenos municípios apresentam chuvas acima da média há um aumento na produção e isso repercute no comércio local”, enfatizou.

De acordo com Witalo Paiva, analista de políticas públicas para a indústria, a construção civil foi o setor da indústria que fechou 2015 com alta de 0,37%. Já a redução no consumo das famílias levou a um desaquecimento na indústria, puxado especialmente pela fabricação de produtos têxteis, produtos químicos e metalurgia. Em relação ao decréscimo de 4,63 em 2015, Witalo disse que “existe uma questão estrutural de competitividade no setor. Ou seja, há um ambiente econômico pouco propício ao investimento, o que faz com que a atividade obtenha queda”.

PIB

O PIB trimestral é um indicador que mostra a tendência do desempenho da economia cearense no curto prazo. Além do Ceará, mais sete estados brasileiros realizam o cálculo trimestralmente: Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Os estados utilizam a mesma ponderação das Contas Regionais. É calculado com base nos resultados dos três setores: Agropecuária, Indústria e Serviços, e desagregados por suas atividades econômicas. O PIB indica somente uma tendência de crescimento ou arrefecimento da economia, suas informações e resultados são preliminares e sujeitos a retificações, quando forem calculadas as Contas Regionais definitivas, em conjunto com o IBGE e as 27 unidades da Federação.

Topo
Ceará assina Acordo de Cooperação com a Bielorrússia

O Estado do Ceará firmou Acordo de Cooperação com a República da Bielorrússia, em encontro realizado na tarde desta segunda-feira (14), no Palácio da Abolição. Na ocasião, o governador Camilo Santana recepcionou o governador da Região de Mogilev, Vladimir Domanevski, e o embaixador da República da Bielorrússia no160314 BIELORUSSIA MG 6152 web 1 Brasil, Leonid Krupets, entre outras autoridades e empresários do país do Leste Europeu.

O acordo econômico concretiza negociações iniciadas em fevereiro do ano passado, quando representantes da embaixada estiveram reunidos com o governador Camilo Santana. "Esse acordo é um passo importante para aproximar o Ceará da Bielorrússia e permitir a troca de experiências entre o nosso Estado e o país do Leste Europeu. Será fundamental, inclusive, para que os empresários dos dois países possam realizar negócios entre si", citou o governador.

A comitiva é formada por 15 integrantes e conta com empresários dos segmentos de carne, peças e construção de tratores, laticínios, doces, frutas, bebidas, entre outros segmentos. Ainda na tarde desta segunda eles visitam a Federação das Indústrias do Estado do Ceará e, na terça-feira (15), conhecem o Complexo Industrial e 160314 BIELORUSSIA MG 6204 webPortuário do Pecém (CIPP) e a Zona de Processamento de Exportação do Ceará (ZPE Ceará), que possui potencial para receber empresas da Bielorrússia.

O grupo é acompanhado nas agendas no Ceará pelo assessor Especial para Assuntos Internacionais do Governo do Estado, Antonio Balhmann. No encontro desta segunda, também estiveram presentes a secretária do Desenvolvimento Econômico, Nicolle Barbosa, o presidente da Agência de Desenvolvimento do Estado (Adece), Ferruccio Feitosa, e o secretário Chefe do Gabinete do governador, Élcio Batista.

Fábrica de tratores

Segundo o embaixador Leonid Krupets, ainda em fevereiro de 2015, investidores da Bielorrússia manifestaram interesse em instalar uma fábrica de tratores no Complexo Industrial e Portuário do Pecém. A fábrica seria uma joint-venture entre empresários cearenses e europeus. A primeira etapa do empreendimento seria a montagem160314 BIELORUSSIA MG 6238 web dos equipamentos. Após consolidada, ocorreria a produção de motores e peças. Só então é que se daria a montagem dos veículos no Ceará. Em outro momento, começaria a produção de peças e motores.

Outros interesses da missão se concentraram na área de fruticultura irrigada e no estabelecimento de parceria de intercâmbio educacional entre o Ceará e o país europeu.

Topo
Ceará tem dois abalos induzidos pelo Castanhão

Os dois tremores de terra registrados na tarde de domingo (6), nos municípios de Solonópole e Jaguaribe, foram provocados por sismicidade induzida por reservatórios. Na região, próximo ao epicentro, está o Açude Castanhão, o maior do Estado, construído entre 1995 e 2003. A explicação foi dada pelo chefe do Núcleo de Sismologia da Comissão Estadual de Defesa Civil (Cedec), Francisco das Chagas Brandão Melo. "Isso é uma realidade. Não é teoria", frisou.

Brandão explicou que há um ramo da sismologia trata dos tremores relacionados à construção de grandes reservatórios. "Isso é natural. Após 2004, houve um disparo de sismicidade na região e na Bacia do Castanhão e, da mesma forma, ocorreu em Açu, no Rio Grande do Norte", disse. Ele disse que os tremores induzidos pela ação humana têm magnitudes suportáveis.

Na tarde de anteontem, foram registrados dois tremores, entre os municípios de Solonópole e Jaguaribe. O epicentro foi o mesmo, próximo à localidade de Feiticeiro. Os abalos foram observados pelo Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP) e pelo Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis/UFRN). O primeiro ocorreu às 17h08, com magnitude de 3.1 na Escala Richter e o segundo, às 17h29, de magnitude 3.4. O raio foi de 50Km.

O Diário do Nordeste divulgou, com exclusividade, na noite de domingo, os tremores, que provocaram medo entre os moradores das localidades de Maretas, Bom Jardim, Nova Olinda, Alto Verde e São Luiz de Solonópole e nos distritos de Nova Floresta, Feiticeiro e na localidade de Palha, em Jaguaribe.

Na manhã de hoje (8), técnicos da Cedec vão se reunir com moradores, agentes de endemias e da Comissão Municipal de Defesa Civil (Comdec) de Solonópole e de Jaguaribe, com o objetivo de esclarecer e acalmar a população. "Esse é o nosso trabalho", frisou Brandão. O encontro será no distrito de Feiticeiro. "Vamos distribuir cartilhas educativas e tirar dúvidas".

Ele lembrou que outros tremores podem ocorrer na região, mas não se sabe quando e nem que magnitude terão. Os dois tremores de domingo foram os primeiros registros significativos verificados neste ano. "Há relatos de que os moradores sentiram outros tremores de menor intensidade, na localidade de Alto Verde. São os chamados abalos secundários", disse Brandão.

Em Bom Jardim, zona rural de Solonópole, houve rachadura nas paredes de algumas casas e outros moradores contaram que o telhado tremeu. "A gente ouviu um estrondo muito forte, parecia um trovão, mas o céu estava limpo, sem nuvens. O chão estremeceu e as telhas rangiam", contou o agricultor Francisco das Chagas, 66.

Os técnicos do LabSis concordam com a possibilidade de os dois tremores de anteontem terem sido induzidos por reservatório, no caso, o Açude Castanhão, mas defendem a mais pesquisas e continuidade de monitoramento da região.

De janeiro a outubro de 2015, foram registrados dez tremores no Ceará, de magnitude entre 2.2 e 3.2 graus, sentidos pelas pessoas nas áreas atingidas, e mais 30 secundários, muitas vezes não perceptíveis. A maior incidência naquele período foi em Irauçuba.

Topo
Volume do Castanhão cai para 9,9% e vazão de água é reduzida

Estratégico para abastecer a Região Metropolitana de Fortaleza, o reservatório saiu ontem dos dois dígitos de volume e teve vazão reduzida

Os minutos de caminhada entre a parede do açude Castanhão e a água ainda armazenada refletem a gravidade da situação do maior reservatório do País. Ontem, ele chegou aos 9,9% da capacidade. Na quarta-feira, 24, quando ainda registrava 10% de volume, teve reduzida a vazão da água liberada: de sete para cinco metros cúbicos por segundo (m³/s). Foi a medida acordada para diminuir o prejuízo. Agora, a lâmina d’água perde um centímetro por dia para o consumo e a evaporação.

A vazão foi decidida em conjunto com os comitês das bacias hidrográficas, em janeiro, explica Fernando Pimentel, coordenador substituto do Complexo Castanhão e servidor do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs). Enquanto o calor faz evaporar cerca de 4 milímetros diários, as outras perdas são dos múltiplos consumos. Além do abastecimento da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), cidades do Médio e Baixo Jaguaribe e as atividades resistentes de agricultura e piscicultura no entorno se servem do açude. O volume médio dos açudes do Ceará é 12,6%.

Sem chuva, Castanhão pode chegar a volume morto até dezembro

Ter um dígito de volume era a realidade do Castanhão há 12 anos, quando a estrutura via chegar as primeiras águas e subia de nível a cada dia. Esteve com 9,85% em 29 de janeiro de 2004, segundo dados do Portal Hidrológico do Ceará. Inaugurado no ano anterior em Alto Santo, a 253 quilômetros da Capital, sangrou pela primeira vez quase um mês depois. Teve as 12 comportas abertas e liberou a vazão de 300 metros cúbicos por segundo.

O máximo de armazenamento foi com as chuvas de 2009, atingindo 97%. O mar em pleno sertão cearense consegue se espalhar por 36 mil hectares. Agora, a paisagem árida prevalece.

Por onde ainda se acham espelhos d’água, o sertanejo vai fazendo o que pode. Edvan Nascimento, 22, mora na Vila Pesqueira do Alto Santo e está sem emprego. Desde a retirada de pelo menos 700 toneladas de peixes do Castanhão e de um prejuízo de cerca de R$ 4 milhões para os produtores em junho do ano passado. Agora, precisa correr atrás dos R$ 1.100 que já não ganha todo mês como arraçoador no criatório. Consegue bicos limpando peixes. “Vou me virando. Tiro R$ 500 conseguindo trabalho duas a três vezes por semana”, diz.

Topo
Jogos Olímpicos: definido o roteiro da tocha em 12 cidades cearenses . A região Sul foi excluída. Lamentável

A partir de 3 de maio, o mundo se unirá em uma só corrente que guiará o espírito olímpico por todo o Brasil. Na data, será acesa a tocha das Olimpíadas 2016, em cerimônia que acontece em Olímpia, na Grécia, e seguirá, durante 95 dias, por 329 cidades – incluindo 12 municípios cearenses – até entrar no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, durante a abertura dos Jogos.

O símbolo olímpico chegará ao Ceará no dia 7 de junho, em Aracati, vinda da Rio Grande do Norte. No primeiro dia em solo cearense, passará ainda por Aquiraz e Fortaleza, onde haverá uma grande festa.

O mesmo acontecerá em Sobral, em 8 de junho, durante o encerramento do segundo dia de revezamento e após deixar a Capital e seguir por Caucaia, Itapajé, Irauçuba e Forquilha. As últimas cidades a acompanhar a passagem da tocha, que seguirá em direção ao Piauí, serão Massapê, Granja, Camocim e Barroquinha, em 9 de junho.

Para o secretário do Esporte, Jeová Mota, a inédita passagem do revezamento pelo Ceará servirá como uma grande vitrine para o Estado.

“No roteiro, muito além de 12 cidades, acredito que haverá um pouco de cada cearense naquele revezamento. Nesses três dias, teremos a oportunidade de nos mostrar como somos, um povo alegre, receptivo e agraciado por morar em um lugar com cenários deslumbrantes, além de poder mostrar para o mundo um pouco da nossa cultura e da nossa história. Em troca, receberemos o espírito olímpico, que há de habitar o coração de cada cearense a partir desse momento histórico”, salientou o titular da Secretaria do Esporte do Ceará.

O revezamento da tocha tem sua origem entre os gregos, que mandavam mensageiros pelas cidade-estado anunciando um período de trégua para possibilitar a viagem de atletas e público até as competições Olímpicas. Daí o simbolismo de paz e integração dos povos levado pela tocha.

No Brasil, além de divulgar os vários aspectos da cultura das cinco regiões do país, a passagem da tocha “aquece” a população para os Jogos Olímpicos Rio 2016 (de 5 a 21 de agosto). Dentre os critérios de escolha das cidades para o traçado do percurso estão a logística e também pontos turísticos.



Topo
Basquete cearense ganha mais uma

O Basquete Cearense mostrou mais uma vez que caminha em passadas largas até a fase decisiva do NBB. Ontem, o Carcará conquistou outro importante resultado na luta para fechar a fase de classificação no G4. A equipe do técnico Alberto Bial bateu o Caxias do Sul, por 71 a 62, no Parque de Eventos Parque da Uva, na Serra Gaúcha.

O time cearense agora volta para casa com cinco triunfos no 'tour' de seis partidas fora de casa e chega ao 11º nos últimos 12 duelos. O cestinha do Carcará foi o ala Marcus Toledo, com 13 pontos. Duda Machado e Audrei, com 12, Rashaun e Davi Rossetto, com 11, 10, respectivamente, também apareceram bem. Mais uma vez prevaleceram o conjunto e a força defensiva. "Sabíamos que seria um jogo muito duro, disputado. O time de Caxias é muito bom, marca muito e, empurrado por sua torcida, cresce ainda mais. Mas soubemos abrir vantagem no último quarto, depois de um jogo extremamente equilibrado. Uma vitória muito importante para voltarmos para com mais confiança para as nossas partidas em casa", declarou Marcus Toledo.

Agora, após a sequência de seis partidas consecutivas fora de casa, o Basquete Cearense volta a atuar diante de sua torcida, no Ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza, contra o Rio Claro, amanhã, às 19h30. Depois, disputa mais dois jogos em casa, contra o Franca e o Bauru.



Topo
Queda crescente da reserva é preocupante

Embora não apareça na resenha de açudes secos da Cogerh, o Quixeramobim, no Sertão Central, permanece seco, mesmo com as chuvas que banharam boa parte do Estado na segunda quinzena de janeiro.

Iguatu A probabilidade de o Ceará enfrentar o quinto ano seguido de chuvas abaixo da média, de fevereiro a maio, é maior do que a de ocorrer precipitações elevadas, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Se confirmada essa tendência, o Estado vai enfrentar uma situação ainda mais grave de desabastecimento de água. Os açudes perderam volume e estão secando desde 2012. O nível médio atual é de 12,77%.

No início deste ano, o Ceará acumulava um volume médio de 12,23%, tendo por base os 153 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh). Em fevereiro de 2015, há um ano, o volume médio era de 19,03%. Há dois anos (2014), era 29,95%.

O primeiro mês da quadra chuvosa está terminando e não houve recarga significativa na maioria dos reservatórios. As chuvas concentradas na segunda quinzena de janeiro favoreceram cheias de rios, riachos e açudes na região dos Inhamuns, que é uma das mais secas do sertão cearense e já enfrentava um período mais longo de estiagem. Nas demais regiões, o quadro permanece preocupante.

A Bacia do Baixo Jaguaribe continua perdendo água e atualmente acumula apenas 0,23%. É o índice mais baixo. Em seguida, está a do Curu com 2,88% e a do Banabuiú, 3%. A região dos Sertões de Crateús apresentou uma ligeira melhora em relação ao início do ano e está com 4,5%.

Segundo a resenha da Cogerh, o Ceará tem hoje 27 açudes secos: Adauto Bezerra, Barra Velha, Bonito, Desterro, Escuridão, Farias de Souza, Favelas, Forquilha II, Jatobá, Jenipapeiro, Jenipapeiro II, Jerimum, Madeiro, Nova Floresta, Pau Preto, Pirabibu, Quincoé, Quixabinha, Salão, Santa Maria de Aracatiaçu, São Domingos, São Domingos II, São José I, São Mateus, Umari e Vieirão; e outros 36 com volume morto. Dos 153 monitorados pelo órgão, 130 estão com volume inferior a 30%. Somente a Barragem dos Caldeirões, em Saboeiro, permanece sangrando. Outros dois que transbordaram neste ano - Colina, em Quiterianópolis; e Trici, em Tauá - deixaram de sangrar.

O governo faz monitoramento semanal da evolução das reservas hídricas. Se, nos próximos três meses, não houver chuvas intensas que permitam a recarga dos açudes, a situação ficará muito crítica, classificação para quando o nível dos reservatórios fica inferior a 10%. Vários reservatórios já estão nessa situação, dentre eles, seis dos dez maiores. O meteorologista da Funceme Raul Fritz observa que não basta ocorrer chuvas localizadas e reduzidas: "Para a recarga dos reservatórios, é preciso ter uma sequência de chuva mais próxima no intervalo de tempo e de pluviometria elevada".



Topo
Porto do Pecém inicia 2016 com aumento no movimento de cargas

O Porto do Pecém iniciou o ano de 2016 com aumento nas movimentações. Durante o mês de janeiro houve um incremento de 8% no total de importações e exportações quando comparado ao mesmo período de 2015. Ao todo, mais de 700 mil toneladas foram movimentadas através do terminal portuário nos primeiros trinta dias do ano, entre cabotagem, que apresentou o aumento de 52%, e longo curso (3%).

De acordo com o presidente da Companhia de Integração Portuária do Pecém - Cearáportos, Danilo Serpa, os resultados positivos são frutos do intenso trabalho que a diretoria da companhia está realizando. "Queremos trazer mais investimentos para o Estado. Estamos buscando mais clientes, mostrando todo o potencial do Porto do Pecém e esperamos que, até o final do ano, este crescimento seja ainda maior", declarou.

Alguns produtos importados que contribuíram para este aumento durante são carvão mineral (453.907 t), produtos siderúrgicos (85.227 t), adubos ou fertilizantes (6.179 t) e gás natural (85.227 t). No que se refere a exportação, que cresceu 87%, totalizando 126.524 toneladas, destacamos minério de ferro (40.201 t), frutas (24.572 t), plásticos (1.754 t), água de coco (1.233 t), dentre outras mercadorias.



Topo
Porto do Pecém é destaque na maior feira de logística de frutas do mundo

Esta semana, o Porto do Pecém participa da Fruit Logistic Berlin, a maior feira de agroindústria do mundo, que acontece na Alemanha. Para mostrar o trabalho realizado pelo terminal cearense, a diretora comercial da Companhia de Integração Portuária do Ceará (Cearáportos), Rebeca Oliveira, ministrapalestra sobre o papel do Porto do Pecém nas exportações de frutas frescas que são realizadas do Nordeste brasileiro para diversos países do mundo.

Em contato com diversos portos do mundo e empresários, a diretora prospecta novos negócios para o Ceará. Atualmente o Porto do Pecém é o maior exportador de frutas frescas do Brasil. As características diferenciadas de infraestrutura e localização, que encurta o tempo de viagem para EUA e Europa, favorecem a movimentação.

"É muito importante a participação do Pecém nesta feira. Estamos aqui para apoiar os nossos parceiros, ou seja, os produtores de frutas, principalmente do Nordeste, e divulgar o porto, mostrar nossos diferenciais, possibilidades, oferecer serviços a todos que estão participando deste evento", disse Rebeca. De acordo com ela, o terminal hoje é peça fundamental para o sucesso da eficiente logística de movimentação de frutas que o Nordeste realiza.

O Porto do Pecém finalizou o ano de 2015 com recorde de exportações de frutas frescas, alcançando a marca de mais de 235 mil toneladas, 43% a mais que o ano de 2014. Os principais destinos das frutas que escoam pelo Pecém são Holanda, Estados Unidos e Grã-¬Bretanha.

Saiba mais

A Fruit Logistics acontece todos os anos em Berlim, capital da Alemanha. De acordo com a organização do evento, mais de 2.700 exibidores, de todo o mundo, participam do evento e, a expectativa é de que, até o último dia (5 de fevereiro), a feira receba mais de 65 mil visitantes.



Topo
Chuvas banham 111 municípios cearenses

A quadra invernosa, que começou nesta segunda-feira (1º), segue com precipitações em 111 municípios cearenses, segundo dados são da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Nesta terça (2), foram registradas chuvas em 151 dos 184 das cidades do Estado.

Os pluviômetros marcaram a maior chuva em Itapipoca, com 64 milímetros. A segunda maior chuva foi registrada em Pdera Branca, no Sertão Central, com 48 milímetros. Em Fortaleza, foi registrado 19.8 mm.

Para o decorrer do dia, a previsão do tempo aponta nebulosidade variável com eventos de chuva em todas as regiões do Estado.

Nível dos açudes

Com as chuvas que banham o estado desde domingo (31), os 153 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh-CE) apresentam volume armazenado de 13%. Há dois dias, esse percentual era de 12,9%.

Atualmente, os maiores volumes de água estão distribuídos nas bacias do Litoral (37,06% ), Alto Jaguaribe (27,85%) e Coreaú (25,91%). Apenas dois açudes estão sangrando Trici (em Tauá) e Caldeirões (Saboeiro) e Colina (Quiterianópolis), que está com capacidade acima de 99%.

Em todo o Ceará, 127 reservatórios estão com volume inferior a 30% da capacidade total.



Topo
Chuva de janeiro é o dobro da média histórica no Ceará

As chuvas caídas até aqui neste mês surpreendem pela intensidade. Para se ter uma ideia, o volume mensurado até ontem pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), 189,3 milímetros, é quase sete vezes maior do que o registrado em igual período de 2015 (27,8mm).

Faltando seis dias para encerrar o mês, é provável que este janeiro se torne o mais chuvoso dos últimos 12 anos. A média histórica das precipitações referente aos primeiros 30 dias do ano é de 98,7. Portanto, já foi praticamente dobrada, pois o desvio positivo até ontem era de 91,8%. De 2000 para cá, só choveu tanto no mesmo período em 2002 (245 milímetros) em 2004 (406) e em 2011 (212,8), marca prestes a ser ultrapassada nos próximos dias.

Apesar disso, a Funceme lembra que janeiro não faz parte da quadra chuvosa do Estado, que vai de fevereiro a maio, e que, por isso mesmo, mantém a previsão de inverno abaixo da média. Nos últimos quatro anos - de 2012 a 2015 -, a Fundação acertou seus prognósticos, a despeito de críticas recebidas antes da conclusão do ciclo.

Fenômenos

O presidente da Fundação, Eduardo Sávio Martins, expõe que, por serem frutos de fenômenos diferentes, as características climáticas de janeiro e do período seguinte, que segue entre fevereiro e maio, devem ser dissociadas uma da outra. "As chuvas do mês de janeiro, ou da pré-estação, entre dezembro e meados de fevereiro, são provocadas por vórtices ciclônicos de altos níveis, enquanto as chuvas da estação, entre fevereiro e maio, são, em geral, provocadas pela Zona de Convergência Tropical".

Mesmo que não sejam a marca do período que está por vir, o volume pluviométrico dos primeiros dias do ano já é visto como importante para aliviar a escassez de água. O Comitê de Monitoramento da Situação do Semiárido Cearense, célula do Governo Estadual para discutir estratégias contra a seca, afirma que as precipitações deste mês de janeiro ajudaram a estabilizar o nível dos reservatórios cearenses, que se mantêm em 12,5%, garantindo que não haja a perda de volume de água.

Em meio às chuvas, durante o último fim de semana, o Sistema de Monitoramento de Descargas Atmosféricas da Companhia Energética do Ceará (Coelce) registrou a ocorrência de 2.391 raios em todo o Estado. Calculando-se a partir do primeiro dia do ano, até domingo (24), 8.537 descargas foram contabilizadas.

O município de Tauá recebeu 648 raios, sendo a localidade com maior incidência do fenômeno, seguido por Independência (558) e Santa Quitéria (534). A Coelce alerta para o risco de acidentes, sugerindo que seja evitado o uso de aparelhos domésticos conectados à tomada, chuveiros elétricos e o conserto de instalações elétricas.

Entrevista com Eduardo Sávio Martins, presidente da Funceme

Estado não terá seca meteorológica e, sim, chuva abaixo da média

Como podemos entender a previsão emitida pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos?

Pela incerteza inerente a esta previsão, a dificuldade no entendimento no seu significado surge. Veja o exemplo da previsão para o período Fevereiro a Abril de 2016 com as seguintes probabilidades associadas às categorias Abaixo da Média, Em Torno da Média e Acima da Média, respectivamente: 65%, 25% e 10%. Neste caso, a categoria mais provável é a abaixo da média. Significa que vamos ter seca meteorológica? A resposta é não! Significa que, para o estado do Ceará, sob as mesmas condições iniciais do momento da previsão (Janeiro), teríamos 65% de chance de termos a média observada de precipitação na categoria abaixo da média.

Como é possível ilustrar as diferenças entre as chuvas dos últimos dias e a quadra chuvosa?

Imagine um grande sistema com circulação horária na alta atmosfera (cerca de 12km de altura) com o centro dele sobre o Oceano Atlântico e a borda esquerda sobre o Nordeste do Brasil, incluindo o Ceará. Nas bordas, há formação de nuvens carregadas de chuva, trazendo precipitações. Este é o Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) que está atuando hoje no Estado. Climatologicamente, esses sistemas têm atuação, principalmente, nos meses da pré-estação chuvosa (dezembro e janeiro), podendo ocorrer ainda durante as primeiras semanas de fevereiro. São sistemas transientes, de difícil previsão. A partir daí, já durante a estação chuvosa, o sistema indutor de chuvas é a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), que pode ser descrita como uma imensa faixa de nuvens carregadas, formadas pela convergência dos ventos alísios, e que se posiciona no Oceano Atlântico, próximo à linha do Equador. Este é o principal sistema que traz chuvas no Estado e sua atuação aqui acontece, normalmente, entre fevereiro e maio. Por isso, a nossa quadra chuvosa é neste período.



Topo
Chuvas da pré-estação já recarregam açudes do Ceará

Com chuvas que chegam a mais de 100mm, fazem ressurgir alguns pequenos açudes do Interior do Estado

Iguatu

As chuvas de pré-estação chegaram com intensidade que não se esperava em algumas regiões do Ceará. Há registros acima de 100mm nos últimos dias na região dos Inhamuns; houve recarga, ainda que mínima, em 23 açudes, e quatro saíram da categoria de seco. O nível médio dos 153 reservatórios monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) é de 11,9%, índice é o mais baixo em 20 anos.

As previsões meteorológicas indicam possibilidade de ocorrência de chuvas localizadas em todas as regiões do Estado durante este fim de semana.

A recarga registrada em pequenos reservatórios do Interior do Estado ainda é mínima, mas o suficiente para renovar esperança de que, na quadra chuvosa que se inicia no próximo mês, haverá aumento no volume, deixando para trás a sombra da seca que se estende desde 2012 em todo o Semiárido Brasileiro.

"Para começo de inverno está melhor do que se esperava", disse o agricultor Luís Souza, que, na manhã de ontem, acompanhava a chegada da água no Rio Jaguaribe, na cidade de Saboeiro, onde foram registrados 125mm na quinta-feira passada. "A barragem que estava seca agora está enchendo".

O assessor da Presidência da Cogerh, Gianni Lima, disse que os aportes verificados em vários açudes não foram expressivos em relação às suas capacidades, mas são importantes para abastecimento local. "As recargas registradas contribuíram para estabilizar a queda diária do nível dos reservatórios no Estado, evitando o rebaixamento esperado", explicou. "Essas chuvas que têm relação com a pré-estação são mais imprevisíveis".

A Cogerh, registrou, ontem, aportes em 23 açudes. Quatro deixaram de estar secos: Colina (Quiterianópolis), Flor do Campo (Novo Oriente), Parambu (Parambu) e Trici (Tauá). Outros que receberam recarga são: Angicos (Quixelô), Arneiroz II, Figueiredo (Alto Santo), Orós e Pedras Brancas (Quixadá).

O açude Colina, em Quiterianópolis, desde 2012 que estava seco e recebeu um aporte de 334 mil de m³. O Arneiroz II registrou recarga de 1,5 milhão de m³. O aporte no momento mais favorável, de 1,072 milhão de m³, verificou-se no Flor do Campo, em Novo Oriente, porque havia risco de colapso no abastecimento da cidade.

O Trici, em Tauá, que abastece a cidade e estava seco, recebeu quase um milhão de metros cúbicos. Esse mesmo volume de recarga chegou ontem ao Pedras Brancas e Banabuiú.

Ainda segundo a Cogerh, no momento, nenhum açude tem volume acima de 90%, mas 136 estão com volume inferior a 30%. Os dados mostram que 39 reservatórios estão com volume morto e 40 permanecem secos. Nos últimos sete dias, houve recarga no Orós, Banabuiú, Trici, Lima Campos, Figueiredo, Flor do Campo e Tucunduba.

A Funceme previu chuvas abaixo da média histórica para o trimestre novembro e dezembro (2015) e janeiro (2016). Nos últimos dois meses do ano passado, a pluviometria média ficou 61,6% a menos do esperado para o período. Neste mês de janeiro, até ontem, havia um déficit de 31,9%, mas agora que se chegou à metade do mês em curso.

No próximo dia 20, a Funceme divulga o primeiro prognóstico para a quadra chuvosa (fevereiro a maio). As precipitações nesse período têm relação com a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). Esta pode ser desviada pelo fenômeno El Niño, que permanece intenso. "O modelo atual sugere um percentual para a ocorrência de uma quadra desfavorável", observou Gianni Lima.

Precipitações

As chuvas continuam banhando as regiões Centro-Sul, Inhamus, Sul (Cariri) e Vale do Jaguaribe. A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou precipitações em 60 municípios, entre as 7h de quinta e às 7h dessa sexta-feira. Para este fim de semana, prevê ocorrência de chuvas isoladas em todas as regiões do Ceará.

As cinco maiores precipitações ocorreram nos seguintes municípios: Iracema (60mm); Quixelô (55mm); Jardim (42mm); Jati (39mm); e Iracema (38mm).

Segundo a Funceme, a nebulosidade sobre o Estado decorre de um sistema meteorológico denominado Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN), que está próximo à região Nordeste e é típico de época de pré-estação chuvosa.



Topo
Chuvas da pré-estação já recarregam açudes do Ceará

Com chuvas que chegam a mais de 100mm, fazem ressurgir alguns pequenos açudes do Interior do Estado.

Iguatu. As chuvas de pré-estação chegaram com intensidade que não se esperava em algumas regiões do Ceará. Há registros acima de 100mm nos últimos dias na região dos Inhamuns; houve recarga, ainda que mínima, em 23 açudes, e quatro saíram da categoria de seco. O nível médio dos 153 reservatórios monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) é de 11,9%, índice é o mais baixo em 20 anos.

As previsões meteorológicas indicam possibilidade de ocorrência de chuvas localizadas em todas as regiões do Estado durante este fim de semana.

A recarga registrada em pequenos reservatórios do Interior do Estado ainda é mínima, mas o suficiente para renovar esperança de que, na quadra chuvosa que se inicia no próximo mês, haverá aumento no volume, deixando para trás a sombra da seca que se estende desde 2012 em todo o Semiárido Brasileiro.

"Para começo de inverno está melhor do que se esperava", disse o agricultor Luís Souza, que, na manhã de ontem, acompanhava a chegada da água no Rio Jaguaribe, na cidade de Saboeiro, onde foram registrados 125mm na quinta-feira passada. "A barragem que estava seca agora está enchendo".

O assessor da Presidência da Cogerh, Gianni Lima, disse que os aportes verificados em vários açudes não foram expressivos em relação às suas capacidades, mas são importantes para abastecimento local. "As recargas registradas contribuíram para estabilizar a queda diária do nível dos reservatórios no Estado, evitando o rebaixamento esperado", explicou. "Essas chuvas que têm relação com a pré-estação são mais imprevisíveis".

A Cogerh, registrou, ontem, aportes em 23 açudes. Quatro deixaram de estar secos: Colina (Quiterianópolis), Flor do Campo (Novo Oriente), Parambu (Parambu) e Trici (Tauá). Outros que receberam recarga são: Angicos (Quixelô), Arneiroz II, Figueiredo (Alto Santo), Orós e Pedras Brancas (Quixadá).

O açude Colina, em Quiterianópolis, desde 2012 que estava seco e recebeu um aporte de 334 mil de m³. O Arneiroz II registrou recarga de 1,5 milhão de m³. O aporte no momento mais favorável, de 1,072 milhão de m³, verificou-se no Flor do Campo, em Novo Oriente, porque havia risco de colapso no abastecimento da cidade.

O Trici, em Tauá, que abastece a cidade e estava seco, recebeu quase um milhão de metros cúbicos. Esse mesmo volume de recarga chegou ontem ao Pedras Brancas e Banabuiú.

Ainda segundo a Cogerh, no momento, nenhum açude tem volume acima de 90%, mas 136 estão com volume inferior a 30%. Os dados mostram que 39 reservatórios estão com volume morto e 40 permanecem secos. Nos últimos sete dias, houve recarga no Orós, Banabuiú, Trici, Lima Campos, Figueiredo, Flor do Campo e Tucunduba.

A Funceme previu chuvas abaixo da média histórica para o trimestre novembro e dezembro (2015) e janeiro (2016). Nos últimos dois meses do ano passado, a pluviometria média ficou 61,6% a menos do esperado para o período. Neste mês de janeiro, até ontem, havia um déficit de 31,9%, mas agora que se chegou à metade do mês em curso.

No próximo dia 20, a Funceme divulga o primeiro prognóstico para a quadra chuvosa (fevereiro a maio). As precipitações nesse período têm relação com a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). Esta pode ser desviada pelo fenômeno El Niño, que permanece intenso. "O modelo atual sugere um percentual para a ocorrência de uma quadra desfavorável", observou Gianni Lima.

Precipitações

As chuvas continuam banhando as regiões Centro-Sul, Inhamus, Sul (Cariri) e Vale do Jaguaribe. A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou precipitações em 60 municípios, entre as 7h de quinta e às 7h dessa sexta-feira. Para este fim de semana, prevê ocorrência de chuvas isoladas em todas as regiões do Ceará.

As cinco maiores precipitações ocorreram nos seguintes municípios: Iracema (60mm); Quixelô (55mm); Jardim (42mm); Jati (39mm); e Iracema (38mm).

Segundo a Funceme, a nebulosidade sobre o Estado decorre de um sistema meteorológico denominado Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN), que está próximo à região Nordeste e é típico de época de pré-estação chuvosa.

por Honório Barbosa - Colaborador do Diário do Nordeste



Topo
Apesar de chuvas, açude Castanhão , que abastece Fortaleza, perde volume de água e está com volume de apenas 10,51%, diz Cogerh

Apesar das chuvas de pré-estação, o açude Castanhão, principal açude que abastece a Grande Fortaleza, registrou queda no volume de água armazenada. Segundo a Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), o açude perdeu 18,9 milhões de metros cúbicos de água entre 18 e 15 de janeiro. Atualmente, o volume do açude é de 10,51%.

Atualmente, os açudes do Ceará têm média de volume 13,6%. De acordo com o boletim hidrográfico da Cogerh, todos os açudes monitorados pela Companhia estão com volume abaixo de 30%. A situação mais preocupante, de acordo com o boletim hidrológico da Cogerh, é a da bacia do Baixo Jaguaribe, onde a reserva hídrica está em apenas 0,88% da capacidade de armazenamento.

Previsão de chuvas

O Ceará deve ter pouca chuva em todas as suas regiões até fevereiro de 2016 devido à forte atuação do fenômeno El Niño, segundo previsão da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). O Ceará sofre escassez e estiagem desde 2011.

As chances de haver precipitações em torno da média são de 23% e para chuvas acima da média, a probabilidade é de apenas 8%. A categoria abaixo da média histórica para período de dezembro a fevereiro no estado corresponde a chuvas de 0 a 203 milímetros. Precipitações de 203 a 312 milímetros são consideradas em torno da média; caso chova 312 milímetros ou mais, a categoria é acima da média.



Topo
Ex-seringueiro cearense de 131 anos pode ser o homem mais velho do mundo

Um cearense nascido no dia 10 de março de 1884 pode ser o homem mais velho do mundo. O ex-seringueiro José Coelho da Silva foi para o Acre aos 11 anos, ainda no século XIX, e vive na cidade de Sena Madureira, a cerca de 144 quilômetros da capital Rio Branco.

De acordo com o Guinness World Records (o Livro dos Recordes), o homem mais velho do mundo é o japonês Yasutaro Koide, de 113 anos. Como José Coelho tem documentos que comprovam sua idade, é possível que o cearense nascido em Meruoca seja declarado oficialmente o homem mais idoso de todo o mundo.

E a descoberta foi por acaso. O gerente da agência central do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de Rio Branco, Kennedy Afonso, substituiu um fiscal num atendimento de renovação de procuração quando encontrou José Coelho. O servidor público contou a história em sua página do Facebook com fotos feitas anteriormente pelo colega Alexandre Santana.

“No primeiro momento não acreditei, mas depois, meu colega Alexandre Santana mostrou fotos de quando da ação realizada para o seu reconhecimento, feito juntamente com o Poder Judiciário”, disse Kennedy na postagem.

O gerente relatou ainda que conversou com a família, do ex-seringueiro. “Segundo seu filho, ele é bastante lúcido e tem muita história pra contar”, relatou.



Topo
CGU aponta 1,5 mil assentamentos irregulares no Ceará

Originalmente destinado a garantir terras para agricultores de baixa renda, Plano Nacional de Reforma Agrária beneficiou empresários, adolescentes, políticos e até morto no Ceará. Dados são de nova auditoria da CGU.

Com 21,9 mil pessoas assentadas entre 1981 e 2014, reforma agrária no Ceará tem longa fila apesar das irregularidades.

REFORMA AGRÁRIA CGU aponta 1,5 mil assentamentos irregulares no Ceará

Uma das mais antigas demandas dos trabalhadores rurais brasileiros, lotes desapropriados para a reforma agrária no Ceará tiveram detectados pelo menos 1.564 registros irregulares. A informação é de auditoria da Controladoria Geral da União (CGU) sobre as cerca de 1 milhão de famílias assentadas em todo o País. Entre casos cearenses, está um ex-vereador, a esposa de um general da Aeronáutica e até um morto.

Originalmente destinado a garantir terra para famílias de agricultores de baixa renda, o Programa Nacional de Reforma Agrária (PNRA) assentou 21,9 mil pessoas no Ceará entre 1981 e 2014. O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), no entanto, estima que pelo menos outras 500 famílias aguardam na fila pelo programa no Estado.

Dentre os 1.564 casos irregulares apontados pela CGU, 753 envolvem servidores públicos que “pegaram” vagas no PNRA. Cruzamento de fichas do programa com dados do governo detectaram ainda menores de idade, políticos, pessoas com deficiência ou renda acima da permitida. Como a Controladoria admite limites na ação, irregularidades podem ser ainda maiores.



Topo
Chove forte em 72 cidades do Ceará, Fortaleza tem avenidas alagadas

Mais de 70 cidades registram chuvas fortes no Ceará na manhã deste sábado (9), com maiores volumes em Fortim (116 milímetros), General Sampaio (97) e Ocara (91), de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Fortaleza acumula 48 milímetros de precipitação nas últimas 48 horas, suficientes para deixar várias ruas alagadas.

Na Avenida Heráclito Graça, em Fortaleza, o alagamento impede o fluxo de veículos, forçando os motoristas a dar volta sobre o canteiro central da avenida.

Segundo a Defesa Civil de Fortaleza, 33 ocorrências foram registradas neste sábado em decorrência da chuva, nos Bairros Genibaú, Aerolândia e Bom Jardim. Entre as ocorrências estão 19 pontos de alagamentos, inundações, e cinco desabamentos parciais.

Em cidades da região do Cariri, as chuvas dos últimos três dias alagaram casas, comércios e o canal que atravessa a cidade do Crato. Um jovem morreu afogado ao cair em um canal na cidade de Jardim. O corpo da vítima foi resgatado a cerca de 500 metros do local onde caiu.

No Bairro São Miguel, na cidade do Crato, parte do teto de uma casa desabou e assustou a família. "Começou a chuva com mais intensidade e minha filha mais nova foi acordou. Quando viu, diz que viu o forro cedendo. Quando ela disse que o teto ia cair, já tinha caído", relata a dona de casa Maria das Garças. Maria das Graças sofreu um acidente durante a chuva e fraturou uma costela, mas passa bem.

Segundo a previsão da Funceme, ao longo deste sábado, deve haver céu nublado com chuva em todas as regiões do estado. No domingo (10), entre a madrugada e a manhã, nebulosidade variável com eventos de chuva em todas as regiões. Já na segunda, no decorrer do dia, deve haver nebulosidade variável com possibilidade de chuvas isoladas em todas as regiões.

Previsão para janeiro e fevereiro

De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). O órgão estadual deve divulgar em 20 de janeiro prognóstico oficial das chuvas no Ceará no ano de 2016.

Em um prognóstico parcial divulgado pelo órgão em novembro de 2015, a Funceme apontou chuvas abaixo da média no estado nos meses de janeiro e fevereiro de 2016.

Atuação do El Niño

O meteorologista da Funceme Davi Ferran explica que as chuvas de janeiro e fevereiro não têm relação com os meses seguintes. "Estamos sobre atuação de El Niño. O que aconteceu no passado em anos de El Niño é que as chuvas de janeiro e fevereiro não têm muita correlação, ou seja, pode ser tanto normal, quanto abaixo do normal ou chuvoso, nesses dois primeiros meses. Já em março, abril e maio uma característica principal em anos de El Niño é exatamente uma forte redução das chuvas", adianta.



Topo
Pré-estação: Funceme registra chuva em 85 municípios

A atuação de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis – sistema meteorológico comum durante a pré-estação chuvosa no Ceará – foi responsável pelo registro de precipitações em 85 municípios do Estado entre a manhã de ontem, 6 de janeiro, e a manhã de hoje, 7. A chuva foi mais intensa em Icó (com 130mm), Tauá (105mm) e Crateús, Arneiroz e Quiterianópolis (as três cidades com registro de 95mm). Na Capital, o índice foi de 19,7mm.

De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme), apesar de trazer alívio para o calor excessivo deste verão, as precipitações não têm relação com a qualidade da quadra chuvosa, entre fevereiro e maio, já que nesse período o sistema que atua é a Zona de Convergência Intertropical. A previsão climática para a quadra chuvosa de 2016 somente será divulgada pela Funceme no dia 20 de janeiro.

Os meteorologistas preveem que amanhã permaneçam as condições favoráveis para as precipitações. Dessa forma, a previsão é de nebulosidade variável com chuva em todas as regiões do Estado.

Céu nubladoPrevisão do tempo para esta sexta-feira (8) e sábado (9)

Quem pretende ir a praia neste fim de semana é bom se programar, pois o clima pode não favorecer o lazer. De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a previsão para esta sexta-feira (8) é de nebulosidade variável com chuvas em todas as regiões do estado ao longo do dia. Já no sábado (9), ao longo do dia, a previsão é de nebulosidade variável com possibilidade de chuvas isoladas em todas as regiões cearenses.



Topo
Governo do Estado inaugurou a nova adutora em Independência para 20 mil moradores

Encerrando o ano com mais uma ação estruturante de convivência com a seca, o governador Camilo Santana entregou para a população a Adutora de Montagem Rápida (AMR) de Independência, nos Sertões de Crateús, a 310 km da Capital.

A nova adutora tem 27,6 quilômetros de tubos que levam água do Açude Jaburu II, situado na zona rural da cidade, e que tem capacidade de 116 milhões m³ de água. Funcionando ainda em operação assistida, o equipamento leva água para as torneiras das residências dos quase 20 mil moradores de Independência e comunidades circunvizinhas. O investimento total da obra foi de R$ 7,4 milhões (recursos do Ministério da Integração Nacional, repassados por meio de convênio com a Defesa Civil do Estado). A Superintendência de Obras Hidráulicas (Sohidra) supervisionou as obras da adutora, que estiveram a cargo da Construtora S&V.

O novo equipamento faz parte ainda do pacote de quatro adutoras contratadas por meio de leilão reverso presidido pelo próprio governador em meados deste ano, garantindo o abastecimento de água das sedes urbanas. As cidades de Ibicuitinga, Arneiroz e Quixeramobim serão as próximas a receberem também o abastecimento com AMRs.

Segundo o secretário Francisco Teixeira, de Recursos Hídricos, esta é uma obra de total importância para os moradores desta região. “Não há bem mais precioso que a água. Trazer água para essas famílias é muito mais que economia, emprego e renda. É saúde, autoestima e, principalmente, dignidade para viver em uma zona tão afetada pela seca deste ano. Já estamos estruturando as novas adutoras das outras 3 cidades e estudando novas instalações ao redor do Estado para 2016”, salientou o secretário.

Só neste ano, foram realizadas mais de 1.200 intervenções em 125 municípios no combate à estiagem, construindo novos poços e instalando dessalinizadores e chafarizes em antigos. Além das adutoras citadas, já foi iniciada também a construção de um mesmo equipamento no Cedro, no valor de R$ 6,2 milhões, com previsão de entrega no início de 2016.

Despedida do ano e agradecimento ao Ceará.

Em clima de festa e despedida de ano, o governador Camilo Santana destacou as principais obras e realizações do Governo do Estado para garantir mais saúde, emprego e renda, principalmente para os que precisam do bem maior: a água. E encerrou: “agradeço de coração a energia de vocês hoje aqui. Desejo um ano novo com muita saúde, paz e felicidade a todos".

Para inauguração, estiveram presentes os secretários Francisco Teixeira (Recursos Hídricos) e Jeová Mota (Esporte); o deputado federal Chico Lopes; os estaduais Moisés Braz e Carlos Felipe; o prefeito de Independência, Valterlin Coutinho; e o prefeito de Crateús, Mauro Soares, além de secretários municipais, vereadores e líderes das comunidades vizinhas.

Relembre as ações do Estado de convivência com a seca

Desde o começo do ano, o Governo do Estado tem elaborado diversas ações estruturais para a convivência com a seca. Já em fevereiro, o Governo do Estado desenvolveu e apresentou o Plano Estadual de Convivência com a Seca. O documento registrava uma série de medidas e metas para adequação de municípios que sofrem com a seca em todo o Estado.

Em março, foi realizado um leilão reverso em que foi economizado R$ 4,4 milhões para construção dos sistemas simplificados de abastecimento de água.

No fim do primeiro semestre, foi recebido o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, para a autorização do repasse de R$ 164 milhões, atendendo as ações do Plano de Convivência: cerca de R$ 21 milhões para a Operação Carro-Pipa e outros R$ 94 milhões para a implantação de sistemas de abastecimento de água de comunidades rurais situadas ao longo Eixo Norte do Canal de Integração do Rio São Francisco.

Já em julho, mais um leilão reverso foi realizado. Dessa vez, na cidade de Quixeramobim, o evento foi realizado para a construção de adutoras de montagem rápida, nos municípios de Quixeramobim, Ibicuitinga, Arneiroz e Independência, que foi entregue no dia 31 de dezembro, beneficiando cerca de 104 mil pessoas.

Em outubro, foi autorizada a dispensa de licitação para a perfuração de mais 180 novos poços, sendo firmado ainda um convênio com a Fetraece, no valor de R$ 2,5 milhões, para a construção de outros 100 poços nas comunidades atendidas pela federação. Além disso, também foi autorizada a compra de 19 novas máquinas perfuratrizes de poços profundos para reforçar a atuação da Sohidra no Interior.

Em novembro, foram liberados R$ 74,9 milhões dos cofres do Estado para a execução de 210 projetos do Programa Água Para Todos; outros R$12,7 milhões para o Projeto São José III e R$ 2,5 milhões para a perfuração de 100 poços tubulares profundos.



Topo
Ministro da Saúde garante recursos para abertura de hospital em Quixeramobim

O governador Camilo Santana se reuniu em Brasília, com o ministro da Saúde, Marcelo Castro. Na audiência, o ministro garantiu a liberação dos recursos (50% do custeio) para a abertura do Hospital Regional do Sertão Quixeramobim. A previsão é de que a unidade de saúde seja aberta à população no primeiro trimestre de 2016

“Solicitei ao ministro a garantia dos recursos de 50% do custeio para colocarmos em funcionamento o hospital, algo que já estava acordado antes da troca no ministério. Agora, ele garantiu a liberação para o início do ano. A unidade é muito importante não só para o Sertão Central, mas para todo o nosso estado”, afirmou o governador Camilo Santana, que estava acompanhado do secretário da Fazenda, Mauro Filho e do deputado federal e líder do Governo, José Guimarães.

Sobre o hospital

O Hospital e Maternidade do Sertão Central (HRSC), localizado na Rodovia CE 060, quilômetro 198 (Estrada do Algodão), Com 269 leitos, o novo hospital da rede pública estadual atenderá a população de 625.641 habitantes dos municípios da Macrorregião de Saúde do Sertão Central Boa Viagem, Canindé, Caridade, Itatira, Madalena, Paramoti, Banabuiú, Choró, Ibaretama, Ibicuitinga, Milhã, Pedra Branca, Quixadá, Senador Pompeu, Solonópole, Aiuaba, Arneiroz, Parambu, Tauá e Quixeramobim.

Do total de leitos, 209 são de internação geral. O hospital possui ainda 60 leitos de UTI. Destes, 20 para adultos e 10 pediátricos, além de 30 leitos de UTI na neonatologia. São nove salas de cirurgia.

A exemplo do Hospital Regional Norte, que já funciona em Sobral e atende toda a população da Macrorregião Norte, o Hospital e Maternidade do Sertão Central contará também com um Centro de Atenção à Saúde Sexual e Reprodutiva da Mulher, com cinco salas obstétricas com leitos PPP (pré, parto e pós-parto) para ampliar e qualificar a assistência às mulheres, reduzindo a mortalidade materna. Para realização de exames de imagem, estarão disponíveis para a população da região 14 salas. Em pleno funcionamento, o HRSC empregará 1.647 profissionais de nível fundamental, médio e superior, entre os quais 312 profissionais de medicina.

O investimento para a construção do HRSC foi de R$ 87.734.485,23, com recursos do Tesouro do Estado e financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Na aquisição de equipamentos, serão mais R$ 49.825.654,84 em recursos do Tesouro estadual, do Ministério da Saúde e financiamento do BNDES.

No total, o hospital tem área construída de 21.558 metros quadrados. O perfil de assistência do novo hospital será terciário, ou seja, fará atendimento a casos de alta complexidade, semelhante aos outros dois hospitais regionais ? o Hospital Regional do Cariri, em funcionamento em Juazeiro do Norte desde abril de 2011, com cobertura de 1,5 milhão de habitantes de 55 municípios, e o Hospital Regional Norte, que até novembro deste ano realizaram, juntos, 4.028.090 atendimentos.

A escolha de Quixeramobim para sediar o novo hospital foi histórica. Em vez de decidir a localização, o Governo lançou o direito de escolha para a região. A população, através de conselhos de saúde e gestores municipais, participou da votação que, por maioria, deu a vitória para Quixeramobim. Os concorrentes foram os municípios de Boa Viagem, Canindé e Quixadá.

Fazenda

Também na Capital Federal, o governador participou de audiência com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa. “Tratamos de projetos importantes para o Ceará, como financiamentos para a saúde, estradas e o Cinturão das Águas. Os financiamentos são as principais demandas dos governadores do País e o Ceará tem todas as condições de contrair novos empréstimos. Saio otimista da reunião, porque a visão do novo ministro é de que são importantes esses novos financiamentos para a economia dos estados, com a geração de novos empregos”, disse Camilo Santana.



Topo
Do PIB do Ceará caiu 5,54% no – 3º Trimestre de 2015

O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) divulgou os resultados do Produto Interno Bruto (PIB) do estado relativo ao terceiro trimestre de 2015. Conforme o levantamento, a economia cearense apresentou um decréscimo de 5,54%. “É importante destacar que estamos comparando com um momento histórico para a economia do Ceará, quando houve a realização da Copa do Mundo da Fifa, de 2014. Então, há um decréscimo diante de um nível positivo acima da média”, explica o diretor geral do Ipece, Flávio Ataliba.

O resultado foi calculado a partir de uma base de crescimento alto (5,61%), que foi o terceiro trimestre de 2014. Esse resultado foi decorrente principalmente do evento da Copa do Mundo que aqueceu o turismo, alavancando assim o setor de Serviços, o qual representa a maior parte do Valor Agregado do Ceará, com participação de 73,8% no produto estadual. "Portanto, pode-se concluir que a queda do PIB do Ceará, no terceiro trimestre de 2015, foi intensificada pelo efeito da alta base de comparação", acrescenta.

Diante do comparativo com o evento esportivo realizado no mesmo período do ano passado, Ataliba destaca: “O impacto é muito grande neste setor. A expectativa é de que em períodos de alta estação, por exemplo, esses índices tendem a apresentar uma recuperação”, pondera ele, acrescentando que esse comparativo é sempre realizado em períodos equivalentes.

O diretor do Ipece acrescenta que esse resultado reflete ainda o atual contexto de crise macroeconômica nacional, que vem afetando as economias de vários estados brasileiros. No caso do Ceará, outro setor que foi afetado por condições adversas, foi a agropecuária. “Estamos no quarto ano seguido de seca. Isso afeta o setor agropecuário, que sofreu decréscimo de 27,75%”.

Do ponto de vista setorial, a indústria cearense tem sido afetada, pois já vinha apresentando queda em 2014, que se acentuou a partir do segundo trimestre de 2015, a qual, associada à queda do consumo das famílias, afetou a atividade do comércio, que representa 16% da atividade econômica do Ceará. “Tanto a queda na indústria quanto a queda no comércio, estão ligadas à queda de confiança dos empresários e das famílias devido ao atual cenário macroeconômico. Portanto é necessário que essa crise política seja solucionada rapidamente para que o ajuste fiscal seja votado e aprovado na sua plenitude, de forma que a confiança possa ser retomada para que se inicie um novo ciclo de crescimento”, considera Ataliba.

Ataliba destaca ainda que mesmo com a queda na atividade econômica em todo o Brasil, o Estado do Ceará vem mantendo as contas públicas equilibradas. Além disso, apesar das limitações de acesso ao crédito, o Estado está convergindo para terminar o ano de 2015 entre os quatro maiores Estados do Brasil em nível de Investimento Público.



Topo
Movimentação de frutas cresce 53% em 2015 e lidera exportações no Pecém

A movimentação de frutas liderou as atividades de exportação de longo curso no Porto do Pecém, em 2015. Mesmo com a atual situação econômica do país, o porto exportou mais de 200 mil toneladas de frutas, ultrapassando os últimos dois anos: 2014 (135 mil toneladas) e 2013 (155 mil toneladas).

"Enviamos as frutas principalmente para a Europa. O Porto do Pecém é muito utilizado por causa de sua localização estratégica, que encurta o tempo de viagem, aumentando a qualidade do produto ao chegar a seu destino", disse o presidente da Cearáportos, Danilo Serpa. As frutas enviadas para o exterior são produzidas nos estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Bahia e Pernambuco, e abastecem, principalmente, países como Holanda (40%), Estados Unidos (18%), Grã Bretanha (40%) e Espanha (8%).

O melão ocupa o primeiro lugar no ranking das frutas exportadas, com 120.514 toneladas, seguido da manga (44.325 toneladas), e da melancia (23.957 toneladas). Além desses, também são enviados para o exterior, através do terminal, uvas frescas, passas, castanha de caju e mamão. O grande volume e a variedade dos produtos colocam o Porto do Pecém como um dos maiores exportadores de frutas do Brasil. De acordo com o presidente da Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), Luiz Roberto Barcelos, o Porto do Pecém exerce um papel fundamental no setor de fruticultura. "A estrutura que o Pecém oferece faz com que a gente queira aumentar a produção, pois a sua a capacidade de receber grandes navios das maiores companhias de navegação do mundo, as tomadas para containers refrigerados, dentre outros aspectos, irá continuar atendendo o crescimento da empresa", disse Barcelos.

Outras mercadorias que apresentaram um crescimento significativo no número de exportações são: produtos minerais como sal, enxofre, terras, pedras, gesso, cal e cimento (52%), metais comuns (81%), algodão (36%) e peles e couros (33%).

Até o mês de novembro, foram movimentadas através do Pecém, 6.612.177 toneladas, 13% a menos que mesmo período de 2014. Porém, mesmo com a retração, o presidente da Cearáportos considera 2015 um ano de conquistas e se mostra confiante quanto ao próximo ano. "Já era previsto que a movimentação este ano seria menor, devido à fase de operações em que se encontra a Siderúrgica e a crise que acontece no país. No entanto, em 2016, a Companhia Siderúrgica do Pecém começará a funcionar e, somente ela, durante a sua fase inicial, irá movimentar por ano cerca de 3 milhões de toneladas de placas de aço". Segundo Serpa, 2015 foi um ano importante para "melhorar a nossa infra-estrutura, qualidade de serviços e buscar mais investimentos para o Complexo Industrial e Portuário do Pecém – CIPP".

Os bons resultados consolidam a importância do Porto do Pecém, considerado a porta de entrada para grandes investimentos no Estado do Ceará. Tanto que o terminal tem recebido a visita de diversas empresas internacionais. Prestes a concluir a obra de segunda expansão, que vai aumentar a capacidade de movimentação do porto, e já com a terceira obra de expansão em estudo, o porto cearense trabalha ainda para receber um Hub de cargas a nível internacional.



Topo
Governador anuncia nova escola militar do Ceará durante cerimônia de promoção em Juazeiro do Norte

A movimentação de frutas liderou as atividades de exportação de longo curso no Porto do Pecém, em 2015. Mesmo com a atual situação econômica do país, o porto exportou mais de 200 mil toneladas de frutas, ultrapassando os últimos dois anos: 2014 (135 mil toneladas) e 2013 (155 mil toneladas).

"Enviamos as frutas principalmente para a Europa. O Porto do Pecém é muito utilizado por causa de sua localização estratégica, que encurta o tempo de viagem, aumentando a qualidade do produto ao chegar a seu destino", disse o presidente da Cearáportos, Danilo Serpa. As frutas enviadas para o exterior são produzidas nos estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Bahia e Pernambuco, e abastecem, principalmente, países como Holanda (40%), Estados Unidos (18%), Grã Bretanha (40%) e Espanha (8%).

O melão ocupa o primeiro lugar no ranking das frutas exportadas, com 120.514 toneladas, seguido da manga (44.325 toneladas), e da melancia (23.957 toneladas). Além desses, também são enviados para o exterior, através do terminal, uvas frescas, passas, castanha de caju e mamão. O grande volume e a variedade dos produtos colocam o Porto do Pecém como um dos maiores exportadores de frutas do Brasil. De acordo com o presidente da Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), Luiz Roberto Barcelos, o Porto do Pecém exerce um papel fundamental no setor de fruticultura. "A estrutura que o Pecém oferece faz com que a gente queira aumentar a produção, pois a sua a capacidade de receber grandes navios das maiores companhias de navegação do mundo, as tomadas para containers refrigerados, dentre outros aspectos, irá continuar atendendo o crescimento da empresa", disse Barcelos.

Outras mercadorias que apresentaram um crescimento significativo no número de exportações são: produtos minerais como sal, enxofre, terras, pedras, gesso, cal e cimento (52%), metais comuns (81%), algodão (36%) e peles e couros (33%).

Até o mês de novembro, foram movimentadas através do Pecém, 6.612.177 toneladas, 13% a menos que mesmo período de 2014. Porém, mesmo com a retração, o presidente da Cearáportos considera 2015 um ano de conquistas e se mostra confiante quanto ao próximo ano. "Já era previsto que a movimentação este ano seria menor, devido à fase de operações em que se encontra a Siderúrgica e a crise que acontece no país. No entanto, em 2016, a Companhia Siderúrgica do Pecém começará a funcionar e, somente ela, durante a sua fase inicial, irá movimentar por ano cerca de 3 milhões de toneladas de placas de aço". Segundo Serpa, 2015 foi um ano importante para "melhorar a nossa infra-estrutura, qualidade de serviços e buscar mais investimentos para o Complexo Industrial e Portuário do Pecém – CIPP".

Os bons resultados consolidam a importância do Porto do Pecém, considerado a porta de entrada para grandes investimentos no Estado do Ceará. Tanto que o terminal tem recebido a visita de diversas empresas internacionais. Prestes a concluir a obra de segunda expansão, que vai aumentar a capacidade de movimentação do porto, e já com a terceira obra de expansão em estudo, o porto cearense trabalha ainda para receber um Hub de cargas a nível internacional.



Topo
Igreja emite carta de reconciliação com padre Cícero

“É inegável que o padre Cícero Romão Batista, no arco de sua existência, viveu uma fé simples, em sintonia com o seu povo e, por isso mesmo, desde o início, foi compreendido e amado por este mesmo povo”, expressou o papa Francisco, em carta assinada pelo secretário de Estado, cardeal Pietro Parolin. O texto recorda a incansável missão do padre Cícero no território nordestino e o serviço em prol dos pobres.

A decisão da Santa Sé foi anunciada durante a solenidade da abertura da Porta Santa na diocese de Crato (CE), realizada no dia 13 de dezembro. O bispo diocesano, dom Fernando Panico lembra a alegria da comunidade na celebração, que teve significado ainda maior. Para o bispo, padre Cícero foi um exemplo de evangelizador.

Na homilia, dom Fernando Panico comunicou ao povo a decisão do papa Francisco em autorizar a reconciliação do “Padim Ciço”, como é chamado pelos devotos. Na mensagem, o Vaticano reconhece a fé simples e a devoção de padre Cícero a Nossa Senhora. O papa ainda caracterizou como atual o modo de evangelização, vivido pelo sacerdote no final do século XIX e início do XX.

“Atitude de saída, ao encontro das periferias existenciais, a atitude do padre Cícero em acolher a todos, especialmente os pobres e sofredores, aconselhando-os e abençoando-os, constitui sem dúvida, um sinal importante e atual”, afirmou.

Vida e testemunho

Padre Cícero morreu em 1934, suspenso do Uso de Ordem. Na região, teve início forte devoção popular, principalmente em Juazeiro do Norte. Em 2006, dom Fernando Panico formou comissão para solicitar a Congregação para Doutrina da Fé, no Vaticano, a reabilitação do sacerdote. Porém, na decisão o papa Francisco estabelece não apenas a reabilitação que trata da recuperação de ordens que estavam suspensas, mas da reconciliação, anulando qualquer oposição à ação do padre Cícero.

“Como bispo diocesano dessa Igreja particular, fico feliz por poder receber essa grande graça, em nome do padre Cícero e de seus romeiros e romeiras, em nome de todos aqueles bispos – dom Quintino, dom Delgado – que alguma vez pediram que a Igreja e padre Cícero se reconciliassem, em nome de todas as pessoas que queriam ver o Seu Padrinho ser, de novo, acolhido pela Igreja Católica da mesma forma que sempre foi acolhido por seus afilhados!”, recorda dom Fernando.

A decisão da Santa Sé reconhece as romarias e devoção ao padre Cícero, possibilitando maior aproximação dos romeiros com a Igreja Católica.( Com a CNBB).



Topo
Papa Francisco perdoa padre Cícero

Na mensagem enviada à diocese do Crato, o papa Francisco exalta várias virtudes de evangelizador de padre Cícero, fundador de Juazeiro do Norte e primeiro prefeito do município. A reconciliação é um passo definitivo para a reabilitação de padre Cícero na Igreja Católica

O bispo da diocese de Crato, dom Fernando Panico, divulgou neste domingo, durante missa na Catedral de Crato, que o Padre Cícero Romão Batista foi perdoado pelo Vaticano das punições impostas pela igreja Católica entre 1892 a 1916. A reconciliação é um passo definitivo para a reabilitação de padre Cícero na Igreja Católica.

Durante a homilia na Sé do Cariri, dom Fernando Panico informou que "Hoje, por ocasião da abertura solene da Porta Santa da Misericórdia nesta Catedral de Nossa Senhora da Penha, quero anunciar com alegria, à querida Diocese de Crato e aos romeiros e romeiras do Juazeiro do Norte, um gesto concreto de misericórdia, de atenção e de carinho por parte do Papa Francisco para nós: a igreja Católica se reconcilia historicamente com o padre Cícero Romão Batista".

. Segundo a carta, assinada pelo cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado do Vaticano, “A presente mensagem foi redigida por expressa vontade de Sua Santidade o Papa Francisco, na esperança de que Vossa Excelência Reverendíssima não deixará de apresentar à sua Diocese e aos romeiros do Padre Cícero a autentica interpretação da mesma, procurando por todos os meios apoiar e promover a unidade de todos na mais autentica comunhão eclesial e na dinâmica de uma evangelização que dê sempre e de maneira explicita o lugar central a Cristo, principio e meta da História”.

A comunicação da reconciliação da igreja com Padre Cícero "é mais que uma reconciliação. É um pedido de perdão da igreja pelo o que aconteceu o sacerdote brasileiro", afirmou Armando Rafael, assessor de comunicação de dom Fernando Panico.

Na mensagem enviada à diocese do Crato, o papa Francisco exalta várias virtudes de evangelizador de padre Cícero, fundador de Juazeiro do Norte e primeiro prefeito do município.

Sobre a Reconciliação histórica da Igreja Católica com a memória do Padre Cícero Romão Batista.

Em longa correspondência enviada ao Bispo Diocesano de Crato, Dom Fernando Panico, o Secretário de Estado do Vaticano, Cardeal Pietro Parolin, afirmou que: “A presente mensagem foi redigida por expressa vontade de Sua Santidade o Papa Francisco, na esperança de que Vossa Excelência Reverendíssima não deixará de apresentar à sua Diocese e aos romeiros do Padre Cícero a autentica interpretação da mesma, procurando por todos os meios apoiar e promover a unidade de todos na mais autentica comunhão eclesial e na dinâmica de uma evangelização que dê sempre e de maneira explicita o lugar central a Cristo, principio e meta da História”.

A mensagem lembra, inicialmente, as festas pelo centenário de criação da Diocese de Crato acrescentando “que (essas comemorações) põem em realce a figura do Padre Cícero Romão Batista e a nova Evangelização, procurando concretamente ressaltar os bons frutos que hoje podem ser vivenciados pelos inúmeros romeiros que, sem cessar, peregrinam a Juazeiro atraídos pela figura daquele sacerdote. Procedendo desta forma, pode-se perceber que a memória do Padre Cícero Romão Batista mantém, no conjunto de boa parte do catolicismo deste país, e, dessa forma, valoriza-la desde um ponto de vista eminentemente pastoral e religioso, como um possível instrumento de evangelização popular”.

Lembrando que Deus sempre se serve de pobres instrumentos para realizar suas maravilhas e que todos nós somos “vasos de argila” (2Co 4,7) em Suas mãos, o texto afirma, sem dúvida alguma, que Padre Cícero, pelo seu intenso amor pelos mais pobres e por sua inquebrantável confiança em Deus, foi esse instrumento escolhido por Ele. O Padre respondeu a este chamado, movido por um desejo sincero de estender o Reino de Deus.

Na correspondência constam vários tópicos, dos quais alguns são reproduzidos, a seguir, textualmente:

“Mas é sempre possível, com a distância do tempo e o evoluir das diversas circunstâncias, reavaliar e apreciar as várias dimensões que marcaram a ação do Padre Cícero como sacerdote e, deixando à margem os pontos mais controversos, por em evidência aspectos positivos de sua vida e figura, tal como é atualmente percebida pelos fiéis”.

“É inegável que o Padre Cícero Romão Batista, no arco de sua existência, viveu uma fé simples, em sintonia com o seu povo e, por isso mesmo, desde o início, foi compreendido e amado por este mesmo povo”.

“Deixou marcas profundas no povo nordestino a intensa devoção do Padre Cícero à Virgem Maria” no seu título de “Mãe das Dores e das Candeias” (...) Como não reconhecer, Dom Fernando, na devoção simples e arraigada destes romeiros, o sentido consciente de pertença à Igreja Católica, que tem na Mãe de Jesus Cristo um dos seus elementos mais característicos?

“A grande romaria do dia de Finados, iniciada pelo Padre Cícero, transmite a dimensão escatológica da existência humana. Pois, como afirma o documento de Aparecida, Nossos povos (...) têm sede de vida e felicidade em Cristo. (...)

“Não deixa de chamar a atenção o fato de que estes romeiros, desde então, sentindo-se acolhidos e tendo experimentado, através da pessoa do sacerdote, a própria misericórdia de Deus, com ele estabeleceram – e continuam estabelecendo no presente – uma relação de intimidade, chamando-o na carinhosa linguagem popular nordestina de “padim”, ou seja, considerando-o como um verdadeiro padrinho de batismo, investido da missão de acompanhá-los e de ajuda-los na vivência da sua fé”.

“No momento em que a Igreja inteira é convidada pelo Papa Francisco a uma atitude de saída, ao encontro das periferias existenciais, a atitude do Padre Cícero em acolher a todos, especialmente aos pobres e sofredores, aconselhando-os e abençoando-os, constitui sem dúvida, um sinal importante e atual”.

“O afeto popular que cerca a figura do Padre Cícero pode constituir um alicerce forte para a solidificação da fé católica no ânimo do povo nordestino (...). Portanto, é necessário, neste contexto, dirigir nossa atenção ao Senhor e agradecê-lo por todo o bem que ele suscitou por meio do Padre Cícero”.

“Assim fazendo, abrem-se inúmeras perspectivas para a evangelização, na linha desta recomendação do Documento de Aparecida; “Deve-se dar catequese apropriada que acompanhe a fé já presente na religiosidade popular”. (Documento de Aparecida, 300).

“Ao mesmo tempo que me desempenho da honra de transmitir uma fraterna saudação do Santo Padre a todo o povo fiel do sertão do Ceará, com os seus Pastores, bendizendo a Deus pelos luminosos frutos de santidade que a semente do Evangelho faz brotar nestas terras abençoadas, valho-me do ensejo para lhe testemunhar minha fraterna estima e me confirmar de Vossa Excelência Reverendíssima devotíssimo no Senhor.



Topo
Casa do Ceará mantem viva a chama do Natal Feliz.O 3º foi um sucesso

O 3º Natal Feliz, realizado no último dia 28/11 foi um sucesso, contou com o apoio do SESC/DF, da Associação dos que Quem bem a Sobral e a Brasília AQQB e Associação dos Filhos e Amigos de Aurora- AFA, quando foram distribuídas de 500 cestas básicas a famílias carentes de Brasília e do Entorno, selecionadas pelos programas de assistência social do Distrito Federal e entregues 500 brinquedos as crianças carentes , e prestados serviços de odontologia, serviços médicos, manicure, cabeleireiro, aferição de pressão, assessoria jurídica.

Compareceram ao evento o Presidente da Casa do Ceará, Osmar Alves de Melo (Iguatu), os diretores Promoção Social, José Sampaio de Lacerda Júnior (Fortaleza), de Obras, Carlos Euler Currlin Perpétuo (Joinville/SC) , de Planejamento e Orçamento, Maria Madalena da Silva Carneiro (Garanhuns/PE), de Educação e Cultura, Vicente Nunes de Magalhães (Aurora), de Saúde, Francisco Machado da Silva (Pedra Branca), o Presidente da AQQB, Euladir Aguiar, o Presidente de Honra da AQQB, Carlos Aguiar, o Presidente da AFA, Manoel Macedo, o Vice Presidente da AFA, Francisco de Assis filho e a Assessora do Secretário de Desenvolvimento Social do Distrito Federal, Patrícia.

O evento teve a coordenação da Superintendente Antonia Lucia Guimarães e da Assistente Social, Ivete Simonette do Amaral.

As cestas básicas recebidas foram doadas pelos Diretores da Casa, Osmar Alves de Melo – Presidente,

Estenio Campelo – 1º Vice Presidente,

Francisco Machado da Silva – Diretor de Saúde,

João Bosco Serra e Gurgel – Diretor de Comunicação Social,

Carlos Euler Currlin perpétuo - Diretor de Obras,

José Sampaio de Lacerda Júnior – Diretor de Promoção Social,

João Rodrigues Neto – Diretor Jurídico, pela Chefe de Departamento de Relações Públicas,

Lília Alcântara, pelos Conselheiros,

José Aldemir Holanda e José Colombo de Souza Filho, pelos sócios

Albery Mariano e José de Melo, pelos senhores,

Geraldo Inácio, Esdras Nogueira, Joana França, Marta Ponte, Cássia Abrantes, Flávia Freitas, Mário Augusto, pela Associação dos Filhos e Amigos de Aurora, pela Associação dos que Querem Bem a Sobral e ao Distrito Federal.

O 3º Natal Feliz teve o apoio do SESC/DF, Correio Braziliense, Jornal de Brasília, Brasília Super Radio FM, Radio Atividade, dr. Albery Mariano, Campelo Bezerra – Advogados, KSA, FINOCORTE, SÓ REPAROS, CASCOL, SUPERMERCADO VOLTE SEMPRE, BSB ALIMENTOS, SINDICATO DOS SUPERMERCADOS DO DISTRITO FEDERAL E NOVA AMAZONAS ALIMENTOS.

Estatística de atendimentos:

ESPECIALIDADES TOTAL DE ATENDIMENTOS

CABELELEIRO ESCOVA 12

CORTE 48

MANICURA/PEDICURA 14

ASSESSORIA JURÍDICA 14

ODONTOCLÍNICA CASA DO CEARÁ 42

SESC-DF 20

MASSOTERAPIA MASSAGEM RELAXANTE 3

QUICK MASSAGE 55

POLICLÍNICA

GINECOLOGISTA 6

OFTALMOLOGISTA 9

CLÍNICO GERAL 7

TENDA DA SAÚDE AFERIÇÃO DE PRESSÃO 120

GLICEMIA 123

ACUPUNTURA 4

Total 477 atendimentos



Topo
Expectativa de vida do brasileiro sobe para 75,2 anos

A expectativa de vida dos brasileiros aumentou para 75 anos e dois meses, em 2014, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A estimativa é três meses e 18 dias superior à do ano anterior, que era de 74,9. Os dados fazem parte da Tábua Completa de Mortalidade, publicada na edição de nesta terça-feira, 1º, do Diário Oficial da União.

As mulheres vivem em média 7,2 anos a mais que os homens, com uma expectativa de 78,8 anos, contra 71,6 anos para eles.

Em 2014, no entanto, a estimativa masculina aumentou mais, com um acréscimo de três meses e 25 dias, contra três meses e 11 dias para as mulheres.

Unidades da Federação

Com grande vantagem sobre a segunda colocada, Santa Catarina foi a unidade da Federação com a maior expectativa de vida, de 78,4 anos. Os homens catarinenses passaram a ter expectativa de vida de 75,1 anos, e as mulheres, 81,8 anos. O Distrito Federal, com 77,6 anos, e o Espírito Santo, com 77,5, ficaram em segundo e terceiro lugar.

Os três estados da Região Sul, os quatro estados do Sudeste e o Distrito Federal ocupam as oito primeiras posições – todos com expectativa de vida superior à média nacional (75,2 anos). Depois deles, o Rio Grande do Norte apresenta a maior taxa, que coincide com a média do Brasil.

A menor expectativa de vida ao nascer é a dos maranhenses (70 anos). O Piauí tem a segunda menor, com 70,7 anos. Alagoas, aparece em seguida, com 70,8 anos; Com Agência Brasil.



Topo
Com recorde de público, Ceará vence, rebaixa Macaé e permanece na Série B

Ainda não será dessa vez que o Ceará cairá para a Série C pela primeira vez em sua história. Com um gol de pênalti polêmico e muita emoção no final, o time alvinegro levou a melhor no confronto direto com o Macaé na tarde deste sábado, venceu por 1 a 0 e assim confirmou permanência na segunda divisão. Festa da torcida, que lotou o Castelão e fez o recorde de público da Série B 2015: 45.539 pagantes, e 46.920 no total.

Até então, o maior público havia sido registrado no jogo entre Santa Cruz e Botafogo, no Arruda, dia 8 de agosto, quando 44.865 torcedores compareceram ao estádio – sendo 43.320 pagantes.

Com o resultado, o Ceará termina a Série B com 45 pontos em 38 jogos, na 15ª colocação. O Macaé, por sua vez, junta-se a Mogi Mirim, Boa Esporte e ABC e vai mais uma vez disputar a Série C do Campeonato Brasileiro no ano que vem. Quem também se salvou foi o Oeste, que empatou com o Paysandu em Osasco e ficou com o 16º lugar, com 44 pontos.

Fases do jogo: Melhor em campo e com mais posse de bola, o Ceará foi criando chances ao longo do primeiro tempo, mas nenhuma delas de tanto perigo. Desta forma, foi preciso um pênalti (polêmico) para o time alvinegro ficar à frente no placar. Aos 41min, após bola cruzada na área, o juiz viu falta de Henrique em cima de Alex Amado (um encontrão nas costas do atacante, que subia para cabecear). Na cobrança, Rafael Costa deslocou o goleiro e fez 'explodir' a Arena Castelão. 1 a 0.

O cenário no segundo tempo foi outro. Precisando de pelo menos um gol para evitar o rebaixamento, o Macaé voltou mais incisivo, e passou a dividir a posse de bola e os ataques de perigo com o Ceará, que mais apostava nos contra-ataques. O time alvinegro não conseguiu 'matar o jogo', desperdiçando boas chances, e deu ao time fluminense uma chance de ouro. Já nos acréscimos, Jones acertou lindo chute quase da entrada da área, no ângulo; foi a vez de Éverson brilhar, fazer milagre e garantir o Ceará na Série B.

O melhor: Tiago Cametá. Boa opção ofensiva pela direita. Correu demais, e também foi bem no setor defensivo.

Para lembrar:

1ª vez. Foi a estreia do técnico Lisca no Castelão, pelo Ceará. Até então, ele só tinha comandado o time alvinegro, como mandante, no Presidente Vargas.

Goleador: Com o gol de pênalti, o atacante Rafael Costa terminou esta Série B como artilheiro do Ceará, com nove gols.



Topo
Barragens e desvios ilegais secam a bica de Ipu

Não há rastros de água na Bica do Ipu. Imortalizada por ser o local onde se banhava Iracema, da obra de José de Alencar, o local enfrenta uma de suas maiores secas. Em setembro, o município assistiu ao último fio d’água escorrer pelo paredão rochoso de 130 metros de altura. Moradores denunciam que fazendeiros do alto da serra estão represando as águas do riacho Ipuçaba para usá-la em suas plantações.

Além disso, as estações seguidas de estiagem agravaram o problema e interromperam totalmente o fluxo da água que deveria seguir até a bica. Moradores também acusam donos de carros-pipa de se apropriarem da água para vender. A gerente da Área de Preservação Ambiental (APA) da Bica do Ipu, Henriette Silva, confirma que há represamentos ilegais e venda irregular de água.

Leia também

A rota do riacho Ipuçaba a caminho da Bica do Ipu

A gerente da APA mudou-se para Ipu há quatro meses e tenta reverter a situação de ilegalidade. “Há uns 15 ou 20 anos, as pessoas estão fazendo esses represamentos. São feitos por gente que trabalha com agricultura e com outras que vendem água irregular, mas é como se ninguém soubesse o que está acontecendo. A bica deveria ter água, não com a mesma vazão, mas com certeza deveria”, diz.

Henriette faz levantamento para estabelecer o número e o local exatos das barragens ilegais. Ela conta que fazendeiros também usam as estruturas de represamento de uma antiga usina elétrica desativada para direcionar a água para as plantações. Além disso, vários moradores da região da serra também estariam, de alguma maneira, desviando água para uso próprio.

Fiscalização

Em março, fiscalização conjunta da Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), Secretaria dos Recursos Hídricos (SRH), Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) e Ministério Público resultou na emissão de autos de infração ambiental, termos de embargo e notificações relacionados a uso irregular de barragens, loteamentos e abatedouros sem licença. Apesar das punições, multas e processos administrativos, o represamento continua.

Durante a operação, também foram identificados pontos de descarte irregular de agrotóxicos, oriundos de hortas que existem ao longo do trajeto do riacho Ipuçaba, e esgotos residenciais construídos junto ao leito. Uma moradora de Ipu inclusive alertou a equipe do O POVO sobre a não indicação das águas da bica para banho e consumo. A Cogerh confirmou em relatório a presença de resíduos.

O promotor de Justiça da comarca de Ipu, José Ribeiro dos Santos Filho, disse que a Semace agendou nova vistoria ainda para este semestre, mas, até agora, nada foi feito. Ele afirma ainda que, no último dia 29 de outubro, fez uma nova requisição ao órgão, relacionada à construção de uma estrada que estaria comprometendo as margens do riacho. Se nenhuma resposta for dada nos próximos dias, o promotor garantiu que vai encaminhar solicitação dos dois casos à Secretaria Estadual do Meio Ambiente. Inclusive, solicitando intervenção do Ibama e do Instituto Chico Mendes.

Saiba mais

A APA em que está a Bica do Ipu abrange uma região de 3.484,66 hectares. Entre as atividades proibidas, de acordo com o decreto que estabeleceu a APA, está a implantação de ações potencialmente degradadoras e a intervenção em nascentes e encostas.

Não é de hoje que a região da bica é palco para polêmicas. No início de 2012, deveria ser inaugurado o complexo turístico do Parque da Bica, com orçamento de quase R$ 27 milhões oriundos do Programa de Desenvolvimento do Turismo no Nordeste (Prodetur). Estavam previstos jardim botânico, biblioteca panorâmica, teleférico, lago com pedalinhos, quadras esportivas, anfiteatros, área para camping, hotel, elevador panorâmico, rampa para voo livre e restaurante.

Ao final do prazo estabelecido, apenas o restaurante foi entregue. O projeto foi abortado. As entidades financiadoras bloquearam o repasse dos recursos e as obras foram totalmente paralisadas.

O prefeito de Ipu, Sérgio Rufino, diz que novo projeto está sendo feito para o Parque da Bica — em parceria com o Governo do Estado e Secretaria do Turismo. As obras devem começar no primeiro semestre de 2016 e vai contar com recursos de R$ 3 milhões.

130 metros é a altura da queda d’água em Ipu.



Topo
Fortaleza perde pela sétima vez a chance de voltar á serie B

Novo desastre abala o futebol cearense 62.903 torcedores pagantes que proporcionaram renda de R$ 2,582.275, 00 viram o fortaleza empatar com o Brasil de pelotas e ser impedido de retornar a serie b.´

Já o ceará corre o risco de ser rebaixado na serie b e ir fazer companhia ao fortaleza na serie c em 2016. Uma vergonha Dirigentes devem ser responsabilizados pela incompetência.

Jogadores e técnicos do fortaleza e do ceará não honram o futebol cearense nem tem compromissos com o ceará.

Não faltou disposição, não faltou raça nem vontade de ganhar. O que faltou para o time do Fortaleza foi competência para superar o Brasil de Pelotas.

Ontem, novamente com a Arena Castelão abarrotada (mais de 63 mil pessoas), a equipe do técnico Marcelo Chamusca fracassou dentro de casa em um mata-mata de Campeonato Brasileiro, como ocorreu em 2012 e 2014. O empate sem gols, depois de ter perdido em Pelotas por 1 a 0, não foi suficiente para conquistar o tão sonhado acesso e acabar o pesadelo de disputar a Terceirona. Com isso, o Fortaleza vai amargar o sétimo ano consecutivo na Terceira Divisão nacional em 2016.

Para quem esperava um time mordido, com pressão desde o início e atacando com intensidade como foi nos jogos contra o Águia (na última partida da primeira fase do Grupo A) ou contra o Sport (pela Copa do Brasil), viu um Fortaleza equilibrado e estudando o adversário.



Topo
Ministro da Educação Aloízio Mercadante foi recebido pelo governador Camilo Santana em visita ao Ceará

O ministro da Educação Aloízio Mercadante visitou o Ceará nesta quarta-feira (28) para cumprir agenda no estado ao lado do governador Camilo Santana. Às 9h, eles entregaram o Prêmio Escola Nota Dez às 300 escolas públicas que obtiveram os melhores resultados de alfabetização e do 5º ano do ensino fundamental na rede estadual cearense. Às 14h, o governador levou o ministro a conhecer de perto a Escola Estadual de Ensino Profissional Adriano Nobre, em Itapajé, que liderou o ranking de escolas públicas nos resultados do ENEM de 2014. E ao final do dia, às 17h, o Ministro Aloízio Mercadante acompanhou Camilo Santana e o prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio na Agenda Fortaleza Educação. Eles inauguraram 111ª escola profissional do Ceará, em Fortaleza, e depois anunciaram um pacote de investimentos para a Educação.



Topo
Casa do Ceará inaugurou Museu de Artes e Tradições do Nordeste Maria Calmon Porto

A Casa do Ceará inaugurou em 28.10 o Museu de Artes e Tradições do Nordeste Maria (Mary) Calmon Porto, em homenagem à 3ª. Presidente da Casa e que permaneceu no cargo de 1981 a 1999, em solenidade realizada na Casa com a presença do seu filho Luciano e atual esposa, Katiane Ribeiro Negrão, e de seus netos Pedro e Lucas Porto.

Com a homenagem, a Casa concluiu as homenagens aos ex-presidentes falecidos: Crysantho Moreira da Rocha deu nome à Pousada dos Idosos, Álvaro Lins Cavalcante à Pinacoteca, e Maria Calmon Porto, conhecida por Mary Porto, ao Museu de Artes e Tradições do Nordeste.

O presidente da Casa, Osmar Alves de Melo, lembrou que as três irmãs, Maria, Fernanda e Lucia tiveram participação ativa na gestão da Casa. Mary com seu esposo, José Gentil Porto, praticamente moraram dentro da Casa. Das três, Fernanda está viva e mora em Brasília e Corumbá de Goiás, onde vive sua filha.

Luciano, seu único filho, nascido em Brasília, é ator e lidera o grupo Udigrude que em 2000 ganhou premio no Festival de Edimburgo e desde então tem extensa programação por todo o Brasil. “Estivemos em 16 países, mostrando a nossa musica”, disse. Neste momento, está ultimando um grande espetáculo que será montado em 2016 no Centro Cultural do Banco do Brasil com brinquedos que terão acoplados sons que serão acionados quando em uso. Em agradecimento à homenagem prestada à sua mãe, Luciano revelou que viu o nascimento do Museu por ocasião de uma das festas realizadas na Casa quando sua mãe construiu uma casinha de sapê e lá colocou os objetos mais presentes nas casinhas do Ceará como a quartinha, o ferro de engomar, o fogão de lenha, as panelas de barro, lamparinas e objetos feitos com latas de doce de leite.

Osmar recordou que D. Mary repetia que no dia que não pedia alguma coisa para a Casa do Ceará à alguém não conseguia dormir direito. Pedia a todos os cearenses ajuda para a manutenção da Casa.

Lembrou o episódio da verba de 50 milhões de cruzeiros alocados à Casa do Ceará pelo então Senador Mauro Benevides que era presidente da Comissão do Distrito Federal e que elaborava o orçamento do DF. Ao comunicar a d. Mary a sua decisão ela não conseguiu entender do que se tratava e passou o telefone a Álvaro Lins Cavalcante. Era tanto dinheiro que serviu para que a Casa construísse o ginásio (Academia) e a piscina e ainda sobrou para manutenção.

Já José Aldemir Holanda, membro do Conselho Fiscal da Casa, e que conviveu com D. Mary resgatou o que ela dizia que gostaria de ser homenageada com uma estátua na Casa mas que tivesse peitos grandes, pois se considerava uma “mulher peituda”, no sentido de corajosa, destemida e afoita para resolver as dificuldades que travavam a Casa do Ceará.

Entre os presentes, os diretores Carlos Eurler Currlin Perpétuo (Joinvile), Maria Magdalena da Silva Carneiro (Garanhuns/PE) , JB Serra e Gurgel (Acopiara) Vicente Nunes Magalhães (Aurora), os membros do Conselho Fiscal, Evandro Pedro Pinto (Fortaleza) e José Aldemir Holanda, (Baixio), Elson Cascão , Maria Djanira Gonçalves Brito, ex-presidente da Associação dos Filhos e Amigos de Aurora , a Superintendente da Casa, Antonia Lucia Guimarães, D. Aldanilse Pereira de Lima e seu esposo.



Topo
Casa do Ceará homenageou seus empregados mais antigos na festa de seus 52 anos

Em festividade que marcou seus 52 anos, a Casa do Ceará homenageou seus empregados mais antigos: Maria de Fátima Azevedo Ramos, Neuza Saraiva de Almeida Pires, Genilson José Ferreira de Souza, Eloisa Marques do Nascimento, José (Zezinho), Rodrigues Campos e Jacira Neto Bubanz, que receberam uma placa comemorativa. Ressalte-se que apesar de ser uma casa de cearenses, apenas um dos homenageados é cearense. Eloisa Marques do Nascimento.

Uma placa comemorativa foi entregue pelo presidente da Casa, Osmar Alves de Melo, e pelos diretores Estênio Campello, Jb Serra e Gurgel, João Rodrigues Neto, José Sampaio de Lacerda Junior, e Carlos Euler Currlin Perpétuo a cada um dos homenageados.

34 anos -Maria de Fátima Azevedo Ramos nasceu em Vila do Conde, Porto, Portugal, em 1943, filha de Davi Lopes da Silva Ramos e Conceição Azevedo da Silva. Chegou ao Brasil em 1951 e a Brasília em 1959, na inauguração “ Meu pai veio trabalhar no Palácio da Alvorada com Juscelino, era zelador do Palácio “. Morava na SHIS quadra 711, bloco I, casa 22, até hoje, casa que herdou do pai. . Entrou na casa do Ceará em O3.11.81, “data de aniversário do meu pai.” Trabalhou com D. Fernanda Porto, no Departamento de Educação, nas Relações Públicas, Jornal, foi professora do curso de datilografia, por 12 anos, passou pelo apoio na Policlínica e na Odontoclínica, no bazar, no museu,. Casou 1º. com Paulo Augusto Nogueira, mineiro , com quem teve três filhos, duas mulheres e um homem, Alessandra e Carla Ramos Nogueira e Alexandre Ramos Nogueira. Todos moram em Brasília;Tem três netos: Gabriela, 5, de Carla, Pedro Henrique, 17, Alessandra e Artur, de Alexandre.

27 anos - Jacira Neto Bubanz, filha de Onofre Neto e Dulce Mendonça, nascida no Rio de Janeiro, Irajá. Tem três irmãos, Angela, Beatriz e René. Todos vieram para Brasília, Todos estão aqui, René na UnB, Angela é Psicóloga e Beatriz aposentada como técnica de Enfermagem. Chegou em Brasília em 1981, veio morar com a irmã, Angela e o cunhado, Nilo, ele do Banco do Brasil. na 315 Norte. Casou-seu em 1989, com Waldir Bubanz , morou numa chácara na Cidade Ocidental. Veio 1988 para a Casa do Ceará, trabalhar com d. Mary Porto na tesouraria ; Trabalho ainda no almoxarifado e recursos humanos. Não tem filhos, Ficou viúva mas o marido lhe deixou uma casa onde mora 24 anos - Neusa Saraiva de Almeida Pires filha de Teresinha Saraiva Pimenta e Pedro Celestino de Almeida Brito nasceu em Januária/MG. Está a muitos anos na Casa. Casou-se com Raimundo Carvalho Filho e há 27 anos mora em São Sebastião.Seus filhos, Sandra, . Simone, Eduardo, Gustavo e Marcos Vinicius. Seus netos: Tiago, Taís, João Mateus, Marília, Murilo, e Davi. Neusa veio visitar um um irmão que morava em Brasília e nunca mais voltou.

24 anos - Genilson José Ferreira de Souza , nascido em Mansidão/BA em 04.08.66, filho de Joaquim Ferreira de Souza e Marolina Ferreira de Souza. Veio pra Brasília em 1988. Lá trabalhava na roça. Veio fazer tratamento da perna direita no Sara Kubistschek. Ficou bom procurou a Caasa do Ceará para um tratamento dentário.”D. Mary me deu o tratamento dentário e o emprego auxiliar de serviços gerais”. Começou na Casa em 1991 Casou duas vezes. Atualmente está casado com Fabiola dos Santos Alves, com quem tem dois filhos, Welington Alves Ferreira , 16, estudante. e Talita Alves Ferreira., 14. Passou pela Polliclina, jardinagem, portaria de dia vigia à noite, sala de curso, recepção e agora está no Odontoclinica.

21 anos - José Rodrigues Campos, o Zezinho, nasceu em Regeneração/Pi, em 1958, ano de seca braba. Filho Bruno Rodrigues Campos e Maria da Conceição Campos. Trabalhava na roça e estudava. Em 1993, veio para Brasília para onde sua mãe se mudara, trazendo oito filhos na cacunda;.Se separara do marido e aqui trabalhou como doméstica. A família se instalou em Brasilinha e de lá nunca mais saiu. Seu irmão mais velho trabalhava como vigia da Casa do Ceará. Convidado para tirar as férias de um amigo que aqui trabalhava, acabou contrato como auxiliar de serviços gerais. Mora em Estância, em Planaltina, um povoado, com a irmã, Francisca Rodrigues Campos. Hoje, tem dois irmãos no Piauí, morando com a mãe que para lá voltou. “Graça a Deus, até o presente, para mim é uma vantagem, privilegio e honra trabalhar na Casa do Ceará onde tenho grandes amigos’

18 anos - Eloisa Marques do Nascimento nasceu em Pacoti,CE, em 1955. Filha de Luis Leandro do Nascimento e Jovelina Marques do Nascimento. Saiu do Ceará em 1980. Estudou no Grupo Escolar Clovis Bevilacqua, no Instituto Dom Pedro na Beira Mar e no Justiniano de Serpa.Em 22.02.1980, chegou Brasília, foi trabalhar nas Casas da Banha, na 513 Norte. Cinco anos depois voltou a estudar no Elefante Branco terminando o segundo grau. Em 1986 fez curso de datilografia na Casa e foi convidada a trabalhar mexendo como recepcionista, a convite de d. Mary Porto. Em 87. Pediu as contas, foi trabalhar para as Dorotéias. Sentiu saudade e voltou ao Ceará. Em 12.06.1977, retornou a Brasília e para a Casa do Ceará onde se encontra até hoje, passando pelo Museu, Biblioteca, Pinacoteca, unidades de saúde, cursos, Pousada, cuidadora e encarregada. Não casou. “Tenho muitos filhos que são os idosos da casa do Ceará”. Tem seis irmãos, três homens e ter mulheres, Alzerino, Antonio Juraci, José Olardo, Iolanda, Doralice e Eloina, minha filha adotiva.



Topo
Mais da metade dos açudes estão com menos de 10% de suas capacidades. Conforme a Cogerh, nove açudes no Estado estão secos

Oitenta e dois açudes cearenses estão com um volume de água inferior a 10% de suas capacidades. O número equivale a 53% dos 153 açudes do Estado. Os dados referem-se ao registrado às 10h14min da quarta-feira, 7, pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

A bacia hidrográfica em pior situação é a de Banabuiú, onde, de 19 açudes, apenas um encontra-se com volume acima de 10% de sua capacidade — o açude Itapajé, que está com capacidade acima de 26,41%.

Conforme o mesmo levantamento, nove açudes no Estado estão secos. São eles: Forquilha II, em Tauá; Quincoé, em Acopiara; Pirabibu, em Quixeramobim; São José I, em Boa Viagem; Umari, em Madalena; Vieirão, Boa Viagem; Jerimum, em Irauçuba; São Domingos, em Caridade; São José III, em Ipaporanga.

Nessa terça-feira, 6, o Estado Ceará declarou situação "crítica de escassez dos recursos hídricos” em todos os municípios cearenses. A medida da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH) pode fazer com que haja racionamento e até cobrança de multas pelo uso indevido de água, conforme o artigo nº 46 da Lei Federal do Saneamento Básico (nº 11.445/07).

A situação foi declarada levando-se em conta que o Ceará deve entrar em seu quinto ano de seca em 2016, quando o fenômeno El Niño tem 85% de chances de prejudicar a quadra chuvosa, conforme a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Com isso, esta deve ser a maior seca do Estado desde 1979-1983.

Atualmente, 79,3% dos municípios do Ceará dependem de abastecimento via carros-pipa.



Topo
El Niño será intenso e efeito da seca de 2016 pode ser devastador

Iguatu. O Ceará pode enfrentar, em 2016, o quinto ano seguido de estiagem. Esse é o cenário mais provável. O resultado poderá ser devastador com a perda das reservas hídricas, que estão se exaurindo, nos açudes. Um relatório da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) revela que o fenômeno meteorológico El Niño está na categoria intensa e a sua ocorrência afeta o clima em várias regiões do mundo. No Brasil, é associado a secas no Nordeste e chuvas intensas no Sul. A Funceme classifica a situação atual como "preocupante".

A probabilidade atual é de 95% do El Niño permanecer ativo nos meses de fevereiro, março, abril e maio de 2016, período em que ocorre a quadra chuvosa no Estado. É uma taxa muito elevada. "Esse índice é do El Niño estar presente", esclarece o meteorologista da Funceme, David Ferran. "A previsão com percentuais sobre a quadra chuvosa somente será divulgada em janeiro de 2016".

Cada vez mais forte

Os dados mostram que, quando ocorre um El Niño forte, geralmente as chuvas no Semiárido nordestino ficam abaixo da média. Atualmente, as águas superficiais do Oceano Pacífico estão entre 2 e 3 graus centígrados acima da média. Dentre a classificação "fraco, médio e forte", atualmente a anomalia climática está na categoria mais intensa. "Temos uma preocupação enorme porque o El Niño está cada vez mais forte", frisou Ferran. O meteorologista evita previsões, mas é provável a chance de ocorrer uma nova seca no próximo ano no Ceará. O governo do Estado já foi informado sobre o relatório e a gravidade do cenário que se avizinha.

No fim de maio, a Funceme mostrou preocupação com a formação de El Niño (caracterizado pelo aquecimento anômalo das águas superficiais do Oceano Pacífico Equatorial), em 2016. Com base em estudos dos principais centros de previsão climática do mundo, naquela data havia a probabilidade de o El Niño permanecer em janeiro e fevereiro do próximo ano era de 80%. Agora é de 95%, com o agravante de o fenômeno ter sua presença ampliada até maio.

Na maioria dos anos em que há atuação do El Niño, o período de maiores precipitações no Ceará é irregular e tende a não atingir a categoria em torno da média climatológica. Ou seja, é seca. O Estado enfrenta o quarto ano seguido de chuvas abaixo da média e as reservas hídricas estão se exaurindo. A média dos 153 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) é de apenas 15,5%.

Nos próximos meses, a perda de água vai se intensificar nos reservatórios por evaporação e por maior consumo em decorrência do aumento da temperatura nessa época do ano. No Ceará, 123 açudes estão com volume inferior a 30%. A situação é mais grave nas bacias do Baixo Jaguaribe (0,88%); Sertões de Crateús (1,96%); Curu (3,69%) e Banabuiú (4,05%). O melhor quadro é o da Bacia do Litoral (34,56%). O Alto Jaguaribe permanece em situação regular com 31,55%; Coreaú (28,42); e a Metropolitana, com 26,82%.

O governador do Ceará, Camilo Santana, em visita neste domingo à cidade de Canindé, onde participou do encerramento dos festejos religiosos de São Francisco das Chagas, reafirmou o esforço do Estado em "garantir água aos irmãos e irmãs cearenses". Nos últimos meses, o governo ampliou o programa de perfuração de poços profundos em áreas urbanas e na zona rural e o fornecimento de água por caminhões-pipa.

Alternativas

As alternativas são limitadas a antigas receitas: carro-pipa e perfuração de poços. Além disso, restam ao sertanejo a esperança e as orações aos céus para que tenham piedade de tanto sofrimento que pode se intensificar. "Se não houver chuva suficiente para uma recarga dos açudes e dos poços, a situação será desesperadora", prevê o diretor do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Iguatu, Sebastião Alves. "Como as pessoas vão encontrar água para beber e para os animais?", indagou.

Nas regiões mais secas - Sertão dos Inhamuns, Crateús e Sertão Central - a escassez de água torna-se mais intensa a cada mês. A água distribuída por caminhões-pipas não é de boa qualidade. A principal alternativa para o abastecimento de cidades e vilas rurais é a perfuração de poços profundos, mas a geologia cearense, assentada em sua maioria em rochas cristalinas, dificulta o acesso à água em quantidade e qualidade. É salobra e apresenta vazão reduzida. O índice de poços secos chega a 30%.

O relatório da Funceme é baseado em análise do International Research Institute for Climate and Society (IRI), da Universidade de Columbia, em Nova York, nos Estados Unidos, que reúne estudos de cerca de 20 organismos internacionais sobre Clima e Meteorologia.

O El Niño, segundo previsão de centros meteorológicos dos Estados Unidos, deve ter o efeito mais devastador das duas últimas décadas, talvez mais grave do que o de 1997, o seu ano mais dramático. O fenômeno é comum e ocorre em intervalos que variam entre dois a sete anos. A anomalia climática provoca secas e tempestades em várias regiões da Terra. Foi batizado por pescadores do Peru e do Equador para lembrar o Menino (Niño) Jesus, em virtude de correntes marítimas quentes e inesperadas que despontavam próximo ao Natal.

O Norte do Brasil pode ficar ainda mais seco. O Sul pode sofrer com inundações (Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina). O problema é que não há como fazer previsões absolutas, pois os modelos apontam para probabilidade. Entretanto, as estatísticas indicam que quando há ocorrência de El Niño intenso, como o que se verifica atualmente, deve perdurar por pelo menos seis meses, e, geralmente, as chuvas no Semiárido nordestino ficam abaixo da média.

Curiosamente, nos últimos quatro anos, período de registro de chuvas abaixo da média no sertão cearense, não houve registro de El Niño. A Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema causador de chuvas no Estado, permaneceu afastada. "São várias interações e não sabemos os fatores que provocaram a distanciamento da Zona de Convergência e esse ciclo de seca, mesmo sem o El Niño", explica David Ferran. "O El Niño está voltando neste ano e de forma intensa". Segundo o meteorologista não se pode afirmar que o que vem ocorrendo está relacionado com mudanças climáticas, mas um período de cinco, seis anos seguidos de seca não se tem registro.



Topo
Tem cearense no novo Ministério de Dilma: André Figueiredo

André Figueiredo é deputado federal pelo PDT do Ceará, eleito em 2014, mas já exerceu o cargo de 2003 a 2007 e de 2011 a 2015.Vinha ocupando a liderfança do PDT na Câmara dos Deputados e foi respoinsavel pela filiação de Ciro Gomes e de Cid Gomes ao PDT.

Natural de Fortaleza, é advogado e economista. Filiou-se ao PDT em 1984 e entrou na vida pública em 1994 como subsecretário da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Ceará. Também foi secretário do Esporte e Juventude do estado de 2003 a 2004. No Ministério do Trabalho e Emprego, foi assessor especial em 2007 e secretário executivo de 2007 a 2010.

André Figueiredo é o segundo cearense a chegar ao Ministerio das Comunicações. Antes dele, lá esteve o senador Eunicio Oliveira.

O PDT estava com o ministerio do Trabalho no governo Dilma.



Topo
Fortaleza lidera índice de homicídios no Brasil

O resultado faz parte do levantamento feito pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública com dados de 2014.

A sensação de violência veio novamente à tona após a divulgação do 9º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, que apontou Fortaleza como a Capital brasileira com maior número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) registrados no ano de 2014. Segundo o balanço do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), a cidade terminou o ano passado com 1.989 mortes violentas, que englobam casos de homicídios dolosos, lesões corporais seguidas de morte e latrocínios.

De acordo com o Anuário, a Capital teve, em média, 5,45 crimes desta natureza por dia. Juntando todas as capitais brasileiras, foram contabilizadas 15.932 mortes, o que equivale a 1,81 assassinato por hora, praticamente o mesmo número em comparação ao ano anterior, de 15.804 óbitos registrados por essas mesmas causas.

Em números proporcionais, Fortaleza também apareceu no topo do ranking, com 77,3 crimes para cada 100 mil habitantes. Comparado a dados de 2013, o número representa mais do que o dobro da média das capitais (33) e é três vezes maior que a média nacional (25,2). Naquele ano, Fortaleza ocupava a segunda colocação, com 78,1 homicídios por 100 mil habitantes.

Além de Fortaleza, o anuário mostrou outras sete capitais do Nordeste com mais registros de crimes. A exceção foi Recife, que ocupou o 18º lugar na lista, com 32. Na proporção, São Paulo tem a menor taxa (11,4).

Curva

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) do Ceará, Delci Teixeira, reconheceu que os números são altos, mas analisou que o Estado conseguiu quebrar a curva de crescimento dos CVLIs, em relação ao ano de 2013. Uma das principais ações, segundo o titular da Pasta, foi o Programa "Em Defesa Pela Vida", implantado em janeiro de 2014.

"Estamos trabalhando e acredito que conseguimos reduzir a criminalidade de uma forma geral. Os resultados positivos estão aparecendo, talvez não como todos gostariam, mas estão. A consolidação do Programa "Em Defesa Pela Vida", vai possibilitar uma redução ainda maior, como já percebemos nos oito primeiros meses deste ano. Temos mais três meses de trabalho pela frente neste ano e esperamos concluí-los com resultados ainda mais positivos" projetou.

Para o sociólogo e coordenador do Laboratório de Estudos e Pesquisas Conflitualidade e Violência (Covio) da Uece, Geovani Jacó de Freitas, a posição de liderança da Capital Cearense como a primeira com o maior número de CVLIs interfere na rotina de um determinado grupo que não se sente coberto pelas políticas públicas e reside em bairros com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

O sociólogo admite que assim como as causas, as soluções para o problema são de alta complexidade, mas que a população não deve deixar-se tomar pelo pânico. "A população não pode ficar refém do medo, ele é fruto de situações reais e de situações produzidas. De fato, estamos com a maior taxa, isso tem que ser motivo de indignação, mobilização, pressão e participação. Não adianta se encastelar", disse.



Topo
Operações para Brasil x Venezuela são definidas nas eliminatórias

A Secretaria do Esporte do Estado do Ceará (Sesporte) promoveu na manhã desta terça-feira (22), no Auditório Blanchard Girão, na sede do órgão, a reunião técnica para definição das ações para o jogo Brasil x Venezuela, que ocorrerá na Arena Castelão, em 13 de outubro, às 22h. O embate válido pela segunda rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo 2018, a ser disputada na Rússia, será o primeiro da Seleção Brasileira no País pelo torneio continental.

Ficou definido que, a partir das competições qualificatórias para o Mundial-2018, os jogos passam a contar de maneira global com os padrões exigidos pela Federação Internacional de Futebol (Fifa). Neste caso, as ações operacionais serão semelhantes ao que foi realizado em Fortaleza durante a Copa das Confederações 2013 e Copa do Mundo 2014.

Segurança

Para o confronto, a Polícia Militar do Ceará (PM/CE) irá disponibilizar um efetivo de 598 profissionais de segurança. Destes, destaca-se os 256 que agirão dentro da Arena Castelão e os 267 que trabalharão no entorno do estádio. A PM/CE começa a atuar no dia 13 de outubro a partir das 17h e permanecerá no local do jogo até duas horas após o encerramento da partida, tornando previsto o fim da operação para as 2h do dia 14 de outubro.

A Polícia Civil do Ceará irá remanejar 22 policiais para Brasil x Venezuela, enquanto que o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará irá se fazer presente com 100 profissionais. Além disso, está programada a contratação de um efetivo de 350 a 400 seguranças privados.

Acesso

O acesso ao Castelão no dia do evento se dará pelas quatro avenidas que convergem no estádio: Av. Alberto Craveiro, Av. Silas Munguba, Av. Juscelino Kubitschek e Av. Paulino Rocha. O ingresso ao estacionamento para o público geral se dará pela Av. do Contorno, enquanto que as delegações e convidados ingressarão pelo portão do estacionamento localizado na Av. Paulino Rocha.

A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania de Fortaleza (AMC) irá atuar com 100 agentes. Posteriormente, a entidade deve se pronunciar a respeito de pontos autorizados para estacionamento no entorno da arena e planos especiais de trafego.

Para otimizar a fluidez de veículos e pedestres, não será permitida a presença de comerciantes ambulantes com barracas ou carros estacionados ao redor da praça esportiva.

Credenciamento

A imprensa já pode efetuar o credenciamento para Brasil x Venezuela desde a última segunda-feira (21) até a quarta-feira (30), através do site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Após o preenchimento da ficha, a entidade irá avaliar e confirmar o pedido através de e-mail.

Os profissionais dos demais serviços terão o credenciamento aberto no dia 1º de outubro, também no portal da confederação.

Ingressos

Toda e qualquer divulgação sobre os tíquetes para a partida se dará através do site da CBF. A entidade espera abrir a comercialização e divulgar os meios de venda na próxima semana.

Os bilhetes custam:

Arquibancada Superior - R$ 70,00 (inteira) – R$ 35,00 (meia)

Arquibancada Inferior - R$ 100,00 (inteira) – R$ 50,00 (meia)

Setor Premium - R$ 180,00 (inteira) – R$ 90,00 (meia)

Camarotes - R$ 300,00 (inteira) – R$150,00 (meia)

Seleções

A logística das delegações será divulgada apenas pelas confederações brasileira e venezuelana. O direito de manter sigilo sobre a programação está reservado às entidades, que também tem a autonomia de definir a abertura ou privacidade nos treinos.

Por se tratar de um evento Fifa, é obrigatório o reconhecimento do gramado por parte de cada time, este não sendo necessário ocorrer apenas na véspera do embate



Topo
Ceará se destaca na Avaliação Nacional de Alfabetização

Em eleição realizada no dia 19.09. com comissão eleitoral presidida pelo advogado Dr. João Jacob Gonçalves (Reriutaba) e integrada por Bruno Augusto Rocha e Maria Dione de Araújo Felipe, o advogado Osmar Alves de Melo (Iguatu) foi reeleito para à presidência da Casa do Ceará em Brasília, para mais um mandato de 2015/2019. Votaram 48 associados. A posse será dia 1º. de outubro.

A Casa do Ceará fundada em 15 de outubro de 1963 teve até hoje os seguintes presidentes: Crisantho Moreira da Rocha,(1963-1977) Alvaro Lins Cavalcante (Pedra Branca),(1977-1981) Maria Calmon Porto (Fortaleza),((1981-1999) José Jezer de Oliveira (Crato) (1999-2007), Fernando César Mesquita (Fortaleza) (2004-2011) e Osmar Alves de Melo(2011-2019).

A nova diretoria está assim integrada

1º. Vice , o advogado João Estenio Campelo Bezerra (Crateús). 2º. Vice, o historiador de Brasília, Adirson Vasconcelos (Santana de Acaraú), diretora de Planejamento, Maria Madalena S. Carneiro, Diretor de Saúde, médico Francisco Machado da Silva (Pedra Branca), diretor de Promoção Social, bancário José Sampaio de Lacerda Junior (Fortaleza), diretor de Educação e Cultura, professor Vicente Nunes de Magalhães (Aurora), diretor de Administração e Finanças, servidor público Luis Gonzaga de Assis (Limoeiro do Norte), diretor de Obras, arquiteto Carlos Euler Curlin Perpétuo (Joinville/SC), diretor de Comunicação Social, jornalista João Bosco Serra e Gurgel (Acopiara) diretor Jurídico, advogado João Rodrigues Neto (Independência).

Para os Conselho Fiscal foram eleitos.

Titulares : tributarista Evandro Pedro Pinto (Fortaleza), presidente, administrador José Colombo de Souza Filho (Fortaleza) e professor José Ribamar Madeira (Itapipoca),

Suplentes bancário José Aldemir Holanda (Baixio) , professora Lucia Maria Pereira Bastos (Matias Olimpio/PI)) e advogada Maria Aurea Assunção Magalhães (Fortaleza).

Prestando contas

Osmar Alves de Melo antes da votação, fez um rápido pronunciamento, ressaltando que em 2011 , a Casa atravessava um difícil momento. As contas eram fechadas com dificuldades, com Fernando Cesar Mesquita tirando dinheiro do seu bolso tendo até sido promovida uma rifa para pagamento de dividas. Os passivos eram elevados: CAESB, : R$ 247 mil, Formando Campeões, R$ 30 mil. De 2011 ao presente, houve acordo com a CAESB, todo o passivo foi pago e os ajustes do Projeto Fausto Nilo, no valor de R$ 110 mil foram cobertos com recursos próprios.

A Festa Junina foi mantida e foram realizados os eventos Campanha do Agasalho e Natal Feliz com atendimentos sociais para as comunidades carentes do DF e Entorno com apoio do SESC/DF. Os atendimentos médicos passaram de 12 para 16 mil/ano, os odontológicos continuaram em 15 mil. O financiamento das despesas através de bazares produziu resultados. Passou de R$ 2.800 em 2012, para R$ 82 mil em 2014 e mais de R$ 400 mil em 2015. “A Casa hoje vive com equilíbrio financeiro, austeridade e superávit”.

Acentuou que todas as regularizações legais foram obtidas, faltando apenas o certificado de entidade beneficente de assistência social do Ministério do Desenvolvimento Social. Foram recebidas doações de carros, televisões, computadores, lençóis, fronhas, mesas, cadeiras, livros. Destacou as da Receita Federal do Brasil que permitiram o saneamento das contas.

Osmar anunciou que no seu novo mandato vai manter o ritmo de realizações, agilizar o processo de construção da nova sede , fortalecer e ampliar as relações institucionais com os governos federal, do Ceará e do DF, fortalecer e ampliar as reações culturais entre Brasília e Ceará e outras unidades federativas sobretudo com artistas plásticos para ampliar os acervos da Pinacoteca Álvaro Lins Cavalcante e o Museu de Artes e Tradições Maria Calmon Porto.



Topo
Ceará se destaca na Avaliação Nacional de Alfabetização

Os resultados finais da Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA) 2014 foram divulgados nesta quinta-feira, dia 17, pelo Ministério da Educação (MEC). A partir da ANA, é possível conhecer o desempenho em Leitura, Escrita e Matemática das crianças que estavam matriculadas no 3º ano do ensino fundamenta da rede públical. De acordo com a avaliação, 85% dos alunos cearenses desenvolveram competências de leitura consideradas adequadas.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) organiza os resultados em uma escala que vai de 1 a 4 em Leitura e Matemática e até 5 em Escrita.

A maioria absoluta das crianças cearenses avaliadas já conseguia ler palavras complexas e localizar informações explícitas em textos curtos; reconhecer a finalidade de texto como convite, cartaz, receita, entre outros. Enfim, já tinham desenvolvido uma estrutura de leitura mais complexa. Os dados mostram ainda que o Ceará registra apenas 14,99% no Nível 1 na escala de Leitura, enquanto no Brasil é de 22,21% e no Nordeste é de 35,56%.

Em Matemática, o Ceará apresenta um percentual de 48,65% de crianças em uma situação adequada, levando-se em consideração os níveis 3 e 4. Nestes mesmos níveis, o Brasil está com 42,93% e o Nordeste 25,93%. Na escala de Escrita, o Ceará tem 60,95% das crianças nos Níveis 4 e 5, considerados adequados.

PAIC

Uma das ações que influenciaram diretamente nos resultados de alfabetização das crianças cearenses foi o Programa Alfabetização na Idade Certa (PAIC). Em 2007, o Programa começou suas atividades com a meta de garantir a alfabetização dos alunos matriculados no 2º ano do Ensino Fundamental da rede pública cearense. Em 2011, para expandir as mesmas ações ao 3º, 4º e 5º anos, foi lançado o Programa Aprendizagem na Idade Certa (PAIC +5). Um avanço significativo pode ser visto desde sua implantação.

Conforme dados do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (Spaece) 2014, 84,6% dos estudantes encontram-se alfabetizados ao término do 2º ano. Em 2007, esse percentual era de apenas 39,9%. Nesse mesmo período, é possível verificar que houve uma redução de percentual de alunos não alfabetizados ao final do 2º ano. Caiu de 32,8% para 0,6%.

Em 2014, a aprendizagem dos alunos do 5º ano, nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, melhorou em relação ao ano de 2008. Em Língua Portuguesa, o percentual de alunos no nível adequado subiu para 35,5%, enquanto, em 2008, o nível era de 6,8%. Em Matemática, era de 3,6% e passou para 27,1%.

Outra conquista importante é o número de municípios cearenses no Padrão Desejável em alfabetização das crianças ao final do 2º ano do Ensino Fundamental. No início do programa, apenas 14 municípios estavam no padrão Desejável em alfabetização das crianças ao final do 2º ano do Ensino Fundamental. Em 2014, esse número subiu para 173.

Quanto aos resultados do 5º ano, em 2008, nenhum município cearense apresentava média no nível adequado em Língua Portuguesa e Matemática. Em 2014, o resultado do 5º ano cresceu de forma considerável, mostrando que 34 municípios cearenses já se encontram com média no nível adequado nas duas disciplinas.

Essa melhoria nos níveis de alfabetização e dos primeiros anos do ensino fundamental alcançada no Ceará deve-se à boa combinação dos esforços de todos os municípios com o apoio estadual e a cooperação do Ministério da Educação.



Topo
Ipece divulga PIB do 2º Trimestre de 2015

O Estado do Ceará registrou crescimento acumulado 1,01% do Produto Interno Bruto (PIB) nos últimos quatro trimestres, apesar do cenário de retração de 5,32 no 2º trimestre em relação ao mesmo período do ano passado. “A perspectiva é de que o Ceará fique ainda acima da média nacional no acumulado anual. Isso vai depender dos desdobramentos da crise nacional”, avaliou o diretor do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará, Flávio Ataliba.

O acumulado nos últimos quatro trimestres permanece acima da média nacional, que foi de -1,2%. Segundo Flávio Ataliba, um dos grandes fatores para o registrado neste trimestre é a queda do setor de serviços, que representa 84% da economia cearense. “Essa relevância para o Estado do Ceará é maior que no Brasil. Isso vale para o bem e para o mal”.

Ele argumentou que a base de comparação, o período pré-Copa do Mundo em 2014, foi um momento de grande elevação nos índices. “Por um lado você está comparando com algo que tinha uma base muito elevada com um fenômeno atípico que era a copa do mundo. E por outro, o próprio cenário nacional. O Ceará faz parte da federação brasileira, tem rebatimentos locais”, disse, acrescentando que os fatores mais decisivos para o índice foram o comércio e a intermediação financeira, por conta de juros e inflação.

Já o setor de alojamento e alimentação, ligado ao turismo, manteve crescimento de 0,77%. “Momento de crise é também o momento de abrir novas perspectivas. Com a alta do dólar e de outras moedas frente ao Real, podemos ser mais atrativos para os turistas internacionais e até para os brasileiros. A própria intenção do governador em ter uma carteira de concessões também é uma das medidas”, avaliou.

Disciplina fiscal

Outro fator relevante foi a redução na arrecadação do serviço público. Segundo os técnicos do Ipece, o Ceará tem mostrado uma disciplina fiscal. Ao mesmo tempo em que se reduziu as receitas, também reduziu as despesas. O Estado se ajustou a esse momento de dificuldade financeira. “O Ceará se antecipou e fez um ajuste logo no início do ano. Isso já deu uma sinalização muito importante com a preocupação com a situação fiscal do Estado”, disse. Ele acrescentou que o Estado tem de buscar novas fontes de arrecadação.

Agropecuária e Indústria

Já a agropecuária apresentou decréscimo por conta de períodos de estiagem, segundo o Ipece. “Tivemos chuva muito concentradas no litoral onde não é o forte da produção agrícola, que é mais na região do Cariri e Jaguaribe. Isso refletiu na estimativa”, explicou a técnica de políticas públicas para Agropecuária do Ipece, Ana Cristina Lima. Ela acrescentou que a alta apresentada na produção de galináceos de 26,56%, foi decorrente de uma transferência de consumo de bovinos (-3,29), mais atingido pelos índices de inflação.

Segundo Witalo de Lima, analista de políticas públicas para a indústria, a Construção Civil foi o setor da indústria que manteve estabilidade em relação ao mesmo trimestre do ano passado, com crescimento de 0,44%. “Segundo semestre tende a ser mais positivo que o primeiro trimestre. A conjuntura realmente não está fácil. Não é uma garantia, mas uma perspectiva de um olhar mais otimista da economia. Concessões que estão na agenda do Governo tendem a clarear mais para o final do ano”, afirmou.

O menor consumo das famílias no comércio levou a um desaquecimento na indústria puxado especialmente pela fabricação de produtos têxteis, de aparelhos e materiais elétricos e bebidas.

PIB

O PIB trimestral é um indicador que mostra a tendência do desempenho da economia cearense no curto prazo. Além do Ceará, mais sete estados brasileiros realizam o cálculo de sua economia trimestralmente, a saber: Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Estados utilizam a mesma ponderação das Contas Regionais. É calculado com base nos resultados dos três setores: Agropecuária, Indústria e Serviços, e desagregados por suas atividades econômicas. O PIB indica somente uma tendência de crescimento ou arrefecimento da economia, suas informações e resultados são preliminares e sujeitos a retificações, quando forem calculadas as Contas Regionais definitivas, em conjunto com o IBGE e as 27 Unidades da Federação.



Topo
Crise das Águas: Suspensas novas outorgas de água nos Vales do Jaguaribe e Banabuiú

Decisão não se aplica a irrigantes de áreas com até cinco hectares, considerados agricultores familiares

O Conselho de Recursos Hídricos do Estado do Ceará (Conerh) aprovou, resolução que proíbe a concessão de novas outorgas de uso de água para irrigação e aquicultura. A deliberação vai ao encontro de decisão dos comitês de bacias dos Vales do Jaguaribe, Banabuiú e Bacia Metropolitana e se aplica ao trecho perenizado dos rios Jaguaribe e Banabuiú e às áreas que margeiam o canal do trabalhador e o Eixão das Águas. A medida é mais uma providência adotada para racionalizar o uso da água no Estado.

Segundo a resolução, “ficam suspensas as emissões de outorgas de Direito de Uso, para novas captações de água de domínio do Estado, ou da União Federal, por delegação, no Sistema Integrado Jaguaribe – Região Metropolitana de Fortaleza, compreendendo os trechos perenizados dos rios Jaguaribe e Banabuiú e nos canais do Trabalhador e Eixão das Águas, abastecidos pelos reservatórios dos Açudes Castanhão, Banabuiú e Orós, nas finalidades de irrigação e aquicultura.”

Ainda segundo a resolução, a restrição não se aplica às renovações de outorgas que mantenham as vazões e volumes de água captados. Também não atinge a agricultura familiar, permitindo outorgas para agricultura irrigada com área inferior a cinco hectares. Outra exceção serão os pedidos de outorgas de águas subterrâneas (poços) situados fora das marges dos mananciais.

A decisão do Conselho de Recursos Hídricos do Estado do Ceará (Conerh) atende a posições já adotadas em assembleias dos comitês de bacias do Salgado, Alto Jaguaribe, Médio Jaguaribe, Baixo Jaguaribe e da Região Metropolitana de Fortaleza.

DECISÃO NEGOCIADA – Durante o XXII Seminário de Alocação Negociada das Águas dos Vales do Jaguaribe e Banabuiú, realizado em julho passado em limoeiro do Norte, os Comitês das Sub-Bacias Hidrográficas do Baixo, Médio e Alto Jaguaribe, Banabuiú e Salgado já haviam aprovado medidas que priorizam a água daqueles mananciais para o abastecimento humano em detrimento de outros usos.

Naquela ocasião, ficou decida a suspensão total das culturas de arroz e capim por inundação, cujos proprietários das áreas não detivessem outorgas. No caso de perímetros irrigados públicos e culturas permanentes, que captam água tanto dos canais, como do rio do Jaguaribe, a redução na captação de água foi acordada em 25%;já para carcinicultura, culturas temporárias, cana-de-açúcar, capim e arroz que detinham outorgas, a redução foi de 50%.



Topo
Casa do Ceará agradeceu à Fecomércio e ao SESC/DF apoio dado através a Campanha do Agasalho e ao Natal de Luz

O Presidente da Casa do Ceará, Osmar Alves de Melo, promoveu em café da manhã, na Casa, em 03.09, com o Presidente da Fecomércio/DF, Aldemir Santana e o Diretor do SESC/DF, José Roberto Sfair, e a chefe de orientação social , Lucia Maria Percy Bastos , oportunidade em que agradeceu o forte apoio da Fecomércio aos inúmeros eventos sociais da Casa, especialmente na Campanha do Agasalho e no Natal de Luz quando foram realizados atendimentos e realizada intensa programação social, distribuídos brinquedos a crianças e cestas básicas a famílias carentes.

Participaram os diretores JB Srra e Gurgel (Acopiara), geral Newton Pessoa Cavalcante (Iracema) e Vicente Magalhães (Aurora).

Na oportunidade, Osmar entregou um Relatório das atividades da Casa em 2014 em que são registradas as inúmeras atividades desenvolvidas pelo SESC/DF nos eventos realizados pela Casa, com grande presença de público.

Recordou os esforços empreendidos pela Casa na busca de doações e serviços que contribuem para a realização da missão da Casa no campo da assistência social.

Osmar aproveitou oportunidade para solicitar ao sr. Aldemir Santana a presença do sistema Fecomércio, especialmente do SESC/DF, no 3ª Natal de Luz que será realizado em 28 de novembro, quando se espera atingir com brinquedos e cestas básicas cerca de 2 mil pessoas.



Topo
Ceará reduz exclusão social em 28,7%

No Estado, Fortaleza ocupa apenas a 8ª posição, com IVS 0,330. São João do Jaguaribe é primeiro, com 0,273.

Em uma década, entre 2000 e 2010, o Índice de Vulnerabilidade Social (IVS) do Ceará saiu de 0,530, em 2000, para 0,378, em 2010. É o que aponta o Atlas da Vulnerabilidade Social (AVS), realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e divulgado ontem (1º). O Estado passou de uma escala “muito alta” de vulnerabilidade social para um patamar considerado “médio” pelo Instituto.

No IVS, quanto mais próximo a 1, maior é a exclusão social de um território, quanto mais perto de 0, melhores são as condições sociais da população.

Apesar do avanços, afirmam especialistas, ainda há muitos desafios a vencer, pois as disparidades ainda são grandes. Números como o do analfabetismo, mortalidade infantil e percentual de pessoas de 6 a 14 anos fora da escola ainda são altos.

Com isso, o Ceará está em 12º lugar entre todos os estados. Santa Catarina, com menor desigualdade, soma 0,192 de IVS. No ano 2000, o Ceará estava na 10ª posição no Brasil. No período, conseguiu melhorias, mas perde até para unidades da região Norte, como Rondônia, Roraima e Tocantins.

Mesmo assim, o Ceará apresenta o segundo menor IVS no Nordeste. O primeiro é o Rio Grande do Norte, com 0.349. A Paraíba está em terceiro, com índice de 0.385. O Maranhão é o pior do Brasil, com 0,521.

De acordo com o Ipea, Fortaleza ocupa apenas a oitava posição no ranking cearense dos municípios com menor exclusão. A Capital tem um IVS de 0,330, enquanto, o primeiro, São João do Jaguaribe, no Vale do Jaguaribe, está com 0,273. Sobral ocupa a segunda posição, com IVS de 0,286 e Limoeiro do Norte, a terceira, com 0,302.

Ainda de acordo com o estudo – que avaliou, dados em relação ao abastecimento de água, esgotamento sanitário, trabalho e renda, acesso à escola, mortalidade infantil e analfabetismo, entre outros – o IVS do Brasil foi de 0,446 em 2000 para 0,326 em 2010, uma queda de 27% em direção a níveis mais baixos de vulnerabilidade social. Nesse período de 10 anos, observa o Ipea, a ocorrência de um significativo avanço dos indicadores de vulnerabilidade social no País.

“O Brasil ainda está pagando a conta do passado”, avalia o analista do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), Daniel Suliano. Para ele, o País só começou de fato a enfrentar a exclusão social após a Constituição de 1988. A partir daí, afirma, com mais foco e prioridade para questões sociais, é que se permitiu caminhar sem tantas disparidades que, apesar de ainda serem enormes, já refletem um amadurecimento da sociedade. “É uma questão histórica. Por isso, o processo será lento e deve passar por gerações”.



Topo
A Diretoria da Casa do Ceará recebeu em 25,08 para um café da manha o Secretário de Estado de Desenvolvimento Humano e Social

Marcos Pacco, de pais piauienses mas nascido em Brasília, acompanhado de seus assessores, oportunidade em que o presidente Osmar Alves de Melo lhe apresentou as principais unidades de prestação de serviços da Casa, como as Pousada Crisantho Moreira da Rocha, que acolhe 22 idosos, a Policlínica, a Denroclínica, a Pinacoteca Alvaros Lins Cavalcante, as três Bibliotecas, o Museus de Arte e Artesanato, pós Cursos de LÍNGUA. Em 2014, realizamos mais de 50 mil atendimentos nos nossos serviços, muitos deles a pessoas de extrema pobreza ou pobres, disse Osmar, sendo que maioria é indicada pelas unidades de assistência social de Brasília( CAS), salientando que a Casa não recebe verba dos governos do Distrito Federal e do Ceará nem da União.

Do café da manha participaram os diretores José Sampaio de Lacerda Junior O(Foratelza). Evandro Pinto (Fortaleza) João Rodrigues Neto (Independência), Vicent e Magalhães *(Aurora), JB Serra e Gurgel (Acopiara),Maria Aurea Assunção Magalhães (Fortaleza), além da Superint4ndente a Casa, Antonia Lucia Guimarães, e a Assistente Social, Ive e Simonete do Amaral.

Na oportunidade, o Secretário Marcos Paco destacou o imenso esforço do governo Rodrigo Roolemberg na área social, com 300 mil e atendimentos da pessoas extremamente pobres e pobres através dos diferentes programas assistenciais, a partir do Cadastro Único, sendo que os 54 mil pessoas que recebem o bolsa família continuam recebendo uma complementação, que custará ao GDF este ano 11 milhões de reais, Assinalou que a Secretaria que dirige está empenhada em diversas parcerias com instituições de referencia e que compõem a rede complementar assistencial na comunidade do Distrito Federal que acolhem milhares de crianças que tem alternativa de alimentação , lazer e de inserção social. O presidente da Casa do Ceará, Osmar Alves de Melo, manifestou sua esperança de que a Secretaria venha a escolher a Casa como unidade de atenção aos idosos, com a expertise de 52 anos no atendimento aos velhinhos, sendo que muitos poucos são cearenses, podendo se estabelecer um convenio que assegurará pela primeira vez uma contrapartida do GDF para ação social da Casa do Ceará. As negociações vem se desenvolvendo com a s áreas técnicas da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano e Social, SEDHS. “O nosso trabalho merece atenção do poder público pois suprimos o Estado em ações que são relevantes e reconhecida pela população de Brasília que tem presença nos grandes eventos sociais da Casa”;



Topo
Governadora prestigia posse do novo reitor da UFC em Brasília

A governadora do Ceará em exercício, Izolda Cela, participou da posse do reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC) Henry Campos. A solenidade aconteceu na sede do Ministério da Educação e o novo gestor da instituição foi empossado pelo próprio ministro Renato Janine Ribeiro. Também prestigiaram a posse o ex-reitor Jesualdo Farias, que hoje ocupa o cargo de secretário da Educação Superior no MEC, e o prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio. A governadora elogiou a atuação do cearense dentro da UFC e a importância da parceria do Estado com a universidade. "Nós temos tido ao longo desses anos um apoio muito grande da instituição e agora nossa perspectiva é só fortalecer esses laços. O professor Henry conhece bem a área e entende como o Estado pode ajudar e ser ajudado pela a UFC", disse.

O ministro Janine destacou a atuação do novo reitor na formulação da expansão da educação médica no programa Mais Médicos. Ele disse que o Mais Médicos reconfigura a saúde no Brasil quando investe numa reforma estruturadora na educação médica, ao ampliar e interiorizar a oferta de vagas de graduação de medicina. “O Ministério da Educação tem dado uma parte estruturante ao Mais Médicos, fazendo com que o programa se desdobre para o futuro porque, se há todo um trabalho de infraestrutura, quem está assegurando a formação dos futuros médicos brasileiros com qualidade, com um compromisso social importante, com uma interiorização radical deste processo é o ministério da Educação”, afirmou Janine. “Em todo este trabalho o professor Henry tem tido uma participação muito importante”, concluiu.

O reitor empossado destacou a expansão da UFC, que desde 2008 criou 45 cursos de graduação, 22 mestrados e 24 doutorados. “Assumo o compromisso de dar continuidade a um vitorioso projeto de expansão e investimento na qualidade, que vem mudando rapidamente o perfil da nossa universidade”, afirmou. “Como benéfica herança do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni), hoje a nossa instituição é muito maior e melhor e mais democrática e ainda mais comprometida com o avanço social e econômico.”

Henry de Holanda Campos é doutor em nefrologia pela Universidade Federal de São Paulo, é professor associado da Université Paris-Descartes e professor titular da Universidade Federal do Ceará. Tem experiência na área de imunologia, com ênfase em imunologia aplicada. Foi vice-reitor da UFC, de 2007 a 2015.

Campos também coordena o processo de expansão das escolas médicas na Rede Federal de Ensino Superior como coordenador da Comissão de Acompanhamento e Monitoramento de Escolas Médicas (Camem). É consultor da Secretaria da Gestão do Trabalho e Educação em Saúde (Ministério da Saúde), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

*Com informações da Assessoria de Comunicação Social do Ministério da Educação



Topo
Governadora em exercício recebe presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE)

Em um de seus primeiros compromissos como governadora , Izolda Cela recebeu no Palácio da Abolição, o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Idilvan Alencar. e a secretária executiva da Educação no Estado, Dalila Saldanha. Ele apresentou para a governadora o planejamento do Programa de Ações Articuladas (PAR), que esse ano abre inscrições para assistência financeira às prefeituras no próximo mês de setembro. "Os recursos capitaneados pelo Ministério da Educação que oferecem suporte financeiro para a expansão da nossa rede são sempre muito bem-vindos. Por ser daqui do Ceará, o presidente do FNDE conhece bem a realidade das nossas unidades educacionais e pode nos ajudar a melhorar ainda mais", avaliou Izolda Cela.

"Nós viemos ministrar uma palestra aqui em Fortaleza, prestar uma consultoria técnica mesmo, tirar dúvidas dos gestores municipais, para que eles possam fazer o melhor proveito possível do programa, e aproveitamos para fazer uma visita à nossa governadora", esclareceu Idilvan Alencar. O gestor foi secretário executivo da Educação no Ceará à época em que Izolda Cela era a titular da pasta. Hoje, no Ministério da Educação, ele comanda importantes ações do Fundo, que representa uma ferramenta essencial aos municípios e estados para investimentos em estrutura, equipamentos, material didático, valorização e capacitação dos profissionais da rede de ensino.

Ceará é destaque nacional na Educação

A visita acontece uma semana depois que o Ceará virou destaque nacional com escolas públicas estaduais liderando rankings do ENEM 2014. De acordo com os resultados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anysio Teixeira (INEP), na classificação geral, a EEEP Adriano Nobre, localizada no município de Itapajé, foi a instituição pública mais bem colocada no Estado. Além dela, outras duas unidades de ensino se destacaram, ficando entre as 20 melhores do país nos quesitos matrícula superior a 90 alunos, indicador de permanência maior que 80% e indicador socioeconômico baixo. São as Escolas Padre João Bosco de Lima, de Mauriti, e Deputado Cesário Barreto Lima, de Sobral, que ocuparam a 1ª e 2ª posições, respectivamente. No caso do "indicador socioeconômico muito baixo", o Ceará ficou novamente entre as melhores.



Topo
Visita ao CAC definirá “caminho” das águas do São Francisco para o Castanhão

O secretário dos Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, fará visita às obras do Cinturão das Águas do Ceará (CAC) nesta quarta e quinta-feira (12 e 13/08). Além de acompanhar o andamento das obras, a visita também servirá para uma análise in loco sobre a melhor ponto de entrada das águas da Transposição do Rio São Francisco em direção ao Açude Castanhão. “As águas chegarão ao Ceará pelo Eixo Norte da Transposição até a barragem de Jati. Dali, derivarão para o Cinturão das Águas (CAC). Vamos analisar em qual ponto transferiremos estas águas para o leito de um rio a fim de que cheguem ao Castanhão e, consequentemente, alcancem a Região Metropolitana de Fortaleza”, explica Teixeira.

A primeira estação de bombeamento do Eixo Norte da Transposição começou a funcionar em fase de testes na semana passada, em Cabrobó-PE. São 25 metros cúbicos aduzidos por duas bombas. A água percorrerá cerca de 50 quilômetros por gravidade até a segunda estação elevatória. “Isso leva algum tempo, pois nesse percurso existem três barragens que receberão a água”, informa o secretário. As outras duas estações elevatórias – situadas em Salgueiro-PE - devem ficar prontas em setembro próximo e em janeiro de 2016. A previsão do governo federal é de que as águas cheguem ao Ceará em julho do próximo ano.

PALESTRA – A visita do secretário dos Recursos Hídricos, Francisco Teixeira, à Região do Cariri atende também a convite da Universidade Regional do Cariri (Urca). Nesta quarta-feira, ele fará palestra nesta quarta-feira (19 horas) dentro da programação da XV Semana de Economia da URCA, cujo tema será “Escassez de Recursos Hídricos e Grandes Projetos Econômicos no Nordeste”. O evento acontece até o próximo dia 15, nas dependências do Curso de Graduação em Economia da Universidade Regional do Cariri (Urca). Teixeira falará sobre "A Transposição das Águas do São Francisco e as Políticas de Recursos Hídricos do Estado do Ceará".



Topo
Ceará pode ter seca tão severa quanto a de 1998, diz Funceme

O presidente da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), Eduardo Sávio Martins, afirmou, na manhã de ontem, em entrevista ao colunista do jornal Diário do Nordeste, José Maria Melo, que as condições meteorológicas do próximo ano podem ser semelhantes às sentidas em 1998, ano em que o Nordeste foi atingido por uma das maiores secas da história, registrando apenas 270 milímetros de precipitações.

"O aquecimento do Oceano Pacífico tem persistido em alta, o que afeta diretamente o El Niño. E essa tendência de aquecimento acende a nossa luz vermelha, de alerta, porque vemos que o movimento está muito parecido com o de 1997, e já existem alguns comunicados de institutos como a Nasa (Agência Espacial Americana), por exemplo, apontando que esse El Niño pode superar o de 1997, que gerou, em 1998, uma seca extrema aqui no Ceará", explicou Eduardo Martins. Para ele, ainda é cedo para dar uma previsão concreta, mas as projeções mostram que a situação das chuvas pode ficar bastante complicada no Estado.

Segundo Eduardo, o relatório com o diagnóstico final só deve ser finalizado no mês de outubro, mas já é preciso compartilhar a preocupação com a população para que todos se conscientizem quanto à utilização da água, que deve ser escassa no próximo ano. "As secretarias e os órgãos do Governo já estão implementando medidas com esse cenário mais pessimista. Se não acontecer (e o El Niño for embora), ótimo, mas pelo menos nós nos mobilizamos e fomos atrás de soluções já pensando em 2016. Vamos procurar perfurar poços e construir adutoras definitivas, por exemplo", disse.

A temperatura elevada do Pacífico é fator que pode influenciar no surgimento do El Niño. A superfície da água, que acaba evaporando, vai para a atmosfera e o vapor que desce no Nordeste brasileiro dificulta a formação das nuvens. Durante o mês de julho, a Funceme chegou a observar temperaturas que variaram entre 4 e 4,5 graus Celsius acima da média em áreas do leste do oceano Pacífico equatorial, junto à América do Sul.

Fenômenos

Com base nisso, o órgão estima, por enquanto, uma probabilidade de 90% de atuação do El Niño durante o período da pré-estação chuvosa, que compreende os meses de dezembro, janeiro e fevereiro. Conforme a Funceme, as demais condições oceânicas do Pacífico apontam uma probabilidade de 5% de ocorrer o La Niña, fenômeno que ocorre quando as temperaturas estão abaixo da média, e de 10% de condições neutras, quando as temperaturas estão na média. Em ambos os casos, segundo explica o meteorologista da Funceme, Leandro Valente, as condições para o surgimento de chuvas seriam boas.

Ele esclarece que o fator determinante para a qualidade de chuva são as temperaturas dos oceanos Atlântico Norte e Sul, com base na Zona de Convergência Intertropical, principal fenômeno causador de precipitações no Estado. O meteorologista ressalta que as temperaturas do Atlântico têm uma variabilidade grande ao longo do ano e, em janeiro, é quando a situação está melhor definida. "Por isso, o primeiro prognóstico é sempre em janeiro, pois a gente já consegue ter uma previsão melhor de como a Zona de Convergência vai se comportar durante a quadra".

FIQUE POR DENTRO

Registrado no 1º semestre fica 30,5% abaixo

As chuvas registradas entre janeiro e julho de 2015 não foram suficientes para alcançar a média histórica do período, estimada em 759,1 milímetros. Com o registrado de 527,1 mm, as precipitações ficaram 30,5 % abaixo do parâmetro, conforme dados da Funceme. O volume dos sete meses, no entanto, foi o mais alto dos últimos quatro anos, um aumento de quase 38% em relação a 2012.

De fevereiro a maio, choveu apenas 424,6 mm no Estado, quando o esperado era de 607,4 mm, tendo como base a climatologia histórica (1980-2009). A estimativa de chuvas ainda neste ano, segundo as médias históricas mensais, é de 4,9 mm (agosto), 2,3 mm (setembro), 3,1 mm (outubro), 6,3 mm (novembro) e 29,2 mm (dezembro).



Topo
Casa do Ceará homenageia o Superintendente da Receita Federal, José Oleskovicz pelas doações feitas para cumprir sua missão

A homenagem a José Oleskovicz foi em 05.08, reunindo a Diretoria, Conselho Fiscal e a Superintendente da Casa, o Reitor do Uniceub, Getúlio Lopes, procurador, Vicente Landim, historiador Adirson Vasconcelos, a diretora de RH da Câmara dos Deputados Madalena Carneiro, , Deputado Lira, representante do Deputado Distrital Rafael Prudente, Gustavo Aires, Dr. Elson Cascão,. A subsecretaria de Relações do Trabalho e do Terceiro Setor, Mari Trindade, a diretora do SESC, Lucia Garcia, O Superintende Adjunto da Receita Federal, Onássis Simões da Luz e o Delegado da Receita Federal de Brasília, Adalberto Sanches.

Na oportunidade, o presidente da Casa do Ceará, Osmar Alves de Melo, agradeceu as doações feitas pelo Sr. Oleskovicz em diferentes oportunidades, e que contribuíram para que a Casa continue a desenvolver seu programa de assistência social para as populações mais carentes do Distrito Federal.

Coube ao diretor Administrativo-Financeiro. Evandro Pedro Pinto (Fortaleza) saudar o Sr. Oleskovicz, com quem serviu na Receita Federal:

“Prezado Oleskovicz,

Eu sempre ouvi dizer , que o indigesto de um jantar não é comida, mas o discurso que se faz após.

Por isso, prometo-lhes que serei muito breve, a fim de não agravar a indigestão.

Conheci José Oleskovicz faz cerca de 20 anos. Nessa época, servíamos no gabinete do Secretário da Receita Federal, Everardo Maciel. Quando este Secretário criou a Corregedoria da Receita Federal teve a felicidade de escolher para chefia-la justamente o nosso homenageado. Seu trabalho foi profícuo, demonstrando o acerto da escolha do Everardo. Durante sua passagem pela Corregedoria a Receita Federal abriu e concluiu investigações , as mais variadas, que culminaram com o afastamento de dezenas de servidores que, em consequência de seus mal feitos, perderam seus respectivos cargos.

Depois, e como reconhecimento de se trabalho, foi convidado para trabalhar no Palácio do Planalto , agora na já Corregedoria Geral da União. Ali, novamente seu espírito público se fez sobressair.

Agora, de uns tempos a esta parte, ocupar o importante cargo de Superintendente da Receita Federal – 1ª. Região Fiscal , onde também vem emprestando seu descontinuo e competência .

Não tenho receio de afirmar que Oleskovicz é um dos maiores benfeitores de nossa Casa do Ceará, que de sócio Benemérito tornou-se também um Cearense Paidégua.

As doações que destinou à Casa do Ceará proporcionou-nos uma tal quantidade de recursos que, podemos afirmar, a Casa do Ceará vive momento de confortável situação financeira, não necessitando, pelos menos por enquanto, que continuemos com o chapéu circulando entre tantos benfeitores a angariar recursos para sua inúmeras atividades filantrópicas.

Portanto esta homenagem que hoje prestamos a Oleskovicz é da maior oportunidade e preito de indeclinável justiça.

Queira receber, portanto, amigo Oleskovicz, o reconhecimento de todos quantos fazem a Casa do Ceará e saiba que seu honroso nome estará sempre guardado no escaninho mais afetuoso dos nossos corações”.

O Sr; José Oleskovicz agradeceu a homenagem, assinalando que se surpreendeu com o trabalho e com a seriedade da Casa do Ceará , especialmente com a Pousada Crisantho Moreira da Rocha para idosos. Daí, ter incluído a Casa na relação das instituições beneficiárias das doações da Receita Federal por saber que os recursos serão criteriosamente aplicados nas ações assistenciais.



Topo
Ceará aguarda aval para empréstimos de R$ 4 bi

Apesar do ajuste fiscal, Mauro Filho disse que manterá a política de desoneração e que os próximos setores serão a confecção e o moveleiro ( FOTO: TUNO VIEIRA ).

Em meio ao ajuste fiscal e ao contingenciamento de recursos federais, o secretário Estadual da Fazenda (Sefaz), Mauro Filho, disse, na tarde de ontem, que aguarda a liberação, o aval do Ministério da Fazenda, de cerca de R$ 1 bilhão, para o desenvolvimento de uma série de projetos de infraestrutura e sociais que o governo tem projetado para este ano. "São US$ 105 milhões do Acquario Ceará, US$ 100 milhões do Proares III, US$ 200 milhões para Estradas/BID, cerca de US$ 140 milhões para a saúde, US$ 65 milhões do Profisco, além de US$ 200 milhões para o Cinturão das Águas (CAC), que eu vou pedir à CAF", dentre outros, disse o secretário.

Para ele, a alegação do ministério da Fazenda de que o pedido de novos empréstimos dos Estados irão impactar no superávit primário, não mais se justifica, depois que o próprio governo Federal reduziu de R$ 68 bilhões para R$ 5,8 bilhões, o seu compromisso com o superávit fiscal no fim de 2015.

Diante desse quadro, da nova calibragem, Mauro Filho diz que "ele (governo Federal) terá margem sobrando, da ordem de R$ 30 bilhões" (para liberar em operações de crédito). "Isso, bem como os índices de endividamento do Estado do Ceará, nos deixa tranquilos, para a concessão dos avais financeiros", avalia.

Com o Diario do Nordeste, de 5.08.2015

NE: O mancheteiro do Diário do Nordeste, colocou que o empréstimo seria de R$ 1 bilhão de reais. Errou vergonhosamente. Na realidade, os empréstimos serão de US$ 1 bilhão de dólares que chegarão a quase 4 bilhões de reais.Se tivesse somado os empréstimos encontraria mais de 1 nbilhão. Certamente foi induzido ao erro pelo editor de Economia.



Topo
Confirmada a vinda de Levy ao Ceará agenda no Banco do Nordeste, que comemora os 63 anos com seminário na próxima sexta-feira

Na primeira vinda oficial ao Estado, o ministro da Fazenda deve se encontrar com o governador Camilo Santana

Protagonista do segundo mandato de Dilma Rousseff por liderar os ajustes fiscais apontados como salvação para economia brasileira, o ministro Joaquim Levy (Fazenda) virá pela primeira vez ao Ceará - desde que assumiu o cargo - na próxima sexta-feira (31), conforme já tinha sinalizado o Banco do Nordeste - anfitrião dele - e como a assessoria do gabinete do ministério confirmou na tarde de ontem.

Na manhã da sexta-feira, a partir das 8h30, no Passaré, Levy deve estar presente à abertura do seminário "O papel do banco de desenvolvimento na economia do século XXI", realizado pelo BNB e que marca a comemoração da instituição pelos 63 anos de atuação no País.

Encontro com Camilo

Sem agenda fechada, o ministro, até o momento, só tem um compromisso confirmado fora do seminário. Trata-se de um encontro com o governador Camilo Santana, que deve acontecer no mesmo dia, segundo informou a assessoria do chefe do executivo estadual.

Esta é a terceira vez que os dois se encontram. As duas anteriores foram em Brasília, quando Camilo esteve em viajem oficial. Sobre a visita de Levy a algum local específico no Ceará, como obra ou equipamento, a assessoria classificou como "pouco provável", vide a agenda corrida do ministro.

Cenário

Na primeira vinda oficial ao Estado, o ministro da Fazenda chega quando notícias ruins para a economia nacional estão ainda reverberando dentro e fora do País, como a revisão da nota do Brasil - para baixo - pela agência de risco Standard & Poor's.

No cenário regional, Levy deve encontrar uma cadeia produtiva ansiosa, devido à Proposta de Emenda Constitucional enviada pelo governo ao Congresso Nacional e que, em uma das cláusulas, ameaça cortar 30% do repasse da União aos fundos constitucionais de desenvolvimento. Especificamente no caso do Nordeste, isso representaria R$ 2,16 bilhões a menos, anualmente.

Presenças anunciadas

Além de Joaquim Levy, já confirmaram presença no seminário do BNB representantes dos governos de Bahia, Maranhão e Minas Gerais, além dos ministérios da Integração Nacional, Desenvolvimento Agrário e Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República.

Integrantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) também estarão presentes, segundo o BNB.



Topo
Municípios vão parar atividades por um dia no Ceará

O objetivo dos prefeitos do Ceará é chamar a atenção dos governos estadual e federal para a crise financeira que estaria inviabilizando a oferta de serviços à população. Fortaleza não deve participar do protesto.

Prefeituras cearenses vão fechar as portas por um dia para protestar contra a crise que tem atingido diretamente os cofres municipais. A paralisação dos servidores acontece na próxima sexta-feira, 31, e apenas a emergência dos hospitais municipais funcionará normalmente. Para discutir detalhes do movimento, a Associação dos Municípios e Prefeitos do Estadodo Ceará (Aprece) reúne-se com representantes das cidades em Assembleia Geral hoje pela manhã. O encontro de hoje será de mobilização e decisões importantes. Nele, Carta em Defesa dos Municípios Cearenses será assinada, para ser entregue ao Governador Camilo Santana (PT-CE) e à Confederação Nacional dos Municípios (CNM). O número de municípios que vão participar do protesto também será fechado. Evanildo Simão, presidente interino da Aprece, afirma que 150 já confirmaram e que é espera aderência de 170. Roberto Cláudio (Pros-CE) ainda analisa reivindicações para decidir se Fortaleza estará entre eles.

Com o objetivo de chamar a atenção dos parlamentares, governos estadual e federal e população, o protesto, segundo,Simão é um “grito de socorro” dos prefeitos. O novo pacto federativo está no centro das reivindicações, junto com temascomo saúde, educação e seca. Os prefeitos cearenses argumentam que o motivo da crise é a quantidade de programas federais injetados nas cidades, com receitas menores que as despesas, e redução dos recursos, principalmente do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Dificuldade em manter postos de saúde feitos em parceria com os governos estadual e federal e falta de envio de remédios às cidades estiveram entre as principais reclamações.

Cortes em quadros, principalmente terceirizados, estão entre as formas de cortar gastos. Dentro da programação do movimento, está prevista a conversa dos prefeitos com a população, para esclarecer sobre as dificuldades enfrentadas na gestão. “É hora do prefeito justificar o que está acontecendo, esclarecer de quem realmente é a culpa. Não adianta eles carregarem isso, porque a culpa não é deles”, explica Rafaele Saraiva, coordenadora técnica da Aprece. Ela também afirma que, por causa da crise, “muitos prefeitos pensam em entregar os cargos”.

Paralisação

Mesmo com a sexta-feira de paralisação, a movimentação nosmunicípios que aderirem à greve de um dia será intensa. A programação constará de coletiva para a imprensa de cada cidade e atos para informar sobre o movimento à sociedade. Estão prevista ainda visitas às câmaras municipais para que os gestores consigam apoio dos vereadores.



Topo
Brasil conquista 1º lugar em olimpíada de matemática; cearense integrou a equipe

Estudantes conquistaram duas medalhas de ouro e duas de prata; evento da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa reuniu 24 jovens de sete países.

O Brasil teve um excelente desempenho na 5ª Olimpíada de Matemática da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, realizada entre os dias 19 e 25 de julho na cidade de Praia, Cabo Verde.

A equipe brasileira conquistou as duas únicas medalhas de ouro da competição e duas de prata, ficando em primeiro lugar geral na classificação por países, com 154 pontos em 168 possíveis, seguida por Portugal, que somou 108 pontos, e por Cabo Verde, com 68 pontos. Dos brasileiros que participaram dessa conquista, um é cearense.

Os ouros ficaram com Pedro Lucas Lanaro Sponchiado, de Santa Cruz do Rio Pardo (SP), e Mateus Siqueira Thimóteo, de Mogi das Cruzes (SP), ambos com a pontuação perfeita de 42 pontos.

Os outros dois integrantes da delegação brasileira obtiveram medalha de prata: Andrey Jhen Shan Chen, de Campinas (SP) ficou em terceiro lugar geral, com 38 pontos; e Bruno Brasil Meinhart, de Fortaleza (CE), ficou em quinto lugar geral, com 32 pontos.

A olimpíada contou com a presença de 24 jovens de Angola, Brasil, Cabo Verde, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe. Cada país enviou uma delegação de quatro estudantes, menores de 18 anos, e dois professores.Durante a disputa, os competidores submeteram-se a duas provas individuais aplicadas em dois dias consecutivos. Cada exame apresentou três problemas de matemática selecionados por um júri internacional, que exigem a resolução de exercícios de álgebra, teoria dos números, geometria e combinatória.

Competições internacionais

Os estudantes que representam o Brasil em competições internacionais de matemática são selecionados pela Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM), competição realizada anualmente nas escolas públicas e privadas em todoo país e que reúne mais de 500 mil estudantes e seus professores.

Para participar da OBM, o cadastro deve ser feito apenas pelas instituições no site (www.obm.org.br), entre os meses de março e abril de cada ano. Depois, os alunos interessados devem fazer a inscrição interna com o professor responsável. A OBM é uma iniciativa conjunta do Instituto Nacional de Matemática Pura Aplicada (IMPA) da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).




Topo
Fortaleza entre as cidades com chances de receber futuro hub no NE

Um novo hub da Avianca em Fortaleza, ainda em 2015, está descartado. Mas a cidade aparece com boas chances de ser escolhida quando a empresa optar pela instalação. Com três centros no Brasil - Distrito Federal, São Paulo e Rio de Janeiro – a companhia mantém neste momento o foco no cliente e na fidelização. Segundo o presidente da Avianca Brasil, José Efromovich, não existe nada pré-concebido e pode acontecer de terem dois novos hubs quando houver uma definição.

Ele afirma que o Nordeste é um bom lugar para instalar e Fortaleza recebeu muito bem a empresa. O anuncio foi feito durante cerimônia que divulgou a entrada da Avianca Brasil na rede Star Alliance, na Base Aérea de São Paulo, em Guarulhos.

Atualmente, Fortaleza é a única cidade que oferece voo internacional For-Bogotá-For e assim permanecerá em 2015. A ocupação em alta temporada é de 80% e baixa 50%.

Na avaliação do vice-presidente da Avianca Brasil, Tarcísio Gargioni isso é normal, pois o mercado começa a ser desenvolvido e agora estão trabalhando o mercado internacional. É um processo de evolução natural.

Entres os fatores destacados por Gargioni estão o fato da cidade ser um dos principais mercados turísticos no Brasil e a aproximação do município com Caribe e América Central. Além disso há a redução da taxa de ICMS do combustível oferecido pelo Governo do Ceará.

Para Efromovich, o imposto que se tem hoje no Brasil é um dos mais caros do mundo e alguns Estados estão adequando isso em forma de incentivo fiscal. “Não deveria ser assim e todos poderiam padronizar a taxa de ICMS”, diz. Para ele o ideal, no atual momento, deveria ser 0%, mas sabe que isso não vai acontecer.

Planos

Efromovich acredita na retomada da economia em 2016 e o plano da Avianca é trazer para o Brasil novos aviões e fazer frente ao mercado, atendendo os passageiros com produto diferenciado – espaço maior entre poltronas, entretenimento e alimentação gratuita.

Hoje, de acordo com ele, as maiores taxas de ocupação do mercado são da companhia. O adicional de oferta será coberto pelos novos passageiros da Star Alliance. “As aeronaves foram compradas há quatro, cinco anos. Nós não temos o dinamismo de adequação que a economia tem” informa.

O presidente é favorável às concessões e cita Guarulhos como padrão internacional. Elogia a mudança no aeroporto de Brasília nos últimos dois anos. A Avianca aguarda a conclusão das obras do Galeão (RJ) e Belo Horizonte. “Com condições favoráveis de infraestrutura todas as companhias podem atender bem”.

Sobre o Programa de Investimentos em Logística lançado pelo Governo Federal, ele avalia que as companhias vão reclamar, pois aeroportos não se resolvem de um dia para o outro. “Precisamos de modernização e novos aeroportos”, afirma.

Mercado

Fernando Pinto, CEO da TAP, diz que a parceria com a Avianca será por meio de operações de codeshare, ainda sem data marcada para começar, e programa de milhagem. Assim como com a Azul que faz parte do grupo TAP.

O Brasil é o foco principal da empresa e hoje a taxa de ocupação é de 84%. O valor médio da tarifa caiu em 8% no primeiro semestre, mas não houve redução de voos. Fortaleza apresenteou crescimento da demanda, segundo Fernando, e está ao lado de Recife como carro-chefe no Nordeste.

Já a Copa Airlines reduziu dois voos no Brasil em virtude da retração econômica, o que afetou os negócios da empresa conforme análise de Pedro Heilbron, CEO da companhia.

* A jornalista viajou a convite da Avianca Brasil.

NÚMEROS

80% é a ocupação do voo Fortaleza-Bogotá - Fortaleza na alta temporada

Topo
A Casa do Ceará em Brasília apresenta a exposição “Maquetes Artesanais” do artista plástico PEDRO GADELHA, na inauguração da Pinacoteca Alvaro Lins Cavalcante.

O evento é em homenagem a Alvaro, fundador e idealizador da Casa do Ceará e ocorrerá no dia 23/07 a partir das 19:00 horas na sede da instituição.

O ARTISTA

Pedro Gadelha (Pedro Luiz Gadelha Lins Cavalcante, Fortaleza, CE, 21/02/1960) faz parte daprimeira geração crescida em Brasília. Chegado à capital em 1961, cresceu junto com ela numa época em que a cidade era ainda bem pequena, mas a liberdade era muito maior.

Gadelha acredita que essa liberdade e o espaço aberto que a cidade oferecia à criançada da época influenciou toda sua geração.

O interesse pela arte, e pelo desenho em especial, surge já na infância com os primeiros traços reproduzindo jogos de futebol e automóveis, duas de suas maiores paixões.

No início da fase adulta faz o primeiro curso na área (desenho arquitetônico), e trabalha como arte-finalista por dez anos na Infraero. Após essa experiência vai trabalhar como empresário, desenhista, funcioonário público, prestador de serviço, etc. Já fez de tudo um pouco, até dono de bar já foi.

A partir de 2011 trabalha na realização de um antigo sonho: a construção de maquetes e dioramas.

O TRABALHO

As maquetes e dioramas (maquetes são casas individuais e dioramas são situações inteiras,incluindo muitas vezes várias edificações) de Pedro Gadelha procuram ser sempre o máximo possível fiel à realidade, sem, no entanto, deixar de considerar o lado artístico da arquitetura integrada à natureza.

Partindo de projetos próprios ou reproduzindo situações já existentes, Pedro procura sempre dar seu toque pessoal com um alto nível de detalhamento em suas peças. Há também a preocupação em homenagear outros artistas de diversas áreas em seu trabalho. Dar asas a imaginação criando verdadeiras esculturas imitando a realidade.

Partindo de projetos próprios ou reproduzindo situações já existentes, Pedro procura sempre dar seu toque pessoal com um alto nível de detalhamento em suas peças. Há também a preocupação em homenagear outros artistas de diversas áreas em seu trabalho. Dar asas a imaginação criando verdadeiras esculturas imitando a realidade.



Topo
Instituto federal no Ceará pede liberação de verbas retidas pelo MEC

Com cerca de 20 mil alunos matriculados nos 27 campi, o IFCE tem orçamento de custos essenciais, como energia elétrica, internet e limpeza, estimados em R$ 52 milhões, e a verba destinada à assistência estudantil é da ordem de R$ 18 milhões notícia 0 comentários

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) solicitou ao Ministério da Educação (MEC) a liberação das verbas contingenciadas por determinação do governo federal.

De acordo com o pró-reitor de Administração e Planejamento, Tássio Lofti, a instituição dispõe desde sexta-feira, 10, de cerca de 75% dos orçamentos retidos, destinados ao custeio dos campi e à assistência estudantil, que serão repassados às unidades nesta semana.

Na última quarta-feira, 8, estudantes do campus de Canindé, a 118 quilômetros de Fortaleza, fizeram manifestação contra a retenção das verbas.

O grupo fechou o acesso da BR-020 à cidade por cerca de três horas. Segundo lideranças do movimento, o ato reuniu cerca de 100 pessoas, mas a Polícia Rodoviária Federal (PRF) contabilizou apenas 50.

Leia também

MEC divulga resultado da primeira chamada do SisutecReitor do IFCE afirma que não haverá cortes nas unidades

Com cerca de 20 mil alunos matriculados nos 27 campi, o IFCE tem orçamento de custos essenciais, como energia elétrica, internet e limpeza, estimados em R$ 52 milhões, e a verba destinada à assistência estudantil é da ordem de R$ 18 milhões. Desses valores, foram contingenciados 37% e 30%, respectivamente.

Segundo o estudante IFCE de Canindé, Lafaete Moreira, a ausência desses valores afeta os estudantes que precisam de auxílio para transporte ou moradia, por exemplo. O último edital de seleção de estudantes para receber os auxílios no campus foi apenas para cadastro de reserva.

O auxílio-formação, destinado ao desenvolvimento de projetos na área de atuação dos estudantes, e as visitas técnicas de cursos, como o de Turismo, também foram afetados, segundo ele.

“Nós entendemos que existe uma política de repasse do recurso da educação para instituições privadas. Nós não somos contra programas como o Fies [Financiamento Estudantil]. Somos a favor de que exista uma reparação do déficit de vagas na educação superior", enfatizou Lafaete.

A luta dos estudantes, acrescentou, é em prol da educação, mas contra a política de ajuste fiscal na educação. Eles querem, por exemplo, que a verba seja 100% liberada e os orçamentos dos institutos federais repensados, pois "ainda são muito aquém em relação às universidades federais”, declarou.

O diretor-geral do campus de Canindé, Francisco Vidal, considera que a liberação dos valores contingenciados é necessária para que a unidade continue a funcionar até o final do ano letivo. Sem eles, argumentou, a verba existente só cobre os custos atuais até agosto. Vidal salientou que, com a expansão para o interior, o IFCE tem hoje grande importância para o desenvolvimento socioeconômico dessas regiões.

Segundo ele, a reitoria do campus tenta sensibiliza o MEC para a importância do aporte de recursos para que a unidade possa cumprir sua missão junto à sociedade, e informou que, para atender os estudantes selecionados no edital para concessão de auxílios, foi preciso remanejar recursos de outra rubrica.

Tássio Lofti disse que, mesmo com orçamento retido, seria possível os campi continuarem funcionando até o fim de 2015, embora admita que na assistência estudantil poderia ocorrer “o não atendimento pleno” das demandas. Ele informou que o compromisso do MEC foi liberar 100% da verba.

Lofti minimizou a situação do contingenciamento ao explicar que, mesmo em situações normais, o governo federal não libera toda a verba destinada em parcela única. “Muitas vezes, faz-se um alarde desnecessário. Em geral, a instituição está funcionando bem, não tem essas dificuldades enormes, não”, acrescentou. com Agência Brasil.



Topo
Dom Vasconcelos é nomeado Bispo de Sobral

O papa Francisco nomeou, nesta quarta-feira, 8, dom José Luiz Gomes de Vasconcelos, 52 anos, como novo Bispo de Sobral, 250,3 km de Fortaleza. A vaga estava aberta desde dezembro de 2014, quando Dom Odelir José Magri, 6° Bispo de Sobral, foi transferido para Chapecó, em Santa Catarina.

Dom Vasconcelos é natural de Garanhuns (PE) e era Bispo auxiliar de Fortaleza há cerca de três anos. Desde fevereiro, no entanto, ele ocupava interinamente cargo de administrador apostólico da diocese de Sobral. "Eu já estava passando uma semana lá e uma semana aqui em Fortaleza. O papa confirmou essa nomeação e me sinto muito feliz, pois nós missionários vamos para onde a igreja precisa", frisou.

A posse de Dom Vasconcelos ainda não tem data definida, mas ele informou ao O POVO Online que a cerimônia deve ocorrer no dia 29 de agosto. Ele estudou Filosofia e Teologia na Faculdade Nossa Senhora da Assunção, em São Paulo (SP). Como aluno do Pontifício Colégio Pio Brasileiro, em Roma, obteve diploma de mestrado em Teologia Patrística e História da Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.

A ordenação de presbítero ocorreu em dezembro de 1989 e, em junho de 2012, foi nomeado Bisco, recebendo a ordenação episcopal no mesmo ano. Quando padre, ele foi reitor do Seminário Maior de Caruaru, em Pernambuco, e presidente do da Organização dos Seminários e Institutos Filosófico-Teológicos do Brasil (OSIB) do regional Nordeste 2.



Topo
Governo do Ceará realiza leilão reverso para levar agua a 4 cidades e a 104 mil pessoas

O Governo do Estado do Ceará realiza, nesta quarta-feira (8), em Quixeramobim, um leilão reverso para contratação das empresas que irão construir adutoras de montagem rápida no interior cearense. Os equipamentos irão garantir o abastecimento das sedes municipais de Quixeramobim, Ibicuitinga, Independência e Arneiroz, beneficiando cerca de 104 mil pessoas. O lance inicial total para as quatro obras será de R$ 49 milhões, como parte das ações do Plano Estadual de Convivência com a Seca.

Os recursos são parte dos R$ 164 milhões anunciados no último dia 19 de junho pelo governador Camilo Santana e o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, em solenidade no Palácio da Abolição. Na ocasião, o governador destacou que "esses recursos liberados para o Ceará são fruto de planejamento do Governo na execução das ações para garantir a convivência com a seca. Fomos o único Estado que apresentou um Plano de Convivência com a Seca e estamos monitorando diariamente tudo o que acontece para garantir o resultado. E o Planejamento tem sido a marca da nossa política de recursos hídricos".

Adutoras

A adutora que levará água do Açude Pedras Brancas para Quixeramobim terá 60,1 quilômetros e está orçada em R$ 32,3 milhões; Independência receberá águas da Barragem Jaburu II, que fica a 27,6 km da sede municipal. A obra custará R$ 7,4 milhões. Ao custo de R$ 2,3 milhões, a adutora de Arneiroz percorrerá 10,6 km para levar água do Açude Arneiroz II para a sede do município. Já Ibicuitinga será abastecida por meio de adutora cuja fonte hídrica será o Eixão das Águas (que leva água do Castanhão para Fortaleza e Região Metropolitana). Com 27 km de extensão, a obra custará R$ 7 milhões.

Ainda do total de verbas federais anunciado para o Ceará no último dia 19 de junho, serão empregados cerca de R$ 21 milhões no reforço à Operação Carro-Pipa nos 67 municípios em situação de emergência. Outros R$ 94 milhões serão investidos na implantação de sistemas de abastecimento de água para 30.500 habitantes de 64 comunidades rurais cearenses situadas ao longo Eixo Norte do Canal de Integração do Rio São Francisco. A água será captada no próprio Canal e atenderá a populações situadas até 5 quilômetros das margens do Rio. Essas obras serão executadas pela Secretaria das Cidades do Estado, em parceria com a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece).

Leilão Reverso

O leilão reverso, ao contrário do leilão comum - quando algum produto ou serviço é vendido pelo maior lance oferecido –, destina-se a compra ou contratação de serviços a partir do fornecedor que oferecer o menor preço. No dia 24 de março deste ano, o governador Camilo Santana realizou na Assembleia Legislativa seu primeiro leilão reverso no governo. A ação gerou economia de R$ 4,4 milhões para a contratação de empresas para perfurar poços em municípios afetados pela estiagem. O valor total orçado era de R$ 14.497.098,34, sendo contratados R$ 10.096.000,00 ao final do leilão - economia de 30,36%. Ao todo, 17 empresas participaram do pregão, sendo contempladas 6 delas.



Topo
Situação dramática Reserva hídrica do Ceará. Dos 153 açudes monitorados, 70 estão com volume até 9%

O cenário desolador do Banabuiú está dentro de um contexto de meia década de seca que afetou toda a reserva hídrica cearense. Dos 153 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), 70 deles estavam com seus volumes até 9% - dados até sexta-feira, 3. Só um reservatório pequeno de Baturité, o Tijuquinha, com 974 mil m³, está com 100% - ele já havia sangrado em março deste ano.

O Ceará está hoje com 18,7% de água guardada para enfrentar todo o segundo semestre, que já será muito mais seco, e com a projeção feita pela Funceme de poucas chuvas para 2016. As perspectivas de melhora de aporte para 2015 são ínfimas.

Dos quatro maiores açudes, o Banabuiú, já praticamente seco, é o que tem a pior situação. Em vez de crítico, o quadro é triste. O Castanhão, o maior, está com 19,2% e caindo. É justamente o que tem a maior demanda, pois atende Capital, Região Metropolitana e perímetros irrigados.

O Orós, o segundo maior, é o que tem melhor volume dos quatro grandes. Está com 43,1%, mas poderá ser acionado para reforçar o Castanhão no início de 2016. Situação por ora descartada, segundo o secretário de Recursos Hídricos, Francisco Teixeira. O açude Araras, em Varjota, o quarto da lista, está com 8,85%. No perímetro irrigado Araras Norte, a vazão para o plantio em 1.500 hectares, que era de 2 mil litros por segundo, caiu para 170 litros por segundo.



Topo
“Todos pelo hub” – Camilo reforça luta em São Paulo ao lado do três senadores

O governador Camilo Santana (PT) já está em São Paulo. Ele vai participar com os senadores Tasso Jereissati (PSDB), José Pimentel (PT) e Eunicio Oliveira (PMDB), de reunião com a presidente da TAM, Cláudia Sender.

O assunto é a luta cearense pelo hub da TAM, ponto de conexões de voos internacionais, dentro de uma peleja que conta ainda com Natal (RN) e Recife (PE). Nesse encontro, Camilo e os três senadores farão um apelo político à cúpula da TAM que, no entanto, já conta com estudos elaborados pelo Governo do Ceará expondo vantagens técnicas e econômicas de um hub na Capital cearense.



Topo
Ceará lidera ranking nordestino de empregos no setor de serviços

O Ceará apresentou o melhor saldo de empregos formais gerados no setor de serviços (onde a atividade turística está inserida) nos últimos 12 meses da região Nordeste. Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, mostram que o Ceará registrou 13.890 empregos no saldo positivo, representando 38% dos empregos gerados na Região Nordeste.

O estado de Alagoas ficou em segundo lugar, com saldo positivo com 9.278 postos de trabalhos, e o Piauí, em terceiro (7.662). Quando considerado o período acumulado de janeiro a maio de 2015, o Ceará ficou também em segundo lugar do ranking, com 858 novos postos. Os estados de Pernambuco e Bahia ficaram com saldos negativos de 4.547 e 3.757 respectivamente.

Na análise do resultado por atividade, dentro do setor de serviços, os segmentos alojamento e alimentação apresentaram os melhores resultados, ocupando o primeiro lugar do ranking do Ceará no saldo positivo. Foram 3.655 empregos gerados por essas atividades nos últimos 12 meses, o que representa cerca de 26% do total de vagas dentro do setor de serviços no Ceará.

O bom resultado também se repete ao comparar as principais regiões metropolitanas do Nordeste - Fortaleza, Recife e Salvador. A capital cearense, em maio de 2015, ocupou a primeira colocação, com 686 vagas, sucedida por Recife (-3.696) e Salvador (-4.799). Nos últimos 12 meses, Fortaleza teve resultado positivo em 9.004 vagas, enquanto Recife e Salvador seguiram com índices negativos.



Topo
Transporte especial agiliza movimentação de órgãos para transplantes

Duas novidades vão agilizar a movimentação de órgãos e tecidos para a realização dos transplantes no Ceará. A primeira é o transporte terrestre de córneas e sangue doados na macrorregião Norte em qualquer dia e horário através de cooperação técnica que a Central de Transplantes do Estado fechou esta semana com a Expresso Guanabara. A outra novidade é que a Secretaria da Saúde do Estado adquiriu um veículo especial para a Central de Transplantes movimentar com mais rapidez, na capital, as caixas térmicas com órgãos captados para transplantes.

O veículo adquirido com recursos do governo do Estado, devidamente identificado com o nome Central de Transplantes nas laterais e com a logomarca do Governo do Estado, está liberada para livre circulação porque conduz órgãos para transplantes e para salvar vidas. Semelhante a uma ambulância, o transporte especial tem sirene e intermitente. Os condutores farão curso no próximo dia 6 de julho. Ficarão preparados para o trabalho de direção de transporte diferenciado, com a missão especial de contribuir para salvar vidas. O trabalho é 24 horas porque a Central de Transplantes não fecha nunca. Nem nos finais de semana nem nos feriados.

O transporte gratuito de córneas e de sangue de Sobral para Fortaleza e de Fortaleza para Sobral já está liberado. A Santa Casa em Sobral faz captação e realiza transplantes de córneas. Todas as córneas, independemente de onde foram captadas, são trazidas para o Hospital Geral de Fortaleza (HGF), onde no Banco de Olhos são processadas. Este ano, até o dia 24 de junho, foram realizados 348 transplantes de córneas no Ceará. Em todo o ano passado foram realizados 786 transplantes de córneas no Estado. Além do HGF e da Santa Casa, em Sobral, outros 13 hospitais e clínicas fazem transplantes de córneas pelo Sistema Único de Saúde. Na Santa Casa, em Sobral, no ano de 2014 o total de doadores chegou a 20 e de transplantes somou 32. Neste ano o número de doadores está em 18 e o número de transplantes feitos soma 17.



Topo
Campanha do agasalho 2015 da casa do ceará atendeu a mil pessoas

A Casa do Ceará Brasília, em parceria com a Associação dos Filhos e Amigos de Aurora-AFA, Associação dos que Querem Bem a Sobral e ao Distrito federal-AQQBDF, e SESC/DF, realizou no dia 20 de junho uma ação social que beneficiou cerca de 1000 famílias carentes do Distrito Federal e do Entorno, o Programa Campanha do Agasalho. ."Este foi mais um dos grandes eventos sociais da Casa, afirmou o presidente Osmar Alves de Melo, agradecendo o apoio das instituições que contribuem para que a solidariedade dos cearenses seja reconhecida. Esperamos continuar em 2016 encontrando o apoio dos cearenses e dos brasilienses que engrandecem as ações sociais da Casa".

O evento foi um sucesso. Foram distribuídos 800 agasalhos, 400 kits de brinquedos, lanche, algodão doce e pipoca. Além das doações foram oferecidos serviços de odontologia, corte de cabelo, manicure e pedicure, design de sobrancelha, massagem. Na policlínica da Casa havia atendimento médico nas especialidades de Neurologia, Ginecologia e Oftalmologia, além de acupuntura. O SESC/DF montou uma área de recreação infantil, integrada por vários toldos, com jogos de totó, ping-pong, cama elástica, escorregador e uma gibiteca, montou ainda, uma pista de Kart que fez um sucesso com a criançada e distribuiu 1000 picolés com o público.

O evento contou com a presença do presidente da Casa do Ceará, Osmar Alves de Melo Iguatu) e os Diretores Evandro Pedro Pinto (Fortaleza) , Vicente Nunes de Magalhães (Aurora) e Maria Áurea de Assunção Magalhães (Fortaleza) , contou ainda, com as presença do presidente da Associação dos que Querem Bem a Sobral e ao Distrito Federal, Eulady Aguiar e do Deputado Lira que ficou impressionado com os serviços prestados pela Casa do Ceará.

A Campanha do Agasalho 2015 teve a coordenação e organização da Superintendente Antonia Guimarães e da Assistente Social Ivete Simonette e contou com a participação voluntária de cerca de 100 pessoas.



Topo
Campanha do Agasalho dia 20.06 beneficiará 800 carentes do DF e Entorno

O presidente da Casa do Ceará, Osmar Alves de Melo, comunicou a Diretoria da Casa que estão sendo ultimadas as providencias para a realização da Campanha do Agasalho, dia 20 de junho, que distribuirá 800 agasalhos e brinquedos a pessoas carentes de Brasília e do Entorno, com apoio das Associações dos Filhos e Amigos de Aurora e dos Que Querem Bem a Sobral e ao Distrito Federal, com apoio do SESC/DF e Cascol.

O SESC/DF participará com o SESC Cidadania que é um programa destinado ao atendimento de pessoas carentes DF e que disporá de oito tendas para diversos tipos de atendimentos e serviços. Desta vez, a Carreta de Odontologia não virá à Casa do Ceará, que disponibilizará atendimento odontológico com a equipe da Odontoclinica.

Queremos pelo repetir o feito de 2014, disse Osmar, assinalando que a Campanha do Agasalho ressalta o espirito de solidariedade dos cearenses com a população carente de Brasília.



Topo
Morre ex-presidente da Câmara Paes de Andrade

Morreu nesta quarta-feira (17), aos 88 anos, o ex-presidente da Câmara dos Deputados Antonio Paes de Andrade. Ele estava internado em Brasília. Nascido em 18 de maio de 1927, em Mombaça (CE), foi eleito três vezes deputado estadual, a partir de 1950, e oito vezes deputado federal, com o primeiro mandato se iniciando em 1963.

Durante encontro com prefeitos, o presidente do Senado, Renan Calheiros, lamentou a morte de Paes de Andrade, lembrando os cargos exercidos pelocolega de partido. O ex-deputado era sogro do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE).

Advogado, Paes de Andrade também foi embaixador em Portugal, de 2003 a 2007, e presidente nacional do PMDB, em 1994. Durante o período em que presidiu a Câmara, de 1989 a 1991, assumiu diversas vezes a Presidência da República, no governo de Fernando Collor



Topo
A festa junina da Casa do Ceará de 2015 foi um sucesso com 3 mil pessoas. O Bazar foi até 2 horas da madrugada de domingo

A festa Junina da Casa do Ceará de 2015 foi um sucesso com a presença de cerca de 3000 pessoas, da Asa Norte, das Cidades Satélites e do Entorno, inclusive 2.712 pagantes. Contribuiu para isso o Bazar com 18 toneladas de material doado pela Receita Federal, vindo de Ponta Porã. O Bazar se converteu na âncora da Festa, atraindo muitos brasilienses, especialmente pela oferta de produtos eletrônicos, brinquedos , roupas, como casacos de couro, produtos de maquiagem e de pesca.

O diretor de Administração e Finanças da Casa do Ceará, Evandro Pedro Pinto, que articulou a doação da Receita Federal, só lamentou que não houvesse um espaço melhor para acolher a multidão que acorreu à Casa do Ceará. Também lamentou que não se tenha obtido as máquinas operadoras que permitiriam que as compras pudessem ser efetivadas por cartões de débito e de crédito.

“O sucesso da festa Junina e do Bazar podem ser medido pela fila que se formou desde cedo para acesso ao Bazar. Deixamos que 10 pessoas entrassem por vez, já que nosso espaço era pequeno. Confortou-nos o fato que as pessoas compareceram, enfrentaram a fila até as duas horas da manha de domingo quando o último cliente foi atendido.”

A Festa Junina contou com barraquinhas de comidas e produtos típicos do Nordeste. Depois da apresentação de Dennys e Paulo, o Trio Siridó com banda animou tocando musicas de São João, incluindo xote, xaxado, baião e forró. O ponto alto foi a apresentação da quadrilha “Num Só Piscar” que fez uma brilhante exibição, com um espetáculo de cores, luzes e enredo, contando uma história de amor no cangaço.

Estiveram presentes ao evento os diretores a Casa: presidente Osmar Alves de Melo e sra., vices presidentes José Sampaio de Lacerda Junior e Luis Gonzaga de Assis, diretores JB Serra e Gurgel e sra, de Comunicação, Evandro Pedro Pinto e sra, de Administração e Finanças, Vicente Magalhaes , de Educação e Cultura, general Nilton Pessoa e Sra. , de Obras , e Naria Aurea Assunção Magalhaes, de Promoção Social.

Tambem marcou presença o presidente de honra da Associação dos Que Querem Bem a Sobral e a Brasilia-AQQBB, Antonio Carlos Aguiar.

A frente da organização dos eventos a superintendente da Casa do Ceará, Antonia Lucia Guimaraes, com sua equipe.



Topo
Festa Junina, o Arraiá da Casa do Ceará, será dia 13 de junho

No mesmo dia , a Casa promoverá um grande bazar com bens doados pela Receita Federal.

A tradicional festa junina da Casa do Ceará que sempre atraiu multidões do Plano Piloto, Cidades Satélites e Entorno será realizada este ano no dia 13 de junho, esperando a Casa repetir o sucesso das festas anteriores. A festa será na sede da instituição na Asa Norte, na SGAN 909/910, com fácil acesso por ônibus e transportes individuais pela W-3 Norte e com amplo estacionamento.

Desta vez, a Casa do Ceará que acaba de receber uma grande doação de bens e produtos, em bom estado, feita pela Receita Federal, da 1ª. Região, que compreende DF, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás e que tem na Superintendência o auditor fiscal José Oleskoviscz. Cerca de 18 toneladas de bens apreendidos, com valor estimado em 400 mil reais, vieram de Ponta Porã, no Mato Grosso, para a Casa do Ceará, transportados em duas carretas.

A Casa vai transformar a doação em receita para a manutenção da instituição e para isso organizou um grande bazar , que incialmente funcionará no mesmo dia da Festa Junina, para que os interessados possam participar da Festa e efetuar compras . Em oferta, estarão roupas de marca, aparelhos eletro eletrônicos, como rádios, telefones, camisetas, meias, casacos e jeans de marca. O bazar deverá continuar na Casa à disposição dos que pretendem efetuar suas compras.

Os ingressos para a festa e o bazar já estão à venda no valor único de 10,00. Menores de 10 anos não pagarão.

Terá shows com artistas locais como Trio Siridó e a Dupla Sertaneja Denis e Paulo, o grande momento será a apresentação da Quadrilha Num Só Piscar, que há vários anos se apresenta na Festa Junina da Casa.

Comidas e bebidas típicas do Nordeste e do Ceará estarão à disposição do público na praça de alimentação que será instalada.

A festa apresenta em Brasília uma réplica dos festejos juninos do Ceará e do Nordeste, uma das mais tradicionais e concorridas manifestações da cultura popular da região, sendo famosas as realizadas em Pernambuco, em Caruaru, Paraiba, e, Campina Grande e Sergipe, em São Cristovão e Ceará, em Juazeiro do Norte e Sobral.

A força das festas juninas que tem seu ápice na noite de São João, dia 24 de junho, foi amplamente ressaltada na obra musical de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, com o arrasta pé, com xote, xaxado e baião, com musica tocada com sanfona, zabumba e triângulos .Os tocadores são também cantores. O evento tem apoios de Estenio Campelo, do grupo Só Reparos e Cascol, Super Maia, Academia Unique, Clube de Unidade Vizinhança nº 1 e do Comendador Francisco Albery Mariano.

TRIO SIRIDÓ, 41 ANOS DE FORRÓ

Trio Siridó, criado em Brasília há 43 anos, mantem ainda dois de seus fundadores (Torres do Rojão e Tico do Acordeon, )e componentes que os acompanham a mais de uma década. O Trio. Atendendo às exigências do mercado musical, ampliou-se, agregando à banda, filhos e sobrinhos, sem perder seu estilo e deixar seu repertório de puro “Pé de Serra”.

DUPLA DENNYS & PAULO

Formada à 11 anos, vem desenvolvendo um trabalho sério e recebendo muitos elogios do público por onde passam.

QUADRILHA NUM SÓ PISCAR

A Quadrilha de Festejos Junino “Num Só Piscar” foi fundada no dia 25 de agosto do ano de 2000, tendo como base o grupo de jovens da Igreja Santa Luzia da Cidade de São Sebastião/DF. Criada com o objetivo de envolver os jovens e adolescentes em ações saudáveis e Fomentar a Cultura local, através da Música e das Artes Cênicas, levando alegria a toda comunidade e região do Distrito Federa.



Topo
Governador se reúne com ministro da Saúde; R$ 25,7 milhões são liberados para o Ceará

O governador Camilo Santana se reuniu , em Brasília, com o ministro da Saúde, Arthur Chioro. No total, foram duas horas de encontro, que contou ainda com a participação do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, dos secretários Mauro Filho (Fazenda) e Henrique Javi (Saúde) e dos deputados federais José Guimarães e Odorico Monteiro.

Durante a audiência, o ministro anunciou a liberação, de imediato, de R$ 25,7 milhões de recursos retroativos para o Ceará, destinados aos municípios e Estado. Os recursos estão divididos entre o Governo do Estado e os municípios de Aracoiaba, Barbalha, Baturité, Beberibe, Canindé, Crateús, Eusébio, Fortaleza, Horizonte, Iguatu, Itapipoca, Itapiúna, Juazeiro do Norte, Maracanaú, Mulungu, Pacoti, Pentecoste, Piquet Carneiro, Quixadá, Russas, São Benedito, São Gonçalo do Amarante, Sobral, Tauá, Várzea Alegre e Granja.

“Foi uma reunião muito positiva, técnica, realizada após a que tivemos com a presidenta Dilma na semana passada. Vamos aprofundar cada dado, em nível de gestão estadual, para garantir mais recursos para o Ceará”, citou o governador, que se reuniu à tarde com técnicos do ministério para analisar as pendências para o estado.



Topo
FIEC entregará Medalha do Mérito Industrial. Ivens Dias Branco Jr. homenageado

Ivens Dias Branco Júnior (Grupo M.Dias Branco), Pedro Lima (Três Corações) e Humberto Fontenele (Ex-vice-presidente FIEC) são os três agraciados com a Medalha do Mérito Industrial 2015, concedida pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) a pessoas que se destacam e contribuem para o desenvolvimento da indústria.

A entrega da comenda ocorrerá dia 28.05, no La Maison Coliseu, em Frtaleza, em evento para convidados, quando serão comemorados o Dia da Indústria e os 65 anos da federação. À frente o presidente da entidade, Beto Studart.

O setor industrial cearense, no entanto, tem poucos motivos para comemorar. No primeiro trimestre de 2015, a redução na produção industrial atingiu 5,5%. As previsões dos analistas de mercado indicam que a queda deve reduzir-se para 2,8% até o final do ano. A estimativa mais recente da Confederação Nacional da Indústria indica uma queda de 3,4% do Produto Interno Bruto industrial para este ano. Em 2014, o PIB industrial encolhei 1,9% no Ceará e 1,2% no país.

Setorialmente, em 2015, apenas dois segmentos apresentaram avanço na produção: minerais não metálicos, calçados e couro. Por outro lado, setores como têxtil, confecções e produtos químicos apresentaram forte redução. Nos quatro primeiros meses do ano, foram extintos, no Ceará, mais de 11 mil postos de trabalho, sendo 3.861 industriais, uma redução de 1% no total de empregos do setor. O setor de calçados (- 1.996 empregos) e Construção Civil (- 1.604 empregos) foram os principais responsáveis pelo resultado negativo.

No comércio exterior, apesar da desvalorização cambial, as exportações do Estado recuaram 18,7% nos primeiros quatro meses. Entretanto, parte dessas reduções se referem a combustíveis produzidos em outros estados e contabilizados como exportações cearenses devido à operações de transbordo da Petrobrás. Excluindo petróleo e combustíveis, a queda nas exportações cearenses é de 5,3%. Entre os cinco principais produtos da pauta de exportação, apenas cera de carnaúba apresentou avanço das vendas ao mercado externo.



Topo
Governador participa de encontro com a presidenta Dilma e o primeiro-ministro chinês

O governador Camilo Santana participou em 19.05 no Palácio Itamaraty, em Brasília, de encontro com a presidenta Dilma Rousseff e o primeiro-ministro da China, Li Keqiang. A reunião, que contou com a presença de governadores, ministros e deputados, encerrou o evento Encontro Empresarial Brasil-China, realizado na capital federal. No total, os dois países firmaram 35 acordos comercias, somando mais de R$ 50 bilhões.

Para o Ceará, o governador Camilo Santana acredita ser fundamental para o desenvolvimento do Estado manter relações comerciais com a China. “Temos algumas possibilidades de projetos em parcerias com os chineses”, disse Camilo, após cumprimentar o primeiro-ministro chinês e a presidenta Dilma. O governador também conversou com o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante.

No dia 20, governador participour de encontro com os governadores do Nordeste e o presidente do Senado, Renan Calheiros. As pautas, que fazem parte da Carta de Natal, elaborada em evento realizado há duas semanas na capital potiguar, foram apresentadas na reunião. Ao todo, 14 itens fazem parte do documento, entre eles o ajuste fiscal, desoneração de ICMS sobre bens de capital, dívidas dos estados, unificação dos sistemas de segurança pública e investimentos na saúde.



Topo
Voo Buenos Aires/Fortaleza completa um ano com sucesso

Os argentinos estão descobrindo o Ceará. Somente nos três primeiros meses deste ano, foram 1.753 turistas da Argentina chegando ao Estado via Aeroporto Internacional Pinto Martins. O número é 36% maior do que o registrado em todo o ano de 2014, quando o Ceará recebeu 1.284 argentinos. Operado pela companhia aérea Gol, o voo semanal Buenos Aires/Fortaleza completa um ano neste mês de maio.

O voo direto opera aos sábados e tem cinco horas e meia de duração. Sai de Buenos Aires às 13h45min (horário local) e chega a Fortaleza às 19h09min (horário local). O voo direto foi essencial para a atração desse mercado ao Ceará e colocou a Argentina entre os cinco maiores emissores internacionais para o Estado. Antes a Argentina não aparecia nem entre os dez maiores mercados. No ranking atual, só perde para Itália, Portugal, Alemanha e França.

Conforme pesquisas feitas pela Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), o gasto per capita dessa demanda é de R$ 3.036,35 e a permanência média é de 7 dias. Cerca de 65% dos turistas argentinos que visitam o Ceará estão vindo ao Estado pela primeira vez. "O fluxo internacional em vôos diretos representa 52% do total. O restante entra por outros portões como São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador e Recife", explica José Valdo Mesquita, coordenador de Estudos e Pesquisas da Setur.

Para o coordenador, esses números são reflexo de um trabalho constante de promoção do destino Ceará no mercado argentino em participação de feiras e junto aos operadores e agentes turísticos. "O acesso ao voo direto facilita bastante esse incremento", destaca Valdo Mesquita.



Topo
Fluxo de turistas estrangeiros no Ceará cresce 30% no primeiro trimestre

A movimentação de turistas estrangeiros pelo Aeroporto Internacional Pinto Martins e pelos terminais de passageiros marítimos (Mucuripe e Pecém) cresceu 30% no primeiro trimestre deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. O levantamento foi realizado pela Secretaria do Turismo do Ceará (Setur) e engloba os meses de janeiro, fevereiro e março.

Considerando apenas o aeroporto, o crescimento foi 24%. O número de passageiros de voos regulares teve crescimento de 23,4% e representa 88,1% de toda movimentação aérea, contra apenas 11,9% de turistas que vieram por voos charter. Fortaleza conta hoje com voos diretos da Argentina, Alemanha, Colômbia, Cabo Verde, Estados Unidos, Itália e Portugal, que representa 52% do total de visitantes. O restante dos estrangeiros chega por outros portões como São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife e Natal.

Já nos terminais de passageiros marítimos dos portos do Mucuripe e do Pecém, o crescimento foi de 103,5%. De acordo com a Companhia Docas do Ceará, somente no período analisado, já chegaram quatro cruzeiros marítimos à capital cearense. Eram previstos seis, mas dois deles não conseguiram chegar por más condições de tempo e maré. Até o fim do ano, outros quatro grandes cruzeiros estão programados para chegar a Fortaleza.

Além disso, a Cruise Lines International Association (Clia) tem planos de criar dois novos pacotes de cruzeiros pelo Nordeste. Um deles sairia de Santos a Fortaleza, parando pelas capitais nordestinas e retornando de avião. O segundo iria de Salvador a Fortaleza. Os dois teriam duração de sete noites. O plano foi apresentado ao titular da Setur, Arialdo Pinho, que terá reunião este mês com a Clia para iniciar a negociação.

Perfil do turista

Conforme as pesquisas realizadas pela Setur, o gasto per capita do turista internacional é de R$ 3.023,58, com permanência média de 7 dias. Ainda segundo a pesquisa, 71,64% utilizaram a rede hoteleira formal (hotéis, resorts, flats, pousadas e albergues) e o restante ficou hospedado na casa de parentes e amigos ou em alugueis por temporadas. A maioria dos turistas (73,8%) possui curso superior e tem de 26 a 50 anos (67,8%). Quase a metade (42,4%) visitou o Ceará pela primeira vez e grande parte (70,1%) veio a passeio.

Outro fator determinante para o aumento do fluxo de visitantes é o grau de satisfação desses turistas. Conforme as pesquisas da Setur, 62,21% dos visitantes consideraram que o destino Ceará superou suas expectativas. Para 37,21%, as expectativas foram planamente correspondidas. Na hora da escolha do destino, 78,91% optou primeiramente pelo Ceará. Os demais planejaram outros destinos, mas acabaram decidindo pelo Ceará.

Para o coordenador de Estudos e Pesquisas da Setur, José Valdo Mesquita, esses números são reflexo de um trabalho constante de promoção do destino Ceará nos mercados prioritários, nacionais e internacionais. "Além disso, a alta valorização do dólar é um dos fatores da procura pelo Estado ", destaca.



Topo
Ligado ao PMDB Marcos Costa Holanda é o novo presidente do BNB

Marcos Holanda é professor de economia e foi diretor do Ipece. O economista Marcos Costa Holanda é o novo presidente do Banco do Nordeste (BNB). A nomeação consta no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (4).

Holanda substituirá Nelson de Souza, que estava na função desde o ano passado. O novo presidente do BNB é ligado ao líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira.

Ele foi fundador e diretor geral do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) e atualmente é professor do departamendo de Economia Aplicada da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Pertencente à cota do Partido dos Trabalhadores (PT), Nelson de Souza vinha tentando garantir a permanência no cargo por meio de articulações políticas. Estava no BNB desde 2012, quando assumiu a Diretoria Estratégica.

Com Nelson de Souza à frente do Banco do Nordeste, a instituição financeira anunciou um lucro líquido de R$ 747,4 milhões e um resultado operacional de R$ 1,13 bilhão em 2014. Trata-se de um crescimento de 107% e 105%, respectivamente, frente a 2013.



Topo
Camilo Santana homenageia povo cearense na entrega Medalha da Abolição

"A definição dos agraciados deste ano me levou a pensar em quantos cearenses fazem diferença nas suas ruas, bairros, localidades e cidades com ações que nem sempre são visíveis, mas que são fundamentais para mantermos nossas crianças nas escolas, ou prevenir doenças, ou melhorar a qualidade de vida de nossos irmãos e irmãs". Foi assim, ampliando o foco para todos os cearenses, que o governador Camilo Santana exemplificou o perfil dos três homenageados com a Medalha da Abolição de 2015: o arquiteto, compositor e poeta Fausto Nilo; a farmacêutica bioquímica Maria da Penha Maia Fernandes, que empresta seu nome à Lei Maria da Penha; e o médico responsável pelo programa de transplante de fígado no Estado, José Huygens Parente Garcia.

Os três receberam a maior comenda concedida pelo Estado do Ceará das mãos do governador e da vice-governadora, Izolda Cela, em solenidade realizada no Palácio da Abolição, em 25.04. Durante a solenidade, Camilo Santana destacou a relevância do trabalho prestado pelos agraciados, sem deixar de ressaltar que todos os méritos não seriam possíveis sem a boa aceitação dos que os acompanham. "Toda esta reflexão me leva a dizer a vocês, Maria da Penha, Dr. José Huygens e Fausto Nilo, que esta comenda tem uma simbologia muito importante. Para mim, entregar a Medalha da Abolição para vocês significa agraciar a todos os cearenses que fizeram e fazem parte da história de vocês e de nosso Estado. Por favor, levem com vocês o meu agradecimento a cada um deles", disse.

Recebendo a Medalha da Abolição das mãos do governador Camilo Santana e da vice-governadora Izolda Cela, trazida por jovens estudantes do Colégio da Polícia Militar do Estado, Maria da Penha Maia Fernandes destacou a importância da luta feminina, comparando a causa com dias passados. "Hoje somos outros abolicionistas lutando contra outro tipo de escravatura. A violência doméstica escraviza mulheres a uma vida de medo, de dor. Mas hoje não precisamos mais sofrer caladas. Dedico essa medalha a todas as mulheres que lutam por essa alforria. Considero que esta comenda representa a Lei Áurea para as mulheres do Brasil. E que hoje lutemos com a mesma força de abolicionistas de outrora", disse.

Fausto Nilo relembrou vários momentos da infância, de pessoas que marcaram a sua vida, e pontuou que é justamente o contato com as pessoas que o levou onde chegou: "Há muitos conterrâneos que se vêem em mim, e acho que isso é fruto de um compartilhamento. O grande mérito que tenho para receber a Medalha da Abolição foi perceber que, a partir da vivência na cidade, é possível fazer arte, seja para projetá-la ou para cantar as belezas dela como poesia. Me considero um sujeito de sorte. Dizem que a vida é feita de oportunidade, um pouco de talento e sorte, e agradeço por ter conhecido essas pessoas, agradeço ao Estado do Ceará, na pessoa do governador Camilo Santana, por essa homenagem".

Dr.José Huygens Parente Garcia, por sua vez, relembrou a infância humilde e de toda a dedicação que teve no início de carreira quando, atendendo a pacientes mais carentes, se incomodava com o alto índice de óbitos pela não existência de transplante de fígado no Estado e lutou para mudar esse quadro. "Nascido na cidade do Crato, crescido no Sítio Buriti, em Santana do Cariri, não estaria aqui sem os esforços dos meus pais, que não mediram trabalho para me tirar da vida agrícola. Hoje, o Hospital Universitário Walter Cantídio foi o centro que mais realizou transplantes na América do Sul. Esse fato é motivo de orgulho e patrimônio para o Ceará, terra da luz que, mesmo com as dificuldades que conhecemos, mostra que podemos fazer a diferença", disse.

A medalha

A comenda, instituída em 1963, reconhece o trabalho relevante de brasileiros para o Estado do Ceará ou para o Brasil. Com os três agraciados de 2015, 158 personalidades do País foram homenageadas.

A escolha é feita por uma comissão, instituída em um decreto. Essa comissão avalia o conjunto de nomes e resolve conceder, dentre esses nomes, a medalha para aqueles que mais se destacaram.

Saiba um pouco mais sobre os homenageados

Fausto Nilo

Conhecido por suas composições e vanguardismo arquitetônico e urbanístico, Fausto Nilo foi da primeira turma da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Ceará. Cearense, nascido na cidade de Quixeramobim, a 224 Km de Fortaleza, o também poeta é o quarto dos sete filhos de Luís e Hilda Costa.

Huygens Parente Garcia

José Huygens Parente Garcia é cearense, nascido na cidade de Crato, é cirurgião graduado pela Universidade Federal do Ceará (UFC), doutor em Farmacologia também pela UFC e membro titular da Academia Cearense de Medicina, desde janeiro de 2015, ocupando a cadeira 13. Médico humanista, o Dr. Huygens é uma referência nacional no transplante de fígado.

Maria da Penha

Maria da Penha teve sua história marcada por uma luta que se transformou em inspiração para a lei que leva o seu nome (11.340/2006) e um exemplo no combate à violência contra a mulher. Farmacêutica bioquímica e de classe média, Maria da Penha foi baleada pelo ex-marido, que foi condenado e preso. Ao recomeçar a vida, Maria decidiu escrever um livro e lutar contra a impunidade para os agressores.



Topo
Expedição no Everest faz contato, afirma que cearense está bem e espera descida

Em ligação telefônica, o guia do grupo, Garrett Madison, informou que os 15 alpinistas, incluindo o cearense Rosier Alexandre, passam bem, mas estão com pouco mantimentos e sem opção de descida.

Rosier Alexandre e o filho Davi Saraiva (ao centro) ao lado de montanhistas no Nepal Após mais de 24 horas incomunicáveis, os alpinistas da equipe do cearense Rosier Alexandre fizeram contato, novamente por meio de telefone via satélite. O guia da expedição, Garrett Madison, comunicou que todos os 15 montanhistas do grupo que permanecem no Campo 2 passam bem.

"Nós estivemos aqui no Campo 2 resistindo, mas estamos com pouca comida e combustível e nós temos que descer. Não há nenhum caminho ou rota, no momento, pela parede de gelo Khumbu. As equipes que tentaram fazer o caminho pela cascata de gelo, hoje, não tiveram êxito e não será tentado de novo", detalhou Garrett, avaliando que a única maneira de descer, no momento, seria com ajuda de helicóptero.

Hospitais no Nepal estão lotados, enquanto total de mortos ultrapassa 2,4 mil

Garrett diz que a equipe planeja descer para o Campo 1 na segunda-feira (27) e, "com a esperança de bom tempo, voar para o Campo Base para se reunir com os demais membros da expedição”. O montanhista expressou ainda sentimentos pela notícia do falecimento de Eve Girawong, médica que estava no Campo Base quando o mesmo foi atingido, ontem, por uma avalanche.

Expedição é mais uma tentativa do cearense de escalar os 7 maiores cumes

Rosier Alexandre tentava pela segunda vez chegar ao topo o monte Everest. Em abril do ano passado, a expedição foi surpreendida por uma avalanche de proporções catastróficas que matou milhares de pessoas. A nova tentativa foi frustrada após o terremoto que assolou o Nepal na madrugada de sábado (25). Mais de 2.400 pessoas já morreram.

O último contato feito pelo montanhista cearense Rosier Alexandre aconteceu na manhã de sábado, às 7h30. O temor de amigos e familiares pela segurança do grupo aumentou depois da notícia de novos tremores na região. O filho de Rosier, Davi Saraiva, estava no Campo Base quando o mesmo foi atingido por avalanche, matando Eve Girawong. Ele e outros três montanhista foram resgatados e transferidos em segurança para o vilarejo de Gorak Shep. O grupo de 15 alpinistas em que está Rosier Alexandre continua isolado a 6.400 metros de altitude. Mais de 2 mil pessoas na série de tremores que iniciou na madrugada de sábado no Nepal.



Topo
Governador realiza primeira visita oficial à Companhia Siderúrgica do Pecém

O governador Camilo Santana acompanhou, em 14.04, as obras de construção da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), em São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza. A usina, constituída entre a brasileira Vale e as sul-coreanas Dongkuk e Posco, iniciará as atividades no próximo ano e terá capacidade para produzir 3 milhões de toneladas deplacas de aço por ano.

Juntamente com os secretários Danilo Serpa (Relações Institucionais), André Facó (Infraestrutura), Nicole Barbosa (Desenvolvimento Econômico) e o líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Evandro Leitão, Camilo conheceu na usina a planta do Alto Forno, construção onde é fundido o minério de ferro e transformado em ferro-gusa. Na sequência, ele visitou a Aciaria, unidade onde existem máquinas e equipamentos voltados para o processo de transformação do ferro-gusa em diferentes tipos de aço.

Camilo parabenizou as empresas responsáveis pelo projeto e falou que a usina beneficiará a economia cearense. "Quero parabenizar as empresas envolvidas por esse grande empreendimento que vai mudar o cenário econômico do Ceará, a partir do seu funcionamento, em 2016. É uma obra que movimenta hoje milhares de trabalhadores, que atrai novos investidores e novos empreendimentos. Portanto, é fundamental essa parceria do Governo do Estado e a Companhia Siderúrgica do Pecém, que mudará a história do Ceará.” afirmou.

Para o presidente da Companhia, Sérgio Leite, a visita do governador à usina é necessária para o andamento do projeto. “O que nós estamos mostrando ao governador é que tudo aquilo que a gente conversa, planeja e discute, tem uma razão de ser. Por isso, este é o momento dele verificar todo nosso planejamento, nosso compromisso, nosso envolvimento. Essa rotina estabelecida de reuniões em que você tem a oportunidade de sentar-se à mesa e visitar o objeto da reunião, que é a construção desse empreendimento, é muito importante”, disse.



Topo
Casa do Ceará homenageia seus benfeitores

No último dia 08 de abril, a Casa do Ceará prestou uma homenagem àspessoas que fizeram grande colaborações no ano de 2014. foramhomenageados com o título de sócio benemérito, o Presidente da Associaçãodos que Querem Bem a Sobral e ao DF, Eulady Aguiar Ferreira e o Diretor deEducação e Cultura da Casa do Ceará, Vicente Nunes de Magalhães.Receberam o título de sócio honorário, o Comendador Francisco Albery, aArquiteta da Casa do Ceará, senhorita Priscila Araujo de Paula Mariano, aPresidente da Associação dos Filhos de Aurora, Maria Djanira Gonçalves e aSecretária Adjunta de Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social, RianeNatália Vasconcelos. Receberam o título de Sócio Emérito os empresáriosAntonio Matias, Elson Cascão, Francisco Hubner Carneiro e Miguel SoaresFrota. O Presidente da Casa do Ceará Osmar Alves de Melo, ressaltou aimportância da contribuição de todos os homenageados para a manutençãodas atividades sociais da entidade. Compareceram ao evento o Presidente daCasa do Ceará Osmar Alves de Melo, o 1º Vice Presidente, José Sampaio deLacerda Júnior, o Diretor de Planejamento e Orçamento, Carlos Euler Currlin Perpétuo, o Diretor de Obras, Nilton Pessoa Cavalcante, o Diretor JurídicoJoão Rodrigues Neto, a Diretora de Promoção Social, Maria Aurea Magalhães,o Presidente do Conselho Fiscal José Carlos Carvalho acompanhado de suaesposa, o Suplente do Conselho Fiscal, José Aldemir Holanda e esposa e aSuperintendente Antonia Lucia Guimarães. Estiveram presentes oSuperintendente da Receita Federal José Oleskoviscz, o Advogado EstenioCampelo, o Historiador e membro do Instituto Histórico e Geográfico deBrasília, Adirson Vasconcelos e a Chefe de Promoção Social do SESC/DF,Professora Lucia Garcia.



Topo
PIB cearense fecha 2014 em 4,36% e, pelo sétimo ano consecutivo, supera índice nacional

A economia cearense em 2014, medida pelo Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no Estado, cresceu 4,36% em relação a 2013 e supera pelo sétimo ano consecutivo o desempenho nacional, que ficou em 0,1% no ano passado. No quarto trimestre de 2014, o PIB do Ceará fechou em 2,7%, também superando o brasileiro no mesmo período, que foi de menos 0,2%. Os números foram divulgados nesta quarta-feira (8), em entrevista coletiva na sede do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece).

“Tivemos um crescimento muito expressivo (4,36%). Se comparar com o Brasil (pouco mais de 0,1%), o desempenho do Estado foi muito forte. Isso está, de certa forma, relacionado ao volume de investimentos que foi realizado nos últimos anos”, afirmou o professor Flávio Ataliba, diretor geral do Ipece.

O setor Agropecuário, dentre os três segmentos que compõem o PIB, foi o que apresentou melhor desempenho em 2014, com um crescimento de 65,07%, bem superior ao nacional no mesmo período, de 0,4%. O segundo lugar ficou com Serviços, com evolução de 3,59% (nacional foi de 0,7%).

Quarto trimestre de 2014

O setor Agropecuário do Ceara encerrou em 37,22% no quarto trimestre de 2014; Serviços ficou em 2,8%, superando, respectivamente, os índices de 1,2% e 0,4% apresentados pelo PIB nacional no mesmo período. O PIB é um indicador que mostra a tendência do desempenho da economia no curto prazo, com base nos resultados dos três setores: Agropecuária, Indústria e Serviços.

Mais uma vez, o resultado do PIB cearense confirma a estimativa do Ipece, órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Estado, que estimava índice de crescimento da economia cearense entre 3,5 a 4,5% em 2014 e que o resultado seria superior ao registrado para o PIB nacional.

Todos os dados relativos ao Produto Interno Bruto já podem ser acessados no www.ipece.ce.gov.br.

Investimentos do Ceará

O principal setor para a economia do Ceará é o de serviços, pois representa 73,8% do PIB do Estado. “Nessa dinâmica recente da economia cearense, o setor de turismo se destacou, não só diretamente, mas através do setor de serviços, com as contas de alimentação, alojamento e transporte”. Ele cita ainda o comercio com um destaque importante, com 16% de participação no PIB.

Para ele, todos os equipamentos que podem fortalecer esses segmentos são fundamentais, como o Centro de Eventos e Acquário. “Tem um importante impacto na atividade econômica do Estado”.

De acordo com o diretor do Ipece, o Ceará se consagra como o quarto maior volume de investimentos do País, com R$ 16,8 bilhões, ficando atrás somente de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. “Isso mostra que os investimentos públicos são muito importantes para dar a dinâmica da economia cearense, que ainda precisa muito da presença do Estado”.

Ataliba lembra que o ICMS foi a principal fonte de financiamento dos investimentos. “Grande parte dos investimentos não foram recursos de terceiros, ou seja, através de endividamento, e sim, de recursos próprios. Ou seja, o Ceará tem uma capacidade de endividamento muito grande”, disse. Ele acrescenta que mesmo haja dificuldade de investir com recursos próprios para crescer o Ceará tem uma capacidade de levantar recursos e créditos internacionais “muito grande”.

Metas

A população do Estado do Ceará representa 4,5% da população brasileira e o PIB cearense representa cerca de 2% do PIB nacional. “O crescimento vem sendo muito forte nos últimos anos, nós precisamos continuar esse esforço de crescimento continuado até chegar a 4,5% do PIB nacional. Essa é a grande meta. Isso significa que a gente vai ter a mesma média da renda nacional”.



Topo
100 dias do Governo Camilo Santana no Ceara: compromissos cumpridos. Veja o balanço

No dia 10 de abril, o governador Camilo Santana chega à marca de 100 dias de gestão. Uma caminhada consolidada pelo diálogo, pela inclusão, intersetorialidade e por um planejamento articulado nas políticas públicas. Um conjunto de iniciativas que deu vida ao Plano de Governo 7 Cearás: o Pacífico, o Sustentável, de Oportunidades, o Democrático, o Acolhedor, o do Conhecimento e o Saudável.

Ainda durante a campanha que o elegeu governador, Camilo assumiu compromissos para sua gestão, que serão lembrados, buscados e alcançados ao longo dos próximos quatro anos. Abaixo, o Governo presta contas das principais mediadas tomadas e metas assumidas já cumpridas neste início de gestão.

MÁQUINA PÚBLICA

Com vistas a modernizar e adequar a máquina pública a um novo momento de reajuste de finanças, o governo Camilo Santana reduziu em 25% o número de cargos comissionados e custeio, sem comprometimento dos serviços básicos da população, bem como tem feito estudos de melhor aproveitamento dos diversos órgãos na busca incessante por austeridade e uso responsável do dinheiro publico.

Além disso, as ações tomadas pelo Governo do Ceará são exemplo de como impulsionar a arrecadação de impostos, sem aumentos de tributação, durante o 15º Sefaz Debate, realizado pelo Sindicato dos Técnicos Tributários da Receita Estadual do Rio Grande do Sul (Afocefe), no dia 19 de março.

SEGURANÇA

Uma das áreas a apresentar melhoras significativas nestes 100 dias é indiscutivelmente a segurança pública. Através do diálogo permanente com todas as entidades representativas dos policiais, o Estado experimentou a redução de mortes violentas nos meses de fevereiro (13,5%) e março (31,4%). Vale frisar que Camilo participa pessoalmente das reuniões de monitoramento que a cúpula da segurança pública realiza.

Um dos principais compromissos de campanha de Camilo foi a realização de um novo sistema de promoções para a Polícia Militar, no intuito de corrigir distorções. Um decreto para as promoções assinado por Camilo Santana já beneficiou 98 militares, sendo 71 praças (34 subtenentes, 14 sargentos e 23 cabos) e 27 oficiais (três coronéis, cinco tenente-coronéis, seis majores, sete capitães e seis tenentes). O governador pretende apresentar, nos próximos dias, o projeto do sistema de promoções para votação na Assembleia Legislativa, bem como é um desejo da gestão equiparar os salários dos PMs cearenses à média dos profissionais dos demais estados nordestinos. Está prevista ainda a realização de novo concurso público.

Para ampliar os projetos da segurança, no próximo dia 14, será graduada a quarta turma do Curso de Formação de Soldados para a Carreira de Praças da Polícia Militar do Ceará (CFPCP/PM). Serão mais 1.026 novos soldados aptos a atuar na Capital e no Interior. A quinta turma já foi convocada, com mais 400 aprovados. O governador chamou ainda 238 aprovados em concurso da Perícia Forense, em cargos como Médico Legista, Perito Criminal, Perito Legista e Auxiliar de Perícia. A ampliação das ações de segurança também ganha reforço com a recente entrega de 11 veículos de combate ao fogo e resgate ao Corpo de Bombeiros.

A grande ferramenta que visa unir estas conquistas está em andamento. É o programa “Ceará Pacífico”, coordenado pela vice-governadora, Izolda Cela, que reúne as políticas públicas integradas para o combate à criminalidade, como Saúde, Esporte e Educação, envolvendo entidades da sociedade civil, Tribunal de Justiça, Ministério Público e voltado, de início, para os locais mais críticos do Estado. “O problema da violência requer continuidade e dedicação e vou tratar disso pessoalmente”, afirma o governador Camilo Santana.

SAÚDE

Um dos compromissos do governador já cumprido foi a criação da Lei do Piso dos Agentes de Saúde, que institui os rendimentos em R$ 1.014,00 e beneficia mais de 8 mil profissionais no Estado, além de equiparar o reajuste ao dos agentes federais. Outra boa notícia foi a integração de 514 novos médicos ao programa “Mais Médicos” com atuação exclusiva em 113 municípios do Ceará.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde tem realizado várias ações de combate e prevenção de doenças, como a campanha de vacinação contra sarampo e pesquisa para implantar o primeiro banco de tecidos ovarianos. Em março, atendimentos nas UPAs 24h do Estado em Fortaleza passam de 2 milhões e uma nova técnica cirúrgica em urologia chegou ao Hospital Geral de Fortaleza. Não é à toa que os hospitais da rede estadual da saúde são tão requisitados, pois são referências em tratamentos de doenças nas diversas áreas. Com a consolidação das UPAs, o Estado também dá um importante apoio aos municípios no atendimento primário de saúde.

EDUCAÇÃO

Escola de Ensino Profissionalizante 2Um dos ajustes propostos por Camilo Santana durante os diálogos com a área da educação foi a de suprir o déficit por docentes nas universidades estaduais. Para tanto, uma das primeiras medidas do governador nestes primeiros 100 dias de mandato foi o anúncio de concurso para 249 professores efetivos para as instituições, sendo 120 para a Uece, 67 para a UVA e 62 para a Urca. Na mesma área, o Governo também fortaleceu a parceria com a União na inauguração do IFCE de Itapipoca, que atende a região Oeste, sendo o 26º do gênero no Ceará. Outra conquista efetivada pelo governador foi o vale-alimentação para professores não efetivos. A medida beneficiou 4 mil profissionais.

CULTURA

A Cultura teve série de avanços implantados já nestes primeiros três meses de governo Camilo Santana. O Plano Estadual da Cultura foi apresentado à sociedade, com os pilares da política para a área pelos próximos 10 anos. Foi anunciado para a pasta 1,5% do investimento total do Estado e, entre outras ações, já foi assinada a ordem de serviço para a reforma da Biblioteca Pública Menezes Pimentel. O investimento foi de R$ 9 milhões. Para evitar prejuízos aos estudantes e pesquisadores que precisam acessar os livros, a parte mais procurada do acervo será transferida, provisoriamente, para um dos galpões da RFFSA, ao lado da Estação João Felipe. As obras raras continuarão no prédio da Biblioteca durante a reforma e também poderão ser consultadas por meio de agendamento prévio.

RECURSOS HÍDRICOS

Destaque cinturão das aguas MG 5169Uma das áreas que mais exigiu esforços nestes primeiros meses de governo é a dos recursos hídricos. Com o prognóstico do quarto ano seguido de chuvas abaixo da média histórica, o governador Camilo Santana apresentou à Assembleia Legislativa o Plano Estadual de Convivência com a Seca, com ações emergenciais, estruturantes e complementares. Entre elas, o reforço na utilização de carros-pipa, na construção de cisternas, adutoras e poços; de investimentos em benefícios sociais; nas obras de transferência hídrica; inclusive em parceria com o Governo Federal.

O governador assinou a Ordem de Serviço do programa “Água Doce”, para a implantação de 222 dessalinizadores em comunidades rurais de 45 municípios do sertão cearense, com investimento de R$ 44 milhões. Foram inaugurados também novos sistemas de abastecimento, dentro do Programa “Água para Todos” em municípios como Missão Velha, Cruz, Bela Cruz, Barbalha, Campos Sales, Brejo Santo, Crato e Assaré. Outros 600 sistemas estão em execução. Vinte e oito cidades ao todo, como Caririaçu, Alcântaras, Potiretama, Irauçuba, Canindé e Tauá, já contam com Adutoras de Montagem Rápida para garantir a segurança hídrica da população rural e urbana. Estas ações somadas a outros programas – como o Água para Todos, o Garantia Safra, os Perímetros Irrigados, entre outros - representam investimentos de mais de R$ 300 milhões.

Camilo Santana comandou ainda, pessoalmente, um leilão reverso para construção de poços, chafarizes e dessalinizadores, que aconteceu na Assembleia Legislativa e obteve economia de R$ 4,4 milhões (30,36%) para os cofres públicos. E outras realizações a longo prazo seguem em andamento, como o Cinturão das Águas e o Eixão das Águas. “Estamos focando nossos esforços em medidas de segurança hídrica, segurança alimentar, benefícios sociais, sustentabilidade econômica e conhecimento e inovação”, ressalta o governador.

HABITAÇÃO

Um dos compromissos desta gestão foi a expansão do programa “Minha Casa, Minha Vida”. A Secretaria das Cidades divulgou em março balanço com o número total de unidades habitacionais contratadas pelo programa no Ceará até o primeiro bimestre de 2015. Ao todo, foram contratadas 63.123 unidades, com aporte de mais de R$ 197 milhões do governo estadual.

MOBILIDADE URBANA

Metrô Conforme dialogado com a população, o reforço no transporte público tem sido prioridade deste Governo. Além das discussões para a implementação do Bilhete Único na Região Metropolitana de Fortaleza, o governador Camilo Santana incluiu em suas prioridades na busca por recursos, uma maior abrangência de linhas em Fortaleza e no Interior. Veja abaixo, as linhas de metrô, que já funcionam:

- Linha Sul (Fortaleza – Pacatuba): abertura das estações às 6h30 e fechamento às 19 horas, de segunda-feira a sábado.

- Linha Oeste (Fortaleza – Caucaia): das 5h30min às 20h25min (operação comercial de segunda-feira a sábado).

- Metrô do Cariri (Juazeiro do Norte – Crato): das 6h às 19h de segunda-feira a sexta-feira, e aos sábados das 6h às 14h.

- Metrô de Sobral: 8h às 12h (operação assistida de segunda a sexta, sem cobrança de passagem).

ESTRADAS

Governo do Estado inicia o quarto mês do ano de 2015 com mais de 900 quilômetros de malha viária em obras, entre pavimentação e restauração, onde são aplicados aproximadamente R$ 678 milhões do Tesouro Estadual e de financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A maior parte deste total é atendida pelo Programa Ceará IV, que, ao final de sua execução, vai financiar a reabilitação de 1.090 km e a pavimentação de 601 km de rodovias, eliminando descontinuidades na malha pavimentada, aumentando a conectividade e a eficiência da rede, além de incentivar o desenvolvimento dos polos produtivos do Ceará.

Ainda no mês de março, foi inaugurada a estrada de acesso ao distrito industrial de Bela Vista, no município do Crato. A obra é uma antiga reivindicação da população do Cariri e vai beneficiar, além de indústrias instaladas na região, as comunidades da Vila São Bento, Vila Padre Cícero, Serraria, Sítio Teotônio, Vila Guilherme e Jenipapo, que, somadas, possuem cerca de três mil pessoas que vão usufruir diretamente do benefício.

O governador Camilo Santana tem ainda o compromisso de intensificar as ações de prevenção de acidentes. Nos três primeiros fins de semana de ações do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN) houve uma redução média de 60% no número de acidentados com motocicletas.

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

O primeiro passo para o cumprimento desse compromisso foi a criação da Secretaria do Desenvolvimento Econômico do Ceará (SDE), que cumpre o papel de criar estratégias para alavancar a economia do Estado, com diversos setores que integram os setores produtivos do Estado e em parceria com outras pastas do Governo.

As cidades de Sobral e São Gonçalo do Amarante receberão duas novas fábricas da Votorantim Cimentos, em parceria com o Governo do Estado e que começam nos próximos dias. O total de investimentos nas empresas será de R$ 969 milhões – R$ 769 na indústria da Região Norte e R$ 200 milhões na companhia da Região Metropolitana de Fortaleza – com geração de 1.200 novos postos de trabalho, com geração de renda anual de aproximadamente R$ 7 milhões. Além disso, serão 1.600 empregos temporários gerados durante as obras.

Também neste Governo, a vocação turística do Estado é um dos pilares da economia. Buscando reforçar uma presença já consolidada no turismo nacional, o Ceará sediará a 24ª Brazilian Tourism Mart (BNTM), evento que tem como foco a divulgação do Nordeste para o mercado internacional, e será realizado em maio no Centro de Eventos. A previsão é a de movimentação financeira na casa de R$ 200 milhões em negócios.



Topo
Governo do Estado e Votorantim fecham parceria para construção de duas novas fábricas no Ceará

O Governo do Ceará e a Votorantim Cimentos firmaram parceria para a construção de duas novas fábricas no estado. Os empreendimentos, que foram apresentados por diretores da empresa em reunião com o governador Camilo Santana, serão localizados em Sobral e no Pecém (São Gonçalo do Amarante). Batizadas de Sobral II e Pecém II, o total de investimentos nas empresas será de R$ 969 milhões - R$ 769 na indústria da Região Norte e R$ 200 milhões na companhia da Região Metropolitana de Fortaleza.

A previsão, segundo a empresa, é de início das obras em 45 dias, em Sobral, e julho deste ano, no Pecém. O Estado do Ceará oferecerá infraestrutura - estrada de acesso às indústrias e linha de transmissão de energia -, além de benefício fiscal. "Estou muito satisfeito com esses novos empreendimentos. Nós temos o compromisso de gerar emprego e renda para a população de todo o Ceará, com políticas de interiorização do desenvolvimento. Esse já é um primeiro passo para isso", disse o governador.

Empregos

As empresas, juntas, terão 1.200 novos postos de trabalho, com geração de renda anual de aproximadamente R$ 7 milhões. Além disso, serão 1.600 empregos temporários gerados durante as obras. Nas comunidades locais, a Votorantim Cimentos realizará cursos técnicos em parceria com as prefeituras e entidades como o Senai para a preparação de mão-de-obra.

As empresas Sobral I e Pecém I, que estão em operação, produzem atualmente cerca de 3 milhões de toneladas de cimento por ano e geram aproximadamente 2 mil empregos diretos e indiretos.



Topo
Leilão reverso: Governo do Estado economiza R$ 4,4 milhões em obras de combate à seca

O Governo do Estado obteve uma economia de R$ 4,4 milhões no leilão reverso realizado , na Assembleia Legislativa, para contratação de sistemas simplificados de abastecimento de água no Ceará. “Essa é uma ação que, além de oferecer economia para o Estado, nos garante a forma transparente em que são contratados e usados os recursos do Governo. Certamente, com o sucesso no resultado deste leilão, nós pretendemos usar mais essa metodologia que fizemos hoje”, enfatizou o governador Camilo Santana.

Publicado em Diário Oficial do Estado no dia 2 de março, as obras para construção dos sistemas tiveram o valor total orçado em R$ 14.497.098,34, sendo contratados R$ 10.096.000,00 ao final do leilão - economia de 30,36% do total estipulado inicialmente. Ao todo, 17 empresas participaram do pregão de contratos, sendo contempladas seis delas.

Com a presença de empresários e deputados da Assembleia, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH) e Procuradoria-Geral do Estado (PGE), convocou empresas interessadas a realizar obras de construção de 300 novos poços artesianos (desde a locação, até a perfuração e instalação de bombas), instalação de 251 sistemas simplificados de abastecimento de água com chafariz (em poços já existentes) e de 68 sistemas de dessalinização em poços tubulares profundos. Além disso, foram contratados serviços de locação, construção e teste de vazão com análise físico-química da água.

Entenda o “leilão reverso”

O leilão reverso, ao contrário do leilão comum - quando algum produto ou serviço é vendido pelo maior lance oferecido –, destina-se a compra ou contratação de serviços a partir do fornecedor que oferecer o menor preço.

Empresas vencedoras

Leilão Reverso Sohidra Empresa Vencedora Lance Vencedor Valor Orçado Economia

Lote 1 – Sublote I Água Viva R$ 1.795.000,00 R$ 2.775.831,58 35,33%

Lote 1 – Sublote II Construtora Pilares R$ 1.760.000,00 R$ 2.775.831,58 36,60%

Total Lote 1 ---------- R$ 3.555.000,00 R$ 5.551.663,16 35,97%




Lote 2 – Sublote I Cimencol R$ 1.485.000,00 R$ 1.732.369,36 14,28%

Lote 2 – Sublote II Cimencol R$ 1.500.000,00 R$ 1.732.369,36 13,41%

Total Lote 2 ------------- R$ 2.985.000,00 3.464.738,72 13,85%




Lote 3 – Sublote I RN Perfurações R$ 915.000,00 R$ 1.413.002,64 35,24%

Lote 3 – Sublote II RN Perfurações R$ 920.000,00 R$ 1.413.002,64 34,89%

Lote 3 – Sublote III LRF R$ 999.000,00 R$ 1.396.181,18 28,45%

Total Lote 3 ---------- R$ 2.834.000,00 R$ 4.222.186,46 32,88%



Lote 4 – Sublote I Constutora Pilares R$ 373.000,00 R$ 629.250,00 40,72%

Lote 4 – Sublote II Água Viva R$ 349.000,00 R$ 629.250,00 44,54%

Total Lote 4 ---------- R$ 722.000,00 R$ 1.258.500,00 42,63%



Total Geral do Leilão Reverso ---------------- R$ 10.096.000,00 R$ 14.497.088,34 30,36%

Total economizado: R$ 4.401.088,34

Total por empresa / Valor licitado

Água Viva R$ 2.144.000,00

Constutora Pilares R$ 2.133.000,00

Cimencol R$ 2.985.000,00

RN Perfurações R$ 1.835.000,00

LRF R$ 999.000,00



Topo
Interior do Ceará registra chuvas de até 96 mm nesta quarta-feira (11)

Ainda clamando por chuvas, o Interior do Ceará teve mais um bom dia de precipitações. Nesta quarta-feira (11), os postos de coleta espalhados pelo Estado registraram chuvas de até 96 mm, número contabilizado na cidade de Ipueiras, no Sertão dos Inhamuns.

Outras cidades que registraram consideradas precipitações foram Ibiapina (55 mm), Graça (52 mm) e Pindoretama (49 mm). Ao todo, 80 municípios cearenses contabilizaram chuvas nesta quarta-feira. Em Fortaleza, o posto de coleta do Pici apontou 28,4 mm, enquanto o da Água Fria registrou apenas 8 mm. Os dados, que representam as chuvas até as 7h, foram atualizados às 9h30.

Para o restante da dia, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) prevê chuva no Litoral Norte e Ibiapaba. Há possibilidade de precipitações também serem registradas nas regiões de Baturité, Litoral do Pecém e Fortaleza. Nas demais áreas cearenses, a previsão é de céu parcialmente nublado.

Para quinta-feira (12), a Zona de Convergência Intertropical deve voltar a atuar no Ceará, provocando chuvas no norte e centro do Ceará. No sul, o céu deve permanecer parcialmente nublado.

Confira as 10 maiores chuvas desta quarta-feira:

Ipueiras (Posto: Matriz): 96.0 mm

Ibiapina (Posto: Ibiapina): 55.0 mm

Graça (Posto: Graca): 52.0 mm

Pacatuba (Posto: Pacatuba): 49.0 mm

Pindoretama (Posto: Pindoretama): 49.0 mm

Itaitinga (Posto: Itaitinga): 47.0 mm

Ipueiras (Posto: Ipueiras): 45.0 mm

São Benedito (Posto: Sao Benedito): 43.0 mm

Aquiraz (Posto: Sitio Sapucaia Fagundes): 41.0 mm

Caucaia (Posto: Tucunduba): 36.0 m



Topo
Chuva de 100.8 mm em Fortaleza é a maior no Estado

A precipitações do começo desta manhã, geraram alagamentos e o trânsito, em diversos pontos da cidade, ficou lento.

Nesta segunda-feira (9) Fortaleza amanheceu, novamente, sob forte chuva. Conforme a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) entre as 7h de domingo e 7h desta segunda, a Capital registrou a maior acumulado de precipitações no Estado, com chuvas de 100.8 milímetros, registradas no posto do Castelão.

A precipitações do começo desta manhã, geraram alagamentos e o trânsito em diversos pontos da cidade ficou lento. Há registro de semáforos com defeito. Na Av. Treze de Maio, um grande alagamento foi registrado nas proximidades da Reitoria da Universidade Federal do Ceará (UFC). Nas avenidas Bezerra de Menezes, Raul Barbosa e na BR 116 - Messejana sentido Centro – o trânsito ficou engarrafado.

No Lagamar, residências situadas no entorno do canal, nas proximidades da avenida Raul Barbosa ficaram alagadas. Isto porque com o volume das chuvas, o canal que estava cheio de aguapés transbordou e o lixo acumulado impediu que a água escorresse. Segundo os moradores, o alagamento começou na tarde de domingo e aumentou na manhã desta segunda.

Segundo a Funceme, a previsão para esta segunda-feira é que durante a manhã o céu fique nublado com períodos de chuva. À tarde e à noite, o órgão estima “nebulosidade variável com possibilidade de chuva”. Para terça-feira a previsão também é de nebulosidade com períodos de chuva.

Confira a lista das maiores chuvas por município nas últimas 24 horas:

Fortaleza: 100.8 mm

Lavras da Mangabeira: 90.0 mm

Maranguape: 74.8 mm

Pacatuba: 68.2 mm

Maracanaú: 68.0 mm

Bela Cruz: 62.0 mm



Topo
Resultado de Julgamento da licitação da venda do módulo F da Casa do Ceará

A CASA DO CEARÁ EM BRASÍLIA comunica que a licitação de que tratava o Edital de Concorrência Casa do Ceará / No1/2014, tendo como objeto a alienação do imóvel localizado no SGAN 910, Módulo F, Brasília – DF e a execução da obra de construção da nova sede da Casa do Ceará em Brasília no SGAN 910, Módulo G, Brasília – DF, foi considerada deserta por não ter havido comparecimento de interessados. Novo edital será publicado oportunamente.

Brasília, 02 de março de 2015.

Osmar Alves de Melo

Presidente da Casa do Ceará em Brasília



Topo
Funceme registra chuva em mais de 130 municípios cearenses

Choveu em 134 municípios cearenses das 7 horas de domingo às 7 horas desta segunda, 02, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

As maiores precipitações foram registradas no interior do estado, nas cidade de: Aurora (102 mm), Barro (78.6 mm), Ipaumirim (74.0 mm), Orós (72.4 mm), Lavras Da Mangabeira (70.0 mm), Quixelô (68.0 mm), Iguatu (63.0 mm) e Baixio (61.0 mm).

Fortaleza

A Funceme registrou 17 milímetros de chuva em Fortaleza nesta manhã de segunda-feira, 02. Apesar da baixa precipitação, se comparada às chuvas da última semana, os fortalezenses sofreram com alagamentos e trânsito complicado.

Chuvas em 54 municípios cearenses

Choveu em 54 municípios cearenses de 7 horas de sábado, 28, até 7 horas de domingo, 1°, conforme dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). O município com a maior precipitação foi Marco, que teve 72 mm.

Fortaleza, que teve chuvas significativas durante a semana, registrou uma pequena precipitação com acúmulo de 0.8 mm, desde a meia noite. Além de Marco, tiveram as maiores chuvas os municípios: Senador Sá (71.2 mm), Tamboril (67 mm), Caridade (58 mm), Alcântaras (48 mm), Chaval (42 mm), Beberibe (40 mm), Acaraú (37.1 mm), Coreaú (35 mm) e Ibiapina (35 mm).

Chuvas em 115 municípios cearenses

Choveu em 115 municípios cearenses, das 7 horas da última segunda-feira, 24, até as 7 horas desta terça-feira, 24, conforme os dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).Nova Russas, no Sertão de Crateús, foi o município com a maior precipitação das últimas 24 horas: 60 mm.

Em Fortaleza, que teve fortes chuvas na última segunda-feira, 23, a precipitação foi de 6 mm, no posto da Água Fria. Depois de Nova Russas, tiveram os maiores índices de chuva da madrugada os municípios: São Gonçalo do Amarante (49 mm), Viçosa do Ceará (46 mm), Jati (44.2 mm), Paraipaba (43 mm), Jijoca de Jericoacoara (41 mm), Beberibe (40,08 mm) e Brejo Santo (40 mm).

Durante o dia, a previsão da Fundação é de nebulosidade variável no Ceará com chuvas no centro-norte. As precipitações são provocadas pela influência de áreas de instabilidade, no norte do Nordeste. No sul do Ceará, a Funceme aponta possibilidade de chuvas isoladas.

Apesar das chuvas recentes, as precipitações devem rarear nos próximos meses, com 50% de probabilidade de o Ceará ter chuvas abaixo da média histórica. O prognóstico da Funceme apontou ainda 35% de chances de as precipitações ficarem em torno da média e apenas 15% de o Estado ter chuvas acima da média no período. O último trimestre da quadra chuvosa tem média histórica de 480,2 mm.



Topo
Camilo participa de reuniões em ministérios e apresenta Plano Estadual de Convivência com a Seca

O governador Camilo Santana participou de reuniões em ministérios em 26.02 m Brasília. Os encontros foram realizados com os ministros Antônio Carlos Rodrigues (Transportes), Nélson Barbosa (Planejamento), Arthur Chioro (Saúde), Gilberto Occhi (Integração Nacional) e Miguel Rossetto (Secretaria-Geral da Presidência).

O Plano Estadual de Convivência com a Seca foi apresentado pelo governador aos ministros da Integração Nacional e de Planejamento. “Como haviam nos pedido, apresentamos com detalhes as ações emergenciais, com os locais do Estado mais necessitados, e agora será avaliado pelo grupo de trabalho montado pelo Governo Federal”, disse Camilo. O ministro Occhi sinalizou que a liberação de recursos para as obras emergenciais serão prioridades para o Ministério.

Na reunião com o ministro dos Transportes, Camilo Santana e os secretários André Facó (Infraestrutura), Danilo Serpa (Relações Institucionais) e Hugo Figueiredo (Planejamento) detalharam as obras do Anel Viário. Já no encontro com o ministro Arthur Chioro, o governador citou o avanço do Ceará nos últimos anos e a necessidade de mais recursos federais para o Estado.

“Melhoramos muito os serviços com a construção de Policlínicas e hospitais no Interior. Por isso, há a necessidade de mais recursos para garantir a qualidade da saúde para os cearenses”, defendeu o governador. No início da noite, Camilo Santana se reuniu ainda com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rossetto.



Topo
Pacatuba é o município mais afetado por chuva . Choveu em 117 dos 183 municípios do Ceará

As chuvas registradas durante a madrugada e a manhã de ontem pegaram muitos moradores de surpresa em municípios da Região Metropolitana de Fortaleza. Na cidade de Pacatuba, que recebeu o maior volume pluviométrico do dia, a precipitação de 146mm alagou ruas e invadiu casas, gerando vários transtornos à população. Até um parque ecológico registrou prejuízos devido ao transbordamento de um rio, que inundou parte da sede do equipamento.

No Ceará, o município com a maior chuva registrada em 2015 foi Farias Brito, na Região do Cariri, que contabilizou um total de 182mm no dia 4 de fevereiro. Em Pacatuba, as precipitações de ontem foram as mais intensas dos últimos cinco anos. Desde a madrugada de quarta-feira, choveu em 117 municípios no Estado, de acordo com os dados da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Até ontem, a maior precipitação registrada neste ano em Pacatuba ocorreu no dia 3 de janeiro, quando choveu 33.2 mm. No ano passado, a maior chuva do município foi de 75 mm, segundo informações da Funceme.

Em outras cidades da Região Metropolitana de Fortaleza também houve chuvas intensas, com destaque para Itaitinga, onde choveu 142mm.

Na cidade de Maranguape, onde ocorreram precipitações de até 125 mm em algumas localidades, o centro comercial da cidade registrou diversos pontos de alagamentos.

Também ultrapassaram os 100 milímetros de chuvas as ocorrências em Guaiúba (119 mm) e Horizonte (116 mm), conforme dados apresentados pela Funceme.

A previsão meteorológica do órgão para os dias de hoje e amanhã é de que o Estado se mantenha sob influência de áreas de instabilidade atmosférica, com possibilidade de chuvas em todas as regiões do Ceará.



Topo
Ceará quer 6 bilhões para o combate a seca.Camilo anuncia medidas e busca recurso federal

O governador Camilo Santana (PT) foi, em 25.02, à Assembleia Legislativa, para apresentar aos deputados o Plano Estadual de Convivência com a Seca, elaborado conjuntamente por diversas secretarias. Segundo o governador, o plano de ações é dinâmico, podendo sofrer alterações à medida que chova em determinadas regiões. Estão previstos investimentos superiores a R$ 6 bilhões, na parte emergencial e na etapa estruturante.

Dividido em cinco eixos de atuação, o projeto inclui ações para garantir a segurança hídrica, com oferta de água para abastecimento humano, consumo animal e atividades produtivas; a segurança alimentar; a sustentabilidade econômica, oferecendo estabilidade aos meios de produção; os benefícios sociais, protegendo os mais vulneráveis; e o conhecimento e a inovação, com utilização de novas tecnologias para geração de riquezas e conservação dos recursos naturais.

"Não podemos olhar só para a questão da água. Com esse trabalho, conseguimos uma maior sinergia e, consequentemente, uma melhor utilização dos recursos públicos", justificou Camilo. Conforme explicou, as ações serão regionalizadas pelas 12 bacias hidrográficas cearenses, inclusive com o detalhamento de medidas a serem tomadas por município. "O plano compreende um conjunto de ações emergenciais e estruturantes que estão sendo executadas e que pretendemos executar".

Entre as ações emergenciais a serem tomadas, o Governo pretende continuar investindo na política de carros-pipa, adutoras de engate rápido e escavação de poços profundos. De acordo com o governador, as ações estão orçadas em R$ 620 milhões, sendo R$ 117 milhões em recursos do Estado, R$ 350 milhões já pactuados com a União, R$ 131 milhões ainda a pactuar e R$ 20,5 milhões em recursos provenientes de outras fontes.

Leilão

No entanto, o governador ponderou que, com as onze máquinas perfuratrizes do Governo, não será possível suprir a demanda da população. Para isso, ele pretende realizar um leilão reverso, em que o Executivo convida fornecedores a lançarem suas propostas, para contratar serviços da iniciativa privada de perfuração de poços.

"Com as máquinas que tem, a gente consegue fazer no máximo 100 poços por mês. Já pedi autorização do presidente (da Assembleia, Zezinho Albuquerque - PROS) para realizar esse evento aqui, de modo a dar mais transparência".

Já em relação às ações estruturantes, que visam a redução dos efeitos da seca em médio e longo prazos, Camilo destacou o Cinturão das Águas. Segundo o governador, é preciso elaborar o plano executivo de ação do segundo trecho da obra para que ela possa ser incluída no Programa de Aceleração do Crescimento III (PAC III), do Governo Federal. "Já há aprovação da presidenta Dilma Rousseff para colocar no PAC III, mas, para isso, precisamos fazer o plano executivo de ação".

Pressionar

O plano ainda prevê a implantação de sistemas de abastecimento de água e de cisternas de placas nos municípios, bem como a construção de barragens, do reúso da água de esgoto - principalmente no Complexo Industrial e Portuário do Pecém - e da construção de adutoras convencionais.

"Estamos em parceria para elaborar estudos de reúso da água do esgoto. É uma experiência já utilizada no mundo, para que a gente possa executar tanto para a termelétrica como para a siderúrgica", no Complexo Industrial do Pecém.

Os investimentos das ações de médio e longo prazos, em todos os cinco eixos de ação, estão orçados em R$ 5,5 bilhões, dos quais o Estado deverá entrar com R$ 1 bilhão. Conforme o Planejamento, já está pactuado com a União investimento na ordem de R$ 2,4 bilhões, e ainda devem ser pactuados outros R$ 1,3 bilhões. O restante, de cerca de R$ 734 mil, deverá ser investido por outras fontes.

Camilo ainda ressaltou a necessidade de se implementar ações complementares, como mobilizar a Assembleia para pressionar o Governo Federal para avançar nas obras de transposição de águas do rio São Francisco, assim como pressionar o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) na construção da barragem Fronteiras, na região do Crateús.

O governador ainda defendeu a ampliação do garantia safra de 5 para 12 parcelas e a manutenção da presença do Exército no fornecimento de água através de carros-pipa. Como medida complementar de competência do Governo estadual, Camilo anunciou a realização de uma campanha educativa sobre o uso responsável da água e a elaboração de uma portaria com ações de boas práticas de gestão de uso de energia e água a serem cumpridas nos órgãos públicos. "O Governo tem que dar o exemplo. Nossa meta é reduzir 20% no consumo de água e energia nos prédios da administração direta e indireta", apontou.



Topo
Expansão do Porto do Pecém: Ceará portos recebe material japonês de última geração

As obras da segunda expansão do Terminal Portuário do Pecém, em São Gonçalo do Amarante, continuam em execução no sentido de implantar o aterro hidráulico dos berços 7, 8 e 9 do Terminal do Múltiplo Uso (TMUT). Até o final desta semana, está prevista a chegada de um equipamento chamado elastômero, uma peça emborrachada, de grandes proporções, utilizada para compor as defensas marítimas, que asseguram a proteção adequada entre navio e a estrutura de atracação. O elastômero foi encomendado direto do Japão e tem formado cônico, considerado de última geração, ótima performance e eficiência. Seu formato cônico mantém a estrutura estável, mesmo trabalhando em resistência às oscilações das marés (acisalhamento), além de uma alta eficiência na relação entre a energia de absorção e reação.

Além disso, os trabalhos também se concentram na engorda do quebra-mar, que será alargado em cerca de mil metros, e na estrada de acesso à nova ponte do equipamento. Ao todo, 650 operários, divididos em dois turnos, trabalham nesta etapa de ampliação do complexo. A previsão é de que a obra fique pronta em 2016. O investimento é de R$ 568,7 milhões.

Quando finalizados os novos berços, o Porto do Pecém passará a contar com com nove berços de atracação, se adequando assim à crescente expansão da sua movimentação de cargas proporcionadas pela implantação de grandes empreendimentos no Complexo Industrial e Portuário do Pecém, como a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP).Os recursos são de financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). As obras de expansão, licitadas pela Secretaria da Infraestrutura do Estado - Seinfra, estão sendo executadas por consórcio formado pelas construtoras Marquise, Queiroz Galvão e Ivai.

Nova ampliação

A Seinfra autorizou, em outubro do ano passado, os estudos para uma nova ampliação do Terminal Portuário do Pecém. O trabalho está sendo realizado pelo consórcio formado pelas empresas Ram Engenharia e Planave Estudos e Projetos. Os serviços estão relacionados às obras de adequação à nova expansão das infraestruturas aquaviária e portuárias do Terminal, de forma a prepará-lo para a implantação da superestrutura que viabilizará as operações com petróleo e derivados líquidos e outras cargas do gênero. Os estudos custarão R$ 4,8 milhões e devem estar prontos em meados de março desse ano.

Topo
Chuva com ventos de até 70 km deixa rastro de destruição no Centro Sul do Ceará

Em várias cidades da região a queda de árvores foi registrada, desencadeando outros problemas, como o bloqueio de ruas e o congestionamento no tráfego, assim como a derrubada da fiação elétrica

Iguatu

Moradores das cidades de Iguatu, Jucás e Cariús na região Centro-Sul vivenciaram momento de pânico na noite desta Quarta-Feira de Cinzas. Uma ventania seguida de chuva com intensos relâmpagos e trovões causou destruição nos três centros urbanos. Em Jucás, parte do forro da Igreja Matriz e fios da rede elétrica em ruas do centro caíram provocando medo e a morte de um morador.

A Funceme registrou chuva em 86 municípios do Interior entre as 19 horas de quarta-feira e 13 horas de ontem. Em alguns locais, como em Iguatu, a precipitação foi acompanhada por ventos de 70 Km por hora. As maiores precipitações ocorreram em Jucás (65mm); Cariús (64mm), Tabuleiro do Norte (55mm), Meruoca (45mm); Potiretama (40mm), Iguatu (38,3mm) e Viçosa do Ceará (36,2mm). Em Iguatu, ocorreu chuva de granizo em várias localidades rurais, semelhante ao que ocorreu em dezembro passado.

Embora tenha durado apenas 30 minutos, por ter sido seguida de trovões e ventos fortes, a chuva em Iguatu provocou apreensão entre os moradores. A ventania deixou um rastro de destruição: arrancou placas de publicidade, telhados de casas e antenas; derrubou muros e uma torre de 15 metros de altura de transmissão de sinal de Internet, instalada em um prédio de três andares, no centro comercial. A queda da antena provocou destruição em lojas vizinhas.

Sem energia

Até um vidro de divisória de uma empresa de ônibus no terminal rodoviário foi arrancado. Semáforos ficaram destruídos e placas de proteção de hangares do Aeroporto Tomé da Frota, nesta cidade, ficaram avariados. Vários bairros permaneceram sem fornecimento de energia elétrica na noite passada e houve alagamento em algumas casas. Em outros locais foram registradas quedas de árvores, destruição de placas de publicidade, além de fachadas de lojas.

A Defesa Civil do município foi acionada e está visitando os bairros para tomar conhecimento da situação e possíveis providências. Ainda na noite da última quarta-feira, após a chuva, empresários saíram de suas casas e foram verificar estragos em lojas. "Houve muitos estragos de fachadas, placas e telhados", disse o lojista e diretor da Associação Comercial, Henrique Costa.

Igreja

Na cidade de Jucás, parte do forro da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Carmo caiu no momento em que era celebrada a Missa de Quarta-Feira de Cinzas, por volta das 20 horas. Há informações de que parte do teto cedeu provocando infiltrações e a queda do forro. Alguns fiéis, com medo, saíram do templo, antes de a missa terminar. "Fiquei assustado e fui logo para casa", contou o produtor rural Máximo Barbosa. "O vento era muito forte e derrubou árvores e fios elétricos". Nas ruas da Cidade, fiação e árvores foram destruídas.

Máximo Barbosa confirmou que uma pessoa morreu em consequência de choque elétrico, após queda de rede elétrica em uma rua da cidade de Jucás. "O tempo mudou muito rápido e o temporal veio forte, arrancando e destruindo tudo", disse o morador Pedro Custódio. Parte da cidade ficou às escuras.

Na cidade de Cariús, na manhã de ontem, árvores da Praça da República e fios estavam arrancados. Em dezenas de casas, o vento forte levou o telhado. "Aqui no Casarão, parte do telhado foi embora e nas ruas muitas árvores e fios caíram. A rede elétrica está presa a galhos de árvores", contou a médica Angélica Sales. "A ventania veio forte, causou medo e destruição".

Ontem, pela manhã, parte da cidade estava sem fornecimento de energia e operários da Coelce trabalhavam no conserto da rede. O mesmo ocorreu nas cidades de Jucás e Iguatu.

O prefeito de Iguatu, Aderilo Alcântara, percorreu, na noite de quarta-feira e madrugada de ontem, vários pontos da Cidade, com técnicos da Coordenadoria de Defesa, operários, máquinas e caminhões caçambas para recolher troncos e galhos de árvores destruídos pelo vento.

A manhã de ontem foi dedicada à limpeza, remoção de entulhos, conserto de telhados, limpeza de casas e de lojas atingidas pela chuva e pela ventania nas cidades de Iguatu, Jucás e Cariús. Em fins de dezembro passado, na cidade de Iguatu também houve forte ventania, chuva de granizo e destruição de casas, telhados, árvores, placas de publicidade e de dezenas de hectares de plantio de banana, causando enormes prejuízos aos produtores rurais. O fenômeno meteorológico voltou a se repetir menos de dois meses depois.

Na cidade de Limoeiro do Norte, na região Jaguaribana, também foram registradas chuvas e ventos fortes, que provocaram a queda de uma antena de uma emissora de rádio e de um muro de um lote urbano. A Funceme registrou chuva de 26mm na cidade. A Polícia Civil só registrou danos materiais.

Funceme

O meteorologista da Funceme Leandro Valente explica que as chuvas são consequências de dois sistemas que estão atuando sobre o Estado. Um deles é a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), comum para o período chuvoso, que vai de fevereiro e maio. O outro não é comum. Ele contribui para a formação de nuvens verticalmente bastante elevadas (cumulunimbus).

São nuvens de tempestade que trazem não só chuvas intensas como também ventos fortes, como o de 70 km registrado em Iguatu. Ele é chamado de Vórtice Ciclônico de Altos Níveis, que se forma no oceano, se intensifica e atua sobre regiões próximo à sua borda. A previsão da instituição é de que, nesta madrugada, tenhamos mais precipitações nas mesmas regiões.

Topo
Chuvas banham Icó e região; confira lista das 10 maiores no Estado Desde o início da semana, o Interior do Ceará voltou a receber chuvas

Uma boa chuva regada a trovões e relâmpago caiu nas últimas horas em Icó e Região. Em Icó, as precipitações tiveram início por volta das 18h15min desta quarta (4) e se estenderam até às 4h da manhã desta quinta (5). Várias ruas e avenidas amanheceram com poças d'agua. O calor intenso, característico do lugar, deu lugar a um clima agradável. Mesmo contrariando previsões pessimistas da Funceme (Fundação Cearense de Metereologia e Recursos Hídricos) quanto à quadra invernosa, os agricultores estão otimistas.

Na Zona Norte do Estado, chuvas têm sido constantes

Segundo o técnico da Ematerce (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará), Francisco Pereira de Alencar, a chuva foi de 20 mm. No distrito de Lima Campos, cujo açude do mesmo nome está socorrendo paraibanos com água, a precipitação foi de 55mm. Na localidade de 3 Bodegas, em Icó, a chuva atingiu 77 mm. Em Orós, foram 70mm; no distrito de Igarói 40mm e no sítio São Romão também em Orós atingiu 50 mm.

* Com informações do radialista Richard Lopes

Abaixo, confira as 10 maiores chuvas no Ceará:

1º - Pires Ferreira (Posto: Pires Ferreira) : 91.0 mm

2º - Saboeiro (Posto: Saboeiro) : 80.0 mm

3º - Ibiapina (Posto: Ibiapina) : 75.0 mm

4º - Redenção (Posto: AÇude Acarape Do Meio) : 71.6 mm

5º - Graça (Posto: Graca) : 60.0 mm

6º - Orós (Posto: GuassussÊ) : 58.0 mm

7º - Orós (Posto: Ac. Oros) : 57.8 mm

8º - Santa Quitéria (Posto: Lizie) : 57.3 mm

9º - Orós (Posto: Oros) : 56.0 mm

10º - Orós (Posto: Palestina) : 52.0 mm

Fonte: Fundação Cearense de Metereologia e Recursos Hídricos

Dados extraídos às 9h05 de 05/02/15



Topo
Obras de pavimentação do Anel Viário de Fortaleza chegam a 85% de execução

As obras de implantação e duplicação do Anel Viário avançam já apresentam 85% de execução. De acordo com o superintendente do Departamento Estadual de Rodovias (DER), Sérgio Azevedo, já existem seis quilômetros liberados para o tráfego - entrocamento da BR-020/222 até o Tabapuá -, e até o Carnaval está previsto a liberação de mais 11 quilômetros, que compreende o trecho da CE-040 passando pela BR-116 até a CE-060.

Atualmente estão concluídas as três pontes, localizadas no Rio Coaçu, Rio Gavião e Rio Siqueira. Além de quatro viadutos, entrocamento da CE-065, BR-020/222, Nova Metrópole e Tronco Norte. Outros dois viadutos, CE-060/040, aguardam aprovação de nova concepção do projeto por parte do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). A previsão é que toda a obra seja entregue até o final deste ano.

A pista duplicada é em pavimento de concreto, mais resistente e com maior durabilidade. A existente possui 11 metros de largura. Ao final das obras, sua medida horizontal será triplicada. Serão 16,5 metros de um lado e 16,5 metros do outro, totalizando 33 metros. A extensão inclui canteiro central, ciclovias laterais, retornos, acostamentos, nova sinalização e faixa de segurança.

Saiba mais sobre o Anel Viário

O Anel Viário compreende 32 quilômetros de extensão. Ele começa na CE-040 (Eusébio), cruza a BR-116 (Itaitinga), passando ainda pela CE-060 (Maracanaú), pela CE-065 (Maranguape) e pela BR-020 (Caucaia), indo até avenida Mister Hull (Tabapuá).

A duplicação faz parte do Plano de Logística de Transporte do Porto do Pecém. No dia 19 de dezembro de 2011 o ex-governador Cid Gomes e o diretor-geral do DNIT assinaram convênio para a conclusão dos trabalhos de duplicação e melhoramentos do Anel Viário. O Estado assumiu a execução das obras e receberá os recursos do DNIT. O convênio envolve recursos de cerca de R$ 228.263.116,65.



Topo
Ceará gerou 47.372 empregos em 2014

Em 2014, considerando a série ajustada, que incorpora as informações declaradas fora do prazo, foram gerados 47.372 empregos celetistas no Ceará, o que representou um aumento anual de 3,98%. O saldo é o terceiro melhor do país, atrás somente de Santa Catarina (53.887) e Rio de Janeiro (53.586), embora tenha sido inferior ao registrado em 2013, quando a ampliação foi de 50.206 postos de trabalho.

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) e foram divulgados hoje (23/1), pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). O comportamento foi proveniente da expansão do emprego principalmente nos setores de Serviços (24.940), Comércio (11.747 postos) e Construção Civil (8.789).

"Embora não tenha conquistado os níveis de ampliação de postos de trabalho de anos anteriores, o Ceará não apenas manteve a expansão dos empregos com carteira como também foi um dos principais centros de geração de postos de trabalho do país," analisa o presidente do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), Gilvan Mendes.

Em dezembro, por razões sazonais que marcam a série do CAGED (entressafra agrícola, férias escolares, dentre outros), verificou-se declínio de 0,34% no nível de emprego ou -4.201 postos de trabalho. Essa redução atingiu quase todos os setores, com destaque para Construção Civil (-4.008 postos), Indústria de Transformação (-2.893 postos) e Agropecuária (-933 postos), cujos saldos superaram a geração de empregos verificada principalmente no Comércio (+3.110 postos).

A região Metropolitana de Fortaleza registrou acréscimo de 30.470 empregos formais no ano de 2014, incorporando as declarações entregues fora do prazo de janeiro a novembro de 2014.



Topo
Carnaval tem verbas suspensas. Dinheiro vai para o combate à seca

A justificativa do governador Camilo Santana é a necessidade de canalizar esforços e recursos públicos para problemas como a seca.

O governador Camilo Santana decidiu suspender o repasse de verbas destinadas ao apoio e patrocínio para todos os eventos festivos relacionados ao Carnaval.

O motivo colocado pelo gestor estadual é a necessidade de canalizar esforços e recursos públicos para os setores que carecem de atendimento emergencial e que afetam diretamente a qualidade de vida da população cearense.

No total, 176 dos 184 municípios cearenses, o que corresponde a 95% do Ceará, já decretaram situação de emergência, em consequência da seca que atinge o Estado durante os últimos quatro anos.

Todas as entidades e órgãos estaduais serão atingidas pelo decreto assinado por Camilo Santana, com exceção apenas do Sistema de Incentivo Estadual a Cultura (Siec), lei que apoia, por meio de edital, ações como o Festival de Teatro de Guaramiranga.

Estiagem

A decisão do governador foi tomada a partir do prognóstico climático para a quadra chuvosa de 2015 no Ceará. As informações apontam 64% de chances das chuvas ficarem abaixo da média neste ano. Os dados foram divulgados, na última terça-feira (20), pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

O combate à estiagem figura como uma das prioridades da atual gestão estadual. O Governo pretende intensificar ações, a exemplo da instalação de cisternas de placa, adutoras emergenciais e de engate rápido, perfuração de poços profundos, construção de novas barragens, ampliação da operação carros-pipa do Exército e do Estado.



Topo
Planejamento será estratégia para combater a estiagem em 2015

A Fundação Cearense de Recursos Hídricos (Funceme) apresentou hoje, no Palácio da Abolição, o prognóstico climático para a quadra chuvosa de 2015 no Ceará. Na ocasião, o governador Camilo Santana destacou ações para combater os problemas causados pela seca no Estado. Participaram do evento representantes de órgãos governamentais, da sociedade civil e imprensa em geral.

“Hoje foi o dia que recebemos oficialmente a condição climática do Ceará para o ano de 2015. Isso significa que 2015 talvez seja o ano que chova menos no Ceará, desde 2012. Já tive reunião anterior com os secretários de Recursos Hídricos, e do Planejamento. Queremos que a secretaria de Panejamento também coordene esse processo, já que esta pasta tem um olhar para todas as áreas do Governo. Determinei a criação de um grupo de trabalho. Existe um processo de acompanhamento hoje, que envolve Cogerh, SRH e Cagece na sede dos municípios”, disse Camilo Santana, durante entrevista coletiva.

De acordo com Eduardo Sávio Martins, da Funceme, o estudo apontou 64% de probabilidade de as chuvas ficarem abaixo da média este ano; 27% para clima normal e apenas 9% para clima chuvoso. De acordo com Eduardo, o estudo foi feito segundo monitoramento de chuvas em várias regiões dos nove estados do Nordeste.

Camilo Santana citou o planejamento como fator decisivo para se antecipar aos problemas e intensificar as ações emergenciais. “Estamos construindo um plano, fora o acompanhamento continuado que realizamos cidade a cidade. Isso vai dizer quais são as ações que precisam ser feitas em cada um desses municípios. Diante desse cenário, vamos nos antecipar aos problemas e intensificar as ações, como as ações de cisternas de placas, de adutoras emergenciais, de adutoras de engate rápido, ampliação de perfuração de poços profundos, além de ações de infraestrutura, como construção de novas barragens e principalmente as obras do Cinturão das Águas e da Transposição. Ampliaremos a operação carros-pipa do Exército e também operação carros-pipa do Estado. Finalmente vou pedir uma reunião com a presidenta Dilma, para apresentar as nossas demandas, para que garantamos recursos necessários para a perfuração dos poços, carros-pipa, adutoras e obras que estão em curso do Ceará”, concluiu Camilo.



Topo
Ceará tem 64% de chance de ter mais um ano de seca, revela Funceme

O Ceará tem 64% de chance de ter a quadra chuvosa abaixo da média histórica em 2015. É o pior prognóstico dos últimos anos, divulgado em coletiva na manhã desta terça-feira, 20, pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

A possibilidade das precipitações deste ano estar em torno da média, consideradas normais, é de 27%, e é de apenas 9% a chance de o ano ser chuvoso. A análise revela uma grande chance de o Estado entrar no quarto ano consecutivo de estiagem, reforçando a gravidade do panorama da Seca no Ceará.

Leia também

Na semana passada, análises divulgadas pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontavam 45% de chance da quadra chuvosa ser abaixo da média, em estados localizados na área norte do Nordeste (Piauí, Rio Grande do Norte, Ceará, Paraíba e Pernambuco).

Recursos Hídricos

Atualmente, em 176 dos 184 municípios cearenses foi decretado estado de emergência em consequência da estiagem. Em relação à situação dos açudes, 130 estão com volume inferior a 30%, e apenas um tem volume acima de 90%, segundo dados da Funceme. No ano de 2014, a previsão da quadra chuvosa ser abaixo da média histórica era de 40%, semelhante a 2013, quando o índice foi de 45%.

A análise divulgada em documento nesta terça-feira, 20 investiga campos atmosféricos de grande escala e resultados de modelos numéricos e estatísticos de diversas instituições de meteorologia do Brasil.

O prognóstico climático revelado pela Fuceme, que afeta os meses de fevereiro a abril de 2015, é primordial para a orientação de políticas públicas nas áreas de agricultura e gestão de recursos hídricos, com impactos ainda em outros setores da sociedade. Para fevereiro, está prevista a divulgação do prognóstico climático abrangendo o trimestre março, abril e maio de 2015.



Topo
Ceará precisa de 15 mil doadores de medula óssea em 2015

Ceará tem uma cota de 15 mil cadastros de doadores de medula óssea para realizar em 2015. Em 2013, com o novo limite estabelecido pelo Ministério da Saúde, que elevou os 9.730 cadastros fixados em 2012, o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) cadastrou 8.252 doadores no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome). No ano passado, quando foram iniciados no Estado os transplantes de medula óssea alogênicos, aquele em que o tecido transplantado provém de outra pessoa, aparentado ou não, foram cadastrados 12.638 doadores, o equivalente a 84,25% da cota.

O cadastramento de doadores no Ceará ainda pode crescer dentro do limite e, assim, aumentar as chances de aparecer doador compatível com pacientes que precisam de transplante de medula óssea. Apenas 25% dos pacientes têm chance de encontrar um doador entre familiares. A chance de encontrar uma medula compatível no Redome é em média de 1 para 100.000. Atualmente, o Ceará tem 133.354 doadores cadastrados. Os primeiros quatro transplantes de medula óssea alogênicos realizados no Estado, todos no ano passado, foram realizados a partir de doadores aparentados.

O Redome é um sistema criado pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca) para registrar as informações de possíveis doadores de medula óssea. O sistema facilita as buscas de compatibilidade com receptores e reúne as informações básicas de identificação e especificidades, como resultados de exames e características genéticas de pessoas que se dispõem a ser um doador. Quando um receptor não possui um doador aparentado, é feita uma busca no Redome de cadastros que possam ser compatíveis, para que assim seja feita a doação. O Redome integra a rede internacional de registros de doadores de medula óssea.

Para aumentar as chances de um doador compatível, existe o banco mundial de doadores de medula óssea, que reúne 71 registros de células-tronco hematopoiética (as células que dão origem ao sangue), em 58 países, e 48 bancos de cordão umbilical em 32 países. Atualmente, estão cadastrados nesse banco mais de 24 milhões de pessoas. O Redome tem 3,5 milhões de doadores inscritos. O Brasil é o terceiro maior banco de dados do gênero no mundo, ficando atrás apenas dos Registros dos Estados Unidos (quase 7 milhões de doadores) e da Alemanha (quase 5 milhões de doadores).

Em 2012, a parceria entre o Hemoce e o Hospital Universitário Walter Cantídio, que realiza transplantes no Estado desde 2008, fez a primeira coleta de medula óssea no Ceará para transplante alogênico. O material coletado de um doador cearense localizado no Redome foi enviado para a Itália, para transplante em um paciente italiano. De lá para cá, medulas coletadas entre doadores cearenses foram enviadas para transplantes na França, Portugal, Canadá, Estados Unidos e Argentina.

No Brasil, o percentual de transplantes alogênicos é de cerca de 37% do total de transplantes de medula óssea realizados no país. Em 2012 foram 630 transplantes alogênicos para um total de 1.753 transplantes de medula. Em 2013, o total de transplantes foi de 1.813, com 669 alogênicos. No ano passado, do total de 1.427 transplantes, 529 foram alogênicos. No Ceará, dos 62 transplantes de medula óssea realizados em 2014, apenas quatro foram alogênicos, ou 6,45%. Para o hematologista Fernando Barroso, chefe da equipe médica de transplante do Hemoce, essa proporção vai se aproximar percentual nacional com a nova unidade de transplante do Hospital das Clínicas, que vai aumentar de três para oito o número de leitos.



Topo
Profetas da chuva mostram otimismo na previsão da quadra chuvosa do Ceará

Dos 26 participantes, 17 acreditam que haverá um período regular de chuvas para a agricultura.

A quadra chuvosa este ano no Ceará será um pouco melhor do que a registrada no ano passado, mas ainda assim, o inverno não será o desejado pela maioria. As chuvas ficarão abaixo da média histórica e não serão suficientes para repor a carga hídrica da maioria dos açudes do Estado. Foi este o prognostico dos profetas e profetisas da chuva no XIX Encontro dos Profetas da Chuva, realizado no último sábado, 10, em Quixadá.

Mesmo assim, dos 26 participantes, 17 acreditam que haverá um período regular de chuvas para a agricultura. As apresentações dos profetas ocorreram por quase duas horas, para uma plateia lotada, no pavilhão do parque de exposições da Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos do Ceará (Acocece). Além da população local, havia visitantes de outras cidades do Ceará e de outros Estados, como o Rio Grande do Norte, o Piauí, Minas gerais e o Maranhão.



Topo
Número de homicídios quase triplica em 10 anos no Ceará

2014 teve o segundo menor aumento nos homicídios desde 2005. Último ano do governo Cid teve alta de 1%. Quantidade de mortes sempre aumentou no período

O ano de 2014 terminou com 4.439 homicídios no Ceará. Na comparação com 2013, quando houve 4.395, o crescimento foi de 1%. O resultado foi o melhor dos últimos três anos, pior apenas que o de 2011, quando o aumento do número de assassinatos foi de 0,1%. Dessa forma, 2014 registrou o segundo menor crescimento dos chamados Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) desde 2007, período a partir do qual o Estado foi governado por Cid Gomes (Pros), hoje ministro da Educação.

Apesar da redução no ritmo de crescimento observada no ano passado, ao longo dos últimos dez anos a quantidade de homicídios quase triplicou. Entre 2005 e 2014, a alta foi de 198%. Nesse período, foram registrados 27.239 assassinatos no Estado.

A média foi de 7,5 mortes por dia nesses dez anos. Em 2014, o Ceará teve uma média de 12,1 assassinatos diários.

Reversão de tendência

O resultado de 2014 representa a estabilização na quantidade de homicídios registrados. Em 2012, o aumento havia sido de 33%. Em 2013, de 18%. Ao longo dos oito anos de governo Cid, o aumento acumulado no número de homicídios foi de 184%.

Nesse período (2007-2014), houve 24.184 assassinatos no Ceará. Quando Cid tomou posse, recebeu o Estado com 1.565 homicídios registrados no ano anterior, em 2006. Agora, fechou com 4.439 em 2014.

Região Metropolitana

Embora tenha havido o crescimento de 1% nos homicídios registrados no Estado em 2014, houve diminuição desse tipo de crime nos municípios da Região Metropolitana de Fortaleza. A redução foi de 7,7%, superior à meta estabelecida, de 6%.

Na Capital, também houve queda, embora bem discreta: 0,2%. Foram 1.989 homicídios em 2014, em comparação com os 1.993 de 2013.

Os dados são da Secretaria da Segurança e Defesa Social (SSPDS). O balanço final de 2014 foi divulgado após a consolidação das estatísticas de dezembro.

No mês passado, houve 380 mortes no Ceará. Com esse resultado, o último trimestre de 2014 fechou com queda de 3,8% nos homicídios, na comparação com o mesmo período do ano anterior. Porém, a meta de 6% de redução não foi batida. (colaborou Érico Firmo)

12,1 foi a média de homicídios por dia no Ceará em 2014

184% foi o percentual de aumento do número de homicídios ao longo dos oito anos de governo Cid Gomes

1% foi o índice de aumento da quantidade de homicídios em 2014, último ano do governo Cid

7,7% foi o percentual de redução do número de homicídios na Região Metropolitana de Fortaleza

0,2% foi o índice de redução do número de homicídios em Fortaleza em 2014

3,8% foi o percentual de redução do número de homicídios no último trimestre de 2014 no Ceará.



Topo
Chuva atinge 52 municípios cearenses nas últimas 24 horas

Em Fortaleza, a previsão é de céu nublado com possibilidade de chuva no início da semana A chuva atingiu 52 municípios do Ceará entre as 7h do sábado, 3, e as 7h deste domingo, 4. De acordo com relatório da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), o registro de maior precipitação foi no município de Beberibe, litoral leste cearense, com 115 mm. Em seguida vem Aracati, a 148 km de Fortaleza, registrando chuva de 87.2 mm, e Itaiçaba, com 77.8 mm.

O ranking das dez maiores chuvas registradas por municípios tem ainda Morada Nova (66.8mm), São Gonçalo do Amarante (59mm), Independência (52mm) e Maranguape (49mm). Capital Em Fortaleza choveu 8.9 mm no Posto do Pici neste domingo, 4, de acordo com relatório da Funceme. A previsão é de céu nublado e parcialmente nublado no decorrer do dia.



Topo
Aviso de Adiamento de Licitação

A CASA DO CEARÁ EM BRASÍLIA comunica que a licitação para Alienação do imóvel localizado no SGAN 910, Módulo F, Brasília – DF e execução da obra de construção da nova sede da Casa do Ceará em Brasília no SGAN 910, Módulo G, Brasília – DF, com abertura inicialmente prevista para o dia 08/01/2015 às 15 h, por interesse administrativo, FICA ADIADA PARA O DIA 24/02/2015.

DATA E HORÁRIO PARA ENTREGA DOS DOCUMENTOS: 24/02/2015 das 14 h e 30 min às 15 h DATA E HORÁRIO PARA ABERTURA DOS ENVELOPES DE HABILITAÇÃO: 24/02/2015 às 15 h LOCAL: Auditório Fernando Pinto, Casa do Ceará em Brasília, SGAN 910, Módulos F e G, Brasília- DF

EDITAL: Cópia do Edital e de seus anexos está sendo fornecida em versão digital, gravada em CD/DVD, no horário das 09:00 às 12:00 horas e das 14:00 às 17:00 horas, na Administração da Casa do Ceará, SGAN 910, Módulos F e G, Brasília-DF, mediante o pagamento em dinheiro do valor de R$ 200,00 (duzentos reais).CONTATO PARA INFORMAÇÕES: Telefone (61) 3533-3801



Topo
Chuva atinge 52 municípios cearenses nas últimas 24 horas

Em Fortaleza, a previsão é de céu nublado com possibilidade de chuva no início da semana A chuva atingiu 52 municípios do Ceará entre as 7h do sábado, 3, e as 7h deste domingo, 4. De acordo com relatório da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), o registro de maior precipitação foi no município de Beberibe, litoral leste cearense, com 115 mm. Em seguida vem Aracati, a 148 km de Fortaleza, registrando chuva de 87.2 mm, e Itaiçaba, com 77.8 mm.

O ranking das dez maiores chuvas registradas por municípios tem ainda Morada Nova (66.8mm), São Gonçalo do Amarante (59mm), Independência (52mm) e Maranguape (49mm). Capital Em Fortaleza choveu 8.9 mm no Posto do Pici neste domingo, 4, de acordo com relatório da Funceme. A previsão é de céu nublado e parcialmente nublado no decorrer do dia.



Topo
Chuva em Fortaleza supera média histórica e atingem 148 milímetros

Casas foram tomadas pela água, ruas foram alagadas e um morro deslizou. Choveu também em outros 29 municípios cearenses.

A chuva em Fortaleza já superou a média história para o mês de janeiro e atingiu 148 milímetros até as 10h30 deste sábado (3). Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme), eram esperados 122 mm até o fim do mês. O bairro mais atingido foi o Edson Queiroz, com 82 mm entre as 5h e 9h. Outras 29 cidades cearenses de regiões com o Cariri, Inhamuns e Ibiapaba, também tiveram precipitação acima da média. Crateús teve o maior registro, com 47mm até às 7h.

Na capital, a chuva alagou casas e ruas, entre elas as avenidas Heráclito Graça e Abolição, que dão acesso a área hoteleira da capital cearense. O Morro Santa Terezinha sofreu um deslizamento de terra que acabou invadindo parte da via. Tratores estão no local para remover a terra desde as 9h. Ninguém ficou ferido e nenhuma casa foi atingida.

Chove 82 mm em Fortaleza; 29 municípios também registram chuva

A água invadiu ainda casas e apartamentos em vias de Fortaleza e Região Metropolitana, como as rua Botelho Ramos (Papicu) e José Frota (Cidade dos Funcionários).

Parte da estrutura do Shopping RioMar, inaugurado em outubro de 2014, também foi danificada pelas chuvas da manhã de sábado. Imagens mostram vazamento de água a partir do teto, causando alagamento. Segundo clientes que estiveram no shopping, alguns corredores foram interditados.

Previsão

Segundo a Funceme, as chuvas deste sábado constavam na previsão do tempo elaborada nos dias anteriores e foi provocada pela combinação de dois sistemas atmosféricos: o primeiro, um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis, típico da pré-estação chuvosa, cuja atuação no Nordeste brasileiro já dura duas semanas, trazendo algumas chuvas isoladas ao Ceará.

O segundo sistema são as chamadas Ondas de Leste, que atuam mais comumente nos meses de junho e julho, mas foi responsável pela intensificação das precipitações, principalmente na Região Metropolitana de Fortaleza.

A previsão do tempo para o restante do dia é de céu nublado e pancadas de chuva em todas as regiões cearenses. A Funceme esclarece ainda que, apesar de previstos, os dois sistemas que provocaram as chuvas de nesta manhã não têm relação com a quadra chuvosa no Ceará e informa que o prognóstico climático para a estação de chuvas em 2015 será elaborado e divulgado somente na segunda quinzena de janeiro.



Topo
Ceará já tem novo recorde de 1.381 transplantes em 2014

Ceará iniciou a semana da virada do ano com o estabelecimento de novo recorde de transplantes. A Central de Transplantes da Secretaria da Saúde do Estado registrava no fim de 29.12.2014 o total de 1.381 transplantes realizados em 2014, dezesseis a mais que o recorde anterior de 1.365 transplantes de 2013. No início de dezembro já haviam sido batidos os recordes de transplantes de pulmão e medula óssea e o último levantamento parcial indica a possibilidade de serem superados os recordes de 285 transplantes de rim, registrado em 2012, e os 194 de fígado, realizados no ano passado. Até agora foram realizados este ano 282 transplantes de rim, cinco de rim/pâncreas, 21 de coração, 193 de fígado, 11 de pulmão, 58 de medula óssea autólogos e quatro alogênicos, oito de valva cardíaca, 773 de córnea e 26 de esclera.

Em oito anos, este é o sétimo recorde de transplantes registrado no Ceará, com incremento de 111% dos procedimentos no período. Foram 654 transplantes em 2007, 743 em 2008, 760 em 2009, 872 em 2010, 1.297 em 2011, 1.269 em 2012 e 1.365 no ano passado. Em 2013 o Estado havia registrado também novos recordes de transplantes de fígado, pulmão e medula óssea. De lá para cá os transplantes de pulmão aumentaram de oito para 11 e, os de medula óssea, passaram de 56 para 62, quatro deles alogênicos, aquele em que o tecido transplantado provém de um outro indivíduo – o doador –, aparentado ou não. Este procedimento foi iniciado este ano.

Para registrar os recordes sucessivos, o Ceará tem se mantido entre os três estados com maior número de doadores efetivos de órgãos e tecidos para transplante. De acordo com o Registro Brasileiro de Transplantes (RBT) relativo aos três primeiros trimestres de 2014, o Ceará figura na terceira colocação do país, com 26,7 doadores efetivos por milhão da população (pmp), depois de Santa Catarina e Distrito Federal, ambos com 31,6 pmp. Em número de doadores cujos órgãos foram transplantados, o Ceará avança uma posição, figurando com 26,0 pmp, atrás apenas de Santa Catarina, com 30,5 pmp.

Até setembro deste ano, o Ceará aparecia no RBT, publicação da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO), como o maior transplantador de fígado do país, com 24 transplantes pmp, à frente do Distrito Federal (20,8 pmp) e Santa Catarina (18,1). Em transplantes de pulmão, o Ceará é o segundo do Brasil, com 1,3 transplantes pmp, atrás do Rio Grande do SUL, com 1,4 pmp.



Topo
Camilo Santana anuncia nomes do novo secretariado; veja lista

Governador eleito também comunicou nesta segunda-feira a criação de novas secretarias como a Especial de Política sobre Drogas e Secretaria de Relações Institucionais.

Após muita especulação, o governador eleito, Camilo Santana, anunciou nesta segunda-feira (29) os nomes que irão compor o secretariado da sua gestão. Na lista divulgada pelo petista figuram nomes de aliados políticos e candidatos que foram derrotados na última eleição. Dentre eles estão Mauro Filho, Inácio Arruda, Ivo Gomes e Osmar Baquit.

Camilo Santana também comunicou nesta segunda-feira a criação de novas secretarias como a Especial de Política sobre Drogas e Secretaria de Relações Institucionais. O governador eleito informou ainda que a primeira reunião com o secretariado após a posse está marcada para o dia 5 de janeiro.

Confira os nomes confirmados :

Casa Civil - Alexandre Lacerda Landim

Chefia de Gabinete - José Élcio Batista

Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social - Delci Teixeira

Secretaria da Fazenda - Mauro Filho

Secretaria da Justiça e Cidadania - Helio Leitão

Secretaria de Educação - Maurício Holanda

Secretaria da Infraestrutura - André Facó

Secretaria da Saúde - Carlile Lavor

Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social - Josbertinni Virgínio Clementino

Secretaria do Turismo - Arialdo Pinho

Secretaria da Ciência e Tecnologia em Educação - Inácio Arruda

Secretaria da Cultura - Guilherme Sampaio

Secretaria de Planejamento e Gestão - Hugo Figueiredo

Secretaria das Cidades - Ivo Gomes

Secretaria do Esporte - David Duran (PRB)

Secretaria da Pesca E Apicultura - Osmar Baquit (PSD)

Secretaria de Relações Institucionais – Danilo Serpa

Controladoria e Ouvidoria – Nelson Martins

Secretaria Especial de Política sobre Droga - Miriam Sobreira

Secretaria do Meio Ambiente – Arthur Bruno

Secretaria de Desenvolvimento Econômico – Nicole Barbosa

Casa Militar – Coronel Túlio Studart

Secretaria de Recursos Hídricos – Francisco José Teixeira

Controladoria Geral do Estado - Juvêncio Vasconcelos Viana

Conselho de Educação – Padre Zé Linhares

Secretaria de Desenvolvimento Agrário – Dedé Teixeira

*Com informações do repórter Alan Barros



Topo
Governador assina ordem de serviço para construção do Hospital Regional Vale do Jaguaribe

A estratégia de saúde implantada no Ceará ao longo dos últimos oito anos deve colocar o estado como o de melhor estrutura para a área do Brasil. A aposta é do governador Cid Gomes que aponta os avanços do setor, mas alerta que além da boa estrutura há de se avançar também na qualidade do atendimento. Neste domingo (28), aconteceu a visita inaugural à obra do Hospital Regional do Sertão Central, em Quixeramobim. Na ocasião foi assinada a ordem de serviço para construção do Hospital Regional no Vale do Jaguaribe, quarto hospital do Estado a ser construído no Interior.

Já equipado, o HRSC terá capacidade para atender 468 pacientes por dia. O funcionamento começará pelo Centro de Imagem, seguida pela área ambulatorial e por fim o setor de emergência. As instalações foram visitadas por Cid Gomes e a comitiva que participou da solenidade. No Hospital e Maternidade do Sertão Central são 15 leitos na emergência infantil, 30 leitos na emergência adulto, 20 leitos de UTI, 16 leitos de terapia semi-intensiva, 12 leitos de cirurgia, 8 no setor de neonatalogia, 11 leitos neonatais e 140 leitos na enfermaria. São ainda 11 salas de cirurgia, 15 consultórios e oito salas de exames e tratamentos. O HRSC passará agora pela fase de desinfecção para entrar em funcionamento, que acontecerá em etapas. O primeiro setor a entrar em operação será o de imagem e por último o setor de emergência.

O perfil de assistência do novo hospital será terciário, ou seja, fará atendimento a casos de alta complexidade, semelhante aos outros dois hospitais regionais – o Hospital Regional do Cariri, em funcionamento em Juazeiro do Norte desde abril de 2011, com cobertura de 1,5 milhão de habitantes dos 55 municípios, e o Hospital Regional Norte.

Durante o discurso, o Governador destacou os investimentos feito no setor, que saltaram de 7% para aproximadamente 17% e reafirmou ser essencial o planejamento para a manutenção desses novos equipamentos do Estado. Cid Gomes também agradeceu o apoio recebido daquela região, durante seu Governo: "É o mínimo que eu posso fazer para retribuir a parceria que o povo do Ceará fez comigo. Onde quer que eu esteja, estarei sempre disposto a ajudar ao Ceará. Estarei sempre à disposição do Camilo e do meu povo, de quem serei eternamente grato"disse, aí afirmar que segue agora para o desafio proposto pela presidenta Dilma Rousseff, que é ser ministro da Educação.

O secretário de Saúde, Ciro Gomes, destacou que estrutura semelhante já foi montada em Juazeiro do Norte e Sobral e que cada macroregiao contará com um Hospital Regional. Ele lembrou ainda da rede de Policlínicas, CEOs e UPAs.

Centenas de pessoas compareceram à solenidade para agradecer ao governador que se despede: "A responsabilidade de Governador se expressa em uma obra como essa. Receba daqui a ternura e carinho do povo de Quixeramobim", disse o prefeito, Cirilo Pimenta, em nome da população. Ele lembrou que foi pela parceria do governo estadual que o município foi beneficiado com escolas de educação profissional, escolas de ensino médio, estradas, Centec e etc.

Vale do Jaguaribe

O Hospital Regional Vale do Jaguaribe é o quarto hospital do Estado a ser construído no Interior. Ficará localizado no entroncamento das vias de acesso aos municípios de Russas, Limoeiro do Norte e Morada Nova e terá 23.500 metros quadrados de área construída. Lá estão previstas as instalações de 256 leitos, 47 salas de observação, 5 centros cirúrgicos, 9 centros de imagens, 15 ambulatórios, 9 laboratórios, além de salas de nutrição, anatomia patológica e etc.

Os secretários Arialdo Pinho (Casa Civil), Quintino Vieira (DER), Abreu Dantas (Gabinete do Governador) e Acilon Gonçalves (Saúde) acompanharam a solenidade, que contou também com a presença do deputado federal Odorico Monteiro, dos deputados estaduais Mauro Filho, Adail Carneiro e Mailson Cruz, e dezenas de prefeitos das regiões Sertão Central e Vale do Jaguaribe.



Topo
Cid Gomes será Ministro da Educação

O governador Cid Gomes foi anunciado, nesta terça-feira (23), ministro da Educação. O chefe do executivo cearense atendeu ao convite feito pela presidenta Dilma Rousseff. No momento do anúncio, feito pelo Governo Federal, o Governador estava na Assembleia Legislativa do Ceará (AL), onde fazia pronunciamento de balanço das ações de governo e de agradecimento à parceria dos deputados estaduais, durante os oito anos de sua gestão.

Cid Gomes declarou que jamais recusaria um convite da presidenta Dilma, por quem nutre profundo respeito. De acordo com ele, a Presidenta ratificou que o desafio mais importante para o País está na Educação, e por isso ele resolveu assumir este desafio. "Acima de tudo temos que colocar nossa Pátria, nosso País. Procurarei ouvir muito e não cansarei de buscar o melhor para melhorar a qualidade da educação pública no Brasil", frisou.

Durante o pronunciamento, o Governador agradeceu ao Legislativo e reafirmou ser fundamental a experiência adquirida no parlamento para a função que exerce no executivo. "Procurei estabelecer uma relação de diálogo com esta Casa e para mim foi um privilégio este significativo apoio", destacou, a referir-se ao apoio de 40 dos 46 deputados estaduais.

A Domingos Filho, Zezinho Albuquerque, Nelson Martins e José Sarto, ex-vice-governador, presidente da Assembleia e líderes do Governo durante sua gestão, respectivamente, Cid Gomes fez agradecimento nominal.

Após seu discurso, Cid Gomes recebeu manifestação de apoio, reconhecimento e gratidão de todos os parlamentares presentes.

Balanço

Na tribuna da AL, o Governador fez um balanço dos principais avanços do Governo nos últimos oito anos. Na Economia Cid destacou que apesar de sermos a 11ª economia do Brasil, somos o 4º estado em investimentos públicos atrás apenas de estados como SP, RJ e MG. Na Educação, destacou os programas do Ceará que se tornaram modelo nacional; a construção de escolas, a melhora da qualidade do ensino e etc. Na Saúde, citou a rede implantada com a construção de UPAs, CEOs, Policlínicas, Hospitais Regionais e apoio aos município para a atenção básica. Na Infraestrutura, a geração de energia, água, estradas, porto, aeroportos, entre outras.



Topo
Cine-teatro São Luiz será reinaugurado nesta segunda-feira (22)

Tudo pronto para a reinauguração de um dos mais simbólicos e afetivos patrimônios do povo cearense. O São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Governo do Estado, volta à cena na próxima segunda-feira, 22/12, às 19h, como cine-teatro, com uma programação especial que inclui apresentação de cantores líricos interpretando temas natalinos e a Orquestra Eleazar de Carvalho executando peças de Alberto Nepomuceno, além da exibição do filme “Anastácia, a Princesa Esquecida”, de Anatole Litvak – o mesmo filme exibido na noite de inauguração do São Luiz, em 26 de março de 1958.

Os ingressos para a noite de reinauguração serão distribuídos gratuitamente, a partir das 9h da manhã da segunda-feira, 22/12, na bilheteria do próprio São Luiz, que retorna com uma nova configuração, de cine-teatro, após investimento de R$ 15,2 milhões pelo Governo do Estado, nas obras de restauração e recuperação. Um ingresso por pessoa.

A noite de reabertura do São Luiz também contará com a presença de convidados especiais: cearenses que vivenciaram a inauguração do cinema, no final da década de 50, época em que a imponência e o luxo do cinema se faziam acompanhar pela exigência de paletó. Também será agendada uma sessão especial para os trabalhadores que atuaram nas obras do novo Cine-teatro São Luiz. A nova configuração do espaço – viabilizada a partir da instalação de uma tela móvel de exibição e da reestruturação da caixa cênica redescoberta atrás da tela original – permitirá que o São Luiz receba, além de sessões de cinema, espetáculos de teatro, dança e música.

Essa versatilidade será demonstrada na noite de reinauguração, com o público sendo acolhido, no luxuoso hall do teatro, pelos cantores Franklin Dantas e Giovana Bezerra interpretando a “Ave Maria” de Gounoud e canções tradicionais natalinas. Já no palco principal, a Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho, mais importante formação camerística do Ceará, cuja organização administrativa foi reestruturada neste ano com apoio da Secult, interpretará peças de Alberto Nepomuceno, destacando o São Luiz como um novo espaço para a cena musical do Estado.

Encerrando a programação, todos serão convidados a assistir ao mesmo filme exibido na inauguração do São Luiz, “Anastácia – A Princesa Esquecida”, do diretor ucraniano Anatole Litvak, com a atriz Ingrid Bergman como protagonista, como destacavam as fotos feitas na ocasião, com o grande letreiro que se tornaria uma das marcas do São Luiz. O elenco de “Anastácia” também conta com Helen Heyes, Akim Tamiroff e Martita Hunt, vivendo, como descreve o programa original, “a história intensa de uma mulher cujo futuro estava perdido nas sombras do passado”.

Palco para os artistas cearenses

“Essa programação especial, com a exibição do mesmo filme que marcou a noite de abertura do São Luiz, é uma forma de celebrar e fazer refletir sobre passado e presente, a tradição deste espaço e a modernidade dos seus novos equipamentos, o reencontro entre o São Luiz e o povo cearense, entre a cidade de ontem e a de hoje. É uma forma de destacar tanto o cuidado que se teve em manter os aspectos originais da arquitetura e da decoração do São Luiz quanto a simbologia do cinema para a nossa gente e o retorno como cine-teatro e como o cinema mais bonito do Brasil”, enfatiza o secretário da Cultura, Paulo Mamede.

“A reinauguração do São Luiz é um marco para o nosso Estado e abre toda uma nova série de possibilidades, com a configuração de cine-teatro. Um espaço privilegiado, de grande trajetória e de muita beleza, agora à disposição da cidade para começar uma nova história, democratizando o acesso aos filmes, gerando uma nova movimentação noturna no Centro, garantindo um novo espaço para os realizadores locais e também para os artistas do teatro, da dança, da música, entre outras linguagens”, complementa o gestor.

“A cidade ganhará um equipamento cultural multilinguagens, uma nova opção para os artistas e produtores desenvolverem seus espetáculos e projetos”, reforça o secretário adjunto da Cultura, Paulo Victor Feitosa. “Além de apresentar a produção audiovisual cearense, o São Luiz poderá contemplar o público do Centro com acesso também aos filmes do circuito comercial, mas com localização e ingressos mais acessíveis. Assim como teremos um novo espaço, com características únicas, diferenciadas, para espetáculos de dança, música e teatro de artistas e grupos locais e convidados”.

Obras e características

Iniciadas em dezembro de 2013, as obras de restauração e recuperação do Cine São Luiz incluíram um pacote de melhorias nos sistemas de iluminação, acústica, climatização, piso e revestimento, além de novos assentos (também na tradicional cor vermelha) e equipamentos de projeção. O investimento de R$ 15.287.832,21 feito pelo Governo do Estado, através da Secult, possibilitará que o equipamento histórico-cultural seja devolvido à sociedade como um dos mais modernos da atualidade.

Ao mesmo tempo, o Cine São Luiz terá preservada sua memória, pois as características arquitetônicas originais, em suas qualidades estéticas e históricas, foram mantidas. Com a adaptação do São Luiz à nova configuração de cine-teatro e às normas técnicas e de acessibilidade, a capacidade foi reduzida de 1.500 para 1.100 lugares (destes, 300 ficam no piso superior).

Inaugurado em 1958 e fechado desde julho de 2010, o Cine São Luiz, tombado pelo Governo do Estado em 1991, em reconhecimento a seu valor como patrimônio histórico e arquitetônico, também recebeu novos equipamentos de projeção e de áudio, para se adequar à configuração de cine-teatro. Além da abertura de um amplo palco, com capacidade para grandes espetáculos, também foram feitos reparos em outros espaços, como camarins, o fosso para receber músicos de orquestra.

Com a conclusão das obras, a Secult cumpre com o compromisso de entregar o equipamento pronto até o fim deste ano. A finalização da restauração do espaço foi um trabalho em conjunto realizado pela equipe de restauro, coordenada pelo restaurador José Luiz Motta, sob a supervisão de profissionais como o engenheiro Paulo Renato, da Secult, o arquiteto Robledo Duarte, do Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE), do Governo do Estado, e o engenheiro José Cardoso, da Construtora Granito, responsável pela execução da obra.

Mais sobre a história do São Luiz

Erguido no local onde funcionara o Cine Polytheama, o São Luiz teve suas obras iniciadas em 1938, quando da demolição do cinema anterior, conforme descreve, no livro “A Tela Prateada”, o pesquisador e especialista na história do cinema no Ceará Ary Bezerra Leite. A inauguração do São Luiz, porém, só seria realizada 20 anos depois, graças aos efeitos da Segunda Guerra Mundial e, segundo o pesquisador, também a causas “nunca claramente explicadas”, em contraste com a intensa expectativa popular pelo novo cinema. O prédio em obras na Praça do Ferreira alimentava a ansiedade pelo início das atividades do São Luiz.

Dois dias antes da inauguração oficial, o filme “Suplício de uma Saudade”, com Jennifer Jones e William Holden, foi exibido em uma sessão especial, para convidados e imprensa. Entre outros filmes da programação inaugural estavam “O Príncipe Encantado”, de Laurence Olivier; “Meus Dois Carinhos”, com Frank Sinatra, Rita Hayworth e Kim Novak; “Juventude Transviada”, com James Dean, e “Trapézio”, com Gina Lollobrigida e Burt Lancaster.

O São Luiz já chamava atenção como um dos mais luxuosos cinemas do Brasil, com um hall de entrada em mármore, três lustres de cristal checos, escadarias, carpetes e pinturas imponentes. A decoração lateral do salão do cinema projetado pelo arquiteto cearense Humberto da Justa Menescal, com a participação de Humberto Monte, José Euclides Caracas e Oscar Dubeux Pinto, foi concebida por Osório Ferreira e Marcelino Guido Budini. A pintura ambiente ficou a cargo da empresa Shaffer e Harvath. A decoração parte de referências da art-déco, ressaltando formas geométricas e lineares, além de uma infinidade de cores e texturas, de encher os olhos.

“Entregando o São Luiz ao público cearense, sinto-me feliz de ter podido realizar uma aspiração que sempre tive, de dotar Fortaleza com uma casa de espetáculos à altura do seu progresso e do seu povo”, destacou Luiz Severiano Ribeiro, no programa impresso distribuído ao público quando da inauguração do São Luiz, complementando: “O São Luiz está na vanguarda dos melhores cinemas e com as mais modernas instalações, som e ar-condicionado. Saudando o povo de minha terra, sentir-me-ei reconhecido se meus conterrâneos fizerem do São Luiz o seu cinema”.

Em 1995 o Cine São Luiz passou a sediar o Cine Ceará, principal festival de cinema do Estado e um dos mais longevos no calendário nacional de eventos do setor. Em outubro de 2007 foi arrendado à Federação do Comércio do Estado do Ceará, passando a funcionar como Cine São Luiz – Centro Cultural Sesc Luiz Severiano Ribeiro. Em outubro de 2011, o prédio do Cine São Luiz foi adquirido pelo Governo do Estado do Ceará. As obras de reforma e restauro garantiram que o equipamento cultural agora retorne à cena, como cine-teatro.



Topo
Ceará vai receber mais de um milhão de turistas na alta estação

A Operação Alta Estação vai mobilizar 2.496 agentes das polícias Militar, Civil e Rodoviária Estadual, além do Corpo de Bombeiros. O policiamento será reforçado em todos os corredores turísticos, sem que haja redução dos efetivos fixos.

A alta estação está começando e, mais uma vez, o Ceará vai se encher de diferentes sotaques e idiomas, graças aos turistas que virão. De acordo com levantamento da Secretaria do Turismo do Estado (Setur CE), 1.015 milhão de pessoas devem visitar o Ceará, tendo Fortaleza como portão de entrada, entre dezembro de 2014 e fevereiro de 2015.

Destes, 960 mil são brasileiros e 55 mil estrangeiros. O número é 4,49% superior ao registrado na alta estação passada, quando vieram 971.350 turistas, sendo 51.384 internacionais.

Mais da metade dos turistas (546 mil) devem ocupar os meios formais de hospedagem, fazendo a ocupação hoteleira saltar dos 74,3% do período 2013/2014 para 78% em 2014/2015.

Todos estes turistas devem causar um impacto na economia local de R$ 3,28 bilhões, sendo R$ 1,87 bi de receita direta, um crescimento de 10,39% se comparado ao período anterior. O gasto per capita deve girar em torno de R$ 1.850,00.

Também serão realizadas três pesquisas que ajudarão a traçar o perfil dos turistas que visitam o Estado. São elas: de Demanda Turística, Volumétrica, e de Impactos Econômicos no Natal e no Réveillon.

A primeira visa traçar o perfil, as motivações de viagem e os principais interesses dos visitantes no Ceará. A segunda, contar a quantidade de visitantes nos principais corredores turísticos; enquanto a última vai avaliar o período, que se destaca pela grande quantidade de turistas em poucos dias.

“Além de um fluxo excepcional que tivemos devido à Copa do Mundo e ao encontro de cúpula do BRICS no Centro de Eventos, no meio do ano, vamos ter uma alta estação com mais de um milhão de turistas. Estes números são resultados do esforço empregado desde o início do governo Cid Gomes para desenvolver o turismo, com sustentabilidade e inclusão social, por meio de obras estruturantes, qualificação de espaços e de pessoas, e promoção direta ao público. Definitivamente, 2014 é um ano para comemorar”, resume o secretário do Turismo, Bismarck Maia.

Os dados foram apresentados pelo secretário adjunto da Setur CE, Marcos Pompeu, durante entrevista coletiva realizada na tarde de segunda-feira, 15, na sede da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), que também apresentou as ações previstas na Operação Alta Estação.



Topo
Casa do Ceará deflagra processo de venda do módulo “F” e de construção do projeto Fausto Nilo, da nova Casa, no módulo G

A Casa do Ceará está publicou nos dias 2, 3 e 4 de dezembro no Correio Braziliense o edital para a venda do módulo “F” do Setor de Grandes Áreas Norte , na 910, com 15 mil quadrados, com o preço mínimo de 4 mil e 300 reais o metro quadrado, que deverá proporcionar uma receita de R$ 64 milhões e 500 mil reais, deflagrando o processo de construção da nova Casa do Ceará, e de implantação do Projeto Fausto Nilo.

O edital foi cuidadosamente elaborado pela Comissão de Licitação, constituída pelo 1º vice presidente, José Sampaio de Lacerda Junior, o diretor de Obras, general Nilton Pessoa Cavalcante, o diretor de Administrativo e Financeiro, Evandro Pedro Pinto e o consultor voluntário, o engenheiro José Ribamar Mendes Diniz.

Por outro lado, no mesmo dia será publicado o edital de construção da nova Casa, no módulo G, com 15 mil metros, com custo estimado de R$ 22,784,146 reais, assim discriminado: Edificações: 9.889,30 m2 X R$ 2.000,00/ m2 = R$19.778.600,00; Praça Principal: 1075,30 m² x R$ 500,00m² = R$ 537.650,00, Praça de Entrada: 686,91 m2 X R$ 500,00/ m2 = R$ 343.455,00, Deck da Piscina: 680,49 m2 X R$ 400,00/ m2 = R$ 272.196,00, Ruas e Estacionamentos: 3.646,29 m2 X R$ 500,00/ m2 = R$ 1.823.145,00. Jardins: 97,00 m2 X R$ 300,00/ m2 = R$ 29.100,00.

A deflagração do processo ocorre da decisão da Promotoria de Justiça de Tutelas das Fundações e Entidades de Interesse Social do MInistério Público Federal e Territórios que liberou a venda do módulo “F”., depois de cinco ambos da primeira solicitação da Casa. (leia matéria na pág. 20) O presidente da Casa Osmar Alves de Melo , confirmou que a abertura das propostas será às 15 horas no dia 8 de janeiro de 2015.

A Casa do Ceará ao longo dos seus 50 anos tem nos seus 30 mil metros de área apenas 6 mil metros de área construída, sendo que muitas das edificações napo tem habite-se e estão deterioradas pelo tempo de uso. A nova Casa terá quase 10 mil metros em 15 mil metros de espaço.

A nova Pousada Crisantho Moreira da Rocha será referência nacional no acolhimento aos idosos. Terá capacidade de receber 32 idosos com todos os equipamentos e serviços estabelecidos em Lei.



Topo
Nove municípios receberão a certificação Selo Município Verde 2014

O Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam) divulgou na manhã desta quinta-feira (04), a relação dos municípios que receberá a certificação do ano 2014 como Municipio Verde. Dos 110 municípios inscritos, 77 apresentaram a documentação necessária. Após os procedimentos de análise documental, visitas técnicas e análise de recursos, foram nove aprovados: Barreira, Brejo Santo, Caucaia, Crateús, Crato, General Sampaio, Iguatu, Novo Oriente e Piquet Carneiro. Adata da cerimônia de premiação será definida em breve, segundo a presidente do Conpan, Virgínia Carvalho.

Selo Município Verde

Instituído pela Lei Estadual n.º 13.304/03 e regulamentado pelos Decretos n.º 27.073/03 e n.º27.074/03, o Programa Selo Município Verde chega a sua 10 edição. De acordo com o regulamento, serão certificados com o Selo Município Verde todos os municípios que obtiverem o mínimo de 50 pontos na classificação geral nas categorias A, B e C. O município de Barreira foi o melhor pontuado, com 73, 80, único na categoria B. Nenhum atingiu a categoria A. Os outros oito municípios ficaram na categoria C.

A Primeira condição para que o município se inscreva é ter em funcionamento o Comdema (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente), além de incentivar para que as políticas ambientais relativas aos resíduos sólidos também sejam praticadas, criando canais para a efetiva participação da sociedade nas definições das prioridades



Topo
2° Natal Feliz da Casa do Ceará distribuiu 600 cestas básicas e 500 brinquedos a famílias carentes

A Casa do Ceará reafirmou que foi um sucesso o 2º Natal Feliz , realizado no dia 29.11, que distribuiu 600 cestas básicas a famílias carentes e 500 brinquedos (300 bonecas, 120 bolas e 80 carrinhos), com o apoio da Associação dos que Querem Bem a Sobral e ao Distrito Federal - AQQB, Associação dos Filhos e Amigos de Aurora-AFA, do SESC/ DF e da Fundação Regional de Assistência Oftalmológica - FRAO. As famílias carentes foram selecionadas pelas unidades do Conselho de Assistência Social com a colaboração do Departamento de Assistência Social da Casa.

A Casa do Ceará divulgou os doadores manifestando o agradecimento a todos que contribuíram para o sucesso do evento: João Rodrigues Neto 100 cestas, Casa do Ceará 60, Associação dos Filhos de Aurora 50, Supermercado Veneza 20, Carlos Aguiar 29, Sindicato de Material de Construção 20, BSB Alimentos 15, Super Maia 10, Mercado Volte Sempre 10, Ladir Aguiar 10. Antonio Leitão 1

Doações em dinheiro para compra de cestas e brinquedos: Francisco Albery Mariano R$ 2.000,00, Diogo Salim R$ 500,00, Adriana de Melo R$ 500,00 Osmar Alves de Melo R$ 450,00, Maria Áurea Assunção Magalhães R$ 450,00, Evandro Pedro Pinto R$ 450,00, Luiz Gonzaga de Assis R$ 450,00, Marli Tavares R$ 200,00 , Francisco Machado R$ 300,00, JB Serra e Gurgel R$ 216,45, José Sampaio de Lacerda Junior R$ 216,45, Ivete Magalhães de Melo R$ 200,00, Antonio Francisco R$ 150,00 , José Colombo de Souza Filho R$ 130,00, Adirson Vasconcelos R$ 129,87, Antonio Florêncio R$ 100,00, Nilton Pessoa R$ 90,00, João Batista R$ 86,52, Antonio Carlos R$ 90,00, Antonio Assunção R$ 86,58, Egomar Dickel R$ 70,00, Aldanilse Pereira R$ 70,00, José Mario R$ 50,00, Regina Stella R$ 43,29

O SESC/DF colocou 17 tendas para atendimento de oftalmologia, aferição de pressão, corte de cabelo, assessoria jurídica, oficinas de reciclagem, musicalisação, pintura de rosto, dentre outros.

Atividades da Casa do Ceará:

Médicos de plantão:

Dr. Francisco Araújo, Oftalmologista;Dra. Sonia D’Agustinio, Neurologista e dr.Jacob, Ginecologista

Dentistas de Plantão:

Milena de Jesus, Marconi Maia, Bruno Barros, Gleison Arcuri, Maria Inês, Maria das Graças e Maria Auxiliadora

Serviços

Manicure, Aferição de pressão, Design de sobrancelha,Corte de Cabelo , Massoterapia e Quique e Limpeza de pele

Advogados da AQQB

Raimundo Aguiar , Benedito Rocha, Carolina Tobias Costa Carvalho, Madalena Carneiro e Maria Dionne de Araújo



Topo
R$ 33 milhões para 192 sistemas de abastecimento d'água em 58 municípios

O Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), assinou contrato com empresas autorizando mais 192 obras de sistemas de abastecimento d'água pelo Água para Todos em 58 municípios. As obras somam aproximadamente R$ 33,08 milhões.

Do ato de assinatura, participaram o secretário do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins, os prefeitos de Maranguape, Átila Câmara, e Ocara, Vânia Clementino, o coordenador estadual do Programa Água para Todos, Wanderley Guimarães e representantes das empresas contratadas. “Vamos iniciar essas obras logo que os contratos sejam publicados no Diário Oficial do Estado, sempre mantendo o mesmo padrão de qualidade das obras do Programa”, afirmou Guimarães.

Ocara será um dos municípios beneficiados e a prefeita Vânia Clementino comemorou a aprovação de mais projetos para beneficiar o município. “Fizemos a nossa parte, identificando as comunidades, apresentando projetos ao Estado e agora estamos comorando as assinaturas dos contratos e vamos acompanhar e execução das obras”.

O prefeito de Maranguape, Átila Câmara, é mais uma conquista da população maranguapense fruto da parceria entre Prefeitura e Governo do Estado. “É a concretização de um sonho de inúmeras famílias, de ter água de qualidade nas torneiras de suas casas. E é a nossa parceria com o Governo do Estado que tem realizado essa necessidade do maranguapenses”, afirmou.

187 projetos de abastecimento d'água já foram entregues em 2014 beneficiando 8220 famílias, pelo Programa Água para Todos. Outros 594 ou estão em andamento ou em licitação. Até o final de 2015, há a previsão de investimentos em 585 projetos, com investimento de R$ 141,026 milhões. “Foi um dos melhores resultados que tivemos na SDA, neste período e as obras que estão sendo autorizadas têm os recursos garantidos e deverão ser inauguradas no começo de 2015”, informou o secretário.

Até o final de 2015, o investimento total no Programa Água para Todos, somente em sistemas de abastecimento d'água ficará em torno de R$ 277,6 milhões.



Topo
Casa do Ceará toma ultimas providências para o Natal Feliz do dia 29 Quando distribuirá 600 cestas básicas a famílias carentes

A Casa do Ceará informou hoje que está tudo pronto para o 2º Natal Feliz que distribuirá 600 cestas básicas a famílias carentes e 500 brinquedos (300 bonecas, 120 bolas e 80 carrinhos) no dia 29, neste sábado, a partir de 09:00 horas, com o apoio da Associação dos que Querem Bem a Sobral e ao Distrito Federal - AQQB, Associação dos Filhos e Amigos de Aurora-AFA, do SESC/ DF e da Fundação Regional de Assistência Oftalmológica - FRAO.

A Casa do Ceará divulgou hoje as relações dos doadores manifestando o agradecimento a todos que contribuíram para o sucesso do evento.

Super Maia 10 cestas

Mercado Volte Sempre 10

Ladir Aguiar 10

Carlos Aguiar 29

Supermercado Veneza 20

BSB Alimentos 15

Antonio Leitão 1

João Rodrigues Neto 100

Casa do Ceará 60

Sindicato de Material de construção 20

Associação dos Filhos de Aurora 50



Doações em dinheiro para compra de cestas e brinquedos

Francisco Albery R$ 2.000,00

Marli Tavares R$ 200,00

Francisco Machado R$300,00

Osmar Alves de Melo R$ 450,00

Antonio Francisco R$ 150,00

Lacerda Junior R$ 216,45

Diogo Salim R$ 500,00

Maria Áurea R$ 450,00

José Mario R$ 50,00

João Batista R$ 86,52

Antonio Florêncio R$ 100,00

José Colombo R$ 130,00

Antonio Carlos R$ 90,00

JB Serra e Gurgel R$ 216,45

Egomar Dickel R$ 70,00

Nilton Pessoa R$ 90,00

Evandro Pinto R$ 450,00

Luiz Gonzaga R$ 450,00

Adirson Vasconcelos R$ 129,87

Regina Stella R$ 43,29

Antonio Assunção R$ 86,58

Aldanilse Pereira R$ 70,00

Adriana de Melo R$ 500,00

Ivete Magalhães de Melo R$ 200,00



O SESC/DF terá 17 tendas para atendimento de oftalmologia, aferição de pressão, corte de cabelo, assessoria jurídica, oficinas de reciclagem, musicalisação, pintura de rosto, dentre outros.



Médicos confirmados (Casa do Ceará)

Dr. Francisco Araújo Oftalmologista

Dra. Sonia D´Agustini Neurologista

Dr. Jacob Ginecologista



Atividades (Casa do Ceará)

Corte de Cabelo

Massoterapia e Quique

Limpeza de pele

Manicure

Aferição de pressão

Design de sobrancelha



Advogados (AQQB)

Raimundo Aguiar

Benedito Rocha

Carolina Tobias Costa Carvalho

Madalena Carneiro

Maria Dionne de Araújo



Dentistas confirmados (Casa do Ceará)

Milena de Jesus

Marconi Maia

Bruno Barros

Gleison Arcuri

Maria Inês

Maria das Graças

Maria Auxiliadora



Topo
Casa do Ceará vai promover dia 29 de novembro o 2º Natal Feliz com a AQQB, a AFA , a FRAO e o SESC/DF

A Casa do Ceará em Brasília realizará pelo segundo ano consecutivo no sábado, dia 29 de novembro, das 09.00 h as 16.00h , o 2ª Natal Feliz, com o objetivo de atender as comunidades carentes do Distrito Federal e do Entorno, que receberão cestas básicas para o Natal. O evento terá o apoio da Associação dos que Querem bem a Sobral e ao Distrito Federal-AQQB, da Associação dos Filhos e Amigos de Aurora-AFA, da Fundação Regional de Oftalmologia -FRAO e do Serviço Social do Comércio do Distrito Federal- -SESC/DF.

Como do 1º Natal Feliz,realizado em 2013, a Casa do Ceará espera distribuir cestas básicas para mil famílias.

Em reunião realizada na Casado Ceará, presidida por Osmar Alves de Melo, juntamente com Superintendente, Antonia Guimarães e a Assistente Social da Casa, Ivete Simonette do Amaral, com o Presidente de Honra da Associação dos que Querem Bem a Sobral e ao DF - AQQB, Antonio Carlos Aguiar, com o Presidente e o Vice da AQQB, Elaudy Aguiar e Francisco Élcio e a Presidente da Associação dos Filhos e Amigos de Aurora, Dejanira Gonçalves, foram definidas as grandes linhas do 2º Natal Feliz.

O evento já conta com a parceria do SESC/DF, através de seu diretor , Roberto Sfair de Macedo, que orientou a Chefe da Divisão de Orientação Social, Professora Lucia Garcia, a encaminhar a carreta de odontologia, escovódromo, apresentação artística, recreação infantil, além de instalar para as crianças diversos brinquedos, tais como tênis de mesa, pista de kart, brinquedos infláveis, dentre outros.

Outra parceria definida foi com a Fundação Regional de Assistência Oftalmológica - FRAO, tendo seu administrador, Bento Santos e o Assistente Social Eliseu Gomes , se comprometido a participar do evento encaminhando uma equipe de profissionais voluntários para prestação de serviço oftalmológico, em consultórios que serão instalados e que estarão à disposição dos participantes . Recentemente a FRAO, atendendo a solicitação da Casa do Ceará, providenciou a realização de cirurgia no paciente encaminhado pela Casa do Ceará, Etelino José de Brito, que voltou a enxergar.

O Presidente da AQQB, Elaudy Aguiar, disse que a AQQB atende a solicitação da Casa do Ceara e que uma grande equipe de voluntários deverá estar presente desde acoleta de cestas básicas nas lojas do seu presidente de honra,Antonio Carlos Aguiar, nos endereços SDE, Qd 01, conjuntoD, lote 10 a 14, loja 01 – Taguatinga, fone: 3372-1400 eCNJ 4, Bloco A, Lojas 03 a 08 – Taguatinga Norte, fone:3475-1400, bem como na distribuição delas no dia 29 de novembro Elaudy destacou o sucesso do evento realizado no ano passado.

A Presidente da AFA, - Dejanira Gonçalves, se comprometeu a ajudar na arrecadação de cestas básicas e informou que seus conterrâneos também estarão na Casa do Ceará dia 29 de novembro.

O 2º Natal Feliz tem os apoios dos cearenses João Estenio Campelo Bezerrra (Crateús) e Francisco Albery Mariano (Santana do Acaraú), bem como da Só Reparos, Cascol, Correio Braziliense, Jornal de Brasília, Fatorama, jornal da Comunidade,Rádio Atividade, Super Rádio FM E Rádio Bandeirantes.

Osmar Alves de Melo assinalou que as famílias que receberão as cestas de Natal , como aconteceu no ano passado, serão selecionadas pelos Conselhos Regionais de Assistência Social , das cidades satélites do Distrito Federal e Entorno. Osmar confirmou que a Casa do Ceará, neste dia, disponibilizará três médicos e 12 dentistas, de sua Policlínica e Odontoclínica. Além dos atendimentos na área de saúde terão serviços de assessoria jurídica, aferição de pressão, dentre outros, além da distribuição de cestas básicas e brinquedos.

Maiores informações pelos telefones 3533-3802 / 3808 tratar com Jaislane ou Sue Helen



Para mais informações

Antonia Guimarães – 9153-4971

Ivete Simonete do Amaral – 8138-5521



Topo
Senado homenageou o cearense Dragão do Mar no Dia da Consciência Negra

No dia dedicado à Consciência Negra sete personalidades receberam, do Senado, a Comenda Senador Abdias Nascimento. A honraria, criada para agraciar personalidades que se destacaram na proteção e na promoção da cultura afro-brasileira foi entregue ao ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ); aos músicos Gilberto Gil e Martinho da Vila, e à militante do movimento negro Edna Almeida Lourenço, conhecida como Ekdje Edna de Oiyá.

Foram agraciados, também, o ator Milton Gonçalves; o professor Silvio Humberto dos Passos Cunha, da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), na Bahia; e in memoriam, o pescador Francisco José do Nascimento (1839-1914), conhecido como o Dragão do Mar, por sua luta abolicionista no Ceará.

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) disse que o país parece enfrentar um retrocesso em relação aos direitos humanos. Ela lembrou casos de injúria racial no futebol, além de intolerância contra religiões de matriz africana e assassinatos de negros.

“Para mim é também motivo de orgulho duplo pois, por ser alagoano, é impossível de lembrar dessa data sem saudar o quilombo de Palmares e Zumbi”, disse o presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL) durante a sessão especial.

Na solenidade, Martinho da Vila cantou a música Kizomba, Festa da Raça e revelou um desejo: “sonho com o dia em que não haverá a necessidade de movimento negro no Brasil”.



Topo
Ceará registra chuvas de até 86 milímetros em 42 municípios

Chuvas desta terça foram o maior volume de precipitação em quatro meses. Ceará sofre com estiagem após três anos e meio de pouca chuva.

Ceará recebeu nesta terça-feira (18) o maior volume de chuva diários dos últimos quatro meses. Choveu em 42 cidades, com até 86 milímetros de precipitação, de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Ainda segundo a Funceme, Tauá, no Sertão dos Inhamuns, teve o maior volume de chuva, 86 milímetros. Também houve choveu forte em Tamboril (75 milímetros), Assaré (64), Mombaça (58), Monsenhor Tabosa (57) e Crateús (56).

A região dos Inhamuns, uma das mais afetadas com a seca prolongada no Ceará, concentrou o maior volume de chuva desta terça-feira. Dos 21 municípios da região, 17 registraram precipitação, segundo registros da Funceme.

saiba maisCidade no Ceará em emergência pela seca faz até bingo para sortear poço Cidade no Ceará disponibiliza só 20 litros de água ao dia por pessoa

Situação de emergência

Na semana passada, o Ministério da Integração reconheceu o estado de emergência em 176 das 184 cidades cearenses por conta da seca, o que vale a 95,6% dos municípios. O ministério reconheceu situação similar em cinco cidades da Bahia, São Paulo e Minas Gerais.

O Governo do Estado do Ceará havia publicado no Diário Oficial do Estado em 6 de novembro a situação de emergência, decretada devido à irregularidade na quantidade e na distribuição temporal e espacial de chuvas. A recarga dos mananciais foi insuficiente, comprometendo o armazenamento de água e causando problemas no abastecimento para o consumo humano e animal.

Açudes com baixo volume

Os 149 açudes utilizados na irrigação em todo o Ceará, com a capacidade de armazenagem de 18,8 bilhões de metros cúbicos, possuem 28,41% da capacidade de armazenamento, correspondendo a 4,9 bilhões de metros cúbicos, segundo o Ministério do Planejamento. O estudo conclui que “cresce a problemática relativa à agricultura irrigada” no Ceará, e 80% dos produtos que dependem da irrigação já têm a produção prejudicada.

A situação mais crítica é na região dos Sertões de Crateús, onde os 10 açudes utilizados para irrigação têm em média 1,59% do volume total de água, segundo estudo do Ministério do Planejamento.



Topo
Mais de 136 mil cisternas foram instaladas no Ceará

O Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretária do Desenvolvimento Agrário (SDA), fez um balanço da evolução da instalação de cisternas no Estado.

O Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretária do Desenvolvimento Agrário (SDA), fez um balanço da evolução da instalação de cisternas no Estado. Os programas são executados em parceria com o Governo Federal, tendo como executores o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Ministério da Integração Nacional e a Fundação Nacional de Saúde (FUNASA).

As cisternas de placas e polietileno que comportam 16 mil litros, são usadas para que as famílias possam beber e cozinhar no período de verão e estiagem, as cisternas de enxurrada, comporta 52 mil litros e é usada para produção de frutas e hortaliças. Ao todo no Ceará, já foram instaladas 95.966 mil cisternas de placas, em parceria com o MDS, e 34.180 cisternas de polietileno, em parceria com o Ministério da Integração.

O secretário do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins, informa que já tem recurso garantido para instalação de mais 21.970 mil cisternas de placas e 14.592 mil cisternas de polietileno. Segundo o secretário já completa um total de 166.708 cisternas de placas e polietileno.

O total de cisternas cilíndricas instaladas em parceria com a Funasa é de 510, possuindo ainda recursos para a instalação de até 931 cisternas. As de enxurradas que junto possui um quintal produtivo totaliza 6.031 instaladas e com recurso para mais instalações de 8.842 cisternas.

“Lembrando que não é só a SDA que faz as instalações e produz as cisternas, nós temos também o DNOCS, Fundação Banco do Brasil, Banco do Nordeste.” Afirma o secretário. O valor total investido em parceria com MDS, que conta com a contrapartida do Estado é de R$ 180,8 milhões, sendo uma maior parte do Ministério do Desenvolvimento Social.



Topo
Ceará supera média nacional no número de empregos formais entre 2002 e 2013

A participação cearense no total de empregos formais, que era de 2,77% em 2002, o equivalente a 793.312, passou para 3,06% em 2013, ou seja, 1.495.923, significando variação de 88,57% (702.611), resultado acima da média nacional, que ficou em 70,75%. Já na comparação com a região Nordeste, o Ceará, que participava com 16,33% em 2002, passou para 16,76% do total de vínculos formais em 2013, mantendo sua posição no ranking no terceiro lugar, dentro da região.

Os números estão no IPECE/Informe (nº80 – novembro de 2014) – Uma Análise da Dinâmica Recente dos Empregos Formais no Ceará -, que acaba de ser divulgado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Estado do Ceará (IPECE), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Estado. Elaborado por Alexsandre Lira Cavalcante e Daniel Suliano, ambos Analistas de Políticas Públicas do Instituto, o documento revela os dez estados que mais geraram novos postos de emprego formal no período em números absolutos foram: São Paulo (mais 5.416.292); Minas Gerais (2.010.718); Rio de janeiro (1.664.327); Paraná (1.308.753); Rio Grande do Sul (1.055.575); Bahia (1.005.190); Santa Catarina (975.315); Pernambuco (814.587); Goiás (727.952) e Ceará, com 702.611.

De acordo com o estudo, 20 vinte Estados registraram aumento de participação no estoque de empregos formais, com os maiores ganhos sendo observados no Pará (+0,4 p ponto percentual); Goiás (0,36 p.p); Maranhão (0,32 p.p); Pernambuco (0,30 p.p); Amazonas (0,30 p.p); Mato Grosso (0,30 p.p) e Ceará (0,29 p.p). E do outro lado, São Paulo (1,36 p.p); Rio de Janeiro (0,82 p.p); Rio Grande do Sul (0,77 p.p); Minas Gerais (0,29 p.p); Distrito Federal (0,18 p.p); Alagoas (0,05 p.p) e Sergipe (0,01 p.p) registraram perda de participação no total de empregos formais nacionais entre os anos de 2002 e 2013.

A Região Metropolitana de Fortaleza, que concentrava 68,37% dos empregos formais em 2002, reduziu levemente essa participação para 68,14%. Dos 184 municípios cearenses, cinco concentraram 66,6% do estoque de empregos formais no ano de 2013: Fortaleza (53,89%), Maracanaú (3,88%), Sobral (3,38%), Eusébio (3,06%) e Juazeiro do Norte (2,4%).

Na análise setorial, o trabalho mostra ainda a elevada participação dos setores de serviços e comércio, atividades essas em grande parte formada por pessoas de baixa qualificação, o que tem refletido em boa parte a baixa remuneração paga nesses setores. O Ipece/Informe pode ser acessado, na íntegra, no www.ipece.ce.gov.br.



Topo
176 das 184 cidades cearenses em situação de emergência por falta d'agua

O prognóstico da quadra chuvosa de 2015 ainda não está definido, mas, após três anos consecutivos de seca, já é grande a expectativa do povo cearense em torno da previsão para o próximo período chuvoso. A situação é alarmante, prova disso é que o governador Cid Gomes decretou, por meio de publicação no Diário Oficial do Estado, a situação de emergência de 176 dos 184 municípios cearenses (95,6%).

Apenas oito municípios não entraram na lista: Fortaleza, Juazeiro do Norte, Barbalha, Guaramiranga, Horizonte, Maracanaú, Eusébio e Itaitinga. Entre os citados, estão cidades como Sobral, Maranguape e Caucaia. Nelson Martins, titular da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), destaca que essa situação de emergência existe desde 2012. "O governador está sempre prorrogando, porque as condições continuam as mesmas, em função da estiagem", disse.

Conforme o gestor, a medida é importante para renovar situações emergenciais, como fornecimento de carros-pipa, perfuração de poços, sistema de abastecimento de água, construção de cisternas. "Para que esses programas possam ser mantidos", frisa.

Apesar de a seca afetar praticamente todo o Estado, em algumas regiões a situação está ainda mais crítica. A exemplo dos Inhamuns, Crateús, região do Vale do Curu, os sertões de Canindé, sertão central. "Mas a situação é grave no estado todo", reforça o titular da SDA.

No Ceará, cerca de 168 mil agricultores receberam ou estão recebendo o benefício do garantia-safra - referente à safra de 2013/2014. O valor investido até agora é de R$ 142,5 milhões. Pelo benefício, o agricultor recebe R$ 850, dividido em cinco parcelas de R$ 170. Cerca de 87 mil agricultores foram beneficiados com a primeira parcela do benefício em outubro deste ano.

Só tem direito ao garantia-safra os municípios que comprovadamente tiverem perda de safra igual ou superior a 50%. "Se o período de seca persistir, o governo vai continuar pagando o benefício", garante o secretário.

Capacidade

De acordo com a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), os reservatórios cearenses operam com apenas 24% da sua capacidade total de armazenamento. Significa que 86% estão ociosos. Só um açude está com volume de água acima de 90%, todos os outros 118 acumulam volumes inferiores à 30%.



Topo
Cid Gomes, com competência, elege Camilo Santana como seu sucessor. É o 46° Governador do Ceará

Só 4.531.608 votos foram contados como válidos. A abstenção, mais os nulos e branco somaram 29,37%.

Camilo Sobreira de Santana (PT), 46 anos, natural do Município do Crato, será o 46º governador do Estado do Ceará, a partir de 1° de janeiro de 2015. Ele foi eleito no segundo turno, ao derrotar Eunício Oliveira (PMDB), com uma diferença de pouco mais de 300 mil votos. No primeiro turno da disputa, Camilo Santana ficou em primeiro lugar com uma pequena diferença. Ele somou 47,81% dos votos contra 46,41% dados a Eunício.

Enquanto Cid Gomes, principal apoiador do governador eleito, venceu duas vezes com mais de 60% dos votos e sempre no primeiro turno, Camilo enfrentou disputa bem mais acirrada.

Camilo precisou passar por um segundo turno, quando recebeu 53,35% dos votos, contra 46,65% do senador Eunício Oliveira (PMDB). A diferença foi de 303,7 mil votos.

Logo depois de oficializada sua vitória, Camilo Santana foi com o governador Cid Gomes, sua vice, Izolda Cela, o prefeito de Fortaleza e diversos outros correligionários que estiveram à frente de sua campanha, fazer o seu primeiro pronunciamento oficial.

Camilo é deputado estadual no segundo mandato, embora muito pouco tempo tenha ficado na Assembleia. Ele foi secretário do Governo Cid Gomes no primeiro e segundo mandatos.

Antes de ser deputado disputou e foi derrotado em duas oportunidades a Prefeitura do Município de Barbalha, onde tem o seu domicílio eleitoral.

A professora Izolda Cela (PROS), ex-secretária de Educação do Ceará, é a vice-governadora. O nome dela era um dos apontados como candidata ao Governo, mas acabou ficando como vice de Camilo.

Trajetória

O novo governador do Ceará tem suas raízes no Cariri. Nascido na cidade do Crato, Camilo Santana (PT) é filho de Eudoro Santana e Ermengarda Santana. Ele é casado, tem 46 anos de idade e é pai de dois filhos.

Ainda na faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Ceará (UFC), Camilo deu os primeiros passos na vida política ao participar movimento estudantil. Ocupou os cargos de presidente do Centro Acadêmico (CA) de Agronomia e de diretor do Diretório Central dos Estudantes (DCE). Além de engenheiro agrônomo, o novo gestor é mestre em em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela UFC.

É servidor público federal concursado do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), tendo exercido a função de analista ambiental e professor do curso de Saneamento Ambiental do Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec), em Juazeiro do Norte, onde foi coordenador. Foi também superintendente adjunto do IBAMA no Estado do Ceará em 2003 e 2004.

Ingressou na política em 1990, quando se filiou ao PSB, e somente 12 anos depois entrou no PT, em 2002. Em 2000, quando concorreu à Prefeitura de Barbalha, Santana só obteve 2.427 votos, ficando em quarto lugar entre os seis postulantes. Quatro anos depois, dessa vez já no Partido dos Trabalhadores, o petista tentou mais uma vez se eleger chefe do Poder Executivo do Município, mas não obteve êxito ficando em segundo lugar, com quase10 mil votos.

Em 2006, ele participou da campanha que ajudou Cid Gomes a chegar ao Governo do Ceará. Já no ano seguinte, no início da nova gestão, em 2007, assumiu a da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, permanecendo como titular por três anos.

Em 2010 decidiu tentar uma vaga no Legislativo Estadual e obteve sucesso pela primeira vez em uma corrida eleitoral. Foi o deputado estadual mais votado do Ceará, recebendo 131.171 votos no Estado. No segundo mandado de Cid Gomes como governador, ele assumiu a Secretaria das Cidades partir de 2011.

A candidatura do petista ao Governo do Estado foi oficializada na manhã do dia 29 de junho deste ano, durante convenção coletiva do PROS, PT e outros partidos aliados à coligação liderada pelo governador Cid Gomes, o único que acreditava na sua vitória.

Camilo é casado com Onélia Leite, com quem tem dois filhos. É engenheiro agrônomo e mestre em desenvolvimento e meio ambiente, formação concluída na Universidade Federal de Fortaleza (UFC). Ainda como aluno da Universidade presidiu o Centro Acadêmico (CA) de Agronomia e dirigiu o Diretório Central dos Estudantes, o DCE da UFC.



Topo
Tribunal de Justiça do Ceará empossa as desembargadoras Fátima de Melo Loureiro e Helena Lúcia Soares

O Pleno do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) empossou as magistradas Maria de Fátima de Melo Loureiro e Helena Lúcia Soares como desembargadoras. Familiares, amigos e autoridades participaram da solenidade, conduzida pelo presidente da Corte de Justiça estadual, desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido.Representando o Tribunal, a desembargadora Lisete de Sousa Gadelha proferiu o discurso de boas-vindas e destacou a dedicação e inteligência com que as homenageadas atuam no Poder Judiciário. “O ideal e o compromisso em promover a Justiça real são os combustíveis da reflexão e da atuação engajada pela magistrada vocacionada”.

A desembargadora Fátima Loureiro agradeceu à família, amigos e colegas. “Este é um momento de coroamento de 28 anos de trabalho e dedicação à magistratura”. Sobre o novo cargo, disse que assume com a sociedade o compromisso de “uma prestação jurisdicional célere e eficaz, trabalhando diuturnamente com este objetivo: dar uma resposta ao jurisdicionado com uma brevidade e eficácia que anseia”.

A desembargadora Helena Lúcia ressaltou que ascender à Justiça de 2º Grau é um momento único na vida profissional. “A magistratura é um sacerdócio. Para que desempenhe bem a função, é preciso que tenha escolhido a profissão por realização”. Ela atribuiu à família mais essa conquista na carreira. “Tive um pai que foi um mestre. Aprendi ética, retidão de caráter, tudo com ele e sempre tive uma mãe maravilhosa ao meu lado”.

A respeito da atuação como desembargadora, lembrou que a responsabilidade não se deve medir pelo cargo e, sim, pela profissão escolhida. “Sempre fui uma profissional devotada, sempre procurei dar celeridade aos processos. Agora, junto aos meus pares, eu vim para somar”.

Ao final da cerimônia, o cantor Waldonys homenageou as recém-empossadas com as músicas “Ave Maria” e “A Mais Bela”. O músico também abriu o evento com o Hino Nacional ao som da sanfona. Na ocasião, o desembargador Gerardo Brígido agradeceu ao cantor pela apresentação e encerrou a solenidade, a qual descreveu como “simples e bela”.

ELEIÇÃO

As novas integrantes do TJCE foram escolhidas no dia 18 de setembro, por meio de votação nominal, aberta e fundamentada, em obediência às prescrições constitucionais e legais. Titular da 18ª Vara de Família de Fortaleza, Fátima Loureiro foi eleita pelo critério de merecimento. A vaga surgiu em decorrência da aposentadoria do desembargador Váldsen da Silva Alves Pereira. Desempenhava a função de ouvidora do Fórum Clóvis Beviláqua desde fevereiro de 2013.

Já Helena Lúcia, titular da 15ª Vara Criminal do Fórum Clóvis Beviláqua, foi escolhida pelo critério de antiguidade. Ela ocupa a vaga aberta com a aposentadoria do desembargador Francisco Suenon Bastos Mota. Desde março deste ano, atua como juíza convocada do Tribunal, integrando a 7ª Câmara Cível.

Além do presidente do TJCE, formaram a mesa do evento: juiz Eli Gonçalves Júnior, diretor em exercício do Fórum Clóvis Beviláqua; Fernando Antonio Costa Oliveira, procurador geral do Estado, representando o governador Cid Gomes; procurador geral do Município, José Leite Jucá Filho, representando o prefeito Roberto Cláudio; e conselheiro José Valdomiro Távora de Castro Júnior, presidente do Tribunal de Contas do Estado.

Também fizeram parte o conselheiro Hélio Parente de Vasconcelos Filho, corregedor geral do TCM, representando o presidente Francisco Aguiar; o procurador geral de Justiça Ricardo Machado; o advogado Ricardo Bacelar, vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - secção Ceará (OAB-CE), representando o presidente Valdetário Monteiro; e Chrystianne dos Santos Sobral, secretária geral do TJCE.

Estiveram presentes à solenidade os desembargadores aposentados Edite Bringel Olinda Alencar; Francisco Auricélio Pontes; Francisco Haroldo Rodrigues de Albuquerque; Francisco Gilson Viana Martins; Huguette Braquehais; João Byron de Figueiredo; entre outras autoridades.



Topo
BNDES financia R$ 254 milhões para cinco usinas eólicas no Ceará

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 254 milhões para a construção de cinco centrais eólicas nos municípios de São Gonçalo do Amarante e Amontada, no Ceará. As usinas — controladas pela Ventus Energia Renováveis S.A, vencedora do leilão de energia de reserva de 2009 — têm capacidade instalada de 121,8 MW. O BNDES financiará 50,2% do valor total dos investimentos, de R$ 503 milhões.

Os parques contam com 58 aerogeradores, fornecidos pela Suzlon Energia Eólica do Brasil, e são divididos em dois complexos: o Complexo Icaraí (Central Geradora Eólica Icaraí I S/A e Icaraí II S/A) e o Complexo Taíba (Central Geradora Eólica Taíba Águia S/A, Central Eólica Geradora Taíba Andorinha e Central Geradora Eólica Colônia S/A). O Complexo Icaraí, em Amontada, tem capacidade de 61,5 MW e o Taíba, localizado em São Gonçalo do Amarante, de 57,6 MW. Ambos estão conectados ao sistema de distribuição da Chesf.

Com o apoio, o BNDES contribui para a diversificação da matriz energética brasileira, com uma fonte limpa e renovável, e para a redução das emissões de gases de efeito estufa por MW/h de energia gerada no sistema interligado. Além disso, os investimentos trazem benefícios econômicos e sociais aos municípios cearenses, estimulando o desenvolvimento da região.

Carteira – O BNDES possui, atualmente, uma carteira com 51 projetos de financiamento de geração eólica, totalizando 5,5 mil MW e investimentos de R$ 25 bilhões. Trata-se de um setor prioritário para o Banco. O aumento de seu peso na matriz energética brasileira tem contribuído para a instalação de uma indústria de fornecedores nacionais de aerogeradores, além de permitir aumento da oferta de energia a partir de fonte renovável e limpa.



Topo
Quem controla os votos nos municípios do Ceará.O POVO mostra quem controla os votos nos municípios

O cearense tinha 191 opções de candidatos a deputado federal, mas, em Parambu, a 408 km de Fortaleza, três em cada quatro eleitores, fizeram a mesma escolha. O Município teve o voto mais concentrado nas eleições proporcionais.

Genecias Noronha (SD) recebeu 76% dos votos válidos dos parambuenses

Só houve um município em que o candidato a governador mais votado teve proporção de votos maior que essa - Barroquinha, que deu 79% a Camilo Santana (PT). De volta a Parambu, a mulher de Genecias, Aderlania Noronha (SD), foi a mais votada para deputada estadual, com 61,21%. Ambos tiveram, no respectivo mandato ao qual cada um se candidatou, a segunda maior votação do Ceará.

Normalmente, eleição para cargos proporcionais é mais fracionada, até pela quantidade de gente concorrendo. Mas, isso não acontece em alguns redutos, nos quais os líderes da política local fazem valer sua força de forma quase absoluta. Além de Parambu, houve 14 municípios nos quais o mesmo candidato recebeu mais da metade dos votos (relação completa na página 22). Genecias teve em Parambu 875 votos a mais que Eunício Oliveira (PMDB), líder na disputa local pelo governo, e cinco mil a mais que Dilma Rousseff (PT) para presidente.

Genecias recebeu 13.843 votos no Município. Segunda colocada, Gorete Pereira (PR), ficou com 1.171. Nenhum dos outros 189 candidatos alcançou os mil votos. Só outros seis chegaram à casa das centenas. Também foi o mais votado em outros 15 municípios, que ajudaram a fazer de Genecias o segundo deputado federal mais votado no Ceará. Na eleição da Assembleia Legislativa, para a qual eram 535 candidatos, a maior votação em um só município foi de Welington Landim (Pros), em Brejo Santo, com 63,65% dos votos válidos. Além do reduto familiar, Landim teve hegemonia absoluta em outros dois municípios da região: Penaforte (61,21%) e Jati (60,75%).

Para deputado estadual, além desses três, houve outros oito municípios onde um só candidato teve mais da metade dos votos válidos. Quem tem mais redutos O deputado federal Aníbal Gomes (PMDB) foi o vencedor no maior número de municípios, 21, seguido de José Guimarães, com 20. Para a Assembleia, Zezinho Albuquerque (Pros) venceu em 11. Campeões de voto para federal e estadual, respectivamente, Moroni Torgan (DEM) e Capitão Wagner (PR) só venceram na Capital.



Topo
Engenheiro de SP criou máquina que faz água a partir da umidade do ar

Falta de água, racionamento e calor são temas que preocupam o governo paulista nos últimos meses, em meio à maior crise hídrica da história. Para um inventor de Valinhos, a 85 km de São Paulo, a solução para esses problemas veio, literalmente, do ar. Engenheiro mecatrônico, Pedro Ricardo Paulino patenteou em 2010 a Wateair, máquina que faz água condensando a umidade do ar.

A água produzida -que passa por um sistema de purificação que elimina as bactérias- é tão limpa que seu uso inicial foi em máquinas de hemodiálise. Para ser consumida, ela precisa passar por um segundo filtro, que adiciona sais minerais à solução.

Tudo o que a Wateair precisa para funcionar é estar ligada na tomada. Quanto mais úmido estiver o ambiente, mais ela produz. Porém, se a umidade cair a menos de 10%, ela para de funcionar. No dia mais seco deste ano em São Paulo, o nível chegou a 19%. Alto custo A contadora Maria Helena Castro, 31, comprou uma máquina em maio para suprir a falta d’água no sítio dela em Itu (a 101 km de SP). Ela desembolsou R$ 120 mil na versão que produz até mil litros por dia.

“Tinha problemas com falta de água desde fevereiro. Hoje, crio minhas galinhas, porcos, coelhos e irrigo minha plantação sem dor de cabeça”, diz. Maria Helena conta que o preço compensa e que ainda não precisou fazer nenhuma troca de filtro ou manutenção. O inventor explica que, como os componentes da máquina são importados e a demanda ainda é pequena, os custos são elevados. “Tudo é encomendado e praticamente não existe nada feito em linha de produção”, afirma. A menor máquina, que produz 30 litros por dia com a umidade relativa do ar a 80%, custa R$ 7.000. A maior, que chega a 5.000 litros por dia, é vendida por R$ 350 mil. Segundo o criador, o gasto de energia elétrica para fazer um litro de água é equivalente a R$ 0,17 em São Paulo. Portanto, encher uma caixa d’água de mil litros custa R$ 170. A Sabesp cobra em média R$ 7,25 (incluindo a tarifa de esgoto) para distribuir a mesma quantidade a uma família de quatro pessoas. Ainda assim, o inventor diz que a procura pela máquina aumentou exponencialmente nos últimos meses.

“Os clientes antes eram escolas ou pessoas que precisavam de água potável em menor quantidade. Agora, vendemos a restaurantes, produtores de remédios e outros prejudicados pelo fornecimento de água e pela dificuldade da captação por poços”, diz. (O POVO, com a agência Folhapress).



Topo
MAIOR DO PAÍS: Produção industrial do Ceará cresce 2,8%

Dos 14 locais pesquisados pelo IBGE, dez registraram crescimento em agosto deste ano, em comparação ao mês anterior.

O Ceará obteve o quarto maior crescimento da produção industrial brasileira em agosto

Com um índice de 2,8%, o Ceará obteve o quarto maior crescimento da produção industrial brasileira no último mês de agosto, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em comparação a julho, dos 14 locais pesquisados, dez registraram resultados positivos.

O Estado só ficou atrás Rio Grande do Sul (4,2%), Goiás (3,3%) e Espírito Santo (3,2%). Amazonas (-4,5%), Bahia (-4,2%), Rio de Janeiro (-1,6%) e Nordeste (-1,2%) tiveram taxas negativas. A média nacional é de 0,7%.

Na comparação com agosto de 2013, porém, a produção industrial cearense apresenta queda de 1,3. De janeiro a agosto deste ano, aparece com -1,5%. Já no acumulado dos últimos 12 meses, tem crescimento de 2,2%.

Brasil

Em relação a agosto do ano passado, o setor industrial brasileiro mostrou queda de 5,4%, com perfil disseminado de resultados negativos em termos regionais, já que 11 dos 15 locais pesquisados apontaram queda na produção. Vale citar que agosto de 2014 (21 dias) teve um dia útil a menos do que igual mês do ano anterior (22). Os recuos mais intensos foram registrados por Paraná (-10,3%), Bahia (-9,7%), São Paulo (-8,6%) e Amazonas (-8,0%).



Topo
Eleições Bancada do Ceará na Câmara dos Deputados tem renovação de 45,5%

Proporção de novos deputados cearenses é superior à renovação total da Casa, de 40% No total, a Câmara terá 198 novos deputados, tendo renovação de 43,5%

A bancada do Ceará na Câmara dos Deputados teve uma renovação de 45,5% após as eleições deste domingo (5). Isso significa dizer que menos da metade das vagas da Câmara irão ser ocupadas a partir do dia 1º de janeiro de 2015 por deputados que não exerciam o cargo até então, enquanto mais de 50% da bancada cearense será composta por deputados reeleitos.

Dentre os pleiteantes que assumirão vagas atualmente ocupadas por outros estão políticos veteranos como Moroni Torgan (DEM), que já havia exercido mandatos de 1991 a 1994 e de 1999 a 2007 na Casa, a ex prefeita de Fortaleza Luizianne Lins (PT), com dois mandatos no Executivo Municipal de 2005 a 2012, além de ter sido vereadora e deputada estadual. Há também novatos no Legislativo Federal como Moses Rodrigues (PPS), que exercerá um mandato político pela primeira vez.

No total dos deputados da Câmara Federal, incluindo os políticos que irão representar o Ceará e os outros estados, os eleitores optaram por renovar mais de 40% dos cargos. Com as votações nos estados, o PT continua tendo a maior bancada na Câmara, com 70 deputados.

Candidatos eleitos que assumem novas vagas na Câmara:

Moroni (DEM)

Moses Rodrigues (PPS)

Luizianne Lins (PT)

Odorico (PT)

Cabo Sabino (PR)

Ronaldo Martins (PRB)

Adail Carneiro (PHS)

Macedo (PSL)

Vitor Valim (PMDB)

Leonidas Cristino (PROS)

Deputados federais reeleitos:

Genecias Noronha (SD)

José Guimarães (PT)

Domingos Neto (PROS)

Danilo Forte (PMDB)

Anibal Gomes(PMDB)

Gorete Pereira (PR)

André Figueiredo (PDT)

Raimundo Matos (PSDB)

José Airton (PT)

Antonio Balman (PROS)

Arnon Bezerra (PTB)

Chico Lopes (PC do B)

Deputados que deixarão a Câmara em 2015:

Mauro Benevides (PMDB)

Ariosto Holanda (PROS)

Artur Bruno (PT)

Edson Silva (PROS)

Eudes Xavier (PT)

João Ananias (PC do B)

José Linhares (PP)

Manoel Salviano (PSD)

Mário Feitosa (PMDB)

Vicente Arruda (PROS)



Topo
30 municípios sofrem racionamento de água Cagece está realizando ações específicas em cada localidade para amenizar o problema de abastecimento

Já são 30 municípios no Ceará, daqueles dependentes do abastecimento pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), que passam por situação de racionamento de água. São mais cinco cidades afetadas pelo problema, em relação ao início do mês de setembro.

A medida implantada pela companhia atinge as cidades de Ararendá, Baixio, Capistrano, Caridade, Catunda, Croatá, Farias Brito, Graça, Hidrolândia, Ipaumirim, Iracema, Irauçuba, Itatira, Martinópole, Mucambo, Mulungu, Novo Oriente, Pacoti, Pacujá, Palmácia, Parambu, Pentecoste, Potiretama, Quiterianópolis, São Luís do Curu, Senador Sá, Trairi, Ubaúna, Umari e Uruoca.

De acordo com Josineto Araújo, diretor de operações da Cagece, o motivo do racionamento nas diversas regiões do Ceará se dá pelo aumento da temperatura, que faz com que as nascentes sequem. "Os mananciais já começaram o ano com uma carga abaixo do normal e sabemos que, quanto maior o calor, maior a evaporação. Além disso, muitos poços secaram, porque não houve a recarga com água", expõe Josineto Araújo.

A principal medida adotada pela Cagece nos municípios afetados foi a organização de rodízios no abastecimento de água, fazendo com que, em cada localidade, áreas diferentes recebam o fluxo de água em dias diversos. "Como foi diminuída a oferta de água, nós divulgamos para a população esse abastecimento em dias alternados", comenta o diretor de operações da Cagece.

Prazos

Josineto Araújo não considera prazos para a duração do racionamento de água, pois afirma que cada cidade possui particularidades específicas em relação à escassez do recurso. Um outro ponto é que, à medida que o problema é resolvido em determinadas localidades, outros municípios também podem começar a sofrer com a falta de água.

Dessa forma, as tentativas de restabelecer o abastecimento normal também acontecem de formas diferentes em cada local. Irauçuba, por exemplo, está à espera do início das operações de uma adutora recém-construída. Segundo Josineto Araújo, tão logo o aparelho comece a transportar água, o município deverá sair da relação das cidades em racionamento.

O Açude Taquara está recebendo interferências durante esta semana para que água seja conduzida para o município de Mucambo. Uma adutora também é construída para abastecer os municípios de Baixio, Ipaumirim e Umari.

"São ações isoladas, cada cidade tem a sua específica. Estamos buscando pelo menos amenizar esse rodízio. Tudo isso vai melhorar o fornecimento de água para essas cidades. A própria Defesa Civil já está agindo naqueles municípios da zona rural que não são abastecidos pela Cagece", conta Josineto Araújo.



Topo
96% das cidades do CE seguem em situação de emergência devido à seca

Dos 184 municípios cearenses, 178 seguem em situação de emergência por causa da seca, de acordo com decreto do Governo do Estado do Ceará de 8 de maio e publicado no Diário Oficial do Estado. A situação de emergência foi decretada devido à irregularidade na quantidade e na distribuição temporal e espacial de chuvas, que provocou insuficiência na recarga dos mananciais, comprometendo o armazenamento de água e causando problemas no abastecimento de água para o consumo humano e animal.

O decreto, assinado pelo Governador do Ceará, Cid Gomes, entrou em vigor em 8 de maio e é válido por 180 dias. Apenas a capital e os municípios de Maracanaú, Eusébio, Horizonte e Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza, além de Juazeiro do Norte e Barbalha, na Região do Cariri, e Guaramiranga, no Maciço de Baturité, estão fora do decreto.

Com a situação reconhecida, ações de socorro às famílias atingidas são agilizadas. Além disso, as cidades passam a contar com linhas emergenciais de crédito para amenizar as perdas econômicas nas áreas atingidas pelo período de seca, com a renegociação de dívidas agrícolas e expansão dos programas como o Garantia-Safra, Operação Carro-Pipa e Bolsa-Estiagem. Este último, um benefício de R$ 80 mensais pagos a agricultores familiares durante o período de vigência da emergência.

Ao todo, 1.519 municípios nordestinos e da região setentrional de Minas Gerais estão em situação de emergência reconhecida pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Governo Federal, o que afeta mais de 10,7 milhões de pessoas.

Adutoras

O Governo do Estado anunciourecursos da ordem de R$ 153,7 milhões para investimento na terceira fase de construção e instalação de adutoras de montagem rápida (AMR), a fim de garantir segurança hídrica para a população cearense. Neste novo lote serão executados 417 quilômetros de adutora. De acordo com o Governo, as obras foram iniciadas e muitas já executadas, mas o carro pipa atem sido o socorro das populações aflitas.

A ação beneficiará os municípios de Canindé, Caridade, Crateús, Nova Russas, Tauá, Caririaçu, Irauçuba, Alcântaras, Quiterianópolis, Potiretama e Maranguape. Além dos municípios, serão beneficiados os distritos de Amanari, Penedo e Itapebussu, todos localizados em Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Nesta nova fase serão beneficiados mais de 273 mil cearenses de forma direta.



Topo
Com seca, moradores do interior do CE vão ao poço até 15 vezes por dia

Nessas localidades, o abastecimento de água depende dos carros-pipa. Terra rachada, plantações secas e ossadas fazem parte da paisagem.

Com o terceiro ano consecutivo sem chuvas, 176 dos 184 municípios cearenses estão em estado de emergência, o que representa 95% do total, segundo o Ministério da Integração Nacional e Defesa Civil do Estado. Nessas localidades, a água só aparece com a visita dos carros-pipa que abastecem os poços e as cisternas. “Quando eu vou lavar roupa, eu vou 15 vezes ao poço pegar água pra lavar”, diz a dona de casa Francisca Leite Barbosa.

"A chuva não vem, e a gente tem que carregar água do poço. É muito cansativo, mas não tem outro jeito, tem que colocar no balde", afirma Francisca. O trabalho de horas ainda não garante água para consumo, já que ela não é potável. "Uso pra cozinhar, lavar roupa, só não faço beber."

O estado de emergência foi decretado devido à irregularidade na quantidade e na distribuição temporal e espacial de chuvas, que provocou insuficiência na recarga dos mananciais, comprometendo o armazenamento de água e causando problemas no abastecimento de água para o consumo humano e animal. Apenas a capital e os municípios Maracanaú, Eusébio, Horizonte e Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza, além de Juazeiro do Norte e Barbalha, na Região do Cariri, e Guaramiranga, no Maciço de Baturité, estão fora da lista de cidades na situação.

Agravando a situação, os poços profundos são insuficientes para manter a irrigação no campo. Depois de perder a maior parte das plantações, muitos produtores desistem. É o caso do agricultor João Clairton Duarte, que teve perda de 75% da plantação de banana. “A gente está fazendo a substituição por milho e o capim forrageiro para gente fazer alimentação para o gado”, revela.

Em muitas regiões, a produção de milho consegue resistir a três anos de estiagem e os criadores têm dificuldade de alimentar o rebanho. A alternativa é buscar o grão distribuído pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). As sacas de sementes recebem subsídios do Governo Federal para ser comercializado a um preço mais baixo do que o de mercado.

Mas com 48 mil produtores esperando pelo benefício, cada um pode levar até 50 sacas, metade da cota estabelecida em 2013. “Aí são mais de R$ 3 mil de ração. O que a gente apura com o leite não dá nem pra ir cobrindo a despesa”, lamenta o criador José Ednardo Farias. Quem não tem dinheiro para o milho, mantém o gado apenas com a água salobra no subsolo. “Tem que ser essa água, não tem jeito”, diz o agricultor Antônio Wilson de Sousa.

Os reflexos da falta de água estão por todos os lados nessas regiões, como a terra seca, as plantações mortas e as carcaças do gado. A criadora Maria Sampaio passou a criar porcos como último recurso. “Ano passado não deu mais, morreu tudo, acabou tudo. Aí foi prteciso tirar o gado.” Ela espera que o sofrimento acabe no próximo período de chuva, em 2014. “Estou esperando, não é possível um castigo desse grande.



Topo
OAB-CE pede ao MPF punição a autores de mensagens preconceituosas contra Miss Brasil

Presidente da ordem afirma que o crime é classificado como racismo e incitação ao racismo

A Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB¬-CE) enviou, nesta segunda-feira (29), ao Ministério Público Federal (MPF), representação e notícía¬-crime, a fim de punir os responsáveis pela publicação de mensagens de cunho preconceituoso nas redes sociais, referentes à cearense Melissa Gurgel, eleita Miss Brasil, no último sábado (27).

O presidente em exercício da OAB¬-CE, Ricardo Bacelar, afirma que o crime é classificado como racismo e incitação ao racismo, que pode levar à pena de 2 a 5 anos. “O racismo acontece não só contra Melissa Gurgel, mas sim contra todo o povo cearense. E nós não vamos admitir isso”.

Bacelar conta que o documento foi protocolado nesta segunda, e cabe ao MPF apurar, avaliar e decidir que tipo de punição sofrerão os autores do crime. Mediante decisão, o poder judiciário aplicará pena.

“Além da função de advocacia, estamos nos posicionando para zelar pelos direitos coletivos e difusos. A nossa beleza, o nosso sotaque são a nossa forma de identificação como um povo, nosso patrimônio cultural”, completa o presidente.

Entenda o caso

Após vitória da cearense Melissa Gurgel no concurso Miss Brasil 2014, que aconteceu no último sábado (27), em Fortaleza, a modelo foi alvo constante de críticas que depreciavam a beleza e o sotaque do povo cearense.

Publicações em redes sociais, como “Miss Ceará é bonita até abrir a boca e vir aquele 'sotaquezinho' sofrível”ou “Lembrem de deixar a TV no mudo quando a miss Ceará for dar a palestra dela no miss Brasil do ano que vem”, mostraram a desvalorização da cultura cearense por parte dos internautas de várias regiões do Brasil.



Topo
Cid participa da entrega do Centro de Manutenção da TAM de Aracati

O governador Cid Gomes e o secretário estadual do Turismo, Bismarck Maia, participando em 26.09 da inauguração do hangar e do centro técnico da TAM Linhas Aéreas no Aeroporto Dragão do Mar, em Aracati (Litoral Leste). Denominado Centro de Manutenção e Operação de Aeronaves Executivas, o equipamento vai empregar diretamente cerca de 150 pessoas na assistência técnica helicópteros e aviões executivos. Dirigentes da TAM comandaram o ato.

O Centro foi captado pelo Governo do Estado, por meio da Setur, e foi resultado de um investimento da ordem de R$ 15 milhões. Essa base operacional vai atender aos mercados das regiões Norte e Nordeste, além da América Central, oferecendo serviços técnicos para aviões executivos de pequeno e médio portes.

O contrato com o Estado inclui a cessão de espaço (hangar) de 10 mil m² por 10 anos, renováveis por mais 10, além da priorização dos trabalhadores locais na contratação da mão de obra, introdução de tecnologia e formação de trabalhadores para o setor aéreo.



Topo
PIB do Ceará tem alta de 3,04% no 2º trimestre de 2014 e se mantém acima da média nacional

O Produto Interno Bruto do Ceará (PIB) teve alta de 3,04% no segundo trimestre deste ano, em comparação com o mesmo período de 2013, segundo dados do instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece) divulgados na manhã desta quinta-feira (4).

O dado revela que a economia cearense teve crescimento acima da média nacional pelo décimo trimestre consecutivo, a qual registrou queda de 0,9% no comparativo entre os segundos trimestres de 2014 e 2013. O número também representa um crescimento na avaliação do diretor geral do Ipece, Flávio Ataliba, um dos fatores que justifica o índice positivo do Ceará é o grande volume de investimentos públicos realizados entre 2007 e o ano passado.

Ele também ressalta que o Ceará possui pouco mais de 2% de participação no PIB nacional, mas possui alto investimento, ficando atrás apenas dos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. "Esse crescimento é muito importante para o Estado, tendo em vista a retração econômica nacional que o País está vivendo", destaca.

Indústria cai 4,2% e fica abaixo da média nacional

A agropecuária foi o setor que registrou o maior crescimento no segundo trimestre deste ano em comparação com o mesmo intevalo de tempo de 2013, alcançando 52,6%. Os serviços aparecem em seguida, com alta de 3%. Já o setor da indústria teve queda de 4,2% no período e ficou abaixo do dado relativo ao Brasil, que registrou decréscimo de 3,4%.

MURILO VIANA | Com informações do repórter Raone Saraiva , Diário do Nordeste

Topo
Centro técnico da TAM em Aracati será inaugurado dia 26

O hangar e o centro técnico da TAM Linhas Aéreas no Aeroporto Dragão do Mar, em Aracati, serão inaugurados no próximo dia 26, às 10h. Denominado Centro de Manutenção e Operação de Aeronaves Executivas, o equipamento vai empregar diretamente cerca de 150 pessoas na assistência técnica helicópteros e aviões executivos.

O Centro foi captado pelo Governo do Estado Ceará, por meio da Secretaria do Turismo (Setur CE), e recebeu investimentos de R$ 15.167069,98.

A base operacional vai atender aos mercados das regiões Norte e Nordeste, além da América Central, oferecendo serviços técnicos para aviões executivos de pequeno e médio portes. Este será maior do que o que a empresa mantém no município paulista de Jundiaí, também para aviação executiva.

O contrato com o Estado inclui a cessão de espaço (hangar) de 10 mil m² por 10 anos, renováveis por mais 10, além da priorização dos trabalhadores locais na contratação da mão de obra, introdução de tecnologia e formação de trabalhadores para o setor aéreo.

Aeroporto está apto a receber voos.

O Aeroporto Dragão do Mar foi inaugurado em agosto de 2012 e foi homologado pela Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) em maio deste ano. A pista de pouso e decolagens possui 1,8 mil metros de extensão por 30 metros de largura, mais 400 metros de área de escape, totalizando 2.200m de comprimento. Com vida útil de 20 anos, pode operar 1.200 movimentos por ano. O pátio de estacionamento de aeronaves tem 152 metros por 90 metros.

Entre pista, Terminal de Passageiros e Serviços (TPS), pátio de estacionamento, área de taxiamento, equipamentos, obras complementares e hangar e centro da TAM foram investidos R$ 40.929.298,22.

Topo
Ranking: UECE é a melhor universidade estadual do N/NE

Foi divulgado em 08.09 o Ranking Universitário Folha (RUF) 2014, que classifica 192 universidades brasileiras públicas e privadas. A Universidade Estadual do Ceará (UECE) mantém-se na liderança como melhor universidade estadual do Norte/Nordeste e Centro-Oeste e permanece como a oitava melhor estadual do País, mesmas colocações alcançadas nos levantamentos de 2013 e de 2012.

A UECE também continua na 39ª posição no ranking geral, entre as 192 instituições avaliadas. A UECE, portanto, permanece entre as 20% melhores do Brasil, assim como continua como a sétima entre as universidades públicas do Nordeste, atrás apenas de seis federais.

Em sua oitava colocação entre as estaduais nacionais, a UECE tem à sua frente três universidades de São Paulo (USP, Unicamp e UNESP), duas do Rio de Janeiro (UERJ e UENF) e duas do Paraná – uma em Maringá (UEM) e outra em Londrina (UEL).

O levantamento da Folha avaliou 20 dos 77 cursos da UECE: Administração de empresas, Biologia, Ciências Contábeis, Ciências Sociais, Computação, Educação Física, Enfermagem, Filosofia, Física, Geografia, História, Letras, Matemática, Medicina, Medicina Veterinária, Nutrição, Pedagogia, Psicologia, Química e Serviço Social.

Cinco destes cursos estão entre os 5% melhores do País: Administração de Empresas, Ciências Contábeis, Educação Física, Enfermagem e Pedagogia. Quatro estão entre os 10% melhores: Medicina, Biologia, Computação e Letras. Além de outros cinco que foram classificados entre os 15% melhores: História, Matemática, Medicina Veterinária, Psicologia e Serviço Social.

Filosofia ficou entre os 25% melhores, atingindo a 38ª colocação entre 158 avaliados, e Ciências Sociais, entre os 30%, por ter alcançado o 29º lugar de um total de 108 avaliados.

O ranking das universidades é feito a partir de indicadores de pesquisa, inovação, internacionalização, ensino e mercado das instituições e cada uma das 40 carreiras com mais ingressantes no país foram avaliadas no ensino e no mercado de trabalho.

Cursos da UECE e os 5% Melhores do País

Administração de Empresas: 56º lugar entre os 1.484 avaliados.

Ciências Contábeis: 47º lugar entre os 884 avaliados

Educação Física: 16º lugar entre os 516 avaliados.

Enfermagem: 38º lugar entre os 666 avaliados

Pedagogia: 32º lugar entre os 999 avaliados

Topo
PIB cearense cresce 3,04% no segundo trimestre de 2014

Medida pelo Produto Interno Bruto (PIB), que representa a soma de todos os bens e serviços produzidos, a economia cearense cresceu 3,04% no segundo trimestre de 2014, em comparação ao mesmo período do ano passado, bem acima do resultado nacional, de –0,9%. No ano, o acumulado no Ceará ficou em 3,49%. As taxas do PIB dos últimos quatro trimestres mostram um crescimento de 3,32% para o Ceará e de 1,4% para o Brasil. Com o resultado do PIB cearense no segundo trimestre deste ano, o Estado obteve um total de 17 trimestres consecutivos acima da média nacional. Os números foram divulgados nesta quinta-feira (04) pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Estado.

O cálculo do PIB é estimado com base nos resultados de três setores: indústria, serviços e agropecuária. O levantamento do Ipece, apresentado pelo professor Flávio Ataliba, diretor Geral do Instituto, revela, por exemplo, que o setor agropecuário do Ceará apresentou, no segundo trimestre de 2014, o melhor desempenho, fechando com crescimento de 52,6% (embora o peso seja de 4,5% na composição do índice); no acumulado do ano de 47,2% e nos últimos quatro trimestres de 24,43%.

O segmento de serviços, que tem peso de 73%, portanto é o mais representativo dentre os três segmentos - obteve o segundo melhor resultado, com 3,0% no segundo trimestre deste ano, com destaque para o setor de Alojamento e Alimentação, que fechou com índice de 9,43%, seguido pelo Comércio, com 5,24%; Intermediação Financeira com 3,49 por cento e Outros Serviços, com 2,75%. Apesar da retração de 4,2% verificada no segmento Indústria no segundo trimestre de 2014 – tendência observada nacionalmente - e de -1,25% no acumulado no ano, nos últimos quatro trimestres o saldo é positivo, já que atingiu 2,12%.

PIB

O PIB trimestral é um indicador que mostra a tendência do desempenho da economia cearense no curto prazo. Além do Ceará, mais sete estados brasileiros realizam o cálculo de sua economia trimestralmente, a saber: Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo. Esses Estados utilizam a mesma ponderação das Contas Regionais. É calculado com base nos resultados dos três setores, Agropecuária, Indústria e Serviços, e desagregados por suas atividades econômicas. É importante ressaltar que, como indica somente uma tendência de crescimento ou arrefecimento da economia, suas informações e resultados são preliminares e sujeitos a retificações, quando forem calculadas as Contas Regionais definitivas, em conjunto com o IBGE e as 27 Unidades da Federação.



ada 1a.etapa da duplicação da CE 085 no Litoral Oeste

Uma estrada reestruturada, com duas faixas em cada sentido e sinalização horizontal e vertical foi inaugurada em 30.09 no Litoral Oeste. O Governo do Estado do Ceará entregou dois trechos da duplicação da CE-085.

Estes têm 48,8 quilômetros de extensão, e vão desde a Variante do Pecém (contorno da futura Refinaria Premium II, da Petrobrás, no Complexo Industrial e Portuário do Pecém - CIPP), até o entroncamento com a CE 341, que dá acesso à sede de Paracuru, finalizando no entroncamento da CE-162 (Paraipaba).

A nova estrada vai dar mais conforto, segurança e rapidez para turistas, comerciantes e moradores dos municípios de Caucaia, São Gonçalo do Amarante e Paracuru, além de facilitar o escoamento e o abastecimento de cargas leves para o CIPP.

A duplicação começou em abril de 2012 e foi dividida em três lotes, dos quais dois serão entregues no sábado. São eles: Ponte do Rio Cauípe – Variante do Pecém, com 12,56 km, e Variante até a CE 341 (entrada de Paracuru), com 27,84 km.

O primeiro foi executado pelo consórcio CLC/Ecocil, por R$ 22.657.799,86; e o segundo, pela Construtora Samaria LTDA, por R$ 28.700.169,54.

Além destes, há outro trecho em duplicação, com 21,6 quilômetros, onde estão sendo investidos R$ 32.385.934,45. A Maciel Engenharia, construtora responsável pela obra, deve concluí-la até dezembro de 2015.

Ao todo, serão duplicados 70,6 km, onde serão investidos R$ 139.412.327,24 oriundos do Tesouro Estadual e de um financiamento internacional obtido junto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), instituição formada por governos de diferentes países da região e sediada na Venezuela, voltada para financiar projetos de desenvolvimento.

A CAF já aprovou mais uma etapa da duplicação da CE 085, com 38 km de extensão, ligando Paracuru e Trairi. O valor máximo da licitação deste projeto será de R$ 65.260.869,58.



Topo
Ciops em Juazeiro do Norte inaugurado para atender 17 cidades

O Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), inaugurou a nova Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) em Juazeiro do Norte. O serviço recebeu estrutura mais moderna e equipada.

Com o efetivo de 38 servidores – entre teleatendentes, operadores, monitores e coordenadores –, a nova Ciops de Juazeiro do Norte teve o investimento total de R$ 243 milhões.

A Coordenadoria faz a cobertura das cidades de Barbalha, Cariruaçu, Granjeiro, Jardim, Juazeiro do Norte, Altaneira, Araripe, Assaré, Campos Sales, Crato, Farias Brito, Nova Olinda, Potengí, Salitre, Santana do Carirí e Tarrafas, atendendo a uma população total de 249 mil habitantes.

Criada em 12 de agosto de 1998, pelo Decreto nº 25.133, a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) é parte integrante da estrutura da Secretaria da Segurança Pública e Defesa da Social.

Sendo o canal direto de atendimento ao cidadão, através de um número único 190, a Ciops integra Instituições de atendimento emergencial, entre elas: Polícia Militar do Ceará, Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará, Polícia Civil do Ceará, Polícia Rodoviária Federal, Perícia Forense do Ceará, Defesa Civil e Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (SAMU).



Topo
Açudes no Ceará atingem 28,2% de nível baixo. Teme-se que em dezembro chegue a 20%

Com perdas para a evaporação e o consumo em todo o Estado, em menos de dois meses, as perdas no sistema foram de 541 bilhões de litros de água.

Conforme a Cogerh, é possível que o volume em dezembro chegue a 20%. O Ceará está com o mais baixo volume do ano nos reservatórios de água. Segundo levantamento feito pelo O POVO com base em reportagens publicadas desde o início do ano, os 28,2% registrados ontem pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) são o pior índice desde janeiro. E a tendência é o volume total só reduzir até o fim do ano por causa da falta de chuvas neste semestre, conforme o chefe de gabinete da companhia, Berthyer Peixoto. Com perdas para a evaporação e o consumo em todo o Estado, em menos de dois meses, as perdas no sistema foram de 541 bilhões de litros de água.

De acordo com Berthyer, “é difícil” definir qual seria o “percentual de segurança hídrica mínimo para o Estado” porque o Castanhão, por exemplo, chegará a 2015 com água suficiente para o ano enquanto a Bacia do Curu já amarga baixos percentuais. O chefe de gabinete lembra que o Ceará viveu “algo parecido”, quando comparados os volumes totais, nos anos de 1992 e 1993. “Mas não tínhamos o Castanhão e o reservatório que abastecia Fortaleza estava com 8%”, cita. Os anos 2000 e 2001 também foram complicados. “Mas tínhamos reserva menor e menos capacidade de transporte de água”, compara.

A companhia faz simulações para decidir quais medidas serão tomadas para garantir o abastecimento. “É através das simulações que se decide fazer ou não adutora emergencial”, exemplifica. Conforme os estudos, diz Berthyer, é possível que o volume em dezembro chegue a 20% ou menos. O foco do Estado deve ser, assim, “acompanhar o quadro, se preparar e avaliar o pior cenário para executar as medidas mais eficazes.”

Açudes

No terceiro ano seguido de estiagem no Ceará, 105 dos 149 açudes públicos estão com volumes inferiores a 30% da capacidade, o que corresponde a 70% dos reservatórios em situação crítica. Fora da quadra chuvosa, a tendência é que os volumes sigam caindo. Historicamente, o segundo semestre é de pouca nebulosidade no Ceará. A incidência dos raios solares faz com que o fenômeno da evaporação leve parte da água dos reservatórios de volta à atmosfera. Para os açudes do Ceará, isto significa que o volume de um açude diminui, em média, 2,20 metros do espelho d’água por ano, segundo Ricardo Adeodato, diretor de Operações da Cogerh.

O fenômeno natural já leva parte do recurso hídrico independente do consumo em cada açude. Quanto maior o espelho d’água, maior a perda. “O ideal seria consumir o máximo do espelho d’água para diminuir o que se perde para a evaporação. Mas o nosso Estado não tem segurança hídrica para isso. Não sabemos como são as chuvas do ano seguinte”, explica Adeodato. Uma das esperanças é a transposição do rio São Francisco, que deve reforçar o abastecimento do Estado nas bacias do Jaguaribe e Metropolitana. O projeto do Governo Federal tem 62,4% de execução e está previsto para ficar pronto em 2015.

Por enquanto, a situação é de instabilidade para o consumo. A maior parte da água armazenada no Ceará vai para a agricultura. O consumo é considerado alto. Como exemplo, o perímetro irrigado Tabuleiro de Russas recebe 2,2 mil litros por segundo. Mas atualmente, os perímetros de Curu-Paraipaba e Pentecoste estão praticamente parados e recebem água apenas para manter o que já foi plantado, conforme Ricardo Adeodato.

O sistema de gestão dos recursos hídricos é reforçado para abastecer a Região Metropolitana, com 3,5 milhões de habitantes e 90% da atividade industrial. Em Pacatuba, o açude Gavião está com 93,8% da capacidade. Uma situação de segurança “artificial”, segundo Adeodato. Isto porque o reservatório serve de chegada para o sistema do Eixão das Águas: uma transposição das águas do Castanhão (Alto Santo), abastecido pelo rio Jaguaribe. Do Gavião, 90% da água segue para suprir a Região Metropolitana e 10% vai para o polo industrial do Pecém.

Saiba mais

O POVO acompanha quase que mensalmente, em reportagens, o volume dos reservatórios no Ceará. Entre janeiro e agosto, os percentuais indicados nas matérias foram:

7 de janeiro - 31%

4 de fevereiro - 29,8%

1º de março - 29,7%

1º de abril - 30,8%

3 de junho - 32,43%

1º de julho - 31,37%

24 de agosto - 28,2



Topo
Seca braba no Ceará: 577 poços profundos precisam de recuperação. Reserva dos açudes é de 28,7%.

No terceiro ano consecutivo de estiagem, o Ceará contabiliza pelo menos 577 poços profundos precisando de recuperação. O Estado pode enfrentar mais uma quadra chuvosa insuficiente em 2015 e, atualmente, tem nível crítico de abastecimento dos açudes, com apenas 28,7% do volume. A instalação e limpeza de poços já perfurados é uma das ações que podem amenizar a escassez de água no Interior. Até novembro, a Defesa Civil do Estado tem recursos aprovados para concluir a recuperação de 57 poços. A lista de espera para um novo contrato a partir de novembro já conta com 520 localidades em 59 cidades. Desses, apenas 400 serão selecionados na próxima fase da operação.

Em junho, O POVO publicou que a lista de solicitações continha 62 cidades. Segundo explica o subtenente Carlos Nascimento, do Núcleo de Engenharia da Defesa Civil, o número diminuiu porque o órgão já elimina os municípios que não atendem os critérios do Ministério da Integração para a liberação de recursos. Os poços precisam ter energia elétrica dentro de um raio de 100 metros, beneficiar o mínimo de famílias e estar situados em sistemas com colapso de água.

A operação em andamento desde abril ainda aguarda a liberação de R$ 2 milhões do Governo Federal e tem até novembro para ser concluída. Após a prestação de contas, o órgão seleciona os 400 poços a serem recuperados em uma nova fase. De junho para agosto deste ano, houve aumento de 500 para 520 localidades pedindo o serviço.

O município de Pindoretama, a 49,3 quilômetros de Fortaleza, é um dos que aguardam ser selecionados pela Defesa Civil de Estado. A espera é por sistemas de bombeamento, caixas d’água, dessalinizadores e chafarizes. Sem estes itens, não se pode retirar água de dois poços nos distritos de Ema e Caponguinha. Os equipamentos chegaram a funcionar há cerca de sete anos e teriam sido retirados pelas gestões municipais anteriores devido a “motivações políticas”, segundo apontam moradores e o coordenador da Defesa Civil do município, Francisco de Assis Lima. Desde o ano passado, o lençol freático da região já não tem água para as cacimbas de muitas famílias. Daí a preocupação recente em reativar os dois poços.

Estudos

Próximo ao limite com o município de Cascavel, as localidades de Vila Nova e Forquilha (distrito de Caponguinha) ainda são abastecidas com um sistema de encanação que leva água de um poço de 78 metros em funcionamento. Mas estudos feitos ali no mês passado sinalizam que a água deve acabar em setembro, explica Francisco de Assis. Desde que foi construído, em 2006, ele perdeu a vazão de 8 mil metros cúbicos por hora e hoje tem vazão de 3,5 mil metros cúbicos por hora. A solução para manter o consumo de 148 famílias seria a recuperação de um poço desativado em Vila Nova. Perfurado há cerca de 18 anos, hoje ele está escondido sob um matagal sem que ninguém consiga ter acesso à água.

Ao redor do terreno, o sistema de abastecimento que ainda funciona na região libera água apenas entre 6h e 7 horas da manhã. “Quem não tem caixa d’água armazena nos baldes nesse horário”, conta a moradora Geângela Fernandes, 30. “Conseguimos nos organizar para que não falte pelo resto do dia”, garante a dona de casa Anaires da Silva, 29. Na localidade de Forquilha, mais distante e de terreno mais elevado, a escassez é mais sentida.

O distrito de Ema recebe, todos os dias, ajuda do carro-pipa da Defesa Civil do Estado. É lá que 96 famílias aguardam a recuperação de um segundo poço sem funcionar, com 70 metros de profundidade. Com cinco poços já recuperados em maio deste ano pela Defesa Civil, comunidades como Pedrinhas já não precisam da ajuda de carros-pipa para o consumo humano.

28,7% é o volume acumulado de água dos açudes atualmente no Ceará, considerado como nível crítico. Com O POVO,de Fortaleza.



Topo
Sistema de Alta Pressão Atmosférica deixa Fortaleza com ar seco nos próximos dias como Brasília

O ar seco é um fenômeno que, normalmente, preocupa a população de cidades do Interior do Ceará. Entretanto, nesta semana, um sistema de Alta Pressão Atmosférica está deixando a umidade relativa do ar baixa até na faixa litorânea. A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), registrou, no dia 12 de agosto de 2014, ao meio-dia, em Fortaleza, 28% de umidade relativa do ar, nível considerado de “Atenção” pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Não é comum termos níveis tão baixos assim em cidades litorâneas do Ceará, mas um Sistema de Alta Pressão está inibindo a formação de nuvens em todo o Estado e a consequência é a queda da umidade. A população deve ficar atenta e tomar os cuidados necessários, pois esse sistema deve atuar, pelo menos, até o sábado, dia 16”, alerta o meteorologista Leandro Valente.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera como ideal a umidade do ar acima de 60%. É considerado estado de observação os níveis de 40% a 31%. Quando a umidade cai abaixo dos 30%, há estado de atenção. Se a umidade atingir níveis entre 20% e 12%, é decretado o estado de alerta. Abaixo disso, é considerado estado de emergência.

Efeitos

Os efeitos comuns do ar seco na saúde são:

- Ressecamento de mucosas do nariz e garganta;

- Nariz entupido ou com sangramento, espirros, tosse, dificuldade para respirar, rinite e crises de asma;

- Aumento do risco de infecções respiratórias

- Piora das doenças respiratórias pré-existentes, como bronquite, asma, enfisema, rinite e outras;

- Ressecamento da pele;

Irritação dos olhos por ressecamento, com vermelhidão, ardência, sensação de areia nos olhos, coceira e aumento das conjuntivites alérgicas.

Como se proteger

Os médicos recomendam algumas medidas para diminuir os efeitos do ar seco no corpo:

- A não ser que haja contraindicação médica, beba muita água, principalmente idosos, crianças e quem fica muito tempo em ambientes com ar-condicionado.

- Evitar exercícios físicos moderados ou intensos, principalmente em vias de grande movimento;

- Idosos, e portadores de doenças respiratórias ou cardíacas devem evitar exercício moderado ou intenso em qualquer local;

- Mantenha arejados os ambientes internos da casa e do trabalho e evite cortinas ou carpetes que acumulem poeira;

- Não tomar banho com água muito quente, pois aumenta o ressecamento da pele. Procurar usar creme hidratante e protetor labial;

- Umidifique os ambientes com umidificadores ou toalhas molhadas e recipientes com água.



Topo
Primeira unidade Vapt Vupt é inaugurada em Juazeiro do Norte

O município de Juazeiro do Norte inicia serviços de cidadania ofertados à população. Nesta quarta-feira (13), às 10 horas, a cidade recebe a primeira unidade do Vapt Vupt, projeto do Governo do Estado do Ceará, coordenado pela Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus).

O Vapt Vupt é uma central de atendimento ao cidadão que reúne diversos serviços públicos, a exemplo de emissão de documentos, títulos, cartões únicos, atendimentos individualizados e prestação de serviços. A unidade vai funcionar no Centro Multiuso de Juazeiro, ocupando todo o primeiro andar do prédio, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Cada Vapt Vupt terá uma gama de serviços reunidos em uma média de 3.000 m2.

ÓRGÃOS E INSTITUIÇÕES ATENDENDO NO VAPT VUPT JUAZEIRO:

- Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado

- Secretaria da Cultura do Estado

- Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado

- Secretaria da Fazenda do Estado;

- Prefeitura Municipal de Juazeiro

- Conselho Regional de Contabilidade

- Sebrae

- Defensoria Pública do Estado

- Perícia Forense do Estado

- Cagece;

- Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Ceará (Arce);

- Secretaria da Receita Federal;

- Sine/IDT;

- Junta Comercial do Ceará;

- Tribunal de Eleitoral do Ceará;

- Detran;

- Controladoria Geral do Estado



Topo
Cid Gomes se reuniu com ministros e diretora do BID, em Brasília

O governador Cid Gomes manteve em 04.08, em Brasília, reuniões com três ministérios: dos Transportes, da Integração Nacional e do Planejamento. A primeira audiência foi com o ministro Paulo Passos, dos Transportes, onde foi tratada a ampliação e duplicação do Anel Viário na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A obra está sendo executada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Infraestrutura e emprega recursos do Governo Federal. "Essa é, certamente, a maior obra viária da região metropolitana de Fortaleza dos últimos 30 anos", disse Cid Gomes. O secretário da Infraestrutura, Adail Fontenele, também participou da reunião.

Em seguida, o governador Cid Gomes se reuniu com a Ministra do Planejamento, Míriam Belchior, e o Ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira. Nela foram discutidas o andamento das obras do Cinturão das Águas do Ceará (CAC) e de adutoras que estão sendo construídas em 11 cidades do Interior e que vão beneficiar cerca de 287 mil pessoas. O Governador garantiu repasse de recursos e atualizou os ministros sobre a execução das obras.

Banco Interamericano de Desenvolvimento

Cid Gomes também se reuniu com a representante do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no Brasil, Daniela Carrera Marquis. Na pauta da reunião, estavam as duplicações da CE-187 de Tianguá até o município de São Benedito e da CE-040 de Fortim até a cidade de Aracati. O objetivo dos investimentos, que têm recursos do Banco, é desenvolver o turismo, facilitando o acesso dos visitantes e cearenses às praias do litoral e às regiões serranas.

Topo
Para saldar dívidas, Três em cada 10 brasileiros já fizeram consignado

São Paulo/Fortaleza Três em cada dez brasileiros (34%) já fizeram empréstimo consignado, segundo pesquisa do Portal Meu Bolso, iniciativa do SPC Brasil. De acordo com o estudo, 47% dos consumidores consultados afirmaram utilizar a modalidade para pagar dívidas de outros empréstimos, como cartão de crédito. Outros 15% disseram recorrer à modalidade para comprar móveis e eletrodomésticos, e 14% afirmaram usar o empréstimo para pagar contas, como aluguel, condomínio, luz, telefone e escola.

No Ceará, segundo os dados mais recentes do Ministério da Previdência Social, as operações de crédito consignado realizadas por aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) totalizaram R$ 105,5 milhões em março de 2014 - 13,8% a mais do que no mesmo período do ano passado.

Requisitos

O crédito consignado é um empréstimo em que as parcelas são cobradas diretamente do salário do credor. Por conta do baixo risco de inadimplência, é um crédito barato e acaba sendo atrativo. Qualquer trabalhador de carteira assinada cujo empregador tenha convênio com o banco pode recorrer ao consignado. Além da cobrança de juros mais baixos, o consignado conta com um teto máximo de valor das parcelas. Segundo as determinações do Banco Central, a parcela do empréstimo não pode ultrapassar 30% do salário ou aposentadoria de quem toma o dinheiro emprestado. Para aposentados e pensionistas do INSS, a operação do consignado deve ter taxas de no máximo 2,14% ao mês para o empréstimo e 3,06% ao mês para o cartão consignado.

De acordo com o educador financeiro do SPC Brasil, José Vignoli, contudo, apesar da vantagem dos juros baixos que o crédito consignado oferece, a pessoa que recorre a essa modalidade precisa aprender a conviver com uma renda menor. "O ideal é que o crédito consignado seja acionado em situações de sufoco", orienta.

Topo
AQQB fez na Casa do Ceará a 2ª. Noite dos Sobralenses e Amigos em Brasília com 3.000 participantes

Os dois dias de comemorações da 2ª. Noite dos Sobralenses e Amigos em Brasília, organizada pela Associação dos Que Querem Bem a Sobral e ao Distrito Federal, nos dias 25 e 26 de julho levaram mais de 3.000 pessoas à Casa do Ceará, por onde passaram o vice governador Tadeu Fillipeli, os senadores Rodrigo Rollemberg e Gim Argelo, os deputados distritais Roney Nemer e Chico Leite , o Administrador de Brasília, Jean Carmo e o vereador Carlos Calisto, um dos mais votados em Sobral nas últimas eleições com 4.300 votos. O prefeito de Sobral, Veveu Arruda, muito embora estivesse em Brasília, no dia 25.07, não esteve na Casa do Ceará para saudar seus conterrâneos. Toda a receita liquida da 2ª. Noite será doada à Santa Casa de Misericórdia de Sobral que, como todas santas casas do Brasil, atravessa momento difícil, uma vez que o governo insiste em pagar miséria pelos serviços que prestam ao Sistema Único de Saúde-SUS

Pela Diretoria da Casa do Ceará estiveram presentes o presidente Osmar Alves de Melo (Iguatu), os vices presidentes José Sampaio de Lacerda Junior (Fortaleza) e Luis Gonzaga de Assis (Limoeiro do Norte), os diretores Edivaldo Ximenes Ferreira (Fortaleza), Francisco Machado da Silva (Pedra Branca), Maria Áurea de Assunção Magalhães (Fortaleza) e JB Serra e Gurgel (Acopiara), além da Superintendente da Casa, Antonia Lúcia Guimarães.

Mais uma vez, a AQQB demonstrou criatividade e competência, ocupando os espaços da Casa do Ceará com uma ambientação em que até um engenho de fazer rapadura , como os século IXX no Ceará, com moenda puxada a bois, foi a grande atração, além de vender garapa, mel de engenho e rapadura. Foi sensação. Também tinha chiqueiros com bodes e cabras, carneiros e ovelhas e currais de jumentos e cavalos.

O presidente da AQQB, Ladir Aguiar levou para a Casa do Ceará o seu trailer, bem equipado, com sala de estar, banheiro, cozinha, dormitório e com espaço para transportes de cavalos, no qual viaja para disputar vaquejadas. Nas quatro últimas de que participou, ganhou em duas.

A praça de alimentação tinha de tudo, comida cearense, nordestina, baiana, goiana.

Em outro espaço, havia desde a exposição de móveis rústicos, como diversões.

Foi instalada uma bodega com produtos do Ceará, e que vendia de tudo. Os 60 quilos de queijo de coalho, trazidos de Tauá foram vendidos em duas horas.

Inúmeras bandas se revezaram, em um imenso palco, tocando especialmente xote, xaxado, baião e forró, com espaço para que os participantes pudessem dançar.

Carlos Aguiar, primeiro presidente da AQQB, registrou que a festa “´foi uma homenagem aos sobralenses que estão se integrando a AQQB, que já é de longe a maior organização de grupos cearenses em Brasília, com adesão e participação nos eventos que promovemos. Nossa presença na Casa do Ceará é motivo de alegria pois nos sentimos em casa e trazemos outros grupos cearenses para se divertir”.

Já o presidente da AQQB, Elaudy (Ladir) Aguiar assinalou que “no próximo ano, a 3ª. Noite será ainda mais imponente. Mostramos mais uma vez que a capacidade de mobilização e participação dos cearenses de Brasília, todos empolgados na difusão de nossa cultura. A AQQB veio para ficar e felizmente contamos com o apoio da Casa do Ceará em Brasília, que é orgulho de todos os cearenses”.

Topo
Fortaleza receberá o maior evento de biotecnologia do mundo em setembro

Após sediar a Copa do Mundo e a Cúpula dos Brics, Fortaleza se prepara para receber o maior evento de Bitecnologia do mundo. A Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) é grande parceira do “16th International Biotechnology Symposium and Exhibition – 16thIBS.2014”, que acontecerá período de 14 a 19 de setembro de 2014, no Centro de Eventos do Ceará (CEC). O presidente da Adece, Roberto Smith, compõe a seleta lista de palestrantes convidados, ele apresentará o tema “O papel de Desenvolvimento do Governo do Estado do Ceará”.

Para este Simpósio, estão sendo esperados cerca de 2000 participantes de oitenta países, incluindo profissionais da indústria e da academia. A cada dois anos, sob os auspícios da União Internacional de Química Pura e Aplicada – IUPAC, este Encontro é realizado num país diferente. Neste ano, será realizado pela primeira vez no Brasil e Fortaleza foi a Capital escolhida..

Pela primeira vez durante o 16thibs.2014 será realizado um Fórum de Bionegócios, para promover o intercâmbio e a transferência de tecnologias entrea academia (oferta de tecnologias) e a iniciativa privada (demandantes detecnologia), com o objetivo de aumentar a competitividade do setor produtivo nacional, especialmente no Ceará.

Topo
Começa a temporada dos ventos mais intensos no Ceará

A quadra chuvosa passou e, após esperar pelas chuvas, os cearenses agora celebram a chegada da temporada de ventos mais intensos. Desde junho, a famosa brisa vai ganhando força até chegar o mês mais ventilado, setembro, onde a média de velocidade na Capital passa dos 16Km/h e as rajadas podem chegar aos 50Km/h. A causa, segundo a Fundação Cearense de Meteorologista e Recursos Hídricos (Funceme), é um deslocamento do Sistema de Alta Pressão Atmosférica do Atlântico Sul, típico dessa época do ano.

Segundo os meteorologistas, desde junho, esse sistema, que se posicionava abaixo do trópico de capricórnio, vem se movendo no sentido norte e fica sobre o oceano, próximo à costa do Nordeste brasileiro. Dessa forma, é intensificada a velocidade dos ventos, que sopram na direção Sudeste-Noroeste.

Na prática, os ventos mais intensos são refletidos num maior conforto térmico, aliviando um pouco o conhecido calor cearense. O tempo também fica mais agradável porque estamos no inverno do Hemisfério Sul e as temperaturas máximas, que podiam passar dos 32°C em maio e junho, ficam na casa do 29°C ou 30°C em julho.

Para quem pratica esportes náuticos à vela, essa época é a melhor do ano no Ceará, que vira um dos destinos mais procurados por windsurfistas e kitesurfistas. Entretanto, para outros grupos, os ventos fortes representam um risco. Os pescadores de Fortaleza, por exemplo, ficam mais cautelosos por ter mais dificuldades de retornar do mar, pois além de mais intensos, os ventos sopram da costa para o oceano. Também é uma época onde aumenta o risco de quedas de árvores e destelhamentos por conta das fortes rajadas.

Topo
Ceará constrói 27 mil cisternas de placa e de enxurrada em 79 municípios

Em todo Estado do Ceará serão construídas 19.586 cisternas de placas, em 32 municípios, e 7.673 cisternas de enxurrada, em 47 municípios O Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário, e o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome assinará ordem de serviço para implantação de 286 cisternas de placas no município de Baixio.

O investimento nas cisternas é de aproximadamente R$ 791 mil. O Cetra (Centro de Estudos do Trabalho e de Assessoria ao Trabalhador) é responsável pela obra.

O programa de cisternas de placas é de responsabilidade do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e no Ceará será executado pela SDA.

Ipaumirim receberá 415 cisternas de placas.

Já Pereiro a comunidade Sítio Alegrão recebeu o sistema de abastecimento d'água da por meio do Projeto São José III. O sistema beneficiará 25 famílias da Associação Comunitária dos Moradores do Alegrão e João Ribeiro, com custo de R$ 113 milor.

As obras fazem parte do Programa Água para Todos, parceria entre o Estado e Ministério da Integração Nacional, que prevê o investimento de R$ 200 milhões, em 1350 sistemas de abastecimento d'água, e na implantação de mais de 20 mil cisternas de polietileno.

Topo
112 dos 184 municípios do ceará precisam do abastecimento de carros-pipa

Açudes tiveram recarga tímida na quadra chuvosa (fevereiro a maio) deste ano. Com isso, mais da metade dos 184 municípios do Ceará continua necessitando do abastecimento feito pelos carros-pipa O fornecimento dos carros-pipa é a única alternativa para poder lavar louça, cozinhar e tomar banho no Sítio Columinjuba, distrito de Maranguape.

Municípios cearenses continuam precisando da água fornecida pelos carros-pipa. As operações - que são executadas pela Defesa Civil Estadual e pelo Exército Brasileiro - vão continuar enquanto houver déficit de abastecimento no Estado. Entre janeiro e maio deste ano, os açudes tiveram recarga real de apenas 3,7%. Com o aumento tímido, mais da metade das cidades ainda precisa dos serviços de aquisição, transporte e distribuição de água executados pelos pipeiros.

Segundo dados fornecidos pelos dois órgãos, 22 cidades necessitam da Defesa Civil e 93 do Exército, sendo 112 no total. Cascavel, Quiterianópolis e Irauçuba contam com o fornecimento de água simultâneo dos dois órgãos.

O major Holdayne Pereira, analista de credenciamento de pipeiros da Defesa Civil, explica que a quadra chuvosa fez os municípios que tiveram precipitações mais constantes deixarem o programa temporariamente. Mas, segundo ele, com o distanciamento do período de chuvas (fevereiro a maio), a tendência é que as cidades voltem a solicitar os carros-pipa. “As chuvas foram irregulares. Em alguns municípios, açudes sangraram. E, nas cidades vizinhas, há necessidade dos carros-pipa durante todo o ano. Como a recarga dos açudes foi pequena, a tendência é que o número de municípios que utiliza esses serviços aumente nos próximos meses”.

Segundo o major, a partir de agora, ao invés da contratação de empresas, a Defesa Civil vai trabalhar com sistema semelhante ao do Exército – que realiza acordo para prestação de serviços com os pipeiros individualmente e não por intermédio de empresas. A mudança deve proporcionar maior rapidez na execução dos serviços e resposta mais eficiente aos municípios, explica o major.

Já o capitão Nelson Uchôa, gerente do Núcleo de Resposta da Defesa Civil Estadual, se preocupa com o abastecimento de água dos municípios e diz que a operação não deve parar enquanto houver demanda solicitante. “Estamos passando por sérios problemas no Ceará, sim. Até as fontes de captação apresentam problemas, pois ainda não tivemos chuva suficiente para atender as demandas. A previsão é que a Operação Carro-pipa continue até que seja necessário”, afirma.

Topo
BRICS: Cid Gomes se reúne com Ministros da Defesa e da Justiça

O governador Cid Gomes se reuniu no Palácio da Abolição com os Ministros da Defesa, Celso Amorim; e o da Justiça, Eduardo Cardozo, para definir detalhes operacionais e aperfeiçoar a integração das forças armadas e de inteligência estaduais e federais para a realização da VI Conferência de Cúpula do BRICS que será realizada em Fortaleza no dia 15 de julho, no Centro de Eventos do Ceará (CEC). Na conferência, os chefes de estado do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul estarão presentes. Paralelamente à realização da cúpula, acontecerão eventos com autoridades do setor público e privado dos países envolvidos.

BRICS

Os chefes de estado de cada um dos cinco países que compõem o BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) virão à conferência. Paralelamente ao encontro dos chefes de estado, acontecerão eventos paralelos com autoridades do setor público e privados dos países envolvidos. Os cinco países que integram o BRICS consolidam-se como atores internacionais de crescente relevo, tanto no plano político como na área econômico-financeira. Além de definirem mais de 30 áreas de cooperação entre si, os BRICS coordenam atualmente suas posições nas Nações Unidas, no G-20, no Banco Mundial e no FMI, aumentando, em função disso, a sua importância nesses foros. Todos os países do BRICS sediaram pelo menos uma Cúpula. Os encontros precedentes foram realizados em Ecaterimburgo, Rússia (2009); Brasília (2010); Sanya, China (2011); Nova Délhi, Índia (2012) e Durban, África do Sul (2013). E, em 2014, será em Fortaleza.

A ideia do BRICS foi formulada pelo economista-chefe da Goldman Sachs, Jim O´Neil, em estudo de 2001, intitulado “Building Better Global Economic BRICS”. Fixou-se como categoria da análise nos meios econômico-financeiros, empresariais, acadêmicos e de comunicação. Em 2006, o conceito deu origem a um agrupamento, propriamente dito, incorporado à política externa de Brasil, Rússia, Índia e China. Em 2011, por ocasião da III Cúpula, a África do Sul passou a fazer parte do agrupamento, que adotou a sigla BRICS.

O peso econômico dos BRICS é certamente considerável. Entre 2003 e 2007, o crescimento dos quatro países representou 65% da expansão do PIB mundial. Em paridade de poder de compra, o PIB dos BRICS já supera hoje o dos EUA ou o da União Europeia. Para dar uma ideia do ritmo de crescimento desses países, em 2003 os BRICs respondiam por 9% do PIB mundial, e, em 2009, esse valor aumentou para 14%. Em 2010, o PIB conjunto dos cinco países (incluindo a África do Sul), totalizou US$ 11 trilhões, ou 18% da economia mundial. Considerando o PIB pela paridade de poder de compra, esse índice é ainda maior: US$ 19 trilhões, ou 25%.

Até 2006, os BRICs não estavam reunidos em mecanismo que permitisse a articulação entre eles. O conceito expressava a existência de quatro países que individualmente tinham características que lhes permitiam ser considerados em conjunto, mas não como um mecanismo. Isso mudou a partir da Reunião de Chanceleres dos quatro países organizada à margem da 61ª.

Assembleia Geral das Nações Unidas, em 23 de setembro de 2006. Este constituiu o primeiro passo para que Brasil, Rússia, Índia e China começassem a trabalhar coletivamente. Pode-se dizer que, então, em paralelo ao conceito “BRICs” passou a existir um grupo que passava a atuar no cenário internacional, o BRIC. Em 2011, após o ingresso da África do Sul, o mecanismo tornou-se o BRICS (com "s" maiúsculo ao final).

Como agrupamento, o BRICS tem um caráter informal. Não tem um documento constitutivo, não funciona com um secretariado fixo nem tem fundos destinados a financiar qualquer de suas atividades. Em última análise, o que sustenta o mecanismo é a vontade política de seus membros. Ainda assim, o BRICS tem um grau de institucionalização que se vai definindo, à medida que os cinco países intensificam sua interação.

Topo
BNDES aprova financiamento de R$ 1 bi para construção da Linha Leste o Metrô

BNDESO Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 1 bilhão ao Estado do Ceará para a implantação da Linha Leste do Metrô de Fortaleza, com extensão total de 12,4 km e treze estações.

O projeto faz parte dos investimentos propostos para o setor de mobilidade urbana no âmbito do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). A Linha Leste do metrô irá integrar o centro capital à região da Avenida Santos Dumont, onde se encontram os principais polos comerciais, universitários e financeiros da cidade, além da região da Avenida Washington Soares, que apresenta o maior índice de crescimento da região.

Dessa forma, a Linha Leste deverá complementar de forma eficaz a rede de transporte urbano dos bairros de sua abrangência, integrando-se aos demais modais de transporte. O projeto contribuirá para melhoria da mobilidade urbana na área de abrangência do metrô e na cidade de Fortaleza como um todo, com redução no tempo de deslocamento, nos congestionamentos e na poluição ambiental.

Metrô Linha LesteO traçado do metrô partirá da Estação Central Chico da Silva, seguindo no sentido Oeste-Leste até a Estação Hospital Geral da Fortaleza (HGF), a partir da qual derivará no sentido sul, até a Estação Edson Queiroz, atendendo doze bairros da cidade.

O financiamento do BNDES vai apoiar investimentos necessários para implantação das obras civis do metrô, que corresponde a 12,4 km de sistema metroviário, sendo 11,1 km de trecho subterrâneo, 562 metros de trecho de transição e 800 metros de trecho em superfície, além de treze estações (doze subterrâneas e uma em superfície), dez poços de ventilação e sete saídas de emergência.

Durante a fase de construção da nova linha é estimada a geração de cerca de 2,5 mil empregos diretos e 3,2 mil empregos indiretos. Já para a operação da Linha Leste do metrô, estima-se cerca de 1,2 mil empregos indiretos.

Topo
Arena Castelão reuniu cerca de 300 mil pessoas nos cinco jogos da Copa do Mundo

Após cinco jogos realizados em suas instalações a Arena Castelão já recebeu aproximadamente 300 mil espectadores para vivenciar a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 em Fortaleza. Ao todo, foram 296.554 os presentes nas quatro partidas da primeira fase e no confronto entre Holanda e México, pelas Oitavas de Final, o que gera uma média de 59.311 pessoas por jogo.

A capacidade do Castelão é de 63.903 lugares, ocorre que para o evento Copa do Mundo a FIFA considera apenas 60.342 lugares por conta das estruturas de imprensa montadas nas áreas de público. Portanto, a taxa de ocupação da Arena Castelão nos cinco jogos é de 98,3%.

A expectativa é de lotação máxima para a partida envolvendo Brasil e Colômbia, na próxima sexta-feira (04), pelas Quartas de Final do Mundial.

O confronto da seleção diante do México, pela fase de classificação, contou com todos os 60.342 lugares ocupados na Arena Castelão. “Fortaleza foi abençoada com grandes partidas pela Copa do Mundo, o que tem gerado um retorno espetacular para a cidade de Fortaleza. E a Arena Castelão é o palco principal dessa festa, com milhares de pessoas de todo o mundo colorindo as arquibancadas”, aponta o secretário Especial da Copa 2014 no Ceará, Ferruccio Feitosa.

Topo
Ceará ultrapassa 1 GW de eólicas instaladas

O Ceará se tornou o segundo estado do País com uma capacidade acima de 1 GW instalado de energia eólica, segundo o Centro de Estratégias em Recursos Naturais (Cerne), baseado em levantamento feito nos dados da Agência Nacional de Energia Elétrica. O estado nordestino conta com 44 parques em operação comercial, que somam um total de 1.009,952 MW.

Segundo o Cerne, o marco se deu no dia 19 ddeste mês, com a liberação para entrada em operação comercial de três parques eólicos no município de São Gonçalo do Amarante: Colônia (18,9 MW), Taíba Águia (23,1 MW) e Taíba Andorinha (14,7 MW).

O Rio Grande do Norte foi primeiro estado brasileiro a quebrar a barreira de 1GW eólico, ocorrido em maio deste ano. Atualmente, o estado potiguar possui a expressiva marca de 1,3 GW de potência eólica instalada, através de 49 parques eólicos em operação.

Topo
Ceará se prepara para receber a Cúpula do Brics nos dias 14 e 15 de julho

Faltando menos de um mês para a VI Cúpula do Brics (grupo de países emergentes formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), que ocorre em Fortaleza nos dias 14 e 15 de julho, os preparativos já seguem a todo o vapor no Centro de Eventos do Ceará, local que receberá mais de 3 mil pessoas durante os dois dias do encontro. De acordo com o assessor para Assuntos Internacionais do Executivo cearense, Hélio Leitão, a expectativa é que tudo fique pronto até as 12h do dia 11 de julho, tendo em vista que dois dias depois ocorre a final da Copa do Mundo da Fifa.

"Os trabalhos de montagem já estão sendo feitos por uma equipe do Itamaraty que há meses está em Fortaleza. Toda a ala oeste do Centro de Eventos, que será destinada à Cúpula, está sendo analisada para que fique definido o local exato de cada estrutura", afirma Leitão. "Por conta da final da Copa, a ideia é deixar tudo preparado na sexta-feira antes do evento, dia 11".

Gastos com o evento

Sobre possíveis despesas que o Ceará pode vir a ter com o evento, que custará aproximadamente R$ 6,7 milhões aos cofres do Itamaraty, Hélio Leitão garante que, como a organização e a liderança da Cúpula é do Ministério das Relações Exteriores, o Estado não precisará aplicar nada. "Nosso papel é apenas de suporte, de auxílio. O que o Ceará vai fazer é conceder o Centro de Eventos, providenciar segurança e receber esse encontro da melhor maneira possível. Todos esses custos com licitações serão por conta do Itamaraty", diz

Basicamente, os custos do governo federal serão com hospedagem, transporte das autoridades e a infraestrutura geral do evento. Em Fortaleza, aliás, o Itamaraty já indicou em edital os locais onde os chefes de Estado dos cinco países ficarão acomodados - quatro no Hotel Gran Marquise e um no Marina Park Hotel. Para se ter uma ideia, somente as três diárias da presidente Dilma Rousseff têm valor previsto de R$ 55,5 mil.

Conforme o Ministério das Relações Exteriores, o aluguel de veículos tem um custo estimado de R$ 781 mil. A maior despesa, entretanto, é com a organização do evento em si, o que inclui alimentação, aluguel de mobiliário e contratação de profissionais especializados.

Continuação em Brasília

Diferentemente do que era previsto antes, a VI Cúpula do Brics acontecerá durante três dias no Brasil, sendo os dois em Fortaleza e mais um em Brasília, no dia 17 de julho. Na capital federal, os líderes sul-americanos serão convidados a apresentar sua perspectiva sobre o tema do encontro de 2014 - Crescimento Inclusivo: Soluções Sustentáveis. O convite aos líderes regionais, outra novidade para o encontro deste ano, faz parte da estratégia do grupo de aproximação com países não membros, priorizando nações em desenvolvimento.

De acordo com os especialistas em política internacional, a iniciativa representa uma significante vitória da diplomacia brasileira, além também de uma grande contribuição dos demais países do Brics, reforçando o papel do Brasil como liderança regional em um momento em que as negociações do processo de integração sul-americana continuam paradas.

Topo
Campos Sales terá mais um CEO construído pelo Governo do Estado

O compromisso de construir 18 Centros de Especialidades Odontológicas Regionais (CEO's) no Ceará já foi cumprido pelo Governo do Estado. O governador Cid Gomes inaugurou os 18 CEOs que estão funcionando em diferentes regiões. Dos 18, cinco ficam na macrorregião do Cariri, nos municípios de Juazeiro do Norte, Brejo Santo, Icó, Iguatu e Crato.

Para facilitar o acesso dos moradores dos municípios do Cariri Oeste aos serviços especializados em saúde bucal, mais um CEO regional foi acrescido à nova rede. No dia 10 de julho será lançada a licitação para construção do novo equipamento, que ficará localizado em Campos Sales.

Além dos moradores de Campos Sales, no CEO Regional serão atendidos os moradores de Araripe, Altaneira, Antonina do Norte, Potengi e Salitre, localizados no Cariri Oeste. Não irão mais para o CEO regional em Crato, que ao invés dos 13 municípios da 20ª Região de Saúde passará a atender a população de sete municípios: Crato, Várzea Alegre, Nova Olinda, Santana do Cariri, Farias Brito, Assaré e Tarrafas.

Topo
Situação de emergência em mais 17 municípios. Já são 169 municípios

A União reconheceu a situação de emergência de mais 17 municípios cearenses que sofrem consequências dos efeitos da estiagem. Os municípios reconhecidos foram Acopiara, Apuiarés, Aracoiaba, Canindé, Capistrano, Caridade, Caririaçu, Cariús, General Sampaio, Granjeiro, Ibaretama, Itapajé, Itapiúna, Ocara, Paramoti, Pentecoste e Tejuçuoca.

O reconhecimento da situação emergência pela União foi feito após o Comitê Integrado da Seca apresentar a documentação necessária sobre a situação de cada município. Atualmente 169 municípios cearenses estão em situação de emergência. “O trabalho foi feito em conjunto pela Defesa Civil e Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece) e conseguimos viabilizar o reconhecimento da situação de emergência nesses municípios”, afirmou o secretário Nelson Martins.

Topo
Festa Junina da Casa do Ceará foi sucesso com 1.500 participantes

O Arraiá da Casa do Ceará que ocorreu nos dias 07 e 08 de junho teve um público estimado de 1500 pessoas do PLano Piloto, especialmente da Asa Norte e Lago NOrte, bem como das Cidades Satélites mais próximas da 910 Norte. nos dois dias de festa, confirmando o sucesso da tradicional festa junina que anualmente a Casa do Ceará promove para manter a tradição do São João do Ceará e do Norte, com músicas, comidas, bebidas e atrações do folclore regional.

Passaram pelo palco do Arrraiá o trio Siridó, Pedro Paulo e Matheus, Padre Alessandro Campos, Chico Rey e Paraná e Chico Salles e banda, além das apresentações das Quadrilhas Formiga da Roça e Num Só Piscar.

A festa teve o apoio do Correio Braziliense, Jornal de Brasília, Radio Atividade, Radio Jovem Pan, Rádio CBN, Rádio EBC, Brasília Super Rádio FM, Grupos Cascol, Paulo Octávio, Só Reparos, Clube Unidade Vizinhança nº 1, Campelo Bezerra Advogados Associados, MGM Comunicação Visual, Deputado Robério Negreiros e o Comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar da Asa Norte - Marcus Paulo Koboldat e Dr. Francisco Albery Mariano.

Estiveram presentes representando a Casa do Ceará, o Presidente, Osmar Alves de Melo (Fortaleza) , o 1º Vice Presidente, José Sampaio de Lacerda Júnior (Fortaleza), o Diretor de Planejamento e Orçamento, Edivaldo Ximenes Ferreira Fortaleza) , o Diretor de Educação e Cultura, Vicente Nunes de Magalhães (Aurora).

Pela primeira vez, a Casa foi orientada a realizar o evento antes da Copa do Mundo que começou dia 12.06. Todos os clubes de Brasília que tradicionalmente realizam a festa junina na segunda quinzena de junho foram obrigados a antecipar.

Topo
Cid Gomes se reuniu com ministros do Planejamento e das Cidades

O governador Cid Gomes se reuniu em 11.06, em Brasília, com a Ministra do Planejamento, Miriam Belchior, para tratar das futuras intervenções no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp). O prefeito de Fortaleza Roberto Claudio e o chefe de Gabinete do Governador, Danilo Serpa, também participaram da reunião. O Prefeito tratou de assuntos da Capital e que estão ligados ao Ministério do Planejamento.

No fim da desta tarde em Brasília, o governador Cid Gomes e o prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio também estiveram com o Ministro das Cidades Gilberto Occhi para encaminhar ações do Programa Minha Casa Minha Vida no Ceará.

Os municípios que deverão receber os investimentos em habitação popular até o fim do ano serão Acaraú, Quixeramobim, Itapipoca, Limoeiro do Norte , Granja e Russas. Juntas serão construídas cerca de 3.325 casas.

Topo
Banco dos Brics será anunciado na reunião de Brasilia e Fortaleza com capital de US$ 10 bi

O Ministério das Relações Exteriores informou em Brasilia que a 6ª Cúpula dos Brics, grupo formado pelo Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, que acontecerá entre os dias 14 e 15 de julho em Fortaleza e se encerrará em Brasília no dia 16, criará o Banco de Desenvolvimento com capital de US$ 50 bilhões. O Brasil vai se comprometer com US$ 28 bilhões na formação do Banco do bloco econômico e na criação do Arranjo Contingente de Reservas (ACR).

As duas instituições, negociadas desde 2012, começarão a sair do papel na 6ª reunião de Cúpula do bloco, em Fortaleza. O banco terá capital inicial de US$ 10 bilhões, com cotas iguais para cada um dos cinco países, e a garantia de US$ 8 bilhões a serem aportados apenas em caso de necessidade.

Reserva

Os outros US$ 18 bilhões serão a reserva brasileira para o ACR, que terá o mesmo aporte de Rússia e Índia, além de US$ 5 bilhões da África do Sul e US$ 41 bilhões da China, o sócio mais rico, em um valor total que chega a US$ 100 bilhões. Segundo reforçou o embaixador José Alfredo Graça Lima, os países contribuirão com cotas de US$ 2 bilhões cada um, totalizando US$ 10 bilhões em recursos, e que segundo o mercado financeiro a ordem de um para cinco é "normal", portanto os US$ 40 bilhões restantes serão a título de garantia. Os países só terão que efetivamente entrar com o valor restante se houver uma crise, mas foi explicado durante a coletiva que isto nunca aconteceu com as instituições deste porte.

Não é candidato

O Brasil foi o único país do Brics que não se candidatou a ser sede do Banco. As cidades que concorrem são Moscou, na Rússia, Nova Deli, na Índia, Xangai, na China, e Johanesburgo, na África do Sul. O embaixador avaliou que o desinteresse do Brasil em se candidatar a ser a sede da instituição financeira "se deve ao fato de que para tanto é preciso ter edifícios e pessoal disponíveis, talvez, nesse sentido, os outros países estejam mais adiantados", assinalou.

Como funciona o ACR

Ainda durante a 6ª Cúpula deve ser criado um fundo, tecnicamente chamado de Arranjo de Contingente de Reservas (ACR), com o objetivo de evitar e combater crises que atinjam o grupo. Este fundo será de US$ 100 bilhões, dos quais a China participará com US$ 41 bilhões, África do Sul com US$ 5 bilhões e os países restantes participarão com US$ 18 bilhões cada um.

Adesões

José Alfredo Graça Lima esclareceu que não existem negociações para a adesão de novos países ao Brics, mas deixou claro que também não existe um impedimento para isso, lembrando que a África do Sul ingressou no Brics depois de sua criação (3ª Cúpula). Outros países devem participar da Cúpula. Todos os países sul-americanos foram convidados.

Questionado a respeito do baixo crescimento do Brasil, o embaixador avaliou que essa condição não coloca o País em posição desconfortável, pois é muito estável e constante e "outros países já não apresentam os ritmos de crescimento apresentados no passado", disse. Os Brics representam, considerando o PIB pela paridade de poder de compra, US$ 19 trilhões, ou 25% do PIB mundial.

Topo
Ceará é um dos estados mais transparentes do Brasil segundo Contas Abertas

O Estado do Ceará está entre os estados mais transparentes do Brasil, segundo a edição de 2014 do projeto Índice de Transparência da Associação Contas Abertas, que avalia os portais de transparência dos governos estaduais. O projeto tem como base a Lei Complementar 131/2009, que determinou a divulgação, em tempo real, de informações pormenorizadas sobre a execução orçamentária e financeira. O Ceará ocupa o oitavo lugar com pontuação final de 6,80.

O Índice de Transparência, que está na terceira edição, leva em consideração três grandes temas para avaliação: Conteúdo, Série histórica e Frequência de Atualização, e Usabilidade. Entre os aspectos destacados na avaliação da Usabilidade do Portal da Transparência do Estado do Ceará, está a delimitação temporal das consultas, que permite que o usuário escolha a data de início e fim da pesquisa em todos os formulários de execução orçamentária. Desse modo, todas as formas avaliadas são atendidas: mensal, bimestral, trimestral, semestral e anual. O usuário pode ainda fazer download de todas as consultas de despesa em formato “xls” (Excel).

Em relação ao Conteúdo, no portal é possível encontrar todas as fases da execução orçamentária em sistema informatizado, desde dotação inicial a restos a pagar em “Despesa por Poder Executivo”. Desce ao nível máximo de detalhamento do gasto, a nota de empenho e a ordem bancária. Para ambos os documentos, são apresentados todos os dados requeridos pelo Índice de Transparência.

Topo
No Ceará 45% das empresas não investiram para a Copa

Pesquisa aponta que ao avaliar mercados específicos, estes não demonstram otimismo com o evento.

Em contraste com a previsão inicial de que os meses de junho e julho deste ano concentrariam uma série de oportunidades para a economia cearense, a realização da Copa do Mundo de 2014 tem sido encarada por estabelecimentos de diversos setores como um acontecimento a ser superado - e não, de fato, aproveitado.

A conclusão é de uma pesquisa realizada pela consultoria Gomes de Matos, que, durante abril e maio últimos, entrevistou representantes de estabelecimentos dos setores de comércio, indústria e serviços do Estado.

De acordo com o levantamento, 45% dos entrevistados não fizeram investimentos adicionais para aproveitar a realização do evento esportivo. Ao mesmo tempo, a maior parte deles (62%) manteve o mesmo número de funcionários neste ano, enquanto 27% elevaram o quadro e os 11% restantes, ao contrário, suprimiram vagas.

"A verdade é que os efeitos que a Copa pode oferecer são visíveis porque são mega obras, mega eventos esportivos, mega investimentos em telecomunicações. Isso acaba impactando no PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro. Mas, quando avaliamos o mercados, especificamente, eles não estão tão otimistas", aponta o consultor e gestor do portfólio de marketing da Gomes de Matos Consultores, Alberto Mistrello. Conforme disse, a maioria dos entrevistados espera ter, neste ano, faturamento superior ao registrado em 2013. Entretanto, frisa, esse avanço é previsto para os meses que antecedem e sucedem a competição. "Ou seja, o período da Copa vai ser de administração de situações difíceis", destaca.

Topo
Ceará receberá 350 mil turistas durante a Copa

Copa do Mundo FIFA 2014 deve atrair cerca de 350 mil turistas para o Ceará, tendo Fortaleza como portão de entrada, segundo estimativas da Secretaria do Turismo do Estado (Setur). Destes, cerca de 40% (140 mil) são estrangeiros, enquanto o restante do fluxo será de turistas oriundos de outros estados do Brasil.

Os torcedores que vão acompanhar os seis jogos na Arena Castelão e seus acompanhantes devem ter um gasto médio per capita de R$ 1,9 mil. Isto gera uma receita direta de R$ 665 milhões, enquanto o impacto na cadeia produtiva do turismo - que engloba 52 setores - será de R$ 1,16 bilhão.

Uma parte destes turistas chega ao Estado para conferir a partida entre os campeões Brasil e México, no dia 17, em um dos maiores cruzeiros marítimos do mundo: o MSC Divina, que atraca no Porto do Mucuripe com 3,5 mil mexicanos. Outros 1,5 mil embarcam em Fortaleza, gerando um fluxo de cinco mil turistas do país norte-americano somente entre os dias 16 e 18 de junho.

Com base no estudo realizado pelas consultorias Forward Data - Fowardkeys® (Espanha) em parceria com Pires & Associados (Brasil) sobre as reservas em meios de hospedagem realizadas para a Copa, os principais mercados emissores para o Ceará serão Estados Unidos, Alemanha, Espanha e México. Em todo o Brasil, a distribuição será entre os Estados Unidos (22%); Argentina (7%); Chile (6%); Alemanha e Inglaterra (5% cada); França, Venezuela, Colômbia e México (4% cada), e Suíça (3%).

Topo
Festa Junina da Casa do Ceará será dias 7 e 8 de junho

A tradicional festa junina da Casa do Ceará que sempre atraiu multidões do Plano Piloto, Cidades Satélites e Entorno será realizada este ano em dois dias, em 7 e 8 de junho, a partir das 18 horas, esperando a Casa repetir o sucesso das festas anteriores. A festa será na sede da instituição na Asa Norte, na SGAN 909/910, com fácil acesso por ônibus e transportes individuais pela W-3 Norte e com amplo estacionamento.

A festa junina foi antecipada para a 1ª. Quinzena de junho em função da Copa do mundo. Para informações é só ligar para a Superintendência da Casa do Ceará, no tel. 3533 38 01. e 3533 3822. Os ingressos já estão à venda com a meia entrada valendo R$ 30,00 para cada dia do evento. Menores de 10 anos não pagarão. Além de shows com artistas locais, como Trio Siridó e padre Alessandro Campos, e de renome nacional, como Chico Salles, Pedro Paulo e Mateus e Chico Rey e Paraná, o grande momento será a apresentação das Quadrilhas Num Só Piscar e Frmiga da Roça. Comidas e bebidas típicas do Nordeste e do Ceará estarão à disposição do público na praça de alimentação que será instalada.

A festa apresenta em Brasília uma réplica dos festejos juninos do Ceará e do Nordeste, uma das mais tradicionais e concorridas manifestações da cultura popular da região, sendo famosas as realizadas em Pernambuco, Caruaru, Paraíba, Campina Grande, Sergipe, São Cristovão e Ceará, Juazeiro do Norte e Sobral.

A força das festas juninas que tem seu ápice na noite de São João, dia 24 de junho, foi amplamente ressaltada na obra musical de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira, com o arrasta pé, xote, xaxado e baião, com musica tocada com sanfona, zabumba, pandeiro e triângulo .Os tocadores são também cantores.

O evento tem apoios de Estenio Campelo (Crateús) e Francisco Albery Mariano (Santana do Acaraú), grupos Só Reparos, Paulo Octávio, Cascol, Clube Unidade Vizinhança nº 1, bem como das rádios Atividade e Brasioia Syper Radio FM, jornais Correio Braziliense e Jornal de Brasília.

07/06 (sábado)

Apresentação do Trio Siridó, Padre Alessandro Campos e Pedro Paulo e Mateus e Quadrilha Num Só Piscar.

Dia 08/06 (domingo)

Apresentação de Chico Salles e banda, Chico Rey e Paraná e Quadrilha Formiga da Roça.

Chico Rey e Paraná - nascidos em Arapongas e criados no interior do Paraná, vieram de família sertaneja. A carreira deslanchou com vigor nos anos 80, quando a dupla lançou seu primeiro LP, que carrega o sucesso “Quem Será Seu Outro Amor”. Com sucesso nacional fortemente conquistados Chico Rey e Paraná já realizaram turnê internacional.

Padre Alessandro Campos - nascido em Guaratinguetá seguiu o rastro do sucesso alcançado por padres cantores como Marcelo Rossi e Fábio de Melo, ganhou fama entre os fiéis da igreja católica com sua maneira peculiar de conduzir suas missas, Primeiro tenente do Exército, o padre foi capelão da Paróquia Militar São Luiz Gonzaga e Santa Rita de Cássia, localizadas no Colégio Militar na 902/903 norte.

Pedro Paulo e Mateus - ambos do estado de Goiás a estreou no mercado fonográfico, em 2006, quando lançou seu primeiro CD, “Puro Sertanejo”.

Francisco de Salles Araújo (Chico Salles) - (Sousa, Paraíba, 1951) é cantor e compositor de Forró. É tambem cordelista, membro e Diretor Cultural da ABLC - Academia Brasileira de Literatura de Cordel. Nos anos 80, já engenheiro civil, conheceu o trapalhão Mussum, que o levou aos mais tradicionais redutos do samba, como o Buraco Quente da Mangueira e o Pagode do Cacique de Ramos. O encontro com Mussum, seu vizinho, rendeu boas parcerias musicais. Juntos, fundaram o bloco Elas e Elas em 1985 em Jacarepaguá, compuseram músicas de carnaval e até um xote. Em suas andanças pelo mundo do samba, Chico Salles encontrou outros parceiros como Noca da Portela, Roberto Serrão e Beto Moura, com quem passou a participar de concursos de escolha de enredos de blocos de carnaval, como o Simpatia é Quase Amor, a Banda da Barra, o Barbas e a Escola Unidos da Tijuca. Em 2008 Chico Salles recebeu o título de Cidadão Honorário da Cidade do Rio de Janeiro, para ele, sua maior homenagem.

Trio Siridó - Grupo de forró mais antigo do Distrito Federal, começou a carreira em 1972.

Quadrilha Num Só Piscar – fundada em 2000, tendo como base um grupo de jovens de São Sebastião/DF. Campeã do módulo C 2010 pela Liga de Quadrilhas Juninas do Distrito Federal e entorno. É formada por 24 casais. Esse ano em sua apresentação a quadrilha narra a história de Luiz Gonzaga – O Rei do Baião.

Quadrilha Formiga da Roça – formada por um grupo de jovens de São Sebastião DF. Seu nome teve origem de uma quadrilha junina do bairro Conjunto Industrial, em Fortaleza – CE, o nome significa, força, trabalho, garra e união, assim como todas as formigas da roça que levam até 200 vezes o seu peso em cima de suas costas. É formada por 25 casais.

Topo
Cid Gomes inaugura Centro de Convenções do Cariri

CCCO governador Cid Gomes inaugurou em 15.05, no Crato, o Centro de Convenções do Cariri. Na obra o Governo Estadual investiu R$ 16.270.291,10. O Centro de Convenções do Cariri fica localizado às margens da CE-292, na ligação entre os municípios de Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha. Além das três cidades, o novo equipamento beneficiará os outros 25 municípios que compõe a região do Cariri, por contemplar diversas atividades culturais e sociais. O local terá capacidade para receber seminários, cursos profissionalizantes, exposições, feiras, teatro, entre outros eventos.

Segundo o Governador, o Centro de Convenções no Cariri vai descentralizar as ações do turismo, abrangendo também o Interior. "Inauguramos hoje e já temos uma demanda de 20 eventos até o final do ano", observou Cid. Logo apõs a inauguração do Centro de Eventos, foi aberto o Encontro de Advogados do Sertão, promovido pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), secção Ceará.

O secretário do Turismo, Bismarck Maia, destacou que há muito tempo a região merecia um equipamento desse porte. "O Centro de Convenções no Cariri era uma necessidade tendo em vista o crescimento econômico e do potencial turístico que a região vem apresentando, além da grande demanda do Cariri para a realização de eventos, principalmente na área de feiras agropecuárias", disse o secretário.

Participaram ainda da solenidade o presidente da Assembleia, José Albuquerque; os deputados federais Arnon Bezerra e José Guimarães; os deputados estaduais Camilo Santana, Mauro Filho, Ely Aguiar, Lula Morais e Sineval Roque; os secretários Danilo Serpa (Gabinete do Governador) e Arialdo Pinho (Casa Civil), e Quintino Vieira, superintendente do DAE ; além dos prefeitos de, Crato e Assaré e do presidente da OAB Ceará Valdetário Monteiro e do secretário de gestão participativa do Ministério da Saúde Odorico Monteiro.

Topo
Senadores pelo Ceará lembram 100 anos de falecimento de Dragão do Mar

A contribuição do líder do movimento contra o embarque de escravos no porto do Ceará em 1881, Francisco José do Nascimento, para a abolição da escravatura no Brasil foi destacada pelos senadores que representam o estado no Senado: Eunício Oliveira (PMDB), Inácio Arruda (PCdoB) e José Pimentel (PT).

Os três são autores do requerimento que levou à realização de sessão especial, em 12.05, para lembrar o centenário de falecimento do jangadeiro Francisco do Nascimento, conhecido à época como Chico da Matilde, em referência à sua mãe, a rendeira Matilde Maria da Conceição, e depois imortalizado como Dragão do Mar.

– Pequenos gestos, pequenas ações podem mudar – e fazer avançar – os rumos de uma cidade, de um estado, de um país. Francisco já dava mostras do espírito libertário do povo cearense, dono da própria vontade, que não aceita imposições, mesmo que partam dos poderosos – ressaltou Eunício Oliveira.

Pimentel também apontou o espírito libertário do povo cearense ao citar frase de Francisco do Nascimento, no movimento de bloqueio a navios negreiros em Fortaleza: “Não há força bruta no mundo que fizesse o tráfego negreiro ser reaberto no Ceará”.

Conforme os senadores, o movimento dos jangadeiros cearenses contra a distribuição de escravos pelas províncias do Sudeste foi determinante para que o Ceará abolisse a escravatura quatro anos antes da assinatura da Lei Áurea.

Topo
Campanha do Agasalho da Casa do Ceará e da AQQBDF foi um sucesso

A 1ª. Campanha do agasalho realizada pela Casa do Ceará com o apoio da Associação dos que Querem Bem a Sobral e ao Distrito Federal, realizda em 10.05. foi um grande sucesso pois foram distribuídos cerca de 1000 agasalhos à comunidade carente do Distrito Federal e Entorno, essas pessoas foram cadastradas pelos Conselhos Regionais de Assistência Social, Cidade Acolhedora (programa do GDF) e encaminhados ao Serviço Social da Casa do Ceará, maior parte delas moradores de rua. Os idealizadores da campanha pensavam em distribuir 900 agasalhos mas a adesão surpreendeu;

Além da distribuição de agasalhos foram oferecidos atendimentos oftalmológicos pela Fundação Regional de Assistência Oftalmológica – FRAO que atendeu mais de 150 pessoas , corte de cabelo e aferição de pressão e foi servido um lanche a todos os carentes. A parceria da AQQB a Sobral e ao DF foi relevante, com a arrecadação de 300 cobertores, somando-se a participação da Associação dos Filhos e Amigos de Aurora-AFA, que doou mais de 150 cobertores. Foram destacados os apoios recebidos do SESC/DF, KSA MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO, LOJAS SÓ REPAROS, GRUPO CASCOL, GRUPO PAULO OCTÁVIO, FINOCORTE, LETÍCIA MODAS, OXENTE CARNE DE SOL, LA PRIMA PIZZARIA, PRIMUS GRILL, CREPE SHOW, SUPERMERCADO MAEZINHA, SUPERMERCADOS ESPÍRITO SANTO, RAIMUNDO VASCONCELOS AGUIAR. Na divulgação, a campanha teve o apoio da TV Globo, Correio Braziliense, Brasília Super Rádio FM, Rádio Atividade e Rádio Bandeirantes.

Estiveram presentes ao evento, Osmar Alves de Melo (Iguatu), Presidente da Casa do Ceará, diretores Evandro Pedro Pinto (Fortaleza), Financeiro, Edivaldo Ximenes Ferreira (Fortaleza) , Planejamento e Orçamento, Vicente Nunes de Magalhães (Aurora), Educação e Cultura, Maria Áurea de Assunção Magalhães Fortaleza) Promoção Social, Antonia Lucia Guimarães – Superintendente, Carlos Aguiar – Presidente da AQQB, Ladir Aguiar – Vice Presidente da AQQB, Agapito Vasconcelos – Diretor da AQQB, Francisco Élcio Menezes – Associado AQQB, José Cavalcante Aguiar – AQQB, Francisco Evando Menezes – AQQB.

A FRAO contou com a presença de uma equipe de profissionais liderada pelo seu administrador Bento Afonso Santos , Luciano Jorge Silva – Assistente Administrativo, Domingas Virgens – Orientadora Cirúrgica, Dr. Eduardo Fenelon – Oftalmologista, Dr. Rodrigo Yashimoto – Oftalomogista, Eliseu Gomes – Assistente Social, Critina Prates – Recepcionista, Rayane Santana, Recepcionista e Mayana Gomes – Recepcionista. O evento teve a coordenação da Superintendente Antonia Guimarães e a Assistente Social, Ivete Simonette do Amaral, e a participação de todos os funcionários da instituição instituição que trabalharam voluntariamente.

Topo
Casa do Ceará espera distribuir 900 agasalhos para famílias carentes em 10 de maio na sua sede

Casa do Ceará está mobilizada para realizar em 10 maio, na sua sede social da 909/910 Norte uma nova Campanha do Agasalho, que distribuirá às famílias carentes agasalhos para que possam superar o frio do inverno. O evento – que consta do Calendário da Casa para 2014 - tem o apoio da Associação dos que Querem Bem a Sobral e ao Distrito Federal-AQQB.

“Vamos demonstrar a mesma solidariedade que nos permitiu distribuir 900 cestas básicas no último Natal, contando com o indispensável apoio da comunidade de Brasília e cearenses convocados pela Casa”, disse o presidente da Casa, Osmar Alves de Melo. Para isso disponibilizamos vários pontos para que as pessoas possam fazer suas doações de agasalhos”.

A Casa do Ceará quer ajudar quem precisa. A sua Diretoria de Assistência Social deverá procurar os centros sociais das cidades satélites do Distrito Federal para seleção das pessoas que deverão ser atendidas. “A Casa quer chegar aos mais carentes e necessitados que enfrentam dificuldades para se agasalhar e agasalhar suas famílias na temporada de frio”.

Osmar disse que espera a adesão dos empresários e dos cearenses para que possam ser recolhidos pelo menos 900 agasalhos. Assinalou que algumas instituições já manifestaram disposição em doar boas quantidades de agasalhos. O presidente da AQQB, Antonio Carlos Aguiar, por sua vez, observou que a Associação que reúne cerca de 2000 sobralenses de Brasília, a exemplo do que fez na distribuição das cestas básicas, em dezembro de 2013, deverá se empenhar para obter doações de agasalhos e, no dia 10 de maio, uma grande equipe de dirigentes da AQQB estará na Casa para colaborar na distribuição dos agasalhos A Casa está divulgando os pontos de recepção dos agasalhos e que são os seguintes:

Casa do Ceará - SGAN 910, conjunto F/G - FONE: 3533-3819/3822

Lojas KSA - SDE, Quadra 01, conjunto D, lote 10 - 14-M Norte-Brasília – DF – Fone: 3372-1400 CNJ 4 - Bloco A – lojas 03 a 08 L-Norte – Taguatinga – DF - Fone: 3475-1400

Drogaria Messias (05 lojas) em Ceilândia EQNO 4/6 Conj. B Lote 58 Fone 3374-1580 / EQNO 1/3 Bloco D Lojas 5/6 Fone 3375-1100 / EQNM 34 Bloco D Loja 5 Fone 3581-2850 / EQNP 16/20 Bloco F Lojas 1/2 Fone 3551-6008

Em Vicente Pires - Drogaria Messias - Rua 12 Chácara 320 Fone 33812623

Lojas Só Reparos SIA Trecho I – fone 3365-5700 / SCLN 404 – Bloco A – loja 02 – fone: 3424-8000 / SCS 510 – Bloco C – loja 71 – Fone: 3214-3999

Supermercado Volte Sempre – QNP 24 conjunto T, lote 04/06 – fone: 3376-309 Informações: Antonia, Casa do Ceará, 3335 3800.



Topo
Casa do Ceará já recebeu mais de 600 agasalhos. A meta de 900 será alcançada

Dirigentes da Casa do Ceará informaram que mais de 600 agasalhos já foram recolhidos, doados por diferentes doadores , empresários e particulares, para a grande ação de assistência social que será deflagrada dia 10 de maio quando serão distribuidos 900 agasalhos à população carente do Distrito Federal.

A Casa considerou apenas as doações que já chegaram ao comitê organizador, constituido por pessoas da própria Casa e da Associação dos que Querem Bem a Sobral e ao Distrito Federal, AQQB. Outras doações deverão ser recolhidas nesta semana nos locais designados para recolhimento dos agasalhos.

É a primeira vez que a Casa do Ceará, instituição tradicional do DF, com mais de 50 anos, realiza um evento para recolhimento e distribuição de agasalhos para que os mais necessitados possam enfrentar o frio. A Superintendência da Casa , na 909/910 Norte, aguarda as contribuições de doadores.

As pessoas que queiram fazer doações e que nao podem comparecer aos locais de doação poderão ligar para a sra. Antonia Lucia no telefone 3335 3800 que mandará recolher os agasalhos nos locais que indicarem.

Topo
Ceará é o estado com maior número de doadores efetivos no primeiro trimestre de 2014

O Ceará foi o estado com maior número relativo de doadores efetivos de órgãos e tecidos para transplantes no primeiro trimestre do ano. Com 29,3 doadores efetivos por milhão da população (pmp) nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2014, o Ceará superou Santa Catarina e o Distrito Federal, que terminaram os últimos dois anos à frente, e ganhou destaque no Registro Brasileiro de Transplantes (RBT), publicação da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos e Tecidos (ABTO). "O dado digno de nota é o resultado obtido pelo Ceará (29,3 doadores pmp) obtendo a melhor taxa do país, que era de Santa Catarina nos últimos anos", destaca a primeira edição do RBT em 2014.

Para assumir a dianteira em doadores efetivos no primeiro trimestre do ano, o Ceará notificou no período 162 potenciais doadores – terceira maior notificação do país, depois de São Paulo, com 572, e Rio de Janeiro, com 225 notificações. No Brasil, foram 2.214 notificações de potenciais doadores, com efetivação de 609 doações – 27,6%. O Ceará conseguiu a efetivação de 38,2% de doações, com 62 doadores efetivos. "Neste trimestre, embora a taxa de notificação (46,4 pmp) tenha se mantido estável (queda de 0,2%), observou-se uma queda de 3,0% na taxa de doadores efetivos (12,8 pmp) e de 4,8% na de doadores com órgãos transplantados (11,9 pmp), à custa da diminuição de 3,5% na taxa de efetivação da doação (27,6%)", analisa o RBT.

Com o aumento do número de serviços habilitados pelo Ministério da Saúde para realizar transplantes, de 19 para 34 entre 2010 e 2013, incluindo o Hospital Regional do Cariri (HRC), e atuação mais efetiva das Comissões Intra-hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT), o Ceará tem conseguido crescimento consistente da efetivação de doações nos últimos anos. No primeiro trimestre de 2012, o Estado foi o quarto do Brasil em doadores efetivos por milhão da população, com 17 doadores, depois de Santa Catarina (26,9), São Paulo (22,2) e Distrito Federal (21,8). Em todo o ano de 2012, o Ceará ficou em terceiro lugar, com 21,4 doadores efetivos pmp, atrás de Santa Catarina (26,4) e Distrito Federal (21,8).

Em 2013 a posição do Ceará não se alterou no trimestre e no ano. Entre janeiro e março do ano passado, o Distrito Federal registrou 28,0 doadores efetivos pmp, Santa Catarina 21,1 e Ceará 20,4. No ano, o Distrito Federal ficou com 33,1, Santa Catarina 27,2 e Ceará 22,2 doadores efetivos pmp. Em relação ao primeiro trimestre de 2013, a taxa de doadores efetivos do Ceará aumentou em 43,6%. "Deve-se salientar o contínuo crescimento do Ceará e do Distrito Federal (com suas particularidades), tanto nas taxas de doação, quanto nas de transplante, juntando-se a Santa Catarina, na vanguarda", ressalta a publicação da ABTO.

O Ceará manteve no primeiro semestre de 2014 o primeiro lugar em transplantes de fígado do país, com 26,5 cirurgias pmp, à frente do Distrito Federal (18,7), São Paulo (14,9) e Santa Catarina (13,4). Em números absolutos, o Estado realizou 56 transplantes de fígados, número menor que o de São Paulo, que realizou 154 transplantes.

Topo
Educação do Ceará mais uma vez é destaque na imprensa nacional

Uma semana após o programa Fantástico, da Rede Globo, ter exibido o modelo de educação aplicado em Sobral e que se expandiu para todo o Estado, o Ceará novamente ganha destaque nacional. Na edição de 25.04.2014 do jornal O Estado de S. Paulo (Fórum Estadão Brasil 2018), traz o exemplo cearense na conquista na melhoria concreta dos índices de educação.

Entre os destaques da reportagem está a implantação do Programa de Alfabetização na Idade Certa (Paic), que inspirou o Governo Federal a criar o Programa Nacional na Idade Certa (PNAIC). "Criado em 2007 com o intuito de promover a alfabetização das crianças até o segundo ano do ensino fundamental em todos os municípios. Na época da implantação, o estado contabilizava 184 municípios e apenas 15 com nível adequado de alfabetização, entre eles Sobral. Apenas 8% das redes de todo o estado ensinavam leitura adequadamente. Já em 2011, apenas cinco municípios cearenses não alcançaram o nível 'desejável' de alfabetização. Foram considerados 'suficientes'", traz a reportagem. Além disso, a matéria destaca a capacitação dos professores sob a responsabilidade do Governo do Ceará e a destinação de parte dos recursos do ICMS que são transferidos para os municípios depende de índices educacionais. Confira

Sobral vira modelo nacional de gestão

Município do Ceará, Sobral enfrentava um problema na rede pública: 48% das crianças até os 7 anos não eram de fato alfabetizadas. Não sabiam nem mesmo formar palavras. Dados do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) estimam que o valor gasto anualmente por aluno foi de R$ 2.221,73 em 2013.

Para contornar o problema, a cidade cearense apostou em um plano de gestão diferenciado, focado na erradicação do analfabetismo, na diminuição da evasão escolar, na valorização do professor e na meritocracia. O modelo educacional proposto foi tão bem-sucedido que Sobral virou base para o projeto nacional de ensino, que começou a ser implementado em mais de 5.300 municípios no ano passado.

O índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de Sobral já superou a meta federal prevista para 2021, de 6,1 pontos. Sobral possui 51,76% de pessoas vulneráveis à pobreza, com renda domiciliar per capita igual ou inferior a R$ 255,00 mensais.

A evolução do município inspirou, em 2007, a criação do Programa de Alfabetização na Idade Certa (Paic) do Estado, com o intuito de promover a alfabetização das crianças até o segundo ano do ensino fundamental em todos os municípios. Na época da implantação, o estado contabilizava 184 municípios e apenas 15 com nível adequado de alfabetização, entre eles Sobral. Apenas 8% das redes de todo o estado ensinavam leitura adequadamente. Já em 2011, apenas cinco municípios cearenses não alcançaram o nível "desejável" de alfabetização. Foram considerados "suficientes".



Topo
Casa do Ceará divulga balanço de 2013 32.031 pessoas atendidas

Na assembléia geral da Casa do Ceará, realizada em 22.03, o presidente da Casa, Osmar Alves de Melo, apresentou um balanço das ações sociais da Casa, em 2013, quando foram realizados 32.031 atendimentos na Policlínica e na Odontoclínica, mediante cobrança simbólica para auxilio às obras sociais, e realizados 5.722 atendimentos gratuitos e efetuadas 2.978 doações de cestas básicas, consultas médicas, tratamentos odontológicos e exames laboratoriais e complementares no valor de R$ 190,0 mil. Pelos cursos profissionalizantes passaram 551 pessoas. “Os dados que divulgamos comprovam que a Casa do Ceará em Brasília presta inestimáveis serviços à comunidade de Brasília, seja a de media e baixa renda, como a população carente, cumprindo fielmente a finalidade de seus criadores”, disse Osmar, salientando que todo o esforço de assistência social é promovido com recursos próprios, de pessoas e empresas privadas, inexistindo qualquer participação de recursos públicos, sejam da União, do Ceará e do Distrito Federal”., Números de atendimentos da Casa

Receita Operacional Bruta R$ 2.217.052,05 Pronac (Convenio com o Ministério da Cultura) R$ 220.000,00 20% de receita operacional bruta R$ 443.410,41 Doações R$ 190.067,25 Gratuidades R$ 272.622,00 Doações e Gratuidades.

Os usuários da assistência social têm isenção total dos serviços prestados pela instituição, como determina a legislação pertinente às instituições assistenciais. Assim, foram feitos donativos a pessoas necessitadas da ordem de 20,8% da Receita Operacional Bruta. Somadas às despesas filantrópicas (gratuidades – anexo, consultas médicas, tratamento odontológico, auxílio financeiro, medicamentos, exames laboratoriais) da ordem de R$ 190.067,25 as doações foram feitas por meio de encaminhamentos do serviço social da casa aos parceiros que atuam na instituição (cortes de cabelo, bolsas de estudo, prótese dentária, óculos de grau, prótese dentária e residentes no Abrigo), no valor de R$ 272.622,00. O total de doações e gratuidades referentes ao exercício de 2013 somam o valor R$ 462.68925, cujos documentos comprobatórios são arquivados no Departamento de Serviço Social.



Topo
Ceara vai estimular a produção de biogás

Governo do Estado do Ceará vai estimular a produção de biogás gerado nos aterros sanitários e usinas de tratamento de resíduos e efluentes. O Gás Natural Renovável (GNR) ou biometano como também é denominado, é produzido em estações de tratamento de águas residuais, aterros sanitários ou em biodigestores, que purificado substitui o gás natural tradicional e o gás liquefeito de petróleo (GLP) em todas as suas aplicações. Projeto nesse sentido, foi aprovado nesta quinta-feira (10), pelo Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente, Conpam, durante a 227º reunião do Conselho Estadual do Meio Ambiente, Coema. Além do biogás estavam na ordem do dia e foram discutidos, votados e aprovados a licença prévia para dois novos loteamentos no Estado. Presentes 24 conselheiros, sob o comando do presidente Bruno Menezes, que também preside o Conpam.

A coordenadora de Desenvolvimento Sustentável do Conpam, Maria Dias, fez a apresentação do projeto de biogás, pelo qual o órgão de meio ambiente estadual, sai na frente dos estados nordestinos, e busca incentivar a utilização de fontes alternativas de energia. Maria lembrou inclusive que o Brasil é signatário do Protocolo de Quioto, tratado complementar à Convenção, que define metas de redução de emissões de gases do efeito estufa. Ela explicou que já existe um estudo preliminar que garante a viabilidade ao projeto de captura do gás metano existente nos aterros de Caucaia, Maracanaú e Eusébio, em se falando de Fortaleza e Região Metropolitana.

O presidente do Conpam, Bruno Menezes, revelou ainda que o órgão vai incentivar empresas a usar esse gás renovável: “Vamos criar a certificação Produção Limpa que será concedida às empresas que fizeram uso do GNR produzido no Ceará a partir do Biogás”, explicou. Ele destacou que São Paulo foi a primeira cidade do Brasil a aproveitar a parte orgânica do lixo, que ao se decompor vira gás metano, um gás de efeito estufa, de combustão fácil.

Segundo o documento aprovado, o GNR produzido no Ceará e adquirido pelas empresas distribuidoras de gás para fins industriais deverá atendera todas as condições e especificações técnicas previstas na Resolução n° 16, de 17 de junho de 2008, da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível – ANP, nos termos da legislação federal.



Topo
Funceme registra chuvas em 105 municípios cearenses

Crateús. A maioria dos municípios foram banhados por chuvas na madrugada e manhã de ontem. Choveu em 105 cidades, localizadas em praticamente todas as regiões do Estado. A maior precipitação foi em Pereiro, com 62,8mm. As chuvas foram causadas por áreas de instabilidade oriundas do oceano Atlântico, segundo a Funceme.

O órgão diz que o sistema atmosférico Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema causador de chuvas no Ceará, durante a estação chuvosa se afastou do Estado e deverá permanecer nos próximos dois dias. É esse sistema, com faixa de nuvens com grande desenvolvimento vertical, que provoca chuvas intensas.

Mesmo com essa condição, áreas de instabilidade oriundas do oceano Atlântico podem deixar todas as regiões cearenses com nebulosidade variável e possibilidade de chuvas isoladas no final de semana. "As chuvas tendem a reduzir devido o afastamento da ZCIT, mas podem ocorrer chuvas isoladas nas diversas regiões", afirma o meteorologista Leandro Batalha, acrescentando ainda que de domingo para segunda-feira há uma tendência de reaproximação do sistema e as chuvas voltarem com mais intensidade, especialmente na faixa litorânea.

Na maioria dos municípios da região do Cariri também foram registradas chuvas no dia de ontem. Em nenhuma das localidades atingidas houve danos ou prejuízos. Diferentemente do que vinha sendo observado, as chuvas de ontem ocasionaram uma certa calmaria junto às comunidades, principalmente as das zonas rurais.

Infraestrutura

Na região Jaguaribana o tempo tem se mantido parcialmente nublado nos últimos dias, com chuvas isoladas principalmente entre a tarde e a noite. Mesmo sendo pouca e em dias alternados, a chuva tem mostrado a fragilidade da infraestrutura nas sedes dos municípios. Em cidades como Limoeiro do Norte, Russas e Morada Nova, há relatos de vários pontos de alagamento.

Na região Centro-Sul nos últimos dias ocorreram precipitações localizadas em várias cidades. Ontem, houve uma redução no número de localidades. Os produtores rurais estão animados com o plantio das culturas de milho, feijão e arroz. "O crescimento da lavoura está bom e quem plantou terá uma boa safra", disse o chefe do escritório da Ematerce, em Iguatu, Erivaldo Barbosa.

O agricultor, Manoel Rodrigues, da localidade de Alencar, relatou que plantou dois hectares de milho consorciado com feijão e que começa a colher o feijão verde a partir da próxima semana. "As chuvas não faltaram neste ano e o crescimento da plantação está bom".

Apesar do fim de semana não prometer chuvas acentuadas na região Central do Estado, a população de Quixeramobim aguarda com expectativa a sangria da barragem da cidade, apesar de estar ainda com cerca de 75% de sua capacidade, segundo dados da Cogerh. O açude sempre é o primeiro a sangrar.



Topo
Casa do Ceará fará homenagens dia 10 de abril personalidades

O Presidente da Casa do Ceará, Dr. Osmar Alves de Melo, convida para a Sessão Solene de outorga de títulos de sócios emérito, honorário e benemérito, aos benfeitores da entidade, a realizar-se no dia 10/04/2014(quinta feira) às 19:00 horas na Casa do Ceará (SGAN 910, conjunto F/G) As homenagens, segundo Osmar, revelam o reconhecimento da Diretoria da Casa pelo muito que os homenageados tem contribuído para que a Casa continua desempenhando sua missão institucional em Brasília.

Como vimos fazendo há dois anos, queremos retribuir o muito que estas pessoas tem doado à Casa do Ceará, não só os diretores, com seu trabalho voluntário dedicação , como cearenses, como o padre José Linhares e JOão Estenio Bezerra Campelo, e não cearenses que reconhecem o papel da Casa do Ceará em Brasília por seus programas de ação social", disse Osmar.

Serão homenageados:

Título de sócio emérito:

Adelmir Santana – (Presidente da Fecomércio)

João Estenio Campelo Bezerra - (Advogado)

João Rodrigues Neto - Advogado - (Diretor Jurídico da Casa)

José Oleskovicz, (Superintendente da Receita Federal);

Título de sócio honorário:

Padre José Linhares – Deputado Federal-CE,

Júlio César Lima de Oliveira – Tenente Coronel da PMDF,

José Roberto Sfair Macedo – Diretor Regional do SESC/DF,

Lucia Garcia – Diretora de Ação Social do SESC/DF

José Ribamar Mendes Diniz – Engenheiro Civil

Título de sócio benemérito:

Antonio Carlos Aguiar – Empresário (sócio),

Evandro Pedro Pinto – Economista e diretor da Casa (sócio),

José Lírio de Ponte Aguiar – Empresário (sócio),

Nazareno Alves de Sobrinho –Procurador Autárquico do Distrito Federal,

Nilton Pessoa Cavalcante – Engenheiro Militar e Civil ( Diretor de Obras da Casa);



Topo
Fortaleza registra a maior chuva do ano com 169mm

Pela primeira vez em 2014, a Zona de Convergência Intertropical atuou de forma regular em todo o Ceará. O resultado foi o registro de precipitações em 161 dos 184 municípios do Estado, entre o domingo, 30 de março, e a segunda-feira, 31. De acordo com os números da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos, a cidade com chuva mais intensa foi Fortaleza, com169mm, sendo a maior precipitação do ano na Capital. Também choveu forte em Caririaçu (111mm), Milhã (110mm) e Pedra Branca (110mm).

Segundo a meteorologista Meiry Sakamoto, a previsão é de que a Zona de Convergência permaneça atuando favorável até a quarta-feira, 2 de abril, e após isso as chuvas devem perder intensidade. “Chuvas mais intensas em algumas regiões e noutras não, assim como três ou quatro dias chuvosos seguidos de períodos sem chuva são características nossas. Isso é a irregularidade das precipitações, que se acentua em anos em que as chuvas estão abaixo da média histórica”.

Prognóstico

Ela representou a Funceme na reunião do Comitê Integrado de Combate à Seca, realizada na manhã desta segunda-feira, no Quartel do Corpo de Bombeiros, em Fortaleza. Na ocasião, Sakamoto apresentou a previsão climática para os próximos três meses. “Este é o terceiro prognóstico que emitimos em 2014, e agora apontamos para um período diferente: abril, maio e junho. Há uma maior probabilidade de termos um acumulado de chuvas abaixo da média histórica em uma área da Região Central até o Sul do Estado. Na parte Norte, que inclui a faixa litorânea e a Região da Ibiapaba, a tendência é de maior chance de chover em torno da média”, explicou.

A meteorologista informou ainda que, em números parciais, o Ceará está com déficit de chuvas em 2014. “Em janeiro, choveu 52% abaixo da média no Estado e em fevereiro, as precipitações foram 26% inferiores à média do mês. Março ainda não terminou e estamos computando os dados dos últimos dias, mas, até o dia 26, as chuvas estavam 40% abaixo da média.

O evento de chuva intensa registrada hoje vai melhorar esse número, mas,certamente, o mês ficará negativo”.



Topo
SGAN Quadra 910 Conjunto F Asa Norte | Brasília-DF | CEP 70.790-100 | Fone: 3533-3800
E-mail: casadoceara@casadoceara.org.br
- Copyright@ - 2006/2007 - CASA DO CEARÁ EM BRASÍLIA -