Boa madrugada, sexta-Feira, 20 de Setembro de 2019
Casa do Ceará

Imprima



Ouça aqui o Hino do Estado do Ceará



Instituições Parceiras


































:: Jornal Ceará em Brasília



— Última Edição —
— Edições Anteriores —

Untitled Document

Abril 2009

Caçadores ou Cassadores

 


Certa vez, lá em Brasília, um mineiro contou-me que cassaram o mandato e prenderam um vereador de uma cidadezinha de Minas e levaram-no para Juiz de Fora. O homem, pessoa simples, foi duramente interrogado, mas nada disse pois nada sabia. Mas, lá pelas tantas, o oficial que presidia o inquérito perguntou:

- O senhor tem essa carinha de anjo, mas até chamou a nós militares de “infames caçadores”, aliás, o senhor errou pois escreveu cedilha quando deveria ter escrito com dois esses.

- Eu, seu major, Deus me livre de chamar os senhores desse jeito...

- Temos uma carta do Sr. que conseguimos interceptar onde o Sr. Nos chama de caçadores, mas sempre com o diabo do cedilha...

- - Seu major, quando servi,meu comandante dizia que a gente era “infantes caçadores”... assim foi que chamei, seu major...

- Ah! Se é assim tudo bem. Acho mesmo que o Sr. Tem razão, eu por exemplo sou infante e pertenço ao batalhão de caçadores...

Corno revoltado

Seria injusto, segundo depoimento de presos de 64, dizer-se que todos os militares eram ruins dos bofes, Um episódio contado por meu irmão Américo Barreira ilustra tal afirmativa, Contou-me o Américo que depois de estarem presos por alguns dias, certa manhã, entrou no alojamento o sargento Borrego que levou de lá dois companheiros, dois operários aliás.

Ninguém imaginava para onde teriam sido levados aqueles companheiros de prisão, Chegaram a temer alguma violência física. O tal sargento Borrego era realmente um tipo que transpirava ódio por todos os poros, Além do mais pareça morrer de medo, pois dentro do quartel só andava com uma metralhadora portátil numa mão e de lado um grande cachorro pastor alemão.

A tardem os dois operários voltaram. Logo informaram que tido ido fazer faxina por ordem do sargento Borrego. Todos os presos ficaram revoltados No dia seguinte, a Comissão de Organização da Vida Carcerária dirigiu-se a um capitão, que como oficial de dia foi visitar o alojamento. Disseram altivamente que protestavam contra tal fato dos dois companheiros terem sido levados para fazer faxina, passando todo um dia juntando lixo e carregando-o em carrinhos de mão por ordem desse sargento Borrego.

- Capitão, somos presos políticos, não somos celerados ou forçados, dissera altivamente o porta-voz da comissão.

O oficial afirmou que desconhecia tal ordem e disse que não acreditava que tal coisa tivesse partido do comando, Comprometeu-se a esclarecer o caso com o comandante da corporação.

No dia seguinte ninguém foi chamado para fazer faxina. Notaram os presos que o sargento Borrego e seu cachorro amestrado haviam saído de circulação. Mas não foram só, Dois dias depois os presos receberam a visita de um sargento, que foi ao alojamento dizendo-se representante dos demais sargentos da corporação, O sargento afirmou:

- Desejamos nós os sargentos, dizer aos senhores que não concordamos com o que aconteceu. Comunicamos que decidimos “punir” o sargento Borrego com uma boa surra esse ele ainda tentar contra os senhores coisa desse tipo!

Um dos presos, naturalmente desejoso de compreender o comportamento do sargento Borrego, perguntou

- O que ele tem contra nós? Pode ser alguma mágoa, alguma frustração antiga...

- Nada disso! Ele faz tais coisas porque é um corno revoltado!

(*) Luciano Barreira (Quixadá), jornalista e escritor

Untitled Document

Luciano Barreira
Jornalista e Escritor

                                            


:: Outras edições ::

> 2017

– Outubro
Encontro de portugas. ora, pois, pois

– Setembro
Carta omante e consultas espirituais

> 2015

– Novembro
Tenóbio

– Outubro
Conversa Íntima Entre Dois Amigos Idosos

– Setembro
Conversa Íntima Entre Dois Amigos Idosos

– Agosto
A causa da desavença do casal

> 2014

– Dezembro
Pão De Queijo
– Novembro
Os novos comandos
– Outubro
Quando se tem o mesmo nome
– Setembro
Diálogo entre Dircinéia e Craudete
– Agosto
Cabaré processa Igreja
– Julho
As frases geniais e seus autores...
– Junho
Repassando...........
– Maio
O tal do “meia” em português...
– Abril
Coisas do Brasil
– Março
Enquete de São Pedro
– Fevereiro
Quando o trabalho dignifica o homem
– Janeiro
Reações inusitadas

> 2013

– Dezembro
Dicas judaicas de economia
– Novembro
Notícias de Lisboa
– Outubro
A Internet nunca substituirá o Jornal
– Agosto
A depressão da gorila
– Julho
Dicas para fazer sexo na 3ª idade:
– Junho
Repassando...........
– Maio
O tal do “meia” em português...
– Abril
Coisas do Brasil
– Março
Enquete de São Pedro
– Fevereiro
Quando o trabalho dignifica o homem
– Janeiro
Reações inusitadas

> 2012

– Dezembro
ASSALTANTE BAIANO
– Novembro
Tempos Modernos
– Outubro
O Grande Passo
– Setembro
Como a briga começa
– Agosto
O Grande Passo
– Julho
“Se um dia você tiver que escolher entre o mundo e o amor, lembre-se: se escolher o mundo, ficará sem amor; mas se você escolher o amor, com ele conquistará o mundo” Albert Einstein
– Junho
Exigências da vida moderna (quem aguenta tudo isso???) Haja fôlego!!!!!
– Maio
O amor não ilumina o seu caminho. O nome disso é poste
– Abril
Advogado x Engenheiro
– Março
Riqueza semântica
– Fevereiro
Diferença entre macho e muito macho
– Janeiro
Conseqüências da crise na Grécia:

> 2011

– Novembro
Show da língua portuguesa!
– Setembro
Despedida do TREMA
– Agosto
Considerações aleatórias
– Julho
Prezado Técnico
– Maio
15 dicas para fazer sexo na 3ª idade:
– Junho
Ensinamentos das MÃES DE ANTIGAMENTE
– Maio
Humor Negro ¨Branco Humor’’ Corrigindo velhos ditados
– Abril
Entre quimeras e devaneios (dos outros)
– Fevereiro
Bárbara é Udentista!
– Janeiro
Algodão, o novo éden
– Dezembro
A Flor do Araguaia
– Novembro
Homenagens póstumas
– Outubro
O Policial Pichado
– Setembro
Bárbara é udenista
– Agosto
Paixão Canina
– Julho
Se é traição conjugal...
– Junho
Um comunista competente e importante
– Maio
Comuna Paidégua
– Abril
Caçadores ou Cassadores
– Março
Esse Partido Existe!
– Fevereiro
Rompimento Ideológico
– Janeiro
Negro
– Dezembro
É como dente
– Novembro
Bem merecia uma medalha
– Outubro
Algodão, o novo éden
– Setembro
Revolucionário que caga em penico
– Agosto
Combata a crise, não combata Acrisio
– Julho
O Negócio é por tapas
– Junho
As Cabras do Caio
– Maio Os Poetas cantam,
os Idealistas choram



:: Veja Também ::

Blog do Ayrton Rocha
Blog do Edmilson Caminha
Blog do Presidente
Humor Negro & Branco Humor
Fernando Gurgel Filho
JB Serra e Gurgel
José Colombo de Souza Filho
José Jezer de Oliveira
Luciano Barreira
Lustosa da Costa
Regina Stella
Wilson Ibiapina
















SGAN Quadra 910 Conjunto F Asa Norte | Brasília-DF | CEP 70.790-100 | Fone: 3533-3800
E-mail: casadoceara@casadoceara.org.br
- Copyright@ - 2006/2007 - CASA DO CEARÁ EM BRASÍLIA -